Reavivados por Sua Palavra


JOSUÉ 3 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
20 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

1846 palavras

3.1 – 4.24 Pormenores da travessia do rio e do memorial com 12 pedras que foi erigido no acampamento em Gilgal. Por mais que se ressalte, nunca se estará exagerando a grande importância desse relato, pois marca a travessia da fronteira da terra prometida e forma um paralelo com o milagre da travessia do “mar Vermelho” no êxodo (Êx 14 e 15). A fé que os israelitas tinham no Deus de seus pais foi renovada e fortalecida quando estava para enfrentar sua prova mais desafiadora, ao passo que, ao mesmo tempo, o medo dos cananeus foi grandemente intensificado (5.1). Bíblia de Estudo NVI Vida.

A grande significação dessas maravilhas é indicada em 4.24. Essas maravilhas deviam permanecer como um testemunho para todos os povos de todos os séculos de que a mão do Senhor é poderosa. Bíblia de Genebra.

Levantou-se, pois, Josué de madrugada. Um refrão repetido ao longo do livro de Josué (3:1; 6:12; 7:16; 8:10). No início da carreira de Josué como líder de Israel, Deus o instruiu a meditar na Torah dia e noite (1:8). É evidente que Josué tinha o hábito de levantar cedo para comungar com Deus em meditação e oração (ver 5:13-15). Andrews Study Bible.

Josué não podia descansar enquanto havia uma importante obra do Senhor a fazer. … Os que realizam grandes coisas para Deus precisam se levantar cedo. CBASD-Comentários Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 173.

Sitim, ou “Abel Sitim, nas campinas de Moabe”, era a localização do acampamento de Israel a leste do rio Jordão, defronte de Jericó (cf Nm 33.49). Bíblia Shedd.

três dias. Durante três dias, a multidão ficou diante daquele rio transbordante. Isto bastou para amedrontá-los, a menos que, como Abraão, ousassem enfrentá-lo à luz da graça divina. Tudo foi feito para incutir neles o fato de que o rio fora cortado por efeito da arca, e para ela. Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

arca da Aliança. A arca simbolizava a presença de Deus em poder no meio do Seu povo. Era tão sagrada que, pelo fato de nela tocar, Uzá teve morte instantânea (2 Sm 6.6-9). Só podia ser levada por sacerdotes descendentes de Levi. A palavra “aliança” (heb “berith”) significa “concerto”, “pacto”, “testamento”, “contrato”. A arca era o símbolo do concerto feito entre Deus e o homem (cf Êx 2.25; Dt 4.7; 7.6-8; 8.17-18). Bíblia Shedd.

Era o tesouro mais sagrado de Israel. Life Application Study Bible Kingsway.

os levitas sacerdotes a levam. Normalmente, eram os filhos de Coate [levitas não sacerdotes, ou seja, não descendentes de Arão] que carregavam a arca. … No Jordão, os sacerdotes, representando Cristo, nosso mediador e sumo sacerdote, deviam ir à frente e abrir o caminho. CBASD, vol. 2, p. 174.

4 A distância entre o povo e os sacerdotes foi intencionalmente aumentada para que não pudesse haver dúvida quanto ao milagre. Sempre que avançamos através de um caminho desconhecido, a arca da aliança, que simboliza Cristo, no precede (Is 52.12). Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

Santificai-vos. Santificação, na Bíblia, significa separação para uso exclusivo de Deus (cf Gn 2.3; Êx 28.2, 3, etc.). Esta separação implicava uma purificação tanto da alma como do corpo…. “Santificação, a necessidade de distinguir entre Deus e as coisas que Ele criou”. Bíblia Shedd.

Houve um requisito semelhante quando Deus desceu para o povo, no monte Sinai (Êx 19.10, 14-15). Bíblia de Genebra.

Eles deviam se banhar, lavar as vestes e se abster de tudo que pudesse lhes impedir de concentrar a atenção no grande milagre que logo seria operado em favor deles. O Senhor, é claro, abençoaria a obra de preparação. O ser humano sempre deve cooperar com Deus na experiência da salvação (Fp 2:12). Para esperar a bênção e a orientação divina nos preparativos para entrar na Canaã celestial, é essencial que o crente se “santifique” por meio da consagração da vida ao Senhor, a fim de que Ele o purifique e o torne santo. Se isso era necessário para entrar na Canaã terrena, quanto mais para a admissão na Canaã celestial! CBASD, vol. 2, p. 174.

amanhã o SENHOR fará maravilhas por meio de vós. As “maravilhas” que o Senhor fazia de tempos em tempos O distinguiam como o verdadeiro Deus. Por serem feitas em favor de Israel, separavam esse povo das outras nações como objeto especial do favor divino. Porém, não seria possível haver “maravilhas” – Deus não poderia operar em favor dos israelitas – se não cumprissem primeiro a ordem de se santificar. CBASD, vol. 2, p. 175.

Hoje, começarei a engrandecer-te. O Senhor validaria a liderança de Josué repetindo as maravilhas que Ele fizera às margens do mar Vermelho através de Moisés. O Deus de Josué era o Deus de Moisés [e é o nosso Deus]. Bíblia de Genebra.

para que saibam. Os atos de Deus, com frequência, têm o propósito de esclarecer e das conhecimento (Êx 8.10; Dt 4.35; 2Rs 19.19; Is 45.6). Tal conhecimento nunca é meramente intelectual. … é atingível mediante o ouvir acerca dos atos de Deus, bem como de contemplá-los (2.9-10; 4.24). Bíblia de Genebra.

10 Nisto conhecereis. No antigo Oriente Médio, um modo comum de obter o veredicto judicial dos deuses era obrigando o acusado a submeter-se ao julgamento mediante o ordálio [prova judiciária feita com a concorrência de elementos da natureza e cujo resultado era interpretado como um julgamento divino] pela água. Em geral, tratava-se de lançar o acusado num rio (se morresse, os deuses o tinham declarado culpado; se sobrevivesse, os deuses o tinham declarado inocente). … É significativo que o Senhor entraria primeiro no Jordão e permaneceria ali até que todo o Seu exército tivesse atravessado com segurança. Sendo assim, a sua reivindicação à terra foi vindicada diante dos olhos de todos os que ouvissem a respeito. E a reivindicação era de Deus, e não de Israel; foi somente com ele que a nação atravessou o Jordão e como exército dEle, “batizado” para o Seu serviço. Bíblia de Estudo NVI Vida.

A passagem através do rio era um tipo de teste pela água, frequentemente usado em tempos antigos para determinar a decisão legal dos deuses. Deus passou com segurança pela água com Seu povo, demonstrando, assim, Seu direito (e do povo) à terra de Canaã. Andrews Study Bible.

lançarás diante de vós. Por que Deus estas nações de suas terras? Deus já havia punido Israel por sua desobediência. Ele, então, se voltou ao restante das nações. Gênesis 15.16 indica que o povo de Canaã era ímpio e merecia ser punido por seus pecados terríveis. Israel deveria ser um meio para esta destruição. Mais importante, ainda, era o fato de que Israel, como nação santa, não poderia viver entre este povo tão mau e idólatra. Fazer isso seria convidar o pecado a habitar em suas vidas. O único meio de prevenir Israel de ser infectado por religiões más era expulsar aqueles que as praticavam. Israel, contudo, falhou em expulsar todos que Deus ordenara expulsar. Não demorou muito para que Israel – a nação que Deus escolheu para ser Seu povo – começasse a seguir as más práticas dos cananitas. Life Application Study Bible Kingsway.

11 a arca da Aliança do Senhor de toda a terra. Lit. “a arca da Aliança, o Senhor de toda a terra”. Não somente o símbolo da Aliança, mas o próprio Senhor iria à frente de Seu povo. Bíblia de Genebra.

12 doze homens. Isso antecipa o principal assunto do cap. 4; ver 4.2. Bíblia de Genebra.

13 assim que as plantas dos pés… pousem nas águas. Muitas vezes, Deus não provê solução aos nossos problemas até que confiemos nEle e nos movimentemos à frente com aquilo que sabemos que devemos fazer. Quais são os rios ou obstáculos em sua vida? Em obediência a Deus, avance e pise na água. Life Application Study Bible Kingsway.

Os sacerdotes que levavam a arca deviam manifestar sua fé na palavra de Deus ao pisar na água. O Senhor sempre pede a Seu povo que, além de enfrentar dificuldades, também avance ousadamente com fé, sob Seu comando, confiando que Ele abrirá o caminho. Deus prometeu separar as águas e superar os obstáculos (Is 43:2). CBASD, vol. 2, p. 176.

Por que Israel precisou esperar até o Jordão estar em período de cheia para atravessá-lo? Um mês antes ou um mês depois a situação teria sido diferente, e os israelitas já se encontravam acampados em Sitim faziam dois meses. Provavelmente havia duas razões: (1) o poder de Deus seria mais evidente (ver com. de Êx 9:16; ver também 2Co 12:9) e (2) o povo de Jericó não os estaria esperando , e não haveria guardas junto ao rio. … Para Deus, o volume de água do Jordão não fazia a menor diferença. CBASD, vol. 2, p. 176- 177.

15 O Jordão transbordava sobre todas as suas ribanceiras (ARA; NVI: “em ambas as margens”). Essa informação vital toma o leitor de surpresa. A travessia seria ainda mais notável do que o v. 13 tinha indicado. Bíblia de Genebra.

Por causa das chuvas da primavera e do derretimento da neve no monte Hermom. Bíblia de Estudo NVI Vida.

16 Adã. Uma cidade a cerca de 32 km ao norte de onde Israel atravessou. Este grande milagre de interromper o fluxo do Jordão pode ter ocorrido pela suspensão direta de Deus das leis da natureza ou, tão miraculosamente quanto, pelo trabalho de Deus através de Suas leis, providenciando a exata coordenação para que isso atingisse os Seus propósitos.A História secular registra que, ao menos em duas instâncias (08/dez/1267 e 11/07/1927), quando em resultado de um terremoto e deslizamento de terra, o Jordão teve cessado o seu fluxo aproximadamente no mesmo lugar dos dias de Josué (hoje Damieh) e muitos km do leito do rio permaneceram secos por muitas horas. Andrews Study Bible.

Seja qual for o caso [ocorrência natural usada por Deus, como um deslizamento de terra, ou outra maneira], Deus mostrou Seu grande poderem operar um milagre de coordenação de tempo [timing] e de localização para permitir que Seu povo cruzasse o rio em terra seca. Este testemunho do poder sobrenatural de Deus serviu para construir a esperança dos israelitas em Deus e dar a eles grande reputação contra seus inimigos, que os excediam em grande número. Life Application Study Bible Kingsway.

mar da Arabá. Ou, mar da planície, isto é, o Mar Morto. Arabá [heb Ahava] era a grande depressão do vale do Jordão que se estendia para o sul até o golfo de Áqaba. CBASD, vol. 2, p. 177.

17 os sacerdotes. O sacerdócio do AT era um tipo do sacerdócio de Jesus Cristo (cf Hb 10). Os sacerdotes, obedientes á vontade de Deus, entraram no Jordão. … Cristo, nosso Sumo Sacerdote, entrou na morte (rio), preparando o caminho para o Seu povo. Pela Sua morte expiatória, Ele abriu o caminho para os Seus (Hb 10.19-22). Agora, os crente em Cristo podem herdar sua Terra da Promissão, porque Cristo, seguindo a vontade de Deus, entrou na sua frente, preparando o caminho (Jo 14.6). A morte de Cristo será eficaz para todo o povo de Deus chegar até a glória. Bíblia Shedd.

16 passou o povo defronte de Jericó. Fica claro que os sacerdotes que levavam a arca cruzaram defronte de Jericó, e a multidão passou por ambos os lados da arca. Os cananeus teriam tentado defender os vaus do Jordão se houvessem previsto esse plano de passagem. Por certo sabiam que o acampamento dos israelitas ficava do outro lado do Jordão, mas a travessia lhes pegou totalmente de surpresa. CBASD, vol. 2, p. 177.



JOSUÉ 2 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
19 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

Embora o Livro de Josué descreva, com detalhes gráficos, a destruição dos cananeus (caps. 6-12), ele também dá um lugar proeminente a Raabe, uma prostituta cananeia. … Este capítulo testifica a graça de Deus ao levar tal mulher a buscar e encontrar a misericórdia divina. A história de Raabe aplica uma importante perspectiva aos julgamentos de Deus, que ocuparão grande parte deste livro. Bíblia de Genebra.

A missão de observação descrita no cap. 2 é uma clássica história de espionagem. ela contém muitos elementos paralelos à história de espionagem em Nm 13: os espiões foram comissionados… entraram na terra… retornaram ao povo… relataram suas descobertas… levaram a uma decisão. … à primeira vista, dois dos elementos da história de espionagem de Nm 13 estão faltando na narrativa em Josué: os espias localizaram um item de valor (Nm 13:23-24) e o apresentaram ao povo (Nm 13:23-24). Mas um olhar mais atento revela que os dois espias encontraram um item de valor: Raabe. E, antes do término da história, Raabe é, de fato, trazida ao povo (Js 6:23-25). Raabe é valorizada 1) como um diamante no cascalho; 2) como um testemunho precioso da misericórdia de Deus pela humanidade, mesmo pelos descrentes e  pagãos; 3) por sua admirável coragem de se posicionar sozinha contra toda a cultura que a rodeava; 4) por sua fé no Senhor, o único Deus verdadeiro (ver nota em 2:9-13; comparar com Hb 11:31); 5) como um agente de salvação dos espias e de toda a sua família; 6) como uma parte essencial da comunidade de Israel (ver nota em 6:25); e 7) como uma ancestral do Messias (ver Nm 7:12; Rt 4:18-22; 1Cr 2:11-12; Mt 1:1, 5-6). Andrews Study Bible.

Jericó. Identificada como Tell es-Sultan, a nordeste da moderna cidade de Jericó, um monte artificial (ou tel, ver nota em 11:13) de aprox. 10 acres (4 ha) de tamanho. Andrews Study Bible.

2-3  Espiar a terra era uma tarefa arriscada. A fisionomia dos hebreus certamente revelaria sua identidade, e revelou. Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

rei de Jericó. As principais cidades de Canaã eram, na realidade, reinos pequenos [“cidades-estados”, cf. Bíblia de Genebra], sendo cada um governado por um rei local. Bíblia de Estudo NVI Vida.

eu não sabia. Na verdade, ela não sabia (v. 9). O autor do livro de Josué não justificou e nem condenou Raabe por haver mentido, mas Tiago aprovou a ação dela (Tg 2.25). Usar os meios para ludibriar os inimigos é uma tática necessária numa guerra. A questão fundamental foi que assim Raabe protegeu os espias estrangeiros (vs 9-11). Bíblia de Genebra.

O escritor sagrado não aprova o modo de vida de Raabe, nem suas mentiras. Sua moralidade era bastante deficiente, mas no fundo do seu coração, ardendo em baixa combustão, existia uma centelha de puro amor e fé, que consumiria o refugo e arderia em chama pura (Hb 11.31). Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

O fato de Raabe ter mentido para salvar a vida dos espias não significa que o Senhor tolera a mentira. O narrador registra a mentira, mas não aprova, deste modo, tal ação. Andrews Study Bible.

Aqui e no v. 5, há uma série de mentiras proferidas com o objetivo de salvar vidas. Isso é justificável? Raabe se deparou com o que lhe parecia uma escolha entre o menor de dois males: participar da responsabilidade pela morte de dois homens, que ela cria serem mensageiros de Deus, ou mentir para salvá-los. No caso de um cristão, a mentira nunca se justifica, mas, a uma pessoa como Raabe, a luz só chega gradualmente. … “Ora, não levou Deus em conta os tempos da ignorância; agora, porém, notifica aos homens que todos, em toda parte, se arrependa” (At 17:30). O Senhor aceita o que é feito com sinceridade e com intenções honestas, ainda que contenha uma mistura de fragilidade e ignorância. A fé de Raabe foi provada e se mostrou genuína. Deus nos aceita como somos, mas devemos crescer “na graça” (2Pe 3:18). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 170.

eirado (ARA; NVI: “terraço”).

canas do linho (ARA; NVI: “talos de linho”). Os terraços em cima dos telhados continuam sendo utilizados no Oriente Médio para secagem dos grãos ou de talos. Bíblia de Estudo NVI Vida.

vaus do Jordão (ARA; NVI: “lugar de passagem do Jordão”). Travessia do Jordão onde as águas ficavam mais rasas – menos de um metro, em média, quando o fluxo era normal. Bíblia de Estudo NVI Vida.

9-11 São espantosas sua confissão de fé no Senhor e suas informações exatas a respeito dos triunfos do Senhor sobre inimigos poderosos. O fato dos habitantes da terra estarem “apavorados” (v. 9) era informação vital para os espias. Bíblia de Estudo NVI Vida.

pavor que infundis… estão desmaiados (ARA; “vocês nos causaram um medo terrível” … “estão apavorados”). Esta é a reação inevitável de encontrar-se do lado errado daquilo que Deus promete fazer. Comparar com 1.6.  Bíblia de Genebra.

10 Seom e Ogue. Os dois reis amorreus (9, 10) que tinham sido vencidos quando não deram licença para Israel atravessar por suas terras (Nm 21.21-35). Bíblia Shedd.

11 desmaiou-nos o coração (ARA; NVI: “o povo desanimou-se completamente”).

15 residia no muro da cidade. Existem evidências arqueológicas de que o povo de Jericó às vezes construía as casas até por cima dos muros da cidade. Bíblia de Estudo NVI Vida.

16,22 ao monte (ARA; NVI: “para a montanha”). Diretamente a oeste da antiga Jericó havia as montanhas altas e escarpadas da cordilheira central da Palestina. Estão repletas de cavernas, o que tornou relativamente fácil aos dois espias refugiar-se e depois escapar. Bíblia de Estudo NVI Vida.

… a tradição nos diz ser o lugar onde Jesus jejuou por quarenta dias (Mt 4.1) e, por isso, chamado hoje o “Quarentano”. Bíblia Shedd.

17-19 No meio da destruição geral, somente os que estivessem abrigados no recinto da casa de Raabe escapariam. Para os parentes dela que estivessem fora, o parentesco de nada lhes valeria. Assim, a grande salvação de Jesus só tem valor para os que forem achados “nele”, que têm em si a justiça divina (Fp 3.9). Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

18 fio de escarlata à janela (ARA; NVI: “cordão vermelho na janela”). A função do marcador vermelho era semelhante à do sangue do cordeiro na Páscoa quando o Senhor feriu os primogênitos do Egito (ver Êx 12.13, 22, 23). Bíblia de Estudo NVI Vida.

19 caia sobre a nossa cabeça (ARA; NVI: “seremos responsáveis pela morte”). Juramento que aceitava a morte de outra pessoa, com a respectiva culpa e castigo executado pelos parentes ou pelo estado. Bíblia de Estudo NVI Vida.

24 o SENHOR nos deu. Os espias voltaram com o relato de que a promessa de Deus era verdadeiramente certa (1.2); e isto eles tinham aprendido com Raabe. Bíblia de Genebra.



JOSUÉ 1 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
18 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

 

1144 palavras

O Senhor dá início à ação ao ordenar que Josué, o substituto escolhido por Ele para Moisés (v. Dt 31.1-8), conduzisse Israel pelo Jordão e tomasse posse da terra prometida. Conclama à coragem e promete o sucesso – mas somente se Israel obedecer à lei de Deus transmitida por Moisés à nação. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Esse livro é para o Antigo Testamento o que o livro de Atos dos Apóstolos é para o Novo. O nome “Josué” é equivalente a Jesus, e significa “Ele Salvará” (Hb 4.8). A Jericó da Igreja Primitiva foi Jerusalém, que os cristãos rodearam durante dez dias de oração como Israel rodeou durante em sete dias de marcha. No Pentecoste as muralhas do preconceito ruíram. Ananias e Safira foram o Acã dos primeiros dias. As vitórias da igreja em Samaria, Antioquia e em outros lugares lembram as conquistas de Josué. Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B.Meyer.

Moisés, servo do SENHOR. Esse título de honra sugere o papel especial de Moisés dentro dos propósitos de Deus (vs. 1-2, 7, 13, 15; cf Is 42.1). Esse título também foi dado a Abraão (Gn 26.24) e será aplicado a Josué por ocasião de sua morte (24.29). Bíblia de Genebra.

Josué.Era da tribo de Efraim (1 Cr 7.27) e nasceu no Egito, no tempo da escravatura. … Seu nome significa “Jeová é Salvação” ou “Jeová Salvador”. Jesus é a forma grega de Josué (cf At 7.45; Hb 4.8). Bíblia Shedd.

O nome de Josué foi mudado de Oseias (“salvação”) para Josué (“o SENHOR é salvação”) por Moisés (Nm 13.16). … Na transição entre Moisés e Josué, há continuidade, porque o propósito de Deus para com Israel persiste, mas também existe descontinuidade, porquanto a era de Moisés foi ímpar e é o padrão de comparação para a gerações futuras. Há, semelhantemente, uma continuidade e também descontinuidade na tradição neotestamentária, entre os Evangelhos e o Livro de Atos. Bíblia de Genebra.

2-9 Estes versos contém o tema de todo o livro, uma estratégia divina de batalha de quatro passos para a vitória e o sucesso, arranjado em um lindo padrão literário paralelo: 1) inamovível confiança nas promessas divinas (vs. 3-5, 9b); 2) coragem inabalável e ousadia divina (vs. 6-7a, 9a); 3)obediência total à vontade de Deus (vs 7b-8b); e 4) meditação constante em Sua Torah (v. 8a). Andrews Study Bible.

vosso pé. Este versículo sugere que os israelitas deviam fazer algo para tomar posse da terra. eles só possuiriam as terras sobre as quais colocassem a planta do pé. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 162.

A palavra “vosso” está no plural, indicando que a promessa foi dirigida a todo o povo de Israel. Bíblia de Genebra.

desde o deserto, i. e., da Arábia, que forma o limite sul da Palestina, enquanto o Líbano era o limite norte. Bíblia Shedd.

heteus, cf Jz 1.26n. Bíblia Shedd.

mar Grande. O Mediterrâneo. Bíblia Shedd.

A extensão da terra Prometida aqui excede aquilo que foi, de fato, conquistado nos dias de Josué e corresponde aos reinos de Davi e Salomão (1Rs 4.21). Apesar da ênfase sobre o cumprimento nos dias de Josué (21.45, nota), o livro estende a promessa como se ainda apontasse para o futuro (13.1, nota; 23.5, 12-13). Bíblia de Genebra.

5 A nova tarefa de Josué consistia em liderar mais de dois milhões de pessoas a uma terra estranha e conquistá-la. Que desafio – mesmo para um homem como este! Cada nova tarefa é um desafio. Sem Deus, isto pode ser assustador. Com Deus, isto pode ser uma grande aventura. Assim como Deus estava com Josué, Ele está conosco ao enfrentarmos nossos novos desafios.Podemos não conquistar nações, mas todos os dias enfrentamos situações difíceis, pessoas difíceis e tentações. Contudo, Deus promete nunca nos abandonar ou deixar de nos ajudar. Ao pedirmos a Deus para  nos dirigir, podemos conquistar muitos dos desafios da vida. Life Application Study Bible Kingsway.

6-8 Muitas pessoas pensam que prosperidade e sucesso vem de se ter poder, influentes contatos pessoais e um persistente desejo de ir em frente. Mas a estratégia para obter prosperidade que Deus ensinou a Josué vai contra este critério. Ele disse que, para ser bem sucedido, Josué deveria: 1) ser forte e corajoso porque as tarefas à frente não seriam fáceis, 2) obedecer a lei de Deus, e, 3) constantemente ler e estudar o Livro da Lei – a Palavra de Deus. Para ser bem sucedido, siga as palavras de Deus a Josué. Você pode não ter sucesso de acordo com os padrões do mundo, mas você será um sucesso aos olhos de Deus – e a Sua opinião dura para sempre. Life Application Study Bible Kingsway.

a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. A herança, esperada durante muito tempo, prometida aos descendentes de Abraão (Gn 15.7-21) e de Jacó (Gn 28.13). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Ao Josué tomar a frente na liderança, cheio de um senso da enormidade da tarefa e de sua própria insuficiência, Deus prometeu dar a israel a terra que havia prometido com juramento aos seus ancestrais se´culos atrás (Gn 22:16-18; 24:7; 26:3). Andrews Study Bible.

Tenha o cuidado de obedecer (NVI). O sucesso não era garantido incondicionalmente (v. Dt 8.1; 11.8, 22-25). Bíblia de Estudo NVI Vida.

falar. V. Dt 4.9, 10; 6.6, 7; 11.19. A lei em geral era lida oralmente (cf. Dt 30.9-14; At 8.30). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Não cesses de falar (ARA; NKJV: “não deve se afastar de sua boca, dia e noite”). Isto implica a memorização da escritura de forma que possamos meditar nela mesmo à noite. A meditação sobre a Palavra está colocada no centro no centro literário desta passagem (ver nota em 1:2-9), como fonte de todas os outros passos de ação descritos no capítulo, e como a base do sucesso. Andrews Study Bible.

medita. O significado original desta palavra é “suspirar”e a imagem que esta palavra traduz é a de alguém se derramando sobre a Palavra de Deus com suspiros audíveis de contentamento e prazer. Andrews Study Bible.

11 provisões (NVI). Gêneros alimentícios necessários para os vários dias de marcha que se seguiriam. Bíblia de Estudo NVI Vida.

12-15 Nm 32 mostra-nos como os rubenitas, os gaditas e a meia tribo de Manassés (13.8, nota) já tinham recebido sua porção de terras a leste do rio Jordão. Bíblia de Genebra.

13 descanso. Conceito importante do AT… que subentende fronteiras seguras, paz com os países vizinhos e a ausência de ameaças à vida e ao bem-estar dentro do país. Bíblia de Estudo NVI Vida.

16-18 A resposta obediente dos israelitas a Josué e, portanto, a Deus, será ecoada e elaborada no fim do livro (Js 24.16-24). A conexão essencial entre a fé e a obediência fica implícita aqui: a obediência do povo era uma evidência de que eles acreditavam na promessa. As qualidades necessárias para a liderança de Josué consistiam em Deus estar com ele (v. 5, nota)e de ele ser um homem de fé (v. 6, nota).

18 Todo homem que se rebelar. Tendo acabado de tomar o juramento de lealdade a Josué, agora concordam com a pena de morte por qualquer ato de traição (e.g., o pecado de Acã, 7.15). Bíblia de Estudo NVI Vida.



DEUTERONÔMIO 34 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
17 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria
810 palavras

Moisés subiu ao monte Nebo. Em obediência à ordem do Senhor em 32.48-52. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Moabe. A última etapa antes de entrar em Canaã (ver Nm 33.48-50), o lugar de onde Deus havia dado Suas ordens  (ver Nm 35:1; 36:13) e de onde Moisés transmitiu a Israel as palavras do livro de Deuteronômio (ver Dt 1:5). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1184.

Pisga. Um nome comum que denotava um tipo particular de crista montanhosa. Várias “pisgas” são mencionadas na Bíblia. Bíblia Shedd.

2, 3 Dessa elevada altura Moisés contemplou o mar da Galileia (ao norte), o mar ocidental (Mediterrâneo), o sul do Neguebe (deserto do sul de Judá) e o vale do Jordão ao sul, até Zoar (antes localizada no fim do mar Morto, Gn 14.2). Bíblia Shedd.

morreu ali Moisés. Mostra que Deus é imparcial em Seus juízos (10.17), e que o maior dos líderes humanos não é insubstituível. Bíblia Shedd.

servo do SENHOR. Título especial usado em referência aos que o Senhor, como o Grande Rei, aceitou no Seu serviço; servem de membros da administração real de Deus. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Yahweh chamou Moisés de Seu servo (ver Js 1:2, 7). … A palavra traduzida por “servo”, em Hebreus, é therapon. As palavras terapêutico e terapia derivam dela. O termo indica um ministério fiel e compassivo, como o do médico que cuida de um enfermo. A solicitude terna, amável e inesgotável de Moisés por seu povo é registrada como seu mérito e para a glória de Deus. É interessante observar que a palavra grega moderna para “médico” é theraponCBASD, vol. 1, p. 1184.

o sepultou.Ao invés de sepultar Moisés no monte Nebo, onde os israelitas teriam esperado encontrar sua sepultura, Deus o sepultou em algum lugar no vale onde os israelitas estavam acampando (comparar 3:29; 4:46). Manter sua sepultura em segredo pode ter sido para prevenir que o povo o transformasse em lugar de adoração. Andrews Study Bible.

sepultura. Somente Yahweh sabia o local exato onde Moisés morreu. O diabo teria ficado muito feliz em continuar mantendo Moisés nos laços da morte (ver Jd 9) e com esse propósito resistiu a Cristo. Moisés, porém, foi ressuscitado e levado ao Céu (ver Mc 9:2-4). CBASD, vol. 1, p. 1184.

vigor. Literalmente “frescor”. Assim, a frase seria: “seu frescor não o havia abandonado”. Isso significa que sua força física era tão vigorosa naquele momento como sempre havia sido. … Moisés estava sozinho na hora de sua morte. mas ele morreu nos braços de Deus; isso era suficiente (cf Sl 23:4). A morte não oferece uma perspectiva agradável, mas se ela vem quando o espírito está em íntima comunhão com o Espírito de Deus, não existe temor. CBASD, vol. 1, p. 1184-1185.

Moisés faleceu por ordem de Deus, não por velhice. Bíblia Shedd.

prantearam. Após a morte de seu líder incomparável, houve um grande vazio na vida da nação. CBASD, vol. 1, p. 1185.

9-12 Estes versículos finais, provavelmente foram escritos por inspiração divina, após o tempo de Josué [cf. v. 10], sendo então adicionados ao livro de Deuteronômio. Bíblia Shedd.

Moisés impôs sobre ele as mãos. A imposição de mãos simbolizava a transferência de poderes ou qualidade de um indivíduo para outro (cf Lv 16.21; Gn 48.14; At 6:6; 9.17; 1 Tm 4.14). Bíblia Shedd.

Quando Moisés lhe impôs as mãos, este líder relativamente jovem ficou cheio do espírito de sabedoria. Esse “espírito de sabedoria” incluía habilidade da administração civil e liderança militar. Já havia ter provado ter fé forte, coragem e dedicação ao dever. CBASD, vol. 1, p. 1185.

10-12 Não se levantou profeta igual a Moisés até Cristo, que é o Grande Profeta predito por Moisés, cf 18.15-18. Bíblia Shedd.

Até a vinda de Jesus, ninguém foi superior a Moisés. V. Hb 3.1-6, em que Moisés, o “servo” (Hb 3.5) é contrastado com cristo, o “Filho” (Hb 3.6). Bíblia de Estudo NVI Vida.

10 face a face. Moisés comungava com Deus de um modo jamais experimentado por outro homem, mas isso não significa que via a face de Deus (4.15n; Êx 33.11, 20; 2 Cr 3.1m). Bíblia Shedd.

10-12 Moisés, o homem que não queria ser mandado para o Egito porque era “pesado de língua” (Êx 4:10), proferiu os três discursos a Israel que compuseram o livro de Deuteronômio. Deus lhe deu o poder de se desenvolver de um balbuciante pastor a um líder nacional e orador poderoso. Sua coragem, humildade e sabedoria transformaram os escravos hebreus em uma nação. Mas Moisés era uma pessoa que não deixou o sucesso subir à sua cabeça. Ao final, Deus ainda era o melhor amigo de Moisés. Seu amor, respeito e admiração por Deus cresceram diariamente ao longo de sua vida. Moisés sabia que não fora nenhuma grandeza em si próprio que o fez bem sucedido; foi a grandeza do Todo-Poderoso Deus em quem ele confiava. Life Application Study Bible Kingsway.

Possamos nós também gozar dessa comunhão face a face, fazer a vontade de Deus, ter as credenciais divinas da sua poderosa mão, das obras realizadas em Deus! (ver Sl 90.16, 17). Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.



DEUTERONÔMIO 33 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
16 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

1186 palavras

[Este capítulo] Registra a bênção final de Moisés. Consiste em uma introdução (1-2), um pronunciamento de bênçãos (6-25) e uma conclusão (26-29). A bênção é um discurso profético de oração e louvor, em forma poética, na qual Moisés declara o favor divino concedido individualmente às tribos. Bíblia Shedd.

1 O tema de abertura aqui é a gloriosa natureza de Deus. A referência é à entrega da lei quando, no meio do fogo e com a mediação dos anjos, Deus desceu ao Sinai (Sl 18.7-9; Hc 3.3, 4). Comentário Bíblico Devocional Velho Testamento. F. B. Meyer.

Sinai… Seir… Parã. Montanhas associadas à outorga da lei (v. Gn 21.21 e nota; Jz 5.4, 5; Hc 3.3). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Das miríades de santos. Isto é, desde Sua habitação no céu onde há incontáveis seres santos, onde ele está entronizado em glória (ver 1Rs 22:19; Jó 1:6; Sl 89:7; Dn 7:10). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1181.

de Seir (ARA; NVI: “desde o Seir”).

todos os Teus santos. Isto é, o povo de Israel, a nação santa (ver Êx 19:6; Dt 7:6; 14:2, 21; 26:19). CBASD, vol. 1, p. 1181.

e aprendem das Tuas palavras (ARA; NVI: “de Ti recebem instrução”).

rei. O Senhor, e não um monarca terrestre, devia ser rei em Israel (v. Jz 8.23 e nota). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Seu povo amado (ARA; NVI: “Jesurum”. Tb v.26).

6-25 Note a diferença das bênçãos que Deus deu a cada tribo. A uma Ele deu as melhores terras, força para outra, e segurança para outra. Muitas vezes vemos alguém com uma bênção particular e pensamos que Deus deve amar mais aquela pessoa do que os demais. Em vez disso, pense que Deus desenvolve em todas as pessoas seus talentos únicos. Todos esses dons são necessários para completar Seu plano. Não tenha inveja dos dons que outros têm. Em vez disso, olhe para os dons que Deus deu para você, e decida realizar a tarefa que somente você está qualificado a fazer. Life Application Study Bible Kingsway.

Viva Rúben e não morra; e não sejam poucos os seus homens! O segundo “não” neste versículo não está no hebraico. Esta é uma referência implícita ao pecado com Bila (Gn 35:22). Rúben era o primogênito (Gn 49:3), mas nunca chegou a ter relevância nacional. … contudo, Moisés assegurou aos rubenitas que não despareceriam por completo de Israel. CBASD, vol. 1, p. 1181.

Ouve, ó SENHOR, a voz de Judá e introduze-o no seu povo.Esta bênção subentende o papel guerreiro dos reis davídicos, descendentes de Judá, ao conduzirem Israel à batalha. Bíblia de Genebra.

Sendo a tribo real (Gn 49.8-10), Judá teria de defender a Israel de seus inimigos. Ao fazê-lo, precisava da ajuda divina. Bíblia Shedd.

8-11 Levi. Jacó também profetizara a dispersão de Levi (Gn 49.5-7). Mas Levi foi abençoada por haver mostrado devoção ao Senhor (8, 9) e foi escolhida pelo Senhor para importantíssimo ministério, especialmente o do sacerdócio (que pertencia aos descendentes de Arão). Bíblia Shedd.

8, 9 A bênção sobre Levi reflete a fidelidade deles ao tempo do bezerro de ouro, quando Levi pôs-se ao lado de Moisés e atuou no julgamento contra os descendentes de seus irmãos pecaminosos (Êx 32.27-29). Bíblia de Genebra.

A tribo de Levi teria a alta honra da liderança espiritual dos israelitas. CBASD, vol. 1, p. 1181.

9 pois guardou a Tua palavra e observou a Tua aliança. Levi comprova sua devoção ao Senhor no teste pelo qual passou, no Sinai (Êx 32.26-29). A lealdade a Deus tivera precedência sobre as relações de família. Bíblia Shedd.

13-17 José. Moisés ora para que essa tribo seja abençoada com abundância material da natureza (13-16) e com poder militar (17). Bíblia Shedd.

Com a bênção do Senhor, a terra de José na parte central de Canaã seria excepcionalmente fértil e produtiva. Bíblia de Estudo NVI Vida.

17 as suas pontas (ARA; NVI: “seus chifres”).

miríades de Efraim… milhares de Manassés (ARA; NVI: “dezenas de milhares de Efraim … milhares de Manassés”). O irmão mais novo [Efraim] teria preeminência sobre o mais velho [Manassés], que tem apenas “milhares”, cf Gn 48.14ss. Bíblia Shedd.

18, 19 Zebulom teria sucesso no comércio, e Issacar teria prosperidade na agricultura pátria. Bíblia Shedd.

19 chuparão a abundância dos mares (ARA; NVI: “farão um banquete com a riqueza dos mares”).

20, 21 O povo da tribo de Gade recebeu o melhor da nova terra porque obedeceram a Deus ao punir os ímpios inimigos de Israel. Punir é desagradável tanto para quem aplica quanto para quem recebe, mas é parte necessária do crescimento. Se você está em posição que exige que por vezes você corrija outros, não se omita de cumprir sua tarefa. Entenda que disciplina realista é importante para o desenvolvimento do caráter. Sempre se esforce para ser sempre justo e misericordioso, mantendo em mente o melhor interesse da pessoa que deve receber a punição. Life Application Study Bible Kingsway.

20 Bendito aquele que faz dilatar Gade (ARA; NVI: “Bendito é aquele que amplia os domínios de Gade”).

21 E se proveu da melhor parte… marchou adiante do povo. Pastagens para seus animais (v 3.12-20). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Essa tribo [Gade] preferiu habitar o lado oriental do Jordão, mas, ao mesmo tempo, ajudou as outras tribos a conquistarem sua herança, cf 3.18. Bíblia Shedd.

22 Dã… saltará de Basã (ARA; NVI: “vem saltando desde Basã”). Como um leão ou serpente (Gn 49.17), Dã seria perigoso para os adversários. Muitos danitas, depois, migraram para o extremo norte de Israel. Bíblia Shedd.

23 Naftali… possuirá o lago e o sul. Essa tribo foi favorecida por possuir uma bela e fértil região, especialmente na sua parte sul, junto às praias do mar da Galileia. Bíblia Shedd.

24 Aser… banhe em azeite o pé. Território famoso por suas oliveiras. Bíblia Shedd.

Banhar os pés com óleo era um sinal de prosperidade. Life Application Study Bible Kingsway.

25 Sejam de ferro e bronze os teus ferrolhos (ARA; NVI: “as trancas das suas portas”). A referência é à proteção de Aser contra os inimigos vindos do norte. Bíblia Shedd.

26 ó amado (ARA; NVI: “Jesurum”).

27 Deus… por baixo de ti estende os braços eternos (ARA; NVI: “e para segurá-lo estão os braços eternos”).

A canção de Moisés declara que somente Deus é nosso refúgio, nossa única segurança verdadeira. Quão frequentemente colocamos a confiança de nossas vidas a outras coisas – talvez dinheiro, carreira, uma causa nobre ou o desejo de uma vida longa. Mas nosso único refúgio verdadeiro é o Deus eterno, que sempre estende Seus braços para nos amparar quando os suportes instáveis em que confiamos falham e caem. Nenhuma tormenta pode nos destruir quando nos refugiamos nEle. .. Viver por Deus neste mundo pode parecer um negócio arriscado. Mas são os ateus que estão em solo instável. Porque Deus é nosso refúgio, podemos ousar ser ousados. Life Application Study Bible Kingsway.

26-29 Esta estrofe final tem abençoado os corações do povo de Deus através dos séculos. O Senhor é o Deus majestoso (v. 26), o Deus eterno (v. 27), o Deus protetor e providencial (v. 28). A grande bênção de Israel era que Ele era o Deus deles. Bíblia de Genebra.

Os últimos versículos deste capítulo são um encorajamento a ter fé em Deus. Ele é supremo. Ele abençoa grandemente Seus filhos fiéis, dando-lhes segurança, paz e abundância de coisas boas. Finalmente, Ele lhes dará uma herança eterna. Por isso, os filhos de Deus devem sempre ter bom ânimo. CBASD, vol. 1, p. 1183



DEUTERONÔMIO 32 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
15 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

1427 palavras

O Cântico do Testemunho aqui apresentado pode ser esboçado como segue: Uma invocação introdutória (1-3), um contraste entre o caminho de Deus e o de Seu povo (4-6), uma pesquisa histórica das relações de Deus com Israel (7-14), o registro da apostasia de Israel (15-18), a justa indignação do Senhor (19-27), os inimigos de Israel como instrumentos do propósito de Deus (28-33), e o juízo dos ímpios e a vindicação do povo de Deus (34-43). O capítulo termina com um apelo de Moisés baseado no Cântico (44-47) e a advertência do Senhor a Moisés sobre sua morte (48-52). Bíblia Shedd.

1 A invocação aos céus e à terra é uma convocação para que sejam testemunhas da aliança(31.28). Bíblia Shedd.

Moisés inicia seu cântico chamando homens e anjos a ouvirem o que o Espírito Santo colocou em sua boca. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Setimo Dia, vol. 1, p. 1173.

como a chuva. Símbolo de refrigério (ver Jó 29:23; Sl 72:6). CBASD, vol. 1, p. 1173.

como o orvalho. O orvalho é símbolo de palavras suaves. CBASD, vol. 1, p. 1173.

a Rocha. Uma grande rocha ou montanha rochosa, simbolizando Deus como proteção (comparar vs. 15, 37). Andrews Study Bible.

A rocha sólida, a montanha elevada e a cadeia de montes sugerem muitos dos atributos divinos…. Yahweh é a única rocha verdadeira. As montanhas são símbolos de Sua fidelidade inabalável, Seu caráter imutável e Sua lealdade á igreja e a seus membros. a palavra “rocha” nunca se aplica ao ser humano. CBASD, vol. 1, p. 1174.

louco. O pecado é considerado uma loucura. Contrariamente, “O temor do Senhor é o princípio do saber” (Pv 1.7). Bíblia Shedd.

pergunta aos teus anciãos. Homens de idade e experiência que preservaram o conhecimento das providências divinas. Tais homens eram fonte de informação histórica. Numa época em que os livros eram escassos, a informação era transmitida oralmente de geração a geração. CBASD, vol. 1, p. 1175.

Altíssimo. A única ocorrência em Deuteronômio deste nome de Deus … Ressalta a soberania do Senhor sobre toda a criação. Bíblia de Estudo NVI Vida.

porção. Literalmente, “possessão”. CBASD, vol. 1, p. 1175.

10 Achou-o numa terra deserta. Como se Israel tivesse sido um menino a quem ninguém quisesse e que tivesse sido abandonado para morrer, e Deus o tivesse encontrado (ver Jr 2:2; Ez 16:5, 6; Os 9:11). CBASD, vol. 1, p. 1175.

rodeou-o. Literalmente, “o cercou”. Deus cercou Israel de proteção e de misericórdias infinitas (ver Sl 32:10). Ele sempre protege Seu povo assim (ver Sl 34:7). CBASD, vol. 1, p. 1175.

cuidou dele. Ou melhor, “instruiu-o” (ACF) como um pai o faz ao filho (ver Êx 20:1, 2,; 34:1, 10). CBASD, vol. 1, p. 1175.

a menina dos olhos. Literalmente, “a pupila de seu olho”. … O olho talvez seja o órgão mais sensível do corpo, e o que o ser humano inconscientemente protege mais. Deus tem por Seu povo igual cuidado (ver Is 49:15). CBASD, vol. 1, p. 1175.

11 Como a águia. Esse versículo descreve a chamada, a educação e a proteção de Israel. Bíblia Shedd.

… em especial, durante sua conduta inconstante no deserto (ver At 13:18). CBASD, vol. 1, p. 1175.

12 só o SENHOR o guiou. A ajuda de outros deuses era pura imaginação. Em contrapartida, o poder de Yahweh era tudo o que necessitavam (ver Sl 81:10; Os 13:4). CBASD, vol. 1, p. 1175.

13 chupar mel da rocha. …colmeias nas fendas das rochas. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Nesta passagem, a figura se refere basicamente às riquezas naturais de Canaã. CBASD, vol. 1, p. 1176.

azeite da dura pederneira (ARA; NVI: ” óleo extraído do penhasco pedregoso”). As oliveiras muitas vezes cresciam nas enconstas rochosas das montanhas. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Não lhes faltaria nada de bom. O azeite é símbolo de prosperidade e luxo (ver Ez 16:13, 19). CBASD, vol. 1, p. 1176.

14 leite de ovelhas. Melhor, “leite de rebanhos”, referindo-se em especial ao leite de cabras. CBASD, vol. 1, p. 1176.15 o meu amado. Aqui e em 33.5, 26, a transliteração é Jesurum. É um nome poético de Israel, que significa “o reto”. Mas aqui é usado em tom de sarcasmo. Bíblia Shedd.

15 engordando-se… deu coices. Israel é descrito aqui com a figura sugestiva de um boi cevado. Bíblia de Genebra.

Quando Israel se tornou próspero, rebelou-se contra Aquele que lhe havia dado a prosperidade (ver Jr 5:28; Os 2:8; 4:16). CBASD, vol. 1, p. 1176.

ficou nédio. [1. que reluz; brilhante, luzidio. 2. de aspecto lustroso, devido à gordura.] Literalmente, “tratou como tolo” ou “escarneceu”. CBASD, vol. 1, p. 1176

16 O provocaram. Como uma esposa infiel, Israel provocou o zelo do Senhor com abominações idólatras (Êx 34:14; Is 54:5). CBASD, vol. 1, p. 1176.

17 demônios. Heb shedhim, uma palavra derivada do assírio, que empregavam no sentido de “espírito protetor”, que significa, para os hebreus, “um demônio dos pagãos”. Tudo aquilo que não é de Deus, mesmo sendo sobrenatural, ou usado como objeto de devoção, pertence ao maligno; cf v 21 com 1 Co 10.14-22. Confiar num “espírito protetor” dos pagãos é abandonar a adoração a Deus, e cair em idolatria, em uma adoração falsa, inspirada por poderes do inferno. Bíblia Shedd.

20 Esconderei deles o rosto. Deus deixaria os israelitas à sua própria sorte (ver Dt 31:17, 18). CBASD, vol. 1, p. 1176.

21 zelos. Cf 4.24, n (O amor de Deus é muitas vezes comparado ao do marido que se dá sem reservas e que espera em troca um amor incondicional). Bíblia Shedd.

Citado parcialmente em Rm 10.9 como ilustração da falha de Israel em entender as boas novas a respeito de Cristo. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Me provocaram com aquilo que não é Deus. Ou, “um não deus”. CBASD, vol. 1, p. 1176.

com aquele que não é povo … louca nação. A nação inimiga não é povo porque não depende de Deus para sua existência e desenvolvimento, e é louca porque é ímpia (6n). Bíblia Shedd.

que não é povo. Literalmente, “um não povo”. CBASD, vol. 1, p. 1176.

Tal como Israel provocou a Deus ao adorar aquilo que “não era Deus”, assim também Deus o provocou por meio daquele “que não é povo” (povo fora da aliança mosaica). Bíblia de Genebra.

22 até o mais profundo do inferno (ARA; NVI: “até as profundezas do Sheol”). Literalmente, “às profundezas do Sheol”, isto é, da sepultura. Uma expressão figurada que indica total extinção. CBASD, vol. 1, p. 1177.

27 para que não digam: A nossa mão tem prevalecido. Algumas vezes, o homem realiza o propósito divino sem se dar conta de que Deus age por seu intermédio. Bíblia Shedd.

29 Eu sou, Eu somente. Os hebreus enfatizavam mediante a repetição. Esta estroge inteira é uma impressionante expressão da singularidade de Deus em Seu poder, providência e justiça. Bíblia de Genebra.

32 Porque a sua vinha é da vinha de Sodoma… Gomorra. As nações pagãs são consideradas aqui como restolhos da planta nociva que haviam sido Sodoma e Gomorra. A raiz era má, portanto, o fruto era venenoso (ver Jr 2:21). CBASD, vol. 1, p. 1178.

35, 36 Citado parcialmente em Hb 10.30 como advertência contra rejeitar ao Filho de Deus. Bíblia de Estudo NVI Vida.

35 A Mim Me pertence a vingança e a retribuição. Citado em Rm 12.19 para afirmar que vingar-se é prerrogativa exclusiva de Deus. Bíblia de Estudo NVI Vida.

36 o Senhor… se compadecerá dos seus servos, quando vir que o seu poder se foi. O reconhecimento de nossa incapacidade própria é o requisito necessário para receber o dom divino da salvação (Rm 5.6). Bíblia Shedd.

40 Levanto a mão. Sinal de um voto solene [ver tb Gn 14:22; Êx 6:8; Ne 9:15; Ap 10:5]. CBASD, vol. 1, p. 1178.

42 cabeças cabeludas. Aqui “cabeças”, heb ro’sh, quer dizer “líderes”, “chefes”, “liderança”. … “Cabeludas”, heb par’oth, vem de uma raiz que significa excelente… Fala-se, pois, de “generais”, “supremos líderes”. Bíblia Shedd.

43 O cântico termina com o prospecto da alegria por causa do juízo de Deus contra o inimigo e o perdão a Seu povo. Os gentios também são chamados para partilhar da alegria da salvação de Deus. Bíblia Shedd.

46, 47 Moisés insistiu que o povo meditasse na Palavra de Deus e a ensinasse aos seus filhos. A Bíblia pode permanecer em sua estante e ficar coberta de pó ou você pode fazer dela uma parte vital de sua vida dedicando regularmente um tempo para estudá-la. Quando você descobrir a sabedoria da mensagem de Deus, você desejará aplicá-la a sua vida e comunicá-la a seus familiares. A Bíblia não é meramente uma boa leitura – é auxílio real para a vida real. Life Application Study Bible.

46 Aplicai o coração. Esse foi o apelo final de Moisés ao povo de Israel. Bíblia Shedd.

47 é a vossa vida. Moisés enfatizou, uma vez mais, que a obediência sincera aos mandamentos de Deus é uma questão de vida – vida eterna – ou de morte (30.19-20). Bíblia de Genebra.

48 setas. Figura de grande matança (ver Is 34:5, 6; 66:16). CBASD, vol. 1, p. 1178.

49 Abarim. Entende-se que Abarim se refira a uma cadeia de montanhas, das quais Nebo é uma delas. CBASD, vol. 1, p. 1179.

52 porém não entrarás nela. Moisés desejou ardentemente o privilégio de entrar na terra santa, mas isso não lhe foi dado (ver Dt 1:37; 3:25, 27; cf Hb 11:13). CBASD, vol. 1, p. 1179.



DEUTERONÔMIO 31 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
14 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

1443 palavras

31:1 – 34:12 Estes capítulos concluem Deuteronômio ao registrarem a morte de Moisés (cap. 34), precedida pelos passos finais para preparar o povo para sua partida. Andrews Study Bible.

Já não posso sair e entrar. Moisés ainda era forte para conduzir sua própria vida diária (34.7), mas perdera a energia necessária para liderar a uma nação inteira. Bíblia Shedd.

passará diante de ti. Deus continuaria com Seu povo. Bíblia Shedd.

Sejam fortes e corajosos (NVI). A exortação do Senhor, muitas vezes por meio dos seus servos, ao povo de Israel (Js 10.25), a Josué (v. 7, 23; Js 1.6, 7, 9, 18), a Salomão (1Cr 22.13; 28.20) e aos oficiais militares de Ezequias (2Cr 32.7). Ao confiarem no Senhor e serem obedientes a Ele, Seus seguidores seriam vitoriosos a despeito de grandes obstáculos. Bíblia de Estudo NVI Vida.

não vos deixará. Deus fez a mesma promessa a Josué após a morte de Moisés (Js 1:5). O apóstolo Paulo aplica esta experiência à igreja cristã (ver Hb 13:5). Moisés teve vida longa e cheia de venturas. Havia servido a Deus e ao povo sem interesses próprios e de forma incansável. Na terra de Canaã, ele não poderia ser maior do que havia sido até então; contudo Deus tinha mais para lhe dar na Canaã celestial. Isso pode ser comparado com a experiência de Paulo (2Tm 4:6-8). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 1169.

7,8 Josué já fora nomeado sucessor de Moisés (Nm 27.18-23). Agora Moisés o encorajava a enfrentar sua nova responsabilidade. Bíblia Shedd.

Chamou Moisés a Josué. A transferência de poder político, com frequência, é uma questão delicada. Sabiamente, e por ordem de Deus, Moisés elevou Josué na presença do povo de Israel. Bíblia de Genebra.

Esta lei, escreveu-a Moisés e a deu aos sacerdotes. Os tratados da antiguidade especificavam que uma cópia do tratado fosse colocada diante dos deuses nos centros religiosos das nações em questão. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Esta lei. Da Torah, um termo que abrange toda a vontade revelada de Deus. CBASD, vol. 1, p. 1169.

10 Ao fim de cada sete anos. Moisés providenciou a instrução regular do povo e dos seus filhos, na lei da aliança, pelos sacerdotes, num período do ano em que o povo teve tempo amplo para aprender. A Festa dos Tabernáculos caía no outono e perdurava uma semana (16.13-17, nota). Durante o ano sabático, a terra ficaria sem cultivo e o povo, desta forma, não estaria sobrecarregado com deveres agrícolas (15.31, nota). Bíblia de Genebra.

Nesta ocasião festiva, uma grande número de israelitas se reuniria no santuário. Eles seriam libertados de suas dívidas, devido ao fim dos sete anos (ver cap. 15) e da preocupação com suas colheitas, porque a Festa do Tabernáculos  acontecia no final da época da colheita (ver 16:13-15). Então, este era o melhor tempo para que o povo se focasse em renovar seu entendimento das instruções de Deus. Andrews Study Bible. [A Festa dos Tabernáculos encontra seu cumprimento na vida de Jesus no Seu nascimento, quando ele veio habitar – “tabernacular” – com os homens e na Sua Segunda Vinda, quando habitará – “tabernaculará”- para sempre com Seu povo. Da análise do turno sacerdotal de Zacarias e do tempo de gravidez de João Batista e de Jesus, pode se verificar que muito provavelmente Jesus nasceu à época desta Festa, ou seja, começo de outubro].

As leis deveriam ser lidas para toda a assembleia para que todos, incluindo as crianças, pudessem ouvi-las. A cada sete anos a nação inteira se reuniria e ouviria ao um sacerdote ler a lei para eles. Não havia livros, Bíblias ou jornais para disseminar a Palavra de Deus, portanto o povo devia confiar na palavra oral e em uma memória acurada. A memorização era uma parte importante da adoração porque se alguém conhecesse a lei, não poderia alegar ignorância por quebrá-la. Para cumprir o propósito e vontade de Deus em nossas vidas, precisamos do conteúdo e substância de Sua Palavra em nossos corações e mentes. Para os hebreus, este processo começava na infância. Ensinar aos nossos filhos e novos crentes deveria ser uma de nossas mais elevadas prioridades. Nossos melhores professores, os melhores recursos e os mais cuidadosos pensamentos deveriam ser direcionados a mostrar aos novos crentes como seguir a Deus em todas as situações da vida. Life Application Study Bible Kingsway.

A leitura da lei, cada sete anos, não era o único meio de ensinar ao povo as obrigações da aliança. Os pais também tinham o dever de instruir regularmente aos seus filhos (6.7, 20ss). A instrução normal da Palavra de Deus, no templo ou na escola, não tornava a instrução paterna menos necessária. Bíblia Shedd.

11 lerás esta lei. A lei também era lida em outras ocasiões (ver Js 8:34; 2Rs 23:2; Ne 8:1-3). A leitura reverente da palavra de Deus é um fator estabilizador na vida de qualquer pessoa. CBASD, vol. 1, p. 1169.

13 para que seus filhos … ouçam e aprendam a temer o SENHOR. Um dos maiores privilégios dados aos judeus foi a custódia da Palavra de Deus (ver Rm 3:1, 2). O plano da redenção, as maravilhas do reino futuro ´tudo está registrado na Sua Palavra. Permitir que os filhos sejam criados sem conhecer a Palavra é loucura. As Escrituras foram escritas para serem lidas e para se meditar nelas. A sabedoria contida nelas deve ser a herança de nossos filhos. Não dar às crianças e aos jovens a devida instrução religiosa é falhar num dever básico. CBASD, vol. 1, p. 1170.

16 se prostituirá, indo atrás de deuses estranhos. Mesmo antes dos israelitas entrarem em Canaã, o Senhor predissera que no futuro eles quebrariam Sua aliança, adorando outros deuses. Andrews Study Bible.

17 Males e angústias sobreviriam a Israel, mas o Cântico do Testemunho lhes lembraria que só eles eram culpados (21). Bíblia Shedd.

19 Escrevei para vós outros este cântico. Conhecendo a inclinação do povo de Israel para a infidelidade (v. 21) e percebendo o poder do cântico na adoração e na memória, o Senhor ordenou a Moisés escrever um cântico que serviria como testemunho nos dias futuros. Bíblia de Genebra.

Ver Dt 32:1. Os israelitas aprenderiam o cântico e o transmitiriam de geração em geração. Assim, ele ficaria sempre vívido na memória e os ligaria aos elevados princípios sustentados por Moisés. CBASD, vol. 1, p. 1170.

21 este cântico… a sua descendência… sempre, o trará em sua boca. O valor dos cânticos é que podem ser facilmente aprendidos e transmitidos a outros. Deve-se ensinar aos novos crentes os hinos mais instrutivos e úteis. Bíblia Shedd.

Existe um lugar para a música na educação cristã e para a edificação de todos os crentes. Algumas pessoas memorizam hinos clássicos da igreja para auxiliá-los a pensar no que é verdadeiro, correto e bom. Outros selecionam músicas para ouvi-las em seus carros ou casas. De que modos criativos a música pode ser utilizada para o ensino em sua igreja? Como você poderia maximizar o benefício da música em sua família? Life Application Study Bible Kingsway.

23 Ordenou o SENHOR a Josué. Uma continuação dos versículos 14-15. Bíblia Shedd.

Uma de suas qualificações era a sua fé. Como um dos 12 espias que primeiro entraram em Canaã, somente ele e Calebe acreditaram que Deus podia auxiliar Israel a conquistar a terra(Nm 13:1-14:30). … Encontrar coragem seria o maior teste de Josué. Ele era forte e corajoso porque ele sabia que Deus era com ele e porque ele tinha fé que Deus faria tudo que prometera a Israel. Life Application Study Bible Kingsway.

26 Tomais este Livro da Lei e pode-o ao lado da arca da Aliança do Senhor. Os sacerdotes deveriam colocar o Livro da Lei, consistido principalmente do livro de Deuteronômio, ao lado da arca, como uma testemunha contra os israelitas (vv. 24-26). Andrews Study Bible.

…foi colocado num compartimento do lado direito da arca formado por uma tábua sobressalente… (2Cr 5:10)… Os princípios inscritos sobre as tábuas de pedra eram de tal natureza que se tornava indispensável colocá-los numa categoria à parte. O decálogo era supremo; o “livro” contendo “as palavras desta lei” (Dt 31:24) era uma amplificação e aplicação de seus princípios ao sistema que regia Israel. CBASD, vol. 1, p. 1170.

27-29 Moisés sabia que os israelitas, a despeito de tudo que haviam visto das obras de Deus, tinham corações rebeldes. Eles mereciam a punição de Deus, entretanto eles frequentemente recebiam Sua misericórdia. Nós também somos teimosos e rebeldes por natureza. Através de nossas vidas nós lutamos com o pecado. Arrependimento uma vez por mês ou uma vez por semana não é suficiente. Nós devemos constantemente nos voltar de nossos pecados para Deus e deixar que Ele, em sua misericórdia, nos salve. Life Application Study Bible Kingsway.

27 dura cerviz [pescoço duro, “difícil”, “teimoso”]. O povo já havia determinado sua conduta e era difícil, senão impossível, que mudasse. CBASD, vol. 1, p. 1171.

29 nos últimos dias. No AT, … em geral, refere-se simplesmente ao futuro. CBASD, vol. 1, p. 1171.

30 Este versículo introduz o Cântico do testemunho, que vem a seguir. Bíblia Shedd.




%d blogueiros gostam disto: