Reavivados por Sua Palavra


II CRÔNICAS 9
23 de outubro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/2cr/9

A rainha de Sabá ficou fortemente impressionada por sua visita ao rei Salomão, em especial pela sabedoria dele e a maravilhosa visão da casa do Senhor. O que Salomão compartilhou com ela a motivou a dizer: “Bendito seja o Senhor teu Deus!” (v.8). A honra foi transferida de Salomão a Deus.

O que teria acontecido se Salomão tivesse permanecido humilde a vida toda? Quantas nações poderiam ter vindo a conhecer a Deus se isto tivesse acontecido? Em vez disso, ele agiu, mais tarde, de forma contrária à clara exigência de Deus aos reis para que não multiplicassem para si muito ouro ou cavalos (v. 13-22, 25; Deut. 17:16,17).

O deslize gradual de Salomão para longe de Deus traz um aviso para todos nós: você não pode amar ao mesmo tempo a Deus e ao dinheiro. Somos constantemente bombardeados por propagandas que criam em nós desejo por algo que ainda não temos. Nós frequentemente gastamos dinheiro com coisas que não precisamos enquanto nossos irmãos e irmãs ao redor do mundo morrem por falta de comida e de acesso à educação e cuidados médicos. O que você fará hoje para abençoar a outros e não apenas a si mesmo?

Pastor Scott Griswold
Recrutador de Missionários
Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia

Fonte: https://reavivadosporsuapalavra.org/2016/07/21/
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II CRÔNICAS 9 – Comentário Pr Heber 
23 de outubro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Não há nada que dá mais sabedoria que aventurar-se no estudo extenso, profundo, intenso da Bíblia. Dando uma olhada panorâmica ao ler II Crônicas 9 conclui-se que:

  1. O texto bíblico revela que Deus está mantendo a aliança realizada com Davi, Deus é fiel e cumpre o que promete;
  2. Ao cumprir as promessas a Salomão, Deus não está sendo fiel apenas sobre o que disse a Davi, mas também àquelas promessas proferidas há muito tempo a Abraão, Isaque, Jacó e Moisés; pois o povo tomou posse da Terra Prometida e construiu o santuário central conforme Deuteronômio 12:1-7;
  3. A glória de Salomão conquistada sem guerra era algo inédito que apontava para o futuro e poderoso Rei dos Judeus que implantaria Seu trono acima de todo trono entre todas as nações!

Bom, no ponto em que estamos agora na história, Jesus, o Messias, já nasceu, viveu, morreu e conquistou esse mundo das mãos do usurpador Satanás. Agora temos a possibilidade de participar de um reino de paz, perfeito, eterno e divino; porém, antes de sairmos desse mundo, temos de convidar Jesus para reinar em nosso coração. Pois, somente quem for súdito de Seu reino aqui na terra entrará no reino celestial. Então, convide Jesus para assumir o trono de tua vida, de teu coração e de teu tempo. Saiba que não adianta Jesus nascer mil vezes em Belém se Ele nunca nascer em teu coração, tanto quanto não adianta para a tua salvação Ele assentar-se no trono do Universo se Ele não puder reinar em tua vida.

Uma resposta correta diante de Deus começa com uma fé interior que resulta em uma resposta de amor a qual certamente desembocará em obediência no dia a dia. Uma atitude certa diante de Deus impactará a vida daqueles que não O conhecem.

As habilidades dadas por Deus a Salomão trouxeram-lhe grande prestígio junto a pessoas ricas e influentes de diversas nações. Ainda que reis de muitas nações tenham visitado Salomão e lhe trazido muitos presentes, o texto destaca a Rainha de Sabá a quem Salomão surpreendeu com a superioridade de sua sabedoria recebida de Deus. Atrair a atenção dos pagãos para Deus foi o propósito divino da sabedoria dada a Salomão desde o início; por isso, Deus se agradou de Salomão. Deus nos quer dar grandes e poderosas habilidades a fim de exercermos influência sobrenatural sobre as pessoas por quem Cristo morreu que ainda estão nas garras do mal. Deus quer que você se torna um instrumento dEle aqui na terra para executar Seus propósitos sagradas. O problema é que muitos não se rendem totalmente a Ele. No entanto, Ele sempre está a espera de alguém; pode ser você. Você está disposto a abrir mão de teu tempo, gosto pessoal, conforto, sentimentos e até mesmo de tua vida para viver a vida que Deus quer para você? Diga isso a Deus agora mesmo em oração!

Estudando com tempo II Crônicas 9 aprendi que a forma como as pessoas se relacionam com Deus determina como será a história de um indivíduo ou até mesmo de uma nação. A vida de muita gente poderia ser bem diferente caso buscasse sabedoria da verdadeira fonte para viver neste mundo. O futuro de cada pessoa, de cada igreja e de cada nação depende claramente de uma busca intensa por Deus e dependência dEle. No presente já se nota claramente quem é dedicado a Deus e quem não é, pois uma mudança de foco do “eu” para “Deus” resulta numa mudança completa de atitude, de comportamento e na maneira de administrar a vida.

O que domina tua vida? É o pecado? São as circunstâncias? São os teus desejos e sentimentos egoístas? É Satanás quem manda em você? Ou é Aquele que deu a vida por você, o Autor da vida, que está no controle de tua vida? É Deus quem manda em você? A atitude que você toma diante de cada uma destas questões determina teu sucesso ou teu fracasso nesta vida e na vida por vir. Alguém que faça essa análise de tua vida pode prever teu futuro sem ser profeta; com isso quero te dizer, caro leitor, que você mesmo pode prever o teu futuro. Seja sábio, não se deixe levar pelas ilusões do mundo! – Heber Toth Armí



II CRÔNICAS 9 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS
23 de outubro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

773 palavras

1 Sabá. Terra dos sabeus, no sudoeste da Arábia, que fazia parte do atual Iêmen (Bíblia Shedd).

ficou como fora de si. Lit, “não tinha mais fôlego”. A palavra ruah (fôlego, sôpro, ou espírito) tem o sentido de “poder em movimento”. Então, no sentido psicológico, que dizer o impulso dominante da personalidade, aquela energia e determinação que toma as decisões e as põe em ação (Bíblia Shedd).

5-8 A visita que a rainha fizera ao rei da Casa de Davi é semelhante ao encontro do crente com Jesus Cristo, que “é maior do que Salomão”. Foi ver sua sabedoria, sua bondade, sua generosidade e a alegria de todos os que o servem, que permanecem sempre na sua presença (cf Mt 12.42; Lc 11.31). Verifica que nele há mais glória do que a língua possa dizer (9.1-9) (Bíblia Shedd).

A rainha de Sabá tinha ouvido sobre a sabedoria Salomão mas ela se sentiu verdadeiramente tocada [overwhelmed = oprimida, esmagada, soterrada, confusa, dominada] quando viu por si mesma os frutos daquela sabedoria. Apesar de Salomão ter se casado com a filha de Faraó ele ainda tentava sinceramente seguir a Deus neste estágio de sua vida. Quando as pessoas conhecem você e lhe fazem perguntas difíceis, suas respostas refletem Deus? Sua vida pode ser uma poderosa testemunha, deixe outros verem Deus trabalhar em você (Life Application Study Bible NIV Kingsway).

teus servos. Quando os senhores são, eles próprios, servos do Senhor do Céu, os que estão a seu serviço são felizes. Nessa época Salomão ainda não havia abandonado ao Senhor e era devotado a servi-Lo. Amava a Deus e e era compassivo com as pessoas. Com a paz de Deus em seu coração, Salomão era gentil, paciente e atencioso. As pessoas próximas sentiam a fascinação de sua influência. A grande necessidade de nosso tempo é de líderes que reflitam o espírito do Céu, para que aqueles sob sua influência encontrem verdadeira alegria e duradoura felicidade (CBASD, vol. 3, p. 241).

bendito seja o Senhor teu Deus. A bênção da rainha lembra a bênção divina proferida por Hirão em 2.11. Hirão era o rei de um país do norte, enquanto que a rainha vinha do sul. As duas bênçãos simbolizavam reconhecimento universal à grandeza de Salomão  (Andrews Study Bible).

no trono dEle. O discurso da rainha passa a ser o meio de expressar a convicção do cronista de que o trono de Israel é o trono de Deus, em nome de quem o rei governava (Bíblia de Estudo NVI Vida).

A rainha de Sabá maravilhou-se com Salomão e exclamou que Deus realmente amava Seu povo grandemente para lhe dar tal rei. Israel prosperou grandemente durante o reinado de Salomão, testemunhando do poder e do amor de Deus por Seu povo. Porém, às vezes, tempos difíceis vem para crentes, também, e nossa perseverança e firme esperança durante estes tempos demonstrarão nosso amor e fidelidade a Deus. O modo como vivemos ajudará outros a ver nosso amor por Deus (Life Application Study Bible NIV Kingsway).

12 Ao que ela lhe trouxera. O sábio rei deu à rainha presentes em troca dos que ela lhe entregou. O ato de dar não foi unilateral. Salomão foi tão generoso quanto sua visitante e lhe deu presentes, talvez de valor igual aos que ela lhe dera ou até maiores (CBASD, vol. 3, p. 241).

15 paveses. Grandes escudos retangulares para proteger o corpo inteiro (Bíblia Shedd).

21 navios que iam a Társis. (NVI: navios mercantes.) Não quer dizer que viajavam para Társis, mas que eram capazes de enfrentar viagens longas e difíceis, como o era a viagem para Társis … Subentende-se, os dois reis estavam comerciando com a Índia, passando pelo mar Vermelho e visitando a costa africana (1 Rs 9.28) (Bíblia Shedd).

27 Sicômoros. São da família do sicômoro que produz figos bravos, os quais Amós comia (Am 7.14). A madeira era levíssima e porosa. Era comum em Israel naquela época; proporcionava boa sombra (cf Lc 19.4 [história de Zaqueu]) (Bíblia Shedd).

29 Declínio espiritual de Salomão. 1) Sua ambição levou-o a desrespeitar a lei de Deus contra a multiplicação de cavalos (v. 25); 2) O negócio de cavalos com os egípcios deu ensejo ao casamento de Salomão com uma princesa do Egito (8.11); 3) Esse casamento abriu caminho ao costume oriental de formar um harém com mulheres de todas as nações (1 Rs 11.1-8); 4) Aquelas mulheres induziram o rei a adorar os seus ídolos (1 Rs 11.4-5); 5) Essa idolatria levou o rei e uma parte do povo à apostasia, até ao ponto de construir templos pagãos (1 Rs 11.7-8). Aqui se consuma a degenerescência espiritual de Salomão (Bíblia Shedd).

O restante da história de Salomão pode ser encontrado em 1Rs 10:26-11:43. Em seus últimos anos, Salomão se desviou de Deus e levou a nação a adorar a ídolos (Life Application Study Bible NIV Kingsway).



II CRÔNICAS 8
22 de outubro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/2cr/8

Salomão se casou com a princesa do Egito por amor? Era ela linda e inteligente ou o casamento aconteceu apenas para aliança política? Embora 2 Crônicas nos poupe de ouvir sobre ela ou sobre as demais “setecentas mulheres, princesas, e trezentas concubinas” de Salomão (1 Reis 11:3), o texto nos dá uma pista clara sobre o início de sua queda moral. “Salomão levou a filha do Faraó da cidade de Davi para o palácio que ele havia construído para ela, pois dissera: ‘Minha mulher não deve morar no palácio de Davi, rei de Israel, pois os lugares onde entrou a arca do Senhor são sagrados’ “(v. 11 NVI).

Aqui está expresso o claro reconhecimento de Salomão do seu erro. Ele não podia sequer manter sua esposa na capital pois sabia que não seria adequado mantê-la perto do templo do Senhor.

Em algum momento ele tomou a decisão de desobedecer à ordem direta de Deus para não fazer alianças nem casamentos com outras nações. Esta decisão afetaria o rumo da sua vida e traria a idolatria e sofrimento para Israel por muitas gerações.
Existe algum pecado que Deus o está impressionando a deixar? Então não adie o que deve ser feito, pela força que Deus concede.

Pastor Scott Griswold
Recrutador de Missionários
Apoio a Projetos para o Sudeste da Ásia

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=621
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II CRÔNICAS 8 – Comentários selecionados
22 de outubro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

867 palavras

1 vinte anos. É a soma dos sete anos da construção do templo até à dedicação, mais os treze anos para construir o palácio e outros prédios (1Rs 7.1-14). Bíblia Shedd.

2 Hirão. Rei fenício que residia em Tiro. Ele estabeleceu um tratado com Salomão, a quem chamava de “meu irmão” (1Rs 9:13). Andrews Study Bible.

que Hirão lhe tinha dado. Salomão deu a Hirão 20 cidades da Galileia em troca de madeira e ouro, mas Hirão não se agradou do pagamento (ver com. de 1Rs 9:11-13). Pensa-se que talvez ele tenha devolvido as cidades a Salomão, e que essas são as cidades que Salomão então reconstruiu. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 238.

4 cidades-armazéns. Estas provavelmente foram fortificadas por Salomão e guarnecidas de suprimentos para as tropas, a fim de servirem como bases de apoio contra povos hostis do norte. Elas constituiriam postos avançados de abastecimento. CBASD, vol. 3, p. 238.

5 Bete-Horom. Uma cidade da tribo de Efraim, construída em duas partes, a alta e a baixa cidade, por uma mulher chamada Seerá (1Cr 7.24; Js 16.3-5). Bete-Horom foi destinada à residência dos levitas (coatitas, Js 21.22). Dominava o vale de Aijalom, por onde passava uma importantíssima estrada de caravanas entre a terra montanhosa e as planícies marítimas. Bíblia Shedd.

6 Líbano. Uma terra montanhosa localizada ao norte de Israel ao longo do Mediterrâneo. Andrews Study Bible.

7 Estas foram as tribos originárias dos cananeus, que ao serem conservadas entre os israelitas construíram a fonte perpétua do paganismo e da adoração a Baal, que sempre foi uma tentação aos fiéis; foi por isso que Moisés ordenou sua destruição (Dt 7.1-5). Bíblia Shedd.

8 trabalhadores forçados. Na ACF e na ARC está “tributários”. O tributo era pago com trabalho. Quando a terra foi tomada pelos israelitas, os habitantes da região foram feitos tributários e mantidos em sujeição enquanto Israel foi uma nação forte (Jz 1:28). CBASD, vol. 3, p. 238.

11 filha de Faraó. O casamento de Salomão com a princesa egípcia era uma violação direta da ordem de Deus (Dt 17:17). O fato de que ela se converteu e se uniu ao marido na adoração a Deus (ver PR, 53) não justificou a desobediência aos requisitos divinos. A aliança aparentemente vantajosa que foi assim formada com o Egito levou a alianças com outras nações vizinhas. Houve casamentos com princesas pagãs que finalmente levaram Salomão a se afastar de Deus e a se entregar à idolatria. Ele foi entrando cada vez mais pelos caminhos do mundo, em busca de grandeza e glória, e foi abandonando os princípios da justiça. De um rei sábio e temente a Deus, Salomão se degenerou num tirano néscio, ambicioso e opressor. CBASD, vol. 3, p. 238.

Salomão casou-se com a filha de Faraó para garantir uma aliança militar com o Egito. Ele não permitiu que ela vivesse no palácio de Davi, contudo, onde a arca de Deus uma vez tinha estado. Isto implica que Salomão sabia que seu casamento pagão não agradaria a Deus. Salomão casou-se com muitas outras mulheres pagãs, mesmo isso sendo contrário à lei de Deus (Dt 7:3, 4). Estas mulheres adoravam falsos deuses e certamente contaminariam Israel com suas crenças e práticas. Com isso, as mulheres pagãs de Salomão causaram sua queda (1Rs 11:1-11). Life Application Study Bible.

15 Apesar de Salomão seguir estritamente as instruções divinas para a construção do templo e oferecimento de sacrifícios (8:13), ele não atendeu ao que Deus falara a respeito do casamento com mulheres pagãs. Seu pecado em se casar com uma mulher estrangeira (8:11) iniciou seu afastamento de Deus. Não importa quão bons ou espirituais nós sejamos na maior parte de nossas vidas, uma área não submetida a Deus pode dar início à uma queda. Guarde cuidadosamente cada área de sua vida, especialmente seus relacionamentos. Não ceda ao pecado qualquer pequeno espaço de apoio. Life Application Study Bible.

12 ofereceu holocaustos. Não há razão para se supor que Salomão pessoalmente tenha agido como sacerdote no oferecimento de holocaustos ao Senhor (ver com. de 1Rs 9:25). O rei evidentemente não foi além do que era permitido ao povo comum, e deu liberdade ao sacerdotes para que realizassem as funções que, segundo a lei, pertenciam exclusivamente a eles (Lv 1:7, 8, 11; 2:2, 9, 16; 3:11, 16; Nm 16:1-7, 17-40). CBASD, vol. 3, p. 239.

17-18 V. 1Rs 9.26-28. Esse empreendimento em conjunto entre Salomão e Hirão obteve para esses reis as estradas comerciais lucrativas desde o Mediterrâneo até a península da Arábia do sul; Salomão tornou-se o intermediário entre essas esferas econômicas. Bíblia de Estudo NVI Vida.

17 Eziom-Geber. Salomão estendeu suas atividade até este porto na entrada do golfo de Áqaba. ele construiu e operou uma base naval ali (ver com. de 1Rs 9:26). CBASD, vol. 3, p. 239.

Edom. A terra pertencente aos descendentes de Esaú e localizada a sudeste do mar Morto. Andrews Study Bible.

18 Hirão enviou-lhe navios. Presumivelmente navios feitos na Fenícia com a tecnologia de lá, e montados no porto de Eziom-Geber depois de terem sido transportados por via terrestre (v. 9.21). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Ofir. Uma cidade portuária cuja localização devia se situar no nordeste da África ou na Arábia. Andrews Study Bible.

quatrocentos e cinquenta talentos. Aproximadamente 17 toneladas. Andrews Study Bible.

ouro. Uma das coisas que não faltava ao Rei Salomão, menos valiosa, porém, do que os seguintes tesouros bíblicos: 1) O sangue do Senhor Jesus Cristo, 1Pe 1.18-19; 2) A Palavra de Deus, Sl 119.72, 127; 3) A fé, 1Pe 1.7; 4) O espírito manso, 1Pe 3.4. Bíblia Shedd.



II CRÔNICAS 7
21 de outubro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/2cr/7

Esperamos que, ao construirmos uma igreja, a presença de Deus estará lá. Mas não há nada automático na Bíblia. Deus espera que oremos para derramar as suas bên’ãos. Daniel orou pelo cumprimento das promessas. Jesus orou pelo Espírito Santo após o batismo. Os discípulos oraram pela ajuda do Espírito Santo prometida após a ascensão de Jesus. “Quando Salomão terminou sua oração … fogo desceu … e a glória de Deus encheu a casa.”

A presença de Deus fará a diferença em nossa adoração: mais oração gera mais ação de graças (v. 3), mais foco na graça de Deus (v. 3), mais ofertas (v. 5), mais louvor a Deus (v. 6), mais santidade (v.7) e mais felicidade e coragem (v.10). Quando vamos à igreja, oremos pela presença de Deus e tudo o mais seguirá, não artificialmente, mas como fruto de intensa oração. A presença de Deus afetará toda a nossa semana.

Mas há um clímax na adoração de Salomão: é o próprio Deus falando com ele durante a noite (v. 12). Adorar com a presença de Deus nos levará a um relacionamento pessoal próximo, onde Sua aliança será fortalecida. Oremos pela presença de Deus em nossa vida!

Kris Lenart
Conselheiro, Ministério Amós (Amos Ministry), Áustria

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=620
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II CRÔNICAS 07 – Comentário Pr Heber
21 de outubro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

A Bíblia é uma carta desde o coração de Deus para o nosso coração; já a oração é uma resposta de nosso amor diretamente ao coração de Deus. Por isso, aqueles que desejam realmente ser reavivados examinam a Sua Palavra com paciência, oração e humilde contrição, vindo a tomar uma atitude positiva diante do infinito, imenso e indescritível amor de Deus na Bíblia, revelado mais claramente no sacrifício de Seu filho na cruz do Calvário.

II Crônicas 7 é um capítulo espetacular para a nossa vida espiritual; D. L. Moody comentando o verso 14 disse: “este grande versículo, o mais conhecido de todo o fino das Crônicas, expressa mais do que qualquer outra passagem das Escrituras, as exigências divinas para uma bênção nacional, quer na terra de Salomão, na de Esdras, ou em nossa própria. Aqueles que crêem devem abandonar seus pecados, abandonar a vida que se centraliza no ego e submeter-se à Palavra e vontade de Deus. Então, e somente então, os céus enviarão o reavivamento”. Deus é poderoso e nada nos poderá privar de Suas preciosas bênçãos a não ser nós mesmos com atitudes egoístas, arrogantes e impenitentes. Matthew Henry afirmou que, “quem contemplar com fé verdadeira ao Salvador que agoniza e morre pelo pecado do homem, por essa visão acha engrandecida sua piedosa tristeza, aumentado seu ódio pelo pecado, sua alma vira mais vigilante e sua vida, mais santa”. E apelou, “temamos o desagrado do Senhor, esperemos em sua misericórdia e andemos em seus mandamentos”.

As ações de Deus são vistas na terra quando alguém ergue uma oração sincera, pura e profunda ao Céu. Aquele que ora de verdade, terá uma resposta direta do Céu. Deus agiu em resposta à oração de Salomão e quer agir em resposta a tua fervorosa oração. Há em II Crônicas 7 um verso que nos dá as diretrizes se realmente queremos experimentar um reavivamento e reforma espirituais em grandes proporções em nossas igrejas. Leia o verso 14 e veja quatro princípios essenciais para cada um de nós:

1. O povo de Deus deve descer do pedestal do orgulho e da vaidade a fim de humilhar-se diante de Deus.
2. A igreja de Cristo deve aprender orar a Deus baseado nas promessas de Sua Palavra.
3. Todos devem se unir para buscar intensamente a presença de Deus todos os dias o dia todo.
4. Cada pessoa deve abandonar totalmente o caminho do pecado para seguir plenamente o caminho da santidade para que haja reavivamento de verdade.

Olhe para esses quatro pontos acima e verifique por si mesmo por que ainda não está acontecendo um reavivamento na igreja em geral; e, digo mais, se estes pontos não forem observados ninguém verá qualquer tipo de reavivamento verdadeiro. Mas uma coisa eu te digo, não espere por mim e nem por ninguém, comece você agora mesmo a colocar em prática estes pontos. Não fique aí parado, comece a fazer alguma coisa se quer ver o reavivamento inflamar a tua vida e a tua igreja!

O pecado exige punição. Deus diz a Salomão que se o povo pecasse haveria punição. A Bíblia nunca escondeu que o que for semeado dará o fruto dessa semeadura, e o pecado é cruel, não perdoa as suas vítimas. Porém Deus perdoa. Ele mesmo revela que se o povo se arrepender de seus pecados haverá perdão. Nesse processo Deus jamais retirará as consequências trágicas do pecado; entretanto, Ele pode te dar forças e sabedoria para superá-las e vencê-las. Assim, sempre que houver pecado, mas logo em seguida o arrependimento invadir a alma, haverá restauração (II Crônicas 7:11-18); mas, havendo pecado sem que haja arrependimento, haverá rejeição da parte do Deus que oferece o perdão (vs. 19-22). Então, depois de meditar e refletir neste capítulo da carta de Deus a você, tome algumas atitudes baseadas no centro do capítulo, o verso 14:

1. Humilhe-se diante de Deus e veja a restauração de sua vida.
2. Ore mais intensamente a Deus e espere grandes bênçãos para você.
3. Busque diariamente a face de Deus e aguarde o sucesso completo em sua vida e saúde.
4. Converta-se de seus maus caminhos e experimente o despertamento espiritual.

A pior decisão de alguém é a indiferença, a apatia; isso é pior que decidir contra a vontade de Deus. Se hoje você deseja fazer algo certo e bom, certamente você sabe o que fazer: leia e siga II Cr 7:14! Te desejo sucesso em tuas decisões! Seja sábio, corajoso e perseverante! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: