Reavivados por Sua Palavra


CANTARES 2 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
14 de maio de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Qual o lírio entre os espinhos, tal é a minha querida entre as donzelas. Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os jovens” (v. 2-3).


A fidelidade conjugal nunca foi tão banalizada. Vivemos em um tempo em que a malícia e o apelo sensual não estão mais disfarçados nas letras das músicas e programas de “humor”, eles estão completamente expostos. Filmes, novelas e até desenhos animados têm deturpado o que Deus criou para ser sagrado dentro do casamento.
 
Certo dia, meu esposo e eu estávamos num ginásio observando nosso filho mais velho jogar futebol. Num momento em que meu esposo começou a jogar no celular, algumas crianças entre sete e nove anos de idade foram se aproximando. Então, puxando conversa, as próprias crianças começaram a dizer o tipo de jogos que tinham no celular: OS PIORES! E sem precisar perguntar, disseram que assistiam lutas de MMA na companhia dos pais e de madrugada!!! 😳 E quando pensei que não poderia piorar, confessaram que assistiam vídeos de SEXO PESADO! Chocante? Eu fiquei aterrorizada! Mas o que isto tem a ver com o capítulo de hoje? TUDO!
 
Maridos que são tementes a Deus e fiéis à esposa, e mulheres submissas e fiéis a seu marido, certamente fazem de tudo para que a depravação não entre no lar, nem pelo ver e nem pelo ouvir. Aplicando a tese de que o esposo também se trata de uma ilustração cristocêntrica, dar ouvidos a Jesus, “Ouço a voz do meu amado” (v. 8), é a única forma de calar o “lixo” que o mundo tem oferecido. Como ovelhas de Cristo, precisamos reconhecer-Lhe a voz: “vai adiante delas, e elas O seguem, porque Lhe reconhecem a voz” (João 10:4). A fidelidade no casamento é um dos maiores pilares na construção do caráter dos filhos. Cônjuges que manifestam em seu cotidiano um amor baseado em pensamentos puros e respeitáveis (Filipenses 4:8), estão educando filhos que fugirão da lascívia (Gênesis 39:12) e que não despertarão o amor “até que este o queira” (v. 7).
 
Pais e mães cujo lema é “O meu amado é meu, e eu sou dele” (v. 16), hão de dar maior contribuição ao mundo do que os maiores estadistas. O chamado de Cristo à Sua Igreja hoje, é: “Levanta-te, querida minha, formosa minha, e vem” (v. 10 e 13). Jesus nos chama para vivermos casamentos sólidos e felizes; para que nossos lares sejam verdadeiros pedacinhos do Céu na Terra. E em contraste com a depravação do mundo, sentiremos saudades dAquele que sempre é fiel (II Timóteo 2:13) e com anelo de vê-Lo em breve, diremos: “Volta, amado meu” (v. 17)!
 
Bom dia e um feliz dia das mães a todas as mamães reavivadas!
 
Desafio do dia: Identifique as “raposinhas” (v. 15) que podem estar prejudicando o seu relacionamento conjugal e maculando o seu lar. Em oração, peça ao SENHOR que as elimine.
 
Rosana Garcia Barros
#Cânticodoscânticos2
#PrimeiroDeus
#Cantares2
#RPSP
Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: