Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 15 by jquimelli
9 de agosto de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário Devocional

Deus adotou uma posição dura para com os israelitas. Ele finalmente declarou que eles eram tão desobedientes e determinados a seguir seus caminhos pecaminosos que não resolveria nada alguém interceder por eles.

“Então o Senhor me disse: Ainda que Moisés e Samuel estivessem diante de mim, intercedendo por este povo, eu não lhes mostraria favor. Expulse-os da minha presença! Que saiam!” (Jeremias 15:1, NVI).

Entretanto, Deus ofereceu ainda esperança a Jeremias, dizendo: “Se você se arrepender, eu o restaurarei para que possa me servir; se você disser palavras de valor, e não indignas, será o meu porta-voz. Deixe este povo voltar-se para você, mas não se volte para eles” (v. 19 NVI). Independente da resposta do povo a postura do profeta deveria ser de total confiança e lealdade a Deus.

Moisés, Samuel e Jeremias foram prenúncio de nosso intercessor Celestial, Jesus, que intercede a nosso favor. A história de Jeremias ilustra a misericórdia de Deus mas também serve como um aviso. Se persistirmos na desobediência, determinados a seguir nossos caminhos pecaminosos, chegará o dia em que ninguém poderá interceder por nós.

Ore comigo: “Obrigado, Jesus, por interceder por mim. Eu quero Te obedecer. De verdade, Senhor. Por favor, ajuda-me a Te obedecer. Amém”.

Andrew McChesney
Editor da revista Adventist Mission

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/jer/15, https://www.revivalandreformation.org/?id=1027 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/jer/15/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/05/16
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Jeremias 15 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



JEREMIAS 15 – COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
9 de agosto de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria


JEREMIAS 15 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
9 de agosto de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

JEREMIAS 15 – Para quem persiste na desobediência, nem a oração de grandes intercessores como Moisés e Samuel surtirá algum efeito. A apostasia desenfreada ninguém segura.

“Nem mesmo as orações de Moisés e Samuel conseguiriam mudar as coisas agora… Por esse motivo Jeremias lamenta sua ineficácia (15.10-14) e a aparente falta de vontade da parte de Deus de curar sua dor, e então acusa o Senhor de ser para ele um riacho não confiável e totalmente seco (15.15-18). Bem poucos lamentos bíblicos são mais cáusticos ou estão mais dispostos a desafiar a Deus do que este” avalia Paul R. House.

Isso vindo de um profeta? Sim! Eles são humanos! Contudo, Deus “reanima Jeremias […] mas só depois de dar uma dura reprimenda em que acusa-o de abandonar seu chamado de profeta. Jeremias tem de se arrepender (15.19) […]. As opções de Jeremias são ficar ao lado de Deus e sofrer ou então ficar ao lado de Judá e sofrer ainda mais” (House).

A Bíblia é segurança e prazer dos que enfrentam adversidades. Muita gente vive desnutrida espiritualmente por não dar atenção prioritária à revelação de Deus. Assim como o alimento físico, se não for bem nutritivo resulta em doenças, o mesmo ocorre com o alimento espiritual – conquanto, as doenças espirituais são mais fatais.

Para muitos a Palavra de Deus é intragável, sua mensagem não é palatável – isso porque gostam dos miojos da vida temperados com os prazeres do pecado, das guloseimas da imoralidade e dos fast-foods com glutamato monossódico religioso que produzem cânceres na alma.

Precisamos educar nosso paladar para aprender a degustar diariamente a Palavra de Deus. Nesse mundo turbulento, de angústia e oposição, prestes a sofrer o juízo por causa da rejeição a Deus, o prazer do cristão deve estar no sabor do estudo e proclamação da Palavra de Deus.

• Aos que se alimentam e fortalecem na Palavra de Deus terão o Autor dessa Palavra como escudo para proteger dos que se opõe ferozmente à verdade.
• Com a proteção divina, o mensageiro, porta-voz de Deus, terá ousadia para falar aos indiferentes.

Para boa nutrição não basta boa alimentação, é preciso de boa mastigação. Só estudando profunda e demoradamente a Palavra de Deus você experimentará paz e prazeres que a nada se comparam. Reavivemo-nos! Heber Toth Armí.



JEREMIAS 15, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
9 de agosto de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Achadas as Tuas palavras, logo as comi; as Tuas palavras me foram gozo e alegria para o coração, pois pelo Teu nome sou chamado, ó SENHOR, Deus dos Exércitos” (v. 16).


Após negar-lhe a intercessão pela terceira vez, Deus dá conforto e alento ao Seu profeta. Jeremias enfrentou uma grande angústia depois de receber a revelação das “quatro sortes de castigo” (v. 3) com as quais Deus puniria o Seu povo. Ele reconheceu a sua natureza pecaminosa, mas ao mesmo tempo expôs a sua vida íntegra diante de Deus enquanto era duramente perseguido e afrontado por seus inimigos. A longanimidade de Deus era uma prova de amor para com a rebeldia do povo, entretanto, aos olhos do profeta, também era um risco de morte para ele (v. 15). Pois quanto mais falava as palavras do SENHOR, mais era perseguido e mais era ameaçado.

Levantar a bandeira da causa de Deus nunca foi tarefa fácil. Milhares de homens e mulheres já deram a vida em defesa da verdade. E quanto mais a luta entre o bem e o mal avança para o fim, maior se torna a necessidade de clamarmos pelo auxílio divino. Desde que o pecado entrou no mundo, o medo passou a fazer parte de nossa essência. E uma de nossas maiores necessidades passou a ser segurança.

Deus tornou a repetir ao profeta a mesma promessa que havia feito no início de seu ministério: “Eu te porei contra este povo como forte muro de bronze; eles pelejarão contra ti, mas não prevalecerão contra ti; porque Eu sou contigo para te salvar, para te livrar deles, diz o SENHOR” (v. 20). As ameaças dos inimigos não teriam poder algum sobre Jeremias, pois o SENHOR do universo estava com ele.

O que fez a diferença na vida do profeta, continua sendo a fórmula contra o medo e contra a dúvida: o amor pela Palavra de Deus. Da mesma forma com que Cristo iniciou a vitória no deserto, Jeremias experimentou ao “comer” o maná do Céu. Ele achou nas palavras do SENHOR “gozo e alegria para o coração” (v. 16), mas ainda passava por duras aflições. Como entender tamanha contradição? Jesus nos explica: “No mundo passais por aflições; mas tende bom ânimo; Eu venci o mundo” (João 16:33).

Por mais angustiante que seja a nossa situação aqui. Por mais que a nossa dor não encontre alívio. Por mais que a solidão nos maltrate. Há um Deus que já venceu o mundo e que deseja nos blindar como muros de bronze e nos fortalecer “para o bem” (v. 11). Que a Bíblia seja sempre a sua principal “refeição” diária e, então, no lugar do medo haverá amor e no lugar da dúvida, fé.

Bom dia, fortalecidos pelo SENHOR!

Desafio do dia: A oração é a “argamassa” da vida espiritual para que os muros permaneçam firmes. Estabeleça horários e propósitos de oração diários.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Jeremias15
#RPSP



JEREMIAS 15 – Comentários selecionados by jquimelli
9 de agosto de 2017, 0:24
Filed under: Sem categoria

Ainda que Moisés e Samuel. O cap. 15 aparentemente dá sequência à mensagem do anterior. Assim, possivelmente, os dois capítulos se referem à mesma ocasião. Continuando o debate, por assim dizer, entre Deus e Jeremias (ver v. 1-9), Ele novamente declara Sua rejeição a toda intercessão em favor dos israelitas apóstatas. Moisés e Samuel são mencionados porque foram bem-sucedidos na súplica a Deus (ver Êx 32:9-14; Nm 14:11-20; 1Sm 7:8, 9; cf. Ez 14:14). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4, p. 448.

O que é para. Esta classificação tinha a intenção de impressionar o povo com a impossibilidade de fuga. CBASD, vol. 4, p. 448.

Por causa de Manassés. O reinado mau e então recente deste rei ímpio (ver 2Rs 21:1-18) ainda estava vívido na mentalidade popular. A persistência do povo em seguir o exemplo do ímpio rei era a causa de sua aflição. CBASD, vol. 4, p. 448.

Meio-dia. Talvez a hora em que “o saqueador” seria menos esperado, o momento em que a maioria dos exércitos descansava (ver com. de Jr 6:4). CBASD, vol. 4, p. 448.

Sete filhos. O nascimento de muitos filhos indicava ampla provisão para o futuro. CBASD, vol. 4, p. 448.

16 Pelo Teu nome sou chamado. Jeremas reconhecia que tinha sido adotado pela família celestial e que tinha o nome da família (ver Ef 3:15). CBASD, vol. 4, p. 449.

17 Dos que se alegram. De preferência, “bobos” ou “festeiros”. CBASD, vol. 4, p. 449.

Solitário. Desde seu chamado, Jeremias teve pouca apreciação social. Como um homem separado por Deus, ele não encontrava prazer no companheirismo com os festeiros. CBASD, vol. 4, p. 449.

18 Como um ilusório ribeiro. As correntes de águas que falham ou secam, assim, enganando os que se aproximam, esperando água. Muitos riachos e vales da Palestina são intermitentes – cheios no inverno e secos no verão (ver com. de 1Sm 17:3). CBASD, vol. 4, p. 450.

19 E eles se tornarão a ti, mas tu não passarás para o lado deles. O profeta não deveria permiti que qualquer oposição ímpia ou pensamento de fracasso o tentasse a se “converter” para as pessoas e comprometer a sua missão, a fim de assegurar o favor delas. CBASD, vol. 4, p. 450.



JEREMIAS 15 – COMENTÁRIO PR EVANDRO by Maria Eduarda
9 de agosto de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: