Reavivados por Sua Palavra


Dia 07 de outubro – Dia Mundial de Oração e Jejum: “Lutando pelo Mundo” by jquimelli
5 de outubro de 2017, 11:18
Filed under: Sem categoria

Participe, neste sábado, dia 07 de outubro, do Dia Mundial de Oração e Jejum, convocado pela Associação Geral da Igreja Adventista.

Este “Dia de Oração e Jejum está focado em orar pelo mundo ao nosso redor, em especial pelas nossas comunidades, nossas igrejas, nossos líderes além das fronteiras de nosso país.

O propósito deste dia é aproximar você e sua igreja das igrejas ao redor do mundo.

https://www.revivalandreformation.org/resources/all/prayer-and-fasting-days/



EZEQUIEL 15 by jquimelli
5 de outubro de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário Devocional

Nos capítulos 15, 17 e 19, Ezequiel apresenta três vezes a metáfora da videira.

O único propósito da videira é dar frutos. Quando ela não dá fruto, é inferior a outras árvores. Então, se os professos filhos de Deus perdem o seu propósito distintivo de dar frutos de justiça, são mais inúteis do que as pessoas do mundo. Pela ótica da parábola, portanto, os judeus foram considerados inferiores a outras nações.

Ezequiel mostra o outro lado da metáfora bíblica da videira. Ela geralmente é apresentada de uma maneira positiva (cf. João 15). Mas, agora, o profeta critica a própria natureza da videira: a inutilidade de sua madeira, em comparação com a madeira das outras árvores. Os moradores de Jerusalém são inúteis, diz ele, pela sua própria natureza!

O homem é capaz de produzir fruto precioso ao viver para Deus e para os outros; este é o propósito de sua existência. Mas se falhar neste aspecto, ele não tem qualquer utilidade e merece ser destruído.
Tomemos cuidado para que nós mesmos não vivamos de modo infrutífero. Acheguemo-nos a Cristo, busquemos permanecer nEle e que Suas palavras habitem e produzam fruto em nós.

Pr Mohanraj Israel
Spicer College, Índia

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/eze/15 e https://www.revivalandreformation.org/?id=1063
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/07/12/
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Ezequiel 15 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



EZEQUIEL 15 – PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
5 de outubro de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



EZEQUIEL 15 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
5 de outubro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

EZEQUIEL 15 – Orgulho, arrogância, independência de Deus, incredulidade, vaidade são atitudes estúpidas, loucuras hediondas e irracionalidade desenfreada.

Sem Deus, pecadores não são nada nem valem nada. Quando prego isso, muitos sentem o orgulho ferido. Para falar da necessidade de um Salvador precisamos revelar a real situação do pecador.

Os pecadores só querem ouvir o que lhes interessa, que afaga ao ego, e promove prazer no pecado. É por isso que a mensagem verdadeiramente bíblica não agrada, mas sim os programas imorais da TV, filmes, seriados, e vídeos idiotas no Youtube que degradam.

Deus dá o diagnóstico, ainda que não gostamos, com o objetivo de despertar-nos para a necessidade de cura, de solução para nossa situação e da necessidade de um Salvador. Ninguém gosta de um diagnóstico negativo, mas é de extrema importância ser sincero – em Deus podemos confiar!

O povo de Deus é como ramos de videira…

• …até para combustível é inútil (vs. 1-5).
• …sem frutos somos inúteis (vs. 6-8).
• …se improdutíveis, nosso destino é o fogo.

O fogo se refere à Jerusalém quando incendiada e queimada parcialmente pelos babilônios em 597 a.C. Ainda viria um fogo do julgamento em 586 a.C. que a consumiria completamente (v. 7). O combustível para o fogo de Deus é o pecado, portanto, devemos desprezar o pecado para desfrutarmos da presença de Deus que vivifica e nos faz pessoas úteis.

Desta parábola a Israel, oferece-nos preciosas lições que devemos prestar atenção:

1. Como uma videira frondosa sem nutrientes se torna seca e imprestável, todo crente que não absorver de Cristo a seiva espiritual se secará e se tornará inútil.
2. Sendo que somente em Cristo o pecador pode produzir frutos, apenas viver meros rituais, ser legalista ou ser assíduo frequentador de igreja, não passa de práticas inúteis.
3. Imprestável, a única coisa a fazer é colocar fogo à vinha ou unir-se a Cristo.

Idolatria, imoralidade, perversidade ou a prática de qualquer tipo de pecado envenena e mata a verdadeira espiritualidade. Indiferença às coisas espirituais, apego as coisas materiais e acomodação frente aos perigos reais fazem com que até uma nação inteira enfrente a realidade da inutilidade diante do juízo divino.

Deus pode extrair das cinzas um remanescente frutífero: Jesus é a videira verdadeira, apeguemo-nos a Ele!

Vamos reavivar-nos? – Heber Toth Armí.



EZEQUIEL 15, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
5 de outubro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Filho do homem, porque mais é o sarmento de videira que qualquer outro, o sarmento que está entre as árvores do bosque?” (v.2).


Conforme o dicionário, o sarmento é o “rebento anual da vide e de outras plantas”. Em outras palavras, são os ramos da vide. Mas a linguagem profética se refere aos sarmentos ou ramos ladrões que precisam ser podados para o bom crescimento da videira. De acordo com especialistas, quanto mais próximo for o ramo da posição vertical, maior vigor ele terá. Mas os sarmentos inadequados para uma boa produção devem ser cortados ou se tornarão uma ameaça para toda a planta.

Diante desta análise, percebemos a situação dramática que envolvia os “habitantes de Jerusalém” (v.6). Deus os comparou a sarmentos que para mais nada serviam, a não ser para serem lançados ao fogo (v.4). Suas “graves transgressões” (v.8) tornaram-lhes ramos infrutíferos que ameaçavam a ruína completa do povo de Deus. A começar de seus líderes, Israel havia se desconectado da Fonte da vida.

No livro de João, também no capítulo quinze, Jesus afirma: “Eu sou a videira verdadeira, e Meu Pai é o agricultor” (Jo 15:1). Se você ler a respeito dos cuidados que se devem ter na viticultura, perceberá que o SENHOR não fugiu em nada do que é necessário para se obter uma boa colheita, pois que Ele mesmo estabeleceu as leis naturais. Ramos que não dão bons frutos são peso morto em uma videira e prejudicam aqueles que frutificam. A analogia utilizada pelo profeta e por Jesus é lógica e totalmente compreensível: o homem que dá as costas ao Seu Criador rejeita a vida.

Toda a criação revela o cuidado e a existência de um Deus que através dela Se manifesta: “Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o Seu eterno poder, como também a Sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas” (Rm 1:20). Então, Deus Se utiliza da natureza para expressar em linguagem humana os Seus propósitos a fim de que possamos compreendê-los. A figura de linguagem utilizada por Jesus, portanto, nos habilita a entender o que Ele falou no sermão da montanha, que nem todo o que diz “Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mt 7:21).

Israel já não sabia mais discernir o certo do errado. Já não mais fazia diferença entre o santo e o profano. E, como sarmentos secos, tanto os líderes como a maior parte do povo estavam prontos para a poda. Aquele que afirma ser cristão, mas, como um ramo seco, não produz o fruto do Espírito (Gl 5:22-23), é cortado pelo Agricultor para receber o salário inevitável (Rm 6:23). Tiveram o inigualável privilégio de estar na Videira (Jo 15:2), contudo, recusaram ser limpos por Sua Palavra e nela permanecer (Jo 15:3 e 5). E como podemos permanecer ligados à Videira verdadeira? Jesus mesmo nos ensina: “Se guardardes os Meus mandamentos, permanecereis no Meu amor; assim como também Eu tenho guardado os mandamentos de Meu Pai e no Seu amor permaneço” (Jo 15:10).

Percebem que tudo está baseado no amor? A perfeita expressão do caráter divino é o amor. E é este amor que Ele nos convida a viver. Por isso que Ele virá buscar não um povo legalista, mas um remanescente que compreendeu o perfeito amor de Deus na observância dos Seus mandamentos. O grande Legislador deseja replicar o que um dia escreveu com o próprio dedo em tábuas de pedra (Êx 31:18), nas tábuas de carne do teu coração (2Co 3:3). Você não foi criado para aquecer a fornalha do castigo que foi “preparado para o diabo e seus anjos” (Mt 25:41), mas “para a vida eterna” (Mt 25:46). Portanto, apegue-se à Videira, permita ser limpo por Sua Palavra e permaneça nela dando “muito fruto” (Jo 15:8).

Bom dia, ramos frutíferos da Videira verdadeira!

Desafio do dia: Jornada espiritual “O Último Chamado de Deus”, 2° dia: O Espírito Santo “não agirá para sempre no homem, pois este é carnal” (Gn 6:3). Hoje, peça ao SENHOR que mediante a ação do Espírito Santo lhe ajude a memorizar e a viver os Seus mandamentos (Êx 20:3-17).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Ezequiel15
#RPSP

Deixe seu comentário:



EZEQUIEL 15 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
5 de outubro de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria



%d blogueiros gostam disto: