Reavivados por Sua Palavra


COMENTÁRIOS SELECIONADOS – CANTARES by jquimelli
22 de maio de 2017, 17:08
Filed under: Sem categoria

Como o livro de Cantares é bastante simbólico em alguns passagens e usa figuras de linguagens em outro e, ainda, com alternância entre os personagens que expressariam as ideias, consideramos seria útil o esforço extra para trazer a vocês alguns comentários selecionados sobre alguns versos-chaves de cada capítulo. Esforço este que, infelizmente, no momento, não poderemos dedicar aos demais livros.

Caso,porém, você deseje uma explicação sobre algum termo ou situação obscura, pode nos trazer como comentário, que buscaremos uma explicação.



ISAÍAS 2 by jquimelli
22 de maio de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

É interessante como as palavras de Isaías 2:2-4 são quase idênticas às de Miquéias 4:1-4.

Isaías lista a seguir algumas das maneiras pelas quais o povo de Judá havia quebrado o concerto: o espiritualismo (v. 6), a incessante busca por riquezas terrenas (v. 7), a idolatria (v. 8) e o orgulho (v. 11). Através dessas práticas eles trouxeram sobre si mesmos os juízos do Senhor (vs. 12-18). Então Isaías fala do dia em que as pessoas ímpias “fugirão para as cavernas das rochas e os buracos da terra” a fim de se esconderem “do terror que vem do Senhor e do esplendor da Sua majestade” (v. 19, NVI). Palavras semelhantes a estas são encontradas em Apocalipse 6:15-17, numa referência clara à segunda vinda de Cristo.

Isso significa que a promessa condicional dos versículos 2-4 nunca foi cumprida para o Israel literal, mas será cumprida para o Israel espiritual quando Jesus voltar. Em vez de nos escondermos cheios de culpa e medo (vs. 19-21), teremos o privilégio de abraçar os nossos entes queridos que serão ressuscitados da morte. Então, sorrindo em meio a lágrimas de alegria, nos uniremos aos remidos ao dizer: “Este é o nosso Deus; nós confiamos nEle e Ele nos salvou” (Isaías 25:9. NVI).

Precisamos olhar menos para nós e muito, muito, muito para Jesus. Que o nosso foco não esteja num reino terrestre, mas, sim, no celestial (Filipenses 3:14).

Pr. Lloyd e Sheila Schomburg
Casal pastoral, Associação de Kentucky-Tennessee, EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/isa/2, https://www.revivalandreformation.org/?id=928 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/2/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/02/26
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Isaías 2 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



ISAÍAS 2 – COMENTÁRIO PR. EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
22 de maio de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



ISAÍAS 2 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
22 de maio de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

ISAÍAS 2 – Carecemos de religiosidade sólida, verdadeira, bíblica, relevante e plena. Por que contentamos com migalhas das revelações divinas e nos satisfazemos com alcançar à superficialidade da fé, em vez de ansiar por sua profundidade?
• Se quiserdes sair da mesmice e da superfície espiritual, envolva-se diariamente com Isaías.
Da família real, esse magnífico profeta, é “dotado de uma espiritualidade profunda, bem-educado e capelão da corte de quatro reis de Judá por um período aproximadamente de cinquenta anos”. Ele, “foi talvez a figura mais monumental dos séculos intermediários da história de Israel” (Stanley A. Allisen).
No capítulo em pauta, após Isaías emitir introdução profética (v. 1), há uma ênfase no povo de Deus como proclamador da verdadeira religião (vs. 2-5). Todavia, o povo descumpriu com seus elevados propósitos, por preferir viver na lama das religiões falsas; então, o resultado era inevitavelmente assustador (vs. 6-11).
• Seria diferente hoje?
Após revelar a tentativa frustrante do povo judeu de viver conforme a expectativa divina, a profecia trata do grande dia do Senhor. Nesse dia ficará nítido que tudo o que parece seguro trará humilhação, decepção e frustração; em contrapartida Deus será glorificado, exaltado e mostrado digno de confiança (vs. 12-17). Toda idolatria será destruída, imprópria para auxiliar aos que dela dependem (vs. 18-21).
A expressão “o dia do Senhor” refere-se “ao julgamento divino dos perversos em meio ao povo do Senhor ou entre as nações. Também está ligada à ideia de salvação. Além disso, pode indicar a era messiânica, como em 10:20 […]. No contexto do cap. 2, vários temas são entrelaçados para explicar o sentido da expressão ‘o dia do Senhor’. Trata-se de um dia de juízo contra a idolatria, o espiritualismo e o orgulho” (Bíblia Andrews).
O dia do Senhor será o grande dia da decepção aos que confiaram em…
• …si mesmos, em suas forças, habilidades, espertezas;
• …tudo, menos em Deus;
• …religiões místicas, aparentemente mais poderosas, melhores…
Os pecadores se interessam por tudo, menos no que realmente importa. Creem em qualquer coisa boba, mas duvidam do que é verdadeiro. Abraçam conceitos falsos e insignificantes, mas rejeitam a Deus e Sua Palavra… Contudo, “Deus vai mostrar qual é Seu agir para que vivamos a vida para a qual fomos feitos” (v. 3).
“Senhor, reaviva-nos enquanto é tempo!” – Heber Toth Armí.



ISAÍAS 2 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
22 de maio de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Vinde, ó casa de Jacó, e andemos na luz do SENHOR” (v. 5).


A visão de Isaías a respeito dos “últimos dias” (v. 2), destaca a missão do Israel espiritual de Deus como hospedeiros de “todos os povos” (v. 2). Como na parábola do bom samaritano, o SENHOR tem um povo peculiar pronto para receber “muitas nações” (v. 4) e ensiná-las a andar “pelas Suas veredas” (v. 3), sob o firme alicerce de Sua Palavra. Antes que venha o juízo, Deus acrescentará ao Seu povo todos aqueles que, de coração, trocarão os instrumentos deste mundo pelos instrumentos divinos (v. 4). A Bíblia será examinada com seriedade e humildade e seu teor será tido como fonte suprema da vontade de Deus. Os mandamentos do SENHOR estarão no coração (Dt. 6:6) de um só povo que, à semelhança dos três amigos de Daniel, permanecerão fiéis ainda que em face da fornalha da aflição.

A obra de Cristo como nosso Sumo Sacerdote está prestes a ser concluída. E a Sua grande luta tem sido para que o Seu povo não O adore apenas com os lábios, porque para estes, no “Dia do SENHOR dos Exércitos” (v. 12), com o coração partido, terá de dizer: “Nunca vos conheci!” Precisamos buscar o conhecimento de Jesus com o coração de uma criança, rápido para amar, rápido para perdoar e totalmente dependente. O conhecimento da Palavra de Deus vai muito além de teoria, é  muito mais que teologia, é seguir a voz que sai da boca de Deus. Não há lugar para o Assim diz o SENHOR no coração orgulhoso. “A arrogância do homem” (v. 17) cria um bloqueio para as verdades da Palavra do SENHOR e sua mente torna-se privada de receber o “pleno conhecimento de Deus e de Jesus, nosso Senhor” (II Pedro 1:2). As verdades de Deus são negligenciadas e o engano, facilmente admitido: “Satanás bem sabe que todos quantos ele pode levar a negligenciar a oração e o exame das Escrituras, serão vencidos por seus ataques” (EGW, O Grande Conflito, p. 524).

Está chegando o dia em que “os ídolos serão de todo destruídos” (v. 18), inclusive as pessoas que fizeram de si mesmas objetos de culto, porque “só o SENHOR será exaltado naquele dia” (v. 11 e 17). A altivez e a arrogância levarão muitos a receber o mesmo castigo que foi “preparado para o diabo e seus anjos” (Mateus 25:41). Precisamos desesperadamente nos aproximar cada vez mais do SENHOR e de Sua Palavra (v. 3), que como uma bússola nos guiará ao pólo celestial, e, ao mesmo tempo, devemos nos afastar “do homem cujo fôlego está no seu nariz” (v. 22), pois, “quando os cristãos escolhem a sociedade dos ímpios e incrédulos, expõem-se à tentação… Não podem ver que tal companhia é calculada a fazer-lhes mal” (EGW, O Grande Conflito, p. 512) e vão se tornando mais e mais parecidos com o mundo e dessemelhantes do caráter de Cristo.

O SENHOR te convida, HOJE, a andar em Sua luz (v. 5), a despir-se de suas vontades e gostos, a provar e ver que Ele é bom (Salmo 34:8) e a experimentar da maravilhosa graça que ainda está à nossa disposição. Então, farás parte do Israel de Deus (Gálatas 6:16) dos últimos dias que, como um agente influenciador, tem ensinado e continuará ensinando a muitos os caminhos e as veredas do SENHOR.

Bom dia, Israel espiritual de Deus!

Desafio do dia: Ore antes de sair para suas atividades, pedindo a Deus que a luz de Cristo em você cumpra a missão de atrair pessoas para Ele.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías2
#RPSP




%d blogueiros gostam disto: