Reavivados por Sua Palavra


GÊNESIS 29 by jquimelli
10 de novembro de 2018, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/genesis/gn-capitulo-29/

Considere estas perguntas para melhorar a sua compreensão dessa história trágica:

  1. Imagine a dinâmica entre as duas irmãs quando uma delas torna-se a “mulher dos sonhos de um homem” (vv. 1-20). Como você imagina que a chegada de Jacó na casa de Labão afetou a relação de Raquel e Lia como irmãs? Como as irmãs foram afetadas pela atitude de seu pai, Labão? E do “profundamente apaixonado” Jacó?
  2. Finalmente Jacó trabalhou sete anos por Raquel, e ganhou o direito de se casar com ela. Mas que truque enganoso e terrível se desenrolou na noite de núpcias! (vv. 21-27). O que esse incidente nos diz a respeito de Labão (como pai, futuro sogro, etc.)? Como esse evento afetou a Lia? E a Raquel? E a Jacó? E ao núcleo da nova família de Jacó? Como pode ter sido para essas irmãs tornarem-se, agora, esposas rivais?
  3. Como pode ter sido esses próximos 7 anos de início de vida conjugal para este “trio infelizmente ligado” (vv. 28-30)?
  4. Qual a diferença de experimentar a presença de Deus no meio de situações comuns e em outras vezes em situações difíceis? Como podemos manter a percepção da conexão com o Deus da “escada de Jacó” quando estamos em meio a dificuldades familiares, problemas financeiros, falhas pessoais e outros meandros da vida diária?

Douglas Tilstra
Diretor de Vida Acadêmica
Walla Walla University

Postado no blog mundial em: https://www.revivalandreformation.org/?id=275
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli 

Ouça em áudio (voz: Valesca Conty):

 



GÊNESIS 29 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
10 de novembro de 2018, 0:56
Filed under: Sem categoria



GÊNESIS 29 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
10 de novembro de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

GÊNESIS 29 – O pecado arruinou tudo na vida humana. A família é massacrada por esse mal que muitos querem bem. Pequenos e grandes erros, sugestões e decisões egoístas, medo e precipitações instintivas na família de Isaque devem fazer-nos refletir:

• Isaque chegou ao fim da vida solitário, envergonhado – embora fosse rico e um grande empreendedor –, devido a ter descuidado seu papel de marido e pai;
• Rebeca ficou sem seu filho preferido (nunca mais viu Jacó), enganou seu marido, e teve apenas o desprezo de Esaú;
• Esaú foi iludido pela vingança, objetivando vingar-se dos pais arranjou uma terceira esposa e alimentou o ódio mortal por seu irmãozinho espertinho;
• Jacó ficou sem seu lar, sua cama, seus pais, sem o amor do seu irmão, sem paz… enfim, sem nada…

Como a história de Jacó continuou após o Deus da graça tê-lo alcançado na desgraça? Veja este esboço de Victor P. Hamilton:

1. Jacó chega a Harã (vs. 1-8);
2. Jacó conhece a Raquel e Labão (vs. 9-14);
3. Jacó serve durante sete anos por Raquel (vs. 15-20);
4. Jacó é enganado por Labão (vs. 21-30);
5. Jacó tem quatro filhos com Lia (vs. 31-35).

Deus age, mas as consequências continuam. Enganadores plantam enganos, mais cedo ou mais tarde também serão enganados. Assim como quem planta ventos colhe tempestade, quem semeia pecado colhe seus terríveis resultados.

Rebeca ensinou seu filho ser enganador, o qual aprendeu. Mas não imaginou que seu tio Labão, irmão de sua mãe era perito nesse assunto mais que sua mãe. Se o pecado não for erradicado da família ele fará estrego nos relacionamentos familiares.

Não adianta ter boas intensões (v. 15); se não cuidar, o mal se aflora desde malandragem a sabotagem (vs. 23-25). Contudo, ainda que não seja fácil, Deus opera para restaurar o mal que se prolifera (vs. 31-35). O que custa-nos entender!

Se Isaque tivesse buscado a Deus como quando Rebeca era estéril, sua família seria moldada pela graça divina assim como 20 anos de oração resultou no fim da esterilidade. Contudo, seu relaxo espiritual após a resposta de sua oração causou negligência espiritual em toda sua família. Não há referência à oração na vida de nenhum de seus filhos…

Será que não vivemos a mesma situação em nossa família? – Heber Toth Armí.



GÊNESIS 29 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
10 de novembro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Assim, por amor a Raquel, serviu Jacó sete anos; e estes lhe pareceram poucos dias, pelo muito que a amava” (v.20).


Após a sua experiência com Deus em Betel, Jacó seguiu viagem. “Olhou, e eis um poço” (v.2). Naquele oásis, estava prestes a ter uma visão que lhe encantaria os olhos e o coração. Ao deparar-se com Raquel, foi tomado de grande comoção, de forma que a beijou “e, erguendo a voz, chorou” (v.11). E por sete anos trabalhou para Labão a fim de desposá-la. Mas, Jacó, o mesmo que usurpara a confiança de Isaque, foi passado para trás por seu tio e futuro sogro. Ao invés de receber Raquel como esposa, recebeu Lia, a irmã mais velha. Assim como enganara seu pai aproveitando-se de sua cegueira, Jacó foi enganado, às cegas, recebendo como esposa a mulher de “olhos baços” (v.17).

Após descobrir que fora enganado, reivindicou o acordo que havia feito com Labão, e este lhe entregou também a Raquel pelo trabalho de mais sete anos. Uma semana depois, Jacó estava casado com as duas irmãs. Era notório o seu amor por Raquel e seu tratamento inferior com relação à Lia. No entanto, ao ver que Lia era preterida, Deus a fez fecunda, “ao passo que Raquel era estéril” (v.31). E, a cada filho que lhe nascia, Lia nutria a esperança de Jacó amá-la mais do que à sua irmã. O que não aconteceu. Em cada gestação, enchia o seu coração de uma esperança que era frustrada a cada nascimento. Então, quando deu à luz a Judá, houve uma mudança de foco. Sua esperança estava sendo depositada no lugar errado e, caindo em si, percebendo que tinha à sua disposição um amor incomparavelmente maior do que o amor de um homem, declarou: “Esta vez louvarei o Senhor” (v.35).

Quantas vezes nós mendigamos o amor de alguém que tanto amamos. Temos a necessidade de ser amados, e isso é importante. Mas, neste relato, Deus nos diz que ainda que aqueles que mais consideramos e amamos não valorizem como deveriam os nossos sentimentos, Ele nos ama “com amor eterno” (Jr.31:3). Jacó trabalhou 14 anos por amor a Raquel. Deus trabalha por amor a nós, desde a fundação do mundo! Jacó trabalhou arduamente por amor a uma mulher. Deus tanto amou ao mundo “que deu o Seu Filho unigênito, para que todo o que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo.3:16). Quanto amor do nosso Criador! Aceite agora esse amor, louve ao Senhor e seja verdadeiramente feliz!

Feliz sábado, mui amados do SENHOR!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Gênesis29 #RPSP

Comentários em áudio:
https://www.youtube.com/user/nanayuri100
https://www.youtube.com/channel/UCzzqtmGdF4UqBopc6CRiqLA



GÊNESIS 29- ÁUDIO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
10 de novembro de 2018, 0:05
Filed under: Sem categoria



GÊNESIS 29 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
10 de novembro de 2018, 0:05
Filed under: Sem categoria

826 palavras

11 chorar bem alto. De alegria. Bíblia de Estudo NVI Vida.

13 A apressada recepção de Labão é similar a 24:29. Talvez ele esperasse encontrar outro rico representante da família de Abraão, pronto a pagar um significante preço pela noiva. Contudo, ele apenas encontrou um jovem fugitivo. Não é claro se Jacó contou ao seu tio a história completa de sua saída da casa de seus pais (Andrews Study Bible).

16 Lia […] Raquel. Os nomes significam “vaca” e “ovelha” respectivamente, o que nao distoa de uma familia que criava gado. Biblia de Estudo NVI Vida.

17 Lia tinha os olhos bacos, porem Raquel era formosa de porte e de semblante. ARA. Lia tinha olhos meigos, mas Raquel era bonita e atraente. NVI. Lia tinha olhos fracos [de weak, que também pode significar fragil, doentio, vulnerável] e personalidade apagada, enquanto Raquel tinha belas formas e personalidade vibrante. Clear Word.

olhos meigos (NVI; ARA: baços). A palavra heb. rak, traduzida [tb] como “tenros”, geralmente tem sido entendida como se significasse “fracos” ou “baços”. Desde que a LXX [Septuaginta] empregou essa traducao, muitos comentaristas e tradutores a tem seguido. A palavra rak também significa “delicados” e “meigos” (NTLH e NVI), “ternos” (BJ) e “lisonjeiros”. Assim, pode ser que os olhos dela tinham uma aparência precisamente oposta a da tradução adotada pelos comentaristas mencionados. Contudo, o fato de Jacó não se atraído por Lia tende a indicar um contraste entre as duas irmãs, o que não se evidencia com a segunda opção de tradução. Talvez os olhos de Lia, bem como sua personalidade, não tivessem o brilho e o vívido calor que o oriental admira. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 398.

18-20 O amor de Jacó por Raquel fez os sete anos passarem rapidamente. O salário de um trabalhador durante o período da Antigo Babilônia era apenas um shekel/siclo por mês, e a oferta de Jacó era de, aproximadamente, 84 shekels (12 shekels x 7 anos). Mesmo em casamentos forçados centenas de anos após, o preço da noiva para uma mulher violada era de 50 shekels (Deut. 22:29). Portanto, a oferta de Jacó era generosa (Andrews Study Bible).

Que toque de poesia, tanto do velho mundo quanto do novo, nas palavras do versículo 20! Quando o amor é soberano, o tempo é curtíssimo, o trabalho nunca é pesado, a distância nunca é longa; não há sacrifício impossível! Ah, se amássemos o Senhor assim de modo que os fardos da vida pudessem parecer leves e durar apenas um instante, tanto para um trabalho missionário que passasse longos anos no campo como para um inválido condenado a uma vida de dor! (Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento).

23 Do mesmo modo como Jacó tinha-se passado por Esaú num momento sério, também Labão persuadiu Lia a se passar por Raquel, num instante não menos significativo (Bíblia Shedd).

quando a noite chegou […] Jacó deitou-se com ela. A escuridão ou talvez um véu (v. 24.65) pode ter ocultado a identidade de Lia. Bíblia de Estudo NVI Vida.

25 me enganou. Chegara a vez de Jacó, o enganador – como denunciavam seu nome (v. nota textual NVI em 25.26 [Jacó significa ele agarra o calcanhar ou ele age traiçoeiramente; também em 27.36]) e seu comportamento (v. 27.36) -, ser também enganado. Aquele que empregara todos os meios para granjear os benefícios do primogênito teve de receber, a contragosto, a primogênita (v. 16, 26). Bíblia de Estudo NVI Vida.

27 Decorrida a semana, refere-se ao período da festa do casamento que, usualmente, durava por sete dias (cf Jz 14.12). […] A … lei mosaica proíbe o casamento, ao mesmo tempo, com duas irmãs (Lv 18.18) (Bíblia Shedd).

28 e Labão lhe deu sua filha. Antes de Jacó trabalhar mais sete anos (cf v. 30). Bíblia de Estudo NVI Vida.

O casamento de Raquel aconteceu como um anticlímax, particularmente considerando que não é mencionada nenhuma festa de casamento. A preferência de Jacó por Raquel (v. 30) é a semente de muita luta familiar. Nas descrições das dificuldades familiares nos capítulos seguintes, o autor de Gênesis demonstra os inevitáveis resultados da poligamia (Andrews Study Bible).

31-35 Lia, embora não fosse amada, veio a ser mãe dos quatro primeiros filhos de Jacó, incluindo Levi (responsável pela linha sacerdotal arônica) e Judá (ancestral de Davi, da linhagem real e, por fim, de Jesus). Bíblia de Estudo NVI Vida.

31 Desprezada. (lit “odiada”) deve ser compreendido em sentido relativo, isto é, comparando-se com a intensidade do amor que dotava a Raquel (cf Ml 1.3 e Lc 14.26). Freqüentemente se verifica o fato que, mediante a providência divina, àqueles que têm falta de certos predicados sobejam, relativamente, outros que, não raro, lhes compensam aquela falta (Bíblia Shedd).

32 Os nomes dos filhos de Jacó provêm de sentimentos que lhes ficavam associados por ocasião do nascimento. De Lia, RúbenEis um filho! “O Senhor atentou para minha aflição” (Bíblia Shedd).

33 Simeão – Ouvindo. “Soube o Senhor que eu era preterida” (heb shamai – que eu sou odiada) (Bíblia Shedd).

34 Levi – Unido. “Desta vez se unirá mais a mim meu marido” (heb hillaweh) (Bíblia Shedd).

35 Judá – Possa Deus ser louvado. “Esta vez louvarei ao Senhor” (heb ‘odeh) (Bíblia Shedd).




%d blogueiros gostam disto: