Reavivados por Sua Palavra


ECLESIASTES 6 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
6 de maio de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“É certo que há muitas coisas que só aumentam a vaidade, mas que aproveita isto ao homem?” (v. 11).


Propositadamente, não incluí no texto de ontem a vaidade das riquezas porque o capítulo de hoje é uma continuação acerca deste assunto. A abundância de riquezas e a falta delas sempre foram motivos de contendas entre os homens. O ser humano é insaciável (v. 7) e a ganância tem trazido tantos males para o mundo quanto os trágicos efeitos de uma epidemia. “O proveito da terra é para todos” (Ec. 5:9), mas nem todos têm usufruído desta dádiva divina. Muitos têm depositado sua segurança em algo que é inseguro e incerto e privado a si mesmos e ao próximo das bênçãos da caridade.

Cresci em uma família que sempre foi bem estruturada financeiramente. Meu pai tinha um comércio e levávamos uma tranquila vida de classe média. Até que o comércio entrou em falência e nossa situação mudou completamente. Precisei enfrentar um ensino público defasado e, não fosse a generosidade de um irmão na fé que me concedeu uma bolsa de estudos em seu colégio, não teria concluído com êxito o ensino médio. Sempre gostei muito de estudar, mas precisei ir trabalhar ao invés de ingressar numa faculdade. Me entristeceu o tempo em que tive que ficar afastada dos livros, porém, hoje olho para trás e percebo o quanto aquela experiência me fez crescer. No pouco que tínhamos, o SENHOR jamais permitiu que nos faltasse o básico. E com minha mãe, aprendi e tenho aprendido lições de economia e de altruísmo que escola alguma pode superar.

“Quem ama o dinheiro jamais dele se farta” (Ec. 5:10) é uma verdade tão real quanto o fato de você estar lendo este texto neste exato momento. Quem ama ter muito, nunca se sentirá satisfeito com o que tem. Mas aquele que experimenta compartilhar o que possui, quanto mais distribui, mais tem. Na matemática de Deus, o subtrair equivale ao multiplicar. Experimente abrir as portas do seu guarda-roupa, e verá que quanto mais roupas dá, mais roupas tem. Experimente abrir as portas da sua dispensa, e perceberá que a feira que não durava um mês renderá muito mais. Isto é barganha? Não, amados. Isto é cumprimento de uma promessa divina: “O que dá ao pobre não terá falta” (Pv. 28:27).

Deus, sendo o dono do ouro e da prata (Ageu 2:8), deseja dar o melhor para os Seus filhos. Mas Ele nunca dará para um justo além ou aquém do que ele possa administrar. Muito mais do que riquezas terrestres, Ele deseja nos dar tesouros celestes. Este foi o propósito de Jesus no pedido feito ao jovem rico. A versão deste relato, aos olhos de Marcos, descortinou a real intenção de tal pedido: “E, Jesus, fitando-o, O AMOU” (Marcos 10:21). “Vai, vende tudo o que tens”, atingiu no alvo o pecado que não o deixava dormir em paz (Ec. 5:12). “Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Mateus 16:26). “Não podeis servir a Deus e às riquezas” (Mateus 6:24).

Ter riquezas não é pecado. O perigo está em não conseguir viver sem elas. Precisamos buscar no SENHOR, a mesma alegria e contentamento que descobriu o apóstolo Paulo: “Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE” (Filipenses 4:11-13).
Os pedidos de Jesus para nós sempre vêm acompanhados de um mesmo propósito: SALVAÇÃO. Não faça a escolha do jovem rico. Escolha crer que o melhor para a sua vida é seguir Aquele que deu tudo por você e que hoje, fitando-o com amor, te chama:
“Vem e segue-Me” (Marcos 10:21).

Feliz sábado, herdeiros das riquezas eternas!

Desafio do dia: Não tem dia melhor para nos desapegarmos das coisas como no sábado. Siga o exemplo de Jesus. Faça o bem. Compartilhe com quem precisa as dádivas que Deus têm lhe confiado.

Rosana Garcia Barros
#PrimeiroDeus
#Eclesiastes6
#RPSP

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

[…] Fonte: ECLESIASTES 6 – Comentário Rosana Barros […]

Pingback por ECLESIASTES 6 – Comentário Rosana Barros | ricardovrocha




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: