Reavivados por Sua Palavra


SALMO 146
26 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Minha mãe tem 74 anos e é viúva. Meu pai morreu de câncer de rim quando eu tinha apenas cinco anos e mamãe não se casou novamente. Crescer em uma casa de mãe viúva com três filhos pequenos não foi fácil, mas mamãe sempre disse que nós tinhamos um lugar especial no coração de Deus.

Ela encontrou a força que precisava para criar três filhos no temor do Senhor em passagens bíblicas como o verso 9 (NVI): “O Senhor protege o estrangeiro e sustém o órfão e a viúva…” (ver também Êx 22:22 e Dt 10:18).

Algumas vezes as circunstâncias difíceis nos traziam tristeza, mas esses momentos eram superados pela prática de relembrarmos as bênçãos recebidas. Como diz o verso 5, feliz é aquele que coloca sua confiança e esperança no Senhor.

Somos encorajados a falarmos mais sobre as bênçãos e a exaltarmos o que Deus tem feito por nós: “Se mais louvores de Deus tivessem lugar agora, esperança e coragem e fé aumentariam constantemente” (PR, cap. 15, p. 202).

Sim, todos nós precisamos de mais esperança, coragem e fé nestes dias do fim dos tempos. Louvemos mais a Deus e Lhe demos glória, pois Ele é digno. Amém.

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/146 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/146/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/31/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Salmo 146 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 146 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ
26 de março de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 146 – Aqueles que carecem de amor e atenção devem ler a Bíblia a fim de encontrar o grande amor de sua vida. Ninguém ama ao pecador mais do que o nosso Criador.

Deus é Aquele que mais “ama o pecador desamparado com compaixão redentora [vs. 1-4]; e que é, no entanto, o poderoso Criador, fiel, justo, providente [vs. 5-7]; o glorioso Salvador e Protetor [vs. 8-9], e Rei eterno [v. 10]” – sintetiza Merril Frederick Unger.

• Ninguém possui todos os atributos que Deus possui.
• Ninguém merece a adoração devida unicamente a Ele. Além disso,
• Ninguém deveria ficar sem reconhecer tudo o que Deus é e faz por nós, que vivemos precariamente.

Um coração orgulhoso confia em si mesmo e em suas habilidades mesquinhas. Para que nossa religiosidade seja verdadeiramente permeada pela sinceridade de nossa alma, é necessário morrermos para o nosso “Eu”; somente desta forma haverá em nosso coração espaço para Deus.

• Um coração abarrotado de orgulho está entupido de entulhos, sem lugar nenhum para Deus.

Neste Salmo somos confrontados em nossa confiança própria – nosso orgulho venenoso. “O salmo adverte a não colocar a confiança em seres humanos, por mais poder que exerçam”, diz o Comentário Bíblico Adventista.

1. O segredo da vida não está no fato do indivíduo louvar a si mesmo, mas louvar ao Senhor. O louvor genuíno não deve acontecer somente na igreja, nos momentos de cultos, mas durante toda a vida, diuturnamente (vs. 1-2).

2. O segredo da satisfação do coração não é colocar a confiança em si mesmo, muito menos em pessoas de destaques – isso resulta sempre em tremendas decepções –, é colocar unicamente em Deus; cujo auxílio resulta em esperança inabalável e segurança total, pois além dEle ser imortal é Criador (vs. 3-6).

3. O segredo da felicidade não está em coisas, está no Deus que sabe e pode todas as coisas (vs. 6-10). Ele…

• …Cumpre o que promete;
• …Defende o injustiçado;
• …Alimenta o faminto;
• …Liberta os prisioneiros;
• …Dá visão aos cegos;
• …Levanta aos caídos;
• …Ama aos bons;
• …Protege aos estrangeiros;
• …Favorece aos órfãos e às viúvas;
• …Não perde tempo com os ímpios.

Deus nos quer em Seu reino; para isso, devemos orar: “Venha Teu reino”.

Sejamos Seus súditos hoje e sempre! Reavivemo-nos, pois Deus é maravilhoso! – Heber Toth Armí.



SALMO 145
25 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Na prática judaica este salmo acróstico, de louvor a Deus como Rei, era recitado pela manhã e à noite, no momento do sacrifício. Começar e terminar o dia com expressões de louvor e ação de graças é uma prática que pode realmente prolongar a sua vida e mantê-la saudável.

Os pesquisadores não chegaram a um consenso de como isso acontece, mas sabemos que as pessoas positivas e gratas tem maior resistência a doenças, mais bem-estar físico e mental e redução do risco de morte por doença cardíaca. Salomão, o homem mais sábio que já caminhou sobre a Terra, disse: “O coração alegre é um bom remédio” (Provérbios 17:22).

O louvor não beneficia apenas a nós mesmos, não é um assunto apenas entre nós e Deus. Pense no poderoso exemplo que damos e as impressões que passamos aos nossos filhos e às gerações seguintes quando, juntos, celebramos a fidelidade de Deus e Sua realeza em nossas vidas.

Louvar a Deus precisa estar em nossa programação diária, a despeito de nossas circunstâncias atuais. Deus não muda e Sua misericórdia, perdão, amor e fidelidade para conosco são constantes.

Louvai-o! Louvai-o!

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/145 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/145/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/30/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Salmo 145 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 145 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ
25 de março de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 145 – Sabemos o que significa priorizar qualquer coisa, porém, às vezes temos dificuldade para colocar Deus acima de tudo. Este precioso Salmo tem muito a nos auxiliar:
1. Não importa quem somos ou o que fazemos, nem nossos títulos/diplomas e posições adquiridas, Deus só será nosso Deus caso permitamos que Ele reine sobre tudo o que somos e temos (v. 1).
2. Não devemos compartimentalizar nosso tempo, uma parte para a família, outra para o trabalho, outra para o lazer e, se sobrar tempo, dedicar-se à religião. “O Louvor de Davi não era intermitente; não era um dia em sete, mas era diário; não era por um breve período, era um período integral” (Comentário Bíblico Adventista). Os princípios divinos devem reger nossa família, trabalho, lazer e a religião (v. 2).
3. Não tem como Deus ser Deus em nossa vida se Ele não for o primeiro sempre em tudo o que fizermos. Por isso, meditar em Seu caráter, majestade, grandeza e propósito é essencial para que nossa espiritualidade seja saudável (vs. 3-5).
4. Não há certeza de que Deus seja prioridade na vida daquelas pessoas que conversam sobre tudo, menos sobre Deus. Na verdade, quem tem experiência real e pessoal com Deus e O conhece de verdade, proclamará Quem realmente é aos que possuem nenhuma informação ou ideias distorcidas sobre Ele  (vs. 6-9).
Veja, Deus é…
• …Grande e poderoso em Suas realizações;
• …Bondoso e justo em Seu procedimento;
• …Benigno e misericordioso com todos;
• …Paciente e clemente inclusive com os indiferentes.
5. Não há meios de ignorar a glória de Deus, pois todos os Seus feitos são gloriosos e testemunham de Seu poder e graça – deixando-nos sem desculpas no dia do juízo (vs. 10-17).
6. Não é possível sermos discretos quando assumimos um sério e intenso compromisso com Deus. O verdadeiro crente testemunha com a vida, e usa sua língua para incentivar à adoração ao Deus que salva aos que O amam, e extermina aos que desprezam Seu gracioso plano de amor que visa salvar ao pecador (vs. 18-21).
Deus é generoso, bondoso, atencioso, cuidadoso, benigno, paciente, misericordioso, gracioso, poderoso, justo, santo, empático, simpático, dedicado, clemente, provedor, fiel, mantenedor, maravilhoso, restaurador, amoroso… Enfim… incomparavelmente glorioso!

Querido(a), darás a Deus o primeiro lugar sempre? Testemunhe dEle! – Heber Toth Armí.



SALMO 144
24 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Neste salmo, Davi reconhece que tudo o que ele era e tinha sido capaz de fazer viera de Deus e de Sua bondade. Foi Deus Quem fez de Davi um guerreiro bem sucedido e rei. Foi Deus Quem ganhou suas batalhas.

Hoje podemos não lutar em guerras como Davi, mas lutamos uma batalha espiritual contra os poderes do mal (Efésios 6:12). Nesta batalha do fim dos tempos precisamos reconhecer Aquele que é o nosso Refúgio, a nossa Rocha, nosso Libertador e nosso Escudo.

É encorajador saber que, apesar de sermos seres finitos e de nossa vida aqui na terra ser apenas um fôlego ou uma sombra fugaz na eternidade, Deus Se lembra de nós.

Assim como Davi, podemos cantar uma nova canção de louvor a respeito de todas as bênçãos que recebemos de Deus.Certamente não somos todos abençoados com prosperidade material, crianças saudáveis e bonitas, ou uma vida livre de desastres ou derrotas, mas o último verso resume tudo: quando Deus é o Senhor de nossas vidas, somos abençoados.

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/144 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/144/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/29/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Salmo 144 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 143
23 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Nesta oração o salmista ora por perdão. Ele se aproxima de Deus, conhecendo seus pecados e sabendo que a justiça de Deus pode ocultá-los. Todos nós precisamos da experiência pessoal de nos aproximar do trono da graça e receber o perdão. “Quando você tem confiança no Poderoso, a sua experiência não é emprestada, é a sua própria ” (Exaltai-O, p 185). Nossa experiência com o Todo-Poderoso não pode ser uma relação de segunda mão.

O anseio por uma profunda compreensão pessoal de Deus surge de uma sede interior que só pode ser acalmada por Deus. Este desejo é tão grande que o salmista se compara a uma terra sedenta por chuva. É um milagre contemplar o que a chuva pode fazer pela terra seca e ver como a nova vida brota do pó.

Temos uma maravilhosa promessa em Isaías 55:10-11 que a Palavra de Deus para nós é como a chuva para a terra e trará momentos de refrigério e nova vida.

Deus espera ansiosamente querendo que O desejemos de todo o nosso coração. Que possamos ir a Ele com o coração contrito, lendo Sua palavra e experimentando Sua fidelidade e perdão em um nível profundamente pessoal.

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/143 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/143/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/28/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Salmo 143 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 143 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ
23 de março de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 143 – Ei! Como você está? Desanimado? Teu coração está desfalecido? As coisas não estão indo bem para você? Pare um pouco e medite profundamente neste salmo.

Davi mantinha relacionamento com Deus (vs. 1-2), contudo, as coisas não estavam indo muito bem para ele – pior seria se ele estivesse distante de Deus (vs. 3-4).

Davi confiava em Deus (vs. 5-6), todavia, sua oração revela angústia e urgência (v. 7). Nada desafiava sua confiança em Deus (v. 8), por isso, ele retorna ao assunto apresentando a Deus o perigo que enfrentava (vs. 9-10). Consequentemente, ele encerra suas preces pedindo pelo amor e pela misericórdia divina para que, ao agir, Deus o reavivasse (vs. 11-12).

1. Nossas aflições não devem desmotivar as nossas orações; ao contrário, elas devem nos aproximar ainda mais de Deus por meio desse sistema de comunicação: a oração.
2. Se estamos esmorecendo, se as circunstâncias desfalecem nosso alma, e os problemas nos tiram o ar, podemos nos reavivar na graça, bondade, misericórdia e amor de Deus.
3. Se a vida está complexa, as dificuldades que nos assolam são avassaladoras, e não vemos mais saída, precisamos recorrer a Deus incessantemente suplicando por ajuda.

“A situação aparentemente sem esperança na qual se encontrava o salmista perturbava seu coração. Um sentimento terrível de solidão se apossou de sua alma”; porém “ao relembrar as primeiras manifestações do poder de Deus, seu coração foi encorajado na esperança de que o Senhor responderia sua oração mais uma vez. Ele se encorajou a continuar seu pedido” (Comentário Bíblico Adventista).

Precisamos…

• Relembrar;
• Meditar;
• Confiar;
• Esperar.

Não temos nenhum mérito para recomendarmo-nos a Deus; não temos direito nem de estarmos vivos. Mas, graças ao que Cristo fez no Calvário tornando-Se o caminho para nós de acesso ao Pai, temos o privilégio de buscar refrigério em Sua presença, mediante o Espírito Santo – nosso Consolador!

“A súplica perseverante deve ser um estilo de vida, tão importante e necessário quanto a nossa respiração, o pão que comemos, a água que bebemos, a roupa que vestimos, e assim fazendo parte de nosso caráter; pois somente seremos felizes, e teremos paz, na presença do Senhor” (Olmir A. Tochetto).

Quanto mais precisarmos de livramento, mais carecemos da misericórdia divina em nossa vida! Oremos até reavivar-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: