Reavivados por Sua Palavra


GÊNESIS 28 by jquimelli
9 de novembro de 2018, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/genesis/gn-capitulo-28/

Poucas histórias da Bíblia ilustram melhor a atitude de Deus para com os pecadores (como registrado em Rm 5:6-11) do que a história da escada do sonho de Jacó. Jacó era um homem culpado, a fugir de um irmão com raiva a quem ele havia gravemente prejudicado, para salvar sua vida. Jacó estava sozinho, com medo, isolado da família e aparentemente desligado de Deus.

É precisamente nessa hora que Deus vem a Jacó, sem aviso prévio e, aparentemente, sem ser convidado, a não ser pelo grito silencioso de Jacó por ajuda. Deus vem a Jacó e lhe assegura que, apesar de seu pecado, ele ainda é um precioso filho do Deus de Abraão e Isaque, e que também são suas todas as promessas feitas a eles.

É enquanto ainda somos pecadores que Deus vem a nós como “Emanuel, Deus conosco” (Mt 1:23). A escada que Jacó viu representa a Jesus (Jo 1:51), a ligação entre Deus e a humanidade culpada. A família humana pode estar solitária, amedrontada e exausta, mas Deus não virou as costas para nós. Ele é verdadeiramente o Deus de Abraão, Isaque e Jacó – o Deus de todas as pessoas que passam por aflições e de todas as famílias que enfrentam dificuldades..

Douglas Tilstra
Diretor de Vida Acadêmica
Walla Walla University

Postado no blog mundial em: https://www.revivalandreformation.org/?id=274
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli

Ouça em áudio (voz: Valesca Conty):



GÊNESIS 28 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
9 de novembro de 2018, 0:55
Filed under: Sem categoria



GÊNESIS 28 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
9 de novembro de 2018, 0:43
Filed under: Sem categoria

GÊNESIS 28 – Por mais errado que você esteja, Deus entra em cena para fazer o bem. Quando você está na pior, Deus faz algo muito melhor do que você imagina, muito menos merece: Isso se chama graça em meio à desgraça!

Já estava claro para Jacó que a melhor e mais bem elaborada estratégia humana resulta em tremendos fracassos até mesmo àqueles que são abençoados. Portanto, Deus nunca deve ser desconsiderado, ainda que tudo pareça que dará certo. Sem Deus, qualquer tentativa pode ser frustrante.

Sem perdão, sentindo as fisgadas da culpa na alma, acorrentado pelo pecado, com a vida desgraçada, com o futuro destruído e sem buscar orientação de Deus, Jacó saiu a pé, sozinho, fugindo, correndo risco, sem paz… até não dar mais; à noite adormeceu exausto (vs. 1-5, 10-11).

O ser humano sem Deus age pior que animais. O instinto humano chega a produzir desejos que levam a cometer erros terríveis a si mesmo quando se vinga dos outros. Assim que Jacó fugiu de casa, Esaú vingou-se de sua família tomando uma mulher má aos olhos de seu pai, além das duas que ela já tinha (vs. 6-9).

Pequenos erros nas atitudes dos pais levam a grandes e terríveis problemas na vida familiar.

Somente a graça de Deus para concertar toda a desgraça que o pecador faz (vs. 12-22). “Somente a graça divina iniciou o encontro entre Deus e Jacó. Ainda que o vagabundo não merecesse a visão de Deus, ele desesperadamente precisava dela […]. O ponto surpreendente em todo o episódio consiste no fato de que Deus realmente apareceu ao traidor errabundo” (Arthur J. Ferch).

Dois gêmeos pecadores. Ambos, autores de pecados medonhos. Então, por que parece que a graça de Deus manifesta-se mais claramente a um do que ao outro?

Um erra com a intenção de acertar; o outro, com a intenção de rebelar-se. Ambos estão totalmente errados; entretanto, um almeja a Deus e, o outro, não. A primogenitura foi desprezada por Esaú e almejada por Jacó. Primogenitura era parte da cultura espiritual da época.

Deus desce para orientar aquele que padece. Ele liga o Céu a Terra para restaurar o desesperado. Deus é a única solução aos problemas que criamos. Anjos auxiliam-nos quando, errados, almejamos o sagrado!

Reavivamo-nos! – Heber Toth Armí.



GÊNESIS 28 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
9 de novembro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Perto dele estava o Senhor…” (v.13).


Após seu feito corrupto, Jacó fugiu para longe da ira de Esaú, seguindo para casa de seu tio Labão, como ordenara Isaque, a fim de lá encontrar esposa. Em contrapartida, Esaú, percebendo a fuga de seu irmão e a forma como prontamente obedeceu, foi até à casa de Ismael e dali tomou mais uma esposa. Estando Jacó no caminho, ao anoitecer, parou para descansar e teve um sonho: “Eis posta na terra uma escada cujo topo atingia o céu; e os anjos de Deus subiam e desciam por ela” (v.12). O SENHOR apareceu para Jacó e lhe revelou as bênçãos que estavam reservadas para ele e seus descendentes. Ao despertar, ainda deslumbrado pelo que viu e ouviu, ele declarou ser aquele lugar a “Casa de Deus, a porta dos céus” (v.17).

A atitude de rebelião de Esaú em contraste com a obediência de Jacó atesta todas as evidências bíblicas de que na obediência há a bênção divina. O Senhor nos deixou a Sua vontade expressa em Sua Palavra. Jesus disse que ainda que estejamos neste mundo, nós não somos daqui (Jo.17:14). Paulo nos admoestou a não nos acostumarmos com “este século”, mas a sermos transformados através de uma mente renovada, a fim de que experimentemos “qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm.12:2). Jacó precisava ter sua mente renovada e os anos que passaria sob trabalho que lhe exigiria grande esforço, abnegação e renúncia, o prepararia para retornar à terra que o Senhor lhe prometeu como um homem justo e íntegro.

Deus ainda fala conosco hoje e Ele tem prazer nisso. Quando abrimos o nosso coração para recebê-Lo e ouvi-Lo, onde quer que estivermos estaremos diante da porta dos céus. Jacó ainda tinha muito o que aprender e nunca imaginara que passaria tantos anos na casa de Labão até que pudesse retornar. Deus não fala conosco para nos prometer uma vida de facilidades, e sim a Sua companhia constante em todos os momentos: “Eis que Eu estou contigo” (v.15). Todos olharam para Jacó e viram nele um mentiroso. Deus olhou para ele e enxergou um príncipe que daria nome à Sua nação eleita. Hoje, o Senhor sonda o nosso coração à procura dos que aceitam ser Seus príncipes e princesas. Ele nos está preparando para voltarmos para Casa! Tão somente confiemos que, onde quer que estivermos, o Senhor ali está (v.16).

O Deus Todo-Poderoso te abençoe” (v. 3) e guie cada passo teu!

Bom dia, príncipes e princesas do SENHOR!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Gênesis28 #RPSP

Comentários em áudio:
https://www.youtube.com/user/nanayuri100
https://www.youtube.com/channel/UCzzqtmGdF4UqBopc6CRiqLA



GÊNESIS 28 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
9 de novembro de 2018, 0:05
Filed under: Sem categoria

446 palavras

3 Deus Todo-Poderoso.  Literalmente, El-Shaddai (Bíblia Shedd).

4 A bênção de Abraão transmitida a Isaque que, por seu turno, a comunicou a Jacó, é novamente proferida. Parece que Isaque veio a concordar com a revelação de que Jacó, e não Esaú, haveria de ser o veículo da promessa divina (Bíblia Shedd).

5 Era necessário que [Jacó] fosse afastado da influência da sua mãe e levado a um mundo mais amplo, onde, através da dor e das frustrações, ele se tornasse um príncipe de Deus. Muitas vezes nosso ninho se rompe para que aprendamos a voar (Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento).

6-9 A decisão de Esaú de se casar dentro da linhagem de Abraão através de Ismael demonstra sua falta de compreensão da descendência da promessa. Ele buscou casamento no ramo errado da linhagem (Andrews Study Bible).

Agindo por rivalidade contra seu irmão (v.6) e por um desejo de agradar a seu pai (v. 8), Esaú buscou uma nova esposa entre seus parentes, a família de Ismael (v. 9). Até mesmo nesta tentativa de agradar faltou-lhe percepção espiritual, porque Ismael era a descendência natural rejeitada de Abraão (17.18-21; 21.12-13) (Bíblia de Genebra).

11 fê-la seu travesseiro. Este termo hebraico é traduzido como “à sua cabeça”, em 1Sm 26.7. Ao invés de servir como travesseiro, a pedra pode ter protegido sua cabeça (Bíblia de Genebra).

12 A visão de Jacó tinha o propósito de certificá-lo do interesse divino a seu respeito (Bíblia Shedd).

O sonho de Jacó de um lugar de encontro entre céu e terra prenuncia Jesus Cristo, o Deus-Homem que reúne céu e terra (Jo 1.51). Através de Cristo, o “único mediador entre Deus e os homens” (1 Tm 2.5), temos acesso ao Pai (Ef 2.18) (Bíblia de Genebra).

O movimento das marés e a circulação do sangue não são mais regulatres do que a comunicação entre o céu e a terra (Comentário Bíblico Devocional – Velho Testamento).

13 Perto dele estava o SENHOR. Ou, Acima dela [da escada] (Bíblia NVI).

15 onde quer que fores. Em contraste com as deidades pagãs, cujo poder se pensava estar ligado a certas localidades (Bíblia de Genebra).

Até cumprir. O hebraico significa apenas que a promessa se cumprirá, não que será mudada depois de seu cumprimento (Bíblia de Genebra).

17 casa de Deus. Heb. “Bethel”, que mais tarde se tornou um santuário idólatra durante o tempo do reino dividido (Andrews Study Bible).

18 coluna. Um testemunho e monumento chamando a atenção para a importância do lugar (cf. 31.45-59).

Entornou azeite. Um ato de consagração (35.14; Êx 40.9; 2Sm 1.21) (Bíblia de Genebra).

20 voto. Votos eram condicionais, enquanto juramentos não o são. O voto de Jacó reaparece em pontos cruciais desta história (31:13; 35:1-3,7) (Andrews Study Bible).

22 dízimo. A segunda referência (14:20) no Gênesis a dizimar, antes da outorga da lei específica (Lev. 27:30-33; Deut. 14:22-29) (Andrews Study Bible).



GÊNESIS 28- ÁUDIO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
9 de novembro de 2018, 0:01
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: