Reavivados por Sua Palavra


JÓ 10 by jquimelli
29 de setembro de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Jó sabe que tem um relacionamento com Deus e repousa firmemente em Sua mão de Deus. Ele está descansando em cima do conhecimento que Deus tem dele e de sua inocência (v. 7). Jó está seguro na mão de Deus, porque Deus é o seu Criador: “Você me fez de barro (cf Gên 2:7: “Então o Senhor Deus formou o homem do pó da terra”) e Você me fará voltar ao pó? “(v. 9). Deus deu a Jó um esqueleto e o vestiu com pele. Deu-lhe a vida, a personalidade, bondade e espírito – a capacidade de ter uma relacionamento com o Criador (v. 12). Jó está escondido no coração de Deus (v. 13).

Sendo que Jó está no coração de Deus, é impensável a conclusão de Elifaz e Bildade de que se você é ruim coisas ruins acontecem com você; E que se você é bom, então coisas boas acontecem com você (versos 14-15).

No versículo 20, Jó suplica por uma suspensão temporária de seu sofrimento. Seus dias à frente podem ser poucos, por isso se o sofrimento for suspenso por um curto período ele pode ter ainda um pouco de tempo de conforto antes de morrer. Ao morrer, ele irá para a terra da escuridão e das sombras (v. 21 e 22).

Querido Deus,
Também estamos ligados ao Teu coração, à Tua mente e as Tuas mãos. Cristo é o nosso advogado no julgamento. Senhor, ajuda-nos a aceitar, como Jó, que até mesmo os nossos sofrimentos estão debaixo da Tua soberania. Amém.

 

Koot van Wyk
Kyungpook National University
Sangju, Coreia do Sul

 

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/job/10 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra/
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/job/10
Publicação anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/07/06/
Tradução Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli/Cindy Tutsch
Texto bíblico: Jó 10
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas:
http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/sop/pp/56-57 e https://credeemseusprofetas.org/



JÓ 10 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
29 de setembro de 2016, 0:50
Filed under: Sem categoria

3 Tens prazer de oprimir-me,[…] , enquanto sorris para o plano dos ímpios? Jó imagina que Deus está zangado com ele, um inocente (v. 9.28), [e] que Se deleita com os ímpios. Essas palavras servem de lembrança de que não é apropriado discutir teologia ao lado de um leito de enfermidade; em tempos de sofrimento severo, as pessoas talvez digam coisas que necessitam de uma resposta de amor e compreensão. O próprio Jó acabará arrependendo-se, e Deus lhe perdoará (42.1-6) (Bíblia de Estudo NVI Vida).

17 A expressão “contra mim aumentas a tua ira” do verso 17 necessita de um esclarecimento. A palavra “raiva” ou “ira” (ARA, NVI) dá uma impressão errada. Esta é uma das palavras que não ocorrem com muita frequência no livro de Jó. Para entender esta palavra neste livro, deve-se ter em mente que nos dias de Moisés o seu significado era “ligar, conectar”. Sendo assim a palavra “ira” ou “raiva”, utilizada em algumas traduções, não corresponde ao significado original. Como Jó está muito “ligado” a Deus, “abraçado” por Deus, por um lado recebeu muitos benefícios, mas por outro lado recebeu também muitas provações. Ele se pergunta se não teria sido melhor se ele não tivesse nascido ou morrido logo após o nascimento, em vez de sofrer (v. 18-19).  Koot Van Wyk, em https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/07/06/jo-10/



JÓ 10 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
29 de setembro de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

JÓ 10 – Perder um filho gera uma dor incompreensível na alma, quanto mais perder uma dezena! Além de perder todos os filhos, Jó perdeu toda sua fazenda e toda sua saúde. Seu sentimento era mais que mero luto. Sua dor era inexplicável!

Jó não sofria devido a algum pecado específico, ou por afastar-se de Deus e de Sua vontade. Não! Muito pelo contrário, assim como Jesus, ele sofria por ter vivido retamente. Se Jó não era culpado, qual, então, era a razão de tanto sofrimento? O diabo está como leão procurando algum servo de Deus para devorar – Relembre os primeiros capítulos!

Satanás fazia Jó sofrer demasiadamente, porém, ele não sabia o que havia nos bastidores. Com isso em mente, tente ser empático com Jó, que, neste capítulo…

1. Levanta grandes queixas contra Deus (vs. 1-7);
2. Filosofa nostalgicamente sobre seu passado (vs. 8-12);
3. Expõe ideias estranhas sobre Deus em relação à sua miséria (vs. 13-17);
4. Preocupa-se com sua existência e, principalmente, seu fim (vs. 18-22).

O sábio Jó do oriente perdeu até a sabedoria. Ele não entendia a razão de seu sofrimento, nem o motivo de sua existência e nem mesmo entendia seu Deus, o Criador do Universo.

Esmagados de todos os lados, o sofredor fica só o pó. Moído pela dor e espremido pela angústia, a autoestima vai ao chão; qualquer motivação desaparece, e, até a fé fica turva. Porém, Jó não desistiu de Deus.

• Não dizemos coisas feias de Deus com bem menos sofrimento que experimentou Jó?
• Não falamos inúmeras besteiras quando estamos sendo ferozmente torturados pela dor e aflição na alma?

Algumas considerações são importantes para reflexão. Pelas colocações de Jó neste capítulo, fique alerta: NÃO…

• …leve a sério tudo o que alguém alterado, amargurado e extremamente aflito fala; principalmente suas ideias esquisitas sobre Deus.
• …considere que tudo o que um sofredor no extremo da dor diga sobre sua origem, sua história e sua morte.
• …tente argumentar com alguém que está variado por passar pela experiência da dor infernal; questionar seus argumentos vai lhe ferir ainda mais.

Amigos leitores… Vamos tentar ser o intercessor humano que todo sofredor precisa. Vamos conduzir os sofredores ao Libertador divino que o coração aflito tanto almeja: Jesus Cristo!

Muita gente precisa de Jesus… – Heber Toth Armí.



JÓ 10 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
29 de setembro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Vida me concedesse na Tua benevolência e o Teu cuidado a mim me guardou” (v. 12).

O salmo 23 é um dos textos bíblicos mais conhecidos e um dos mais lidos do mundo cristão. Geralmente faz parte da decoração de muitas casas, a Bíblia aberta neste salmo. Mas eu lhe convido hoje a visualizar o verso quatro do referido salmo: “Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque Tu estás comigo…“. Percebam que o salmista Davi usa uma figura de linguagem que lhe era peculiar. Como pastor de ovelhas, conhecia bem o labor que dantes era o seu ofício. E muitas vezes teve que pôr em risco a sua própria vida para proteger as ovelhas de seu pai, Jessé. Quanto mais Deus não faria qualquer coisa em prol de Seus filhos! Jesus, nosso Bom Pastor, enfrentou não apenas o vale da sombra da morte, mas a própria morte por amor a mim e a você.

No capítulo de hoje, Jó protesta contra o que julga ser a severidade divina. Apesar de reconhecer que foi criado e cuidado por Deus, lamenta que pela mesma mão criadora sofria os males de Sua ira (v. 17). Então, finaliza suas palavras novamente falando em morte, mas desta vez, em “sombra da morte”, por duas vezes (v. 21, 22), enfatizando a sua certeza de que não esperava nada além da morte como solução para o seu sofrimento.

Perceba que eu omiti a última parte do Salmo 23:4. Acompanhe agora a leitura da parte final deste verso: “…a Tua vara e o Teu cajado me consolam“. Ontem vimos que Jó, em seu desespero, em alguns momentos não sabia o que estava falando. Vamos rever o que ele disse no verso trinta e quatro do capítulo anterior: “Tire Ele a Sua vara de cima de mim”. Nossa! Jó definitivamente não sabia o que dizia. Ai dele se isso tivesse acontecido! Enquanto ele dizia “ai de mim!” (v. 15) temendo os juízos de Deus, ai dele se Deus não estivesse com Sua vara por sobre ele.

Interessante é que Jó inicia o seu protesto deixando bem claro que o que iria falar era fruto da amargura que estava sentindo (v. 1) e dizendo a Deus: “Não me condenes; faze-me saber por que contendes comigo” (v. 2). Resumindo, era como se Jó tivesse dito mais ou menos assim:

— Eu não suporto mais viver assim! Preciso falar tudo o que me aflige! Perante Deus, eu só peço que Ele não me leve a mal, só me faça entender porque está me fazendo passar por tudo isso.

A nossa incompreensão acerca de nossas tristezas e mazelas muitas vezes nos leva a nutrir as mesmas dúvidas que amarguraram a vida de Jó. Passar pelo vale da sombra da morte sem temer o mal que ele traz consigo parece uma missão impossível de ser idealizada, quanto mais realizada. A Bíblia não descarta a possibilidade de sentirmos medo, mas coloca o medo num patamar inferior à esperança que Deus promove no coração dos que nEle confiam. Infelizmente, o medo é um mal que nos acompanha durante toda a nossa vida. Tememos muitas coisas, porém, a maior delas sempre foi a morte. Mas o salmista afirma que não tem medo algum porque Deus com ele está e usa Seus instrumentos para consolá-lo. A certeza da presença constante de Deus é, portanto, o segredo para fazer cessar o medo. Jó sabia que, ainda que não pudesse ver, Deus estava com ele (v. 11), e, inconscientemente, mesmo com uma visão equivocada, reconheceu duas coisas que Davi reconheceu em forma de louvor: Deus estava com ele, e a Sua vara estava sobre ele.

Mais tarde Jó descobriria que a vara que julgava ser severa, era a que o consolava e o ajudava a suportar todas as suas dores.

Amado, Deus está aí com você neste momento em que você escolheu ser reavivado por Sua Palavra mais este dia. Ele está lhe conduzindo a verdes pastagens e a águas tranquilas. Ainda que você esteja atravessando o vale da sombra da morte, pode chorar, pode abrir o teu coração a Deus, pode extravasar a tua dor, só não pode perder a esperança, pois o SENHOR está contigo e está com a Sua vara e com o Seu cajado para te conduzir da morte para a vida, onde habitarás com Ele para todo o sempre! Creia e confie!

Bom dia, ovelhinhas do Bom Pastor!

Desafio do dia: Decore o salmo 23 e recite-o todas as vezes que estiver passando por dificuldades, crendo que Deus está contigo.

*Leiam #Jó10

Rosana Garcia Barros




%d blogueiros gostam disto: