Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 35 by jquimelli
25 de outubro de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário Devocional

Ezequiel fechou o círculo em suas proclamações contra as nações. O monte Seir e Edom foram mencionados na primeira mensagem de Ezequiel, no capítulo 25. Agora Seir e Edom voltam ao foco. O objetivo desta mensagem é mostrar o futuro livramento de Israel.

Os edomitas foram impiedosos quando Israel e Judá foram invadidos pelos assírios e babilônios, unindo suas espadas aos dos invasores. Agora eles mesmos serão perseguidos pela espada.

No passado, em diversas ocasiões, os edomitas derramaram sangue inocente. Agora o sangue deles é que será derramado. A injustiça pode governar por um tempo, mas no juízo final ela se voltará contra a pessoa que não se arrepender.

Quando o Senhor voltar, como Ele julgará aqueles que são chamados pelo Seu nome? Somente poderemos encontrá-Lo em paz se tivermos buscado a paz e a justiça aqui, em nossa vida terrena (Mt 5:9).

Qual é a minha resposta quando os inocentes sofrem? Faço parte da multidão que os oprime, assim como aqueles que condenaram e crucificaram a Jesus? Ou me coloco ao lado da justiça e da verdade? No final das contas, é isto que o Juiz de toda a terra está procurando: pessoas que amam a paz e a bondade.

Apesar das doutrinas certas terem a sua importância e o seu lugar no juízo final, não ajudará em nada termos apenas aceitado intelectualmente as doutrinas corretas. O que realmente importará é como eu tratei meu companheiros seres humanos.

Ross Cole
Avondale College, Austrália

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/eze/35 e https://www.revivalandreformation.org/?id=1083
Também disponível no blog mundial RPSP/BHP da IASD, em: https://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/biblia/eze/35
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/08/01/
Equipe de tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Ezequiel 35 NVI
Ouça online: Ezequiel 35 NVI 
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



EZEQUIEL 35 – COMENTÁRIO PR ADOLFO SUAREZ by Maria Eduarda
25 de outubro de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



EZEQUIEL 35 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
25 de outubro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

EZEQUIEL 35 – Ódio é uma arma apontada para quem odeia, não para o odiado. Precisamos tomar cuidado quanto a isso!
Medite:
1. Deus está atento a tudo. Ele age sabendo de cada detalhe, não por impulso ou por capricho. Ele não faz nada sem antes revelar aos Seus servos. Não somente o que fará, mas até mesmo as razões de Suas ações (vs. 1-5).
2. Edom era uma nação irmã de Israel. Ao ver a oportunidade de fazer o mal a Israel, quando foi à execução da disciplina provida por Deus, Edom exagerou e executou uma verdadeira chacina. Assim como um irmão que se alegra de outro ao vê-lo de castigo e zomba dele (v. 5).
3. A inimizade, o ódio e a raiva não agradam a Deus. Tais sentimentos entorpecem os que os abrigam no coração, obliteram a visão e deturpam a percepção da ética, da moral e da compaixão. O resultado de abrigar estes inimigos na alma é vergonha, desolação e destruição (vs. 6-7).
4. A lei do plantio se aplica na ética, na moral e na espiritualidade humana. Edom vai colher o que plantou. Considerando que a colheita é maior que a quantidade do plantio, os corpos dos assassinos edomitas serão ajuntados em montes de mortos (vs. 8-9).
5. Ignorar a Deus e tentar usurpar o que Lhe pertence significa planejar o impossível. É projetar a própria destruição. Apropriar-se da Terra Prometida a Israel após os judeus serem levados ao cativeiro, difamar o povo de Deus – sinônimo de atacar ao próprio Deus -, significa perder o respeito pelo Juiz do Universo; é a encarnação da rebeldia demoníaca. Deus não cruza os braços diante disso; Ele age para defender Seu rebanho (vs. 10-15).
O ódio de Esaú por Jacó se transmitiu a seus descendentes. Esaú vendeu sua primogenitura, depois ficou irado contra seu irmão (Gênesis 25:19-34) por desprezar o que lhe era por direito.
Vários profetas intentaram alertar edomitas para seu fim caso não mudassem de atitude (Isaías 34; 63:1-6; Jeremias 49:7-22; Ezequiel 25:12-14). Mas, infelizmente eles perseveraram em abrigar sentimentos negativos (Ezequiel 25:15; Amós 1:11-12; Obadias).
Inimizade, ódio e raiva…
• …não prejudicam o alvo desses sentimentos, mas o coração onde eles estão.
• …são autodestrutivos; o melhor é eliminar esses explosivos antes que eles nos destruam.
• …não traz benefício algum para ninguém, somente muitos malefícios.
Portanto, deixe Deus substituir os sentimentos negativos que matam pelo fruto do Espírito que vivifica (Gálatas 5:16-26).
Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



EZEQUIEL 35, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
25 de outubro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Por isso, tão certo como Eu vivo, diz o SENHOR Deus, procederei segundo a tua ira, e segundo a tua inveja, com que, no teu ódio, os trataste; e serei conhecido deles, quando te julgar” (v.11).


Irmãos de sangue, mas inimigos declarados, diz a Bíblia que já no ventre materno Esaú e Jacó brigavam pela liderança (Gn 25:22). Apesar de ter nascido primeiro, Esaú veio ao mundo com a mão de Jacó segurando o seu calcanhar (Gn 25:26). Os irmãos deram origem a dois povos. Esaú, aos edomitas. E Jacó, aos israelitas.

A rivalidade entre irmãos prevaleceu entre os dois povos. E, tomados de ódio e de inveja, a desolação do povo de Deus era para Edom motivo de contentamento e de alegria. O “monte Seir” (v.3), também chamado pelo profeta Obadias de “monte de Esaú” (Ob 1:8), bem como “todo o Edom” (v.15), receberia o mesmo fim de destruição que desejara em seu coração e com o qual se alegrara quando aconteceu.

Desejar a infelicidade do outro, comemorar o fracasso alheio e se aproveitar do infortúnio de alguém revela um caráter corrompido, carnal e totalmente avesso ao caráter que o Espírito Santo deseja imprimir em cada cristão. A sutileza da inveja é tão maligna e cruel em seus efeitos que, geralmente, age na surdina e na mente do invejoso desenvolve um ódio que se manifesta em pensamentos de maldição, bem exposta por Deus na expressão “Bem feito!” (Ez 25:3).

Tal ação encoberta, no entanto, não foge aos olhos e aos ouvidos dAquele que diz: “Eu o ouvi” (v.13). E a queda alheia de que tanto se alegrou, um dia, se torna a mesma pela qual cairá. Como está escrito: “Se o justo é punido na terra, quanto mais o perverso e o pecador!” (Pv 11:31). Possuidores de um coração enganoso, precisamos estar em constante vigilância. Muitos há que se orgulham de guardar toda a lei de Deus, mas permitem que a inveja e a cobiça lhes cative a mente a ponto de não mais reconhecer a voz do Espírito Santo a lhes advertir.

Os conselhos dados pelo apóstolo Paulo nos dá um discernimento avançado quanto ao amor prático e abnegado serviço pelo próximo. Leia com calma e peça ao Espírito Santo que promova em você um profundo exame de coração as palavras que estão em todo o capítulo doze do livro de Romanos. Ali, encontramos o passo a passo de uma nova vida em Cristo, do uso devido acerca dos dons espirituais e uma linda e minuciosa recomendação sobre as virtudes cristãs. É um verdadeiro antídoto contra a inveja e contra a ira.

Desta forma, buscando o poder do alto e reavivados pela transformação promovida pela Palavra de Deus, estaremos comprometidos em ser amigos de Jesus: “Vós sois Meus amigos, se fazeis o que Eu vos mando… Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros” (Jo 15:14 e 17). Permita que o Espírito Santo realize esta obra em sua vida, todos os dias.

Bom dia, amigos de Jesus!

Jornada espiritualChuva Serôdia. Chegou a hora!“, 10° dia: “Experimente orar ao Espírito Santo para dizer-Lhe que você O aceita como seu amigo, e que necessita que Ele realize toda obra necessária em sua vida” (Chuva Serôdia. Chegou a hora, pág. 67).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Ezequiel35
#RPSP

Deixe seu comentário:



EZEQUIEL 35 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
25 de outubro de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria



EZEQUIEL 35 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
25 de outubro de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria

Seir. Do heb. Se’ir, que vem de uma raiz que significa “ser cabeludo”. Este era o nome do cabeça de uma família de horeus que se ligou por matrimônio a Esaú, de quem descendem os edomitas … Também designa uma cadeia montanhosa a leste da Arabá, que se estende desde o Mar Morto, ao su. Aqui o termo, poeticamente, representa Edom (ver Gn 36:8, 9; Dt 2:1, 5; 1Cr 4:42). CBASD, vol. 4, p. 762, 763.

10 As duas terras. Isto é, Judá e Israel. CBASD, vol. 4, p. 763.

Ainda que o SENHOR Se achava ali. Embora Israel estivesse momentaneamente ausente de seu território, Deus ainda tinha interesse na terra e a preservava para o retorno dos exilados. … Na verdade, a terra pertencia a Yahweh (ver Lv 25:23; Os 9:3; Jl 2:18). CBASD, vol. 4, p. 763.

11 Serei conhecido. O juízo sobre Edom serviria para convencer Israel de que seu Deus não o havia abandonado. CBASD, vol. 4, p. 763.




%d blogueiros gostam disto: