Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 22 by jquimelli
12 de outubro de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário Devocional

A lista de pecados entre o povo de Deus é chocante: idolatria, assassinato, sacrifício de crianças, adultério, incesto, extorsão e suborno nos tribunais, roubo, opressão dos pobres pelos ricos e a negação do direito aos estrangeiros. A lista é extensa (v. 7-12). E o pior: a podridão começa de cima para baixo, com os líderes (v. 6). Sem dúvida alguma Deus intervirá e aqueles que agora parecem tão valentes entrarão em colapso.

É necessário encontrar rapidamente alguém para reconstruir os muros enquanto ainda há tempo. E se os muros não estiverem ainda completos no momento em que eles forem necessários, então temos que encontrar alguém que se interponha na brecha, evitando, assim, que o desprazer de Deus seja derramado (v. 30).

Existe somente Um que é qualificado e aceitou ficar na brecha. Ele é ao mesmo tempo Filho de Deus e Filho do Homem. Ele se posiciona na brecha, pondo fim ao desagrado de Deus e salvando a Israel.

Jesus ocupou o lugar em que o muro estava quebrado, recebendo sobre Si a ira de Deus sobre o pecado do mundo, dando uma oportunidade não só a Jerusalém, mas a todos que nEle crerem, de sobreviver à justiça que Deus aplicará a toda a terra (Gn. 18:25).

Ele ocupou o nosso lugar, mas eu também sou chamado para estar com Ele na brecha, intercedendo por minha comunidade, por meu pais e pelo mundo. Não é esta uma honra e uma oportunidade maravilhosa?

Ross Cole
Avondale College, Austrália

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/eze/22 e https://www.revivalandreformation.org/?id=1070/span>
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/07/19/
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Ezequiel 22 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



EZEQUIEL 22 – PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
12 de outubro de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



EZEQUIEL 22 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
12 de outubro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

EZEQUIEL 22 – O mal tomou conta do mundo. É uma pandemia que deixou o mundo em pandemônios.

Pior que os mais terríveis vírus, o pecado se alastrou em cada canto de nosso planeta e faz estragos na vida de seus habitantes.

Com esta revelação ao profeta Ezequiel, Deus almejava mostrar aos judeus e a nós uma lista de pecados e o juízo que eles atraem aos que os praticam. Veja com atenção estes pontos:

1. Leia a lista de pecados do povo de Deus que os levou à desgraça (vs. 1-6).
2. A degradação resultante do pecado na vida daqueles que foram chamados para revelar Deus ao mundo (vs. 17-22).
3. A negligência nacional é resultado de negligências espirituais individuais. Ninguém se dispôs a influenciar para o bem, então Deus colocaria um freio nos efeitos do mal disciplinando aos negligentes e indiferentes (vs. 23-31).

“A única coisa que podia impedir a Deus de derramar sobre uma nação ímpia Sua ira seria a presença de um intercessor”, afirma Siegfried J. Schwantes.

Hoje temos brechas em nossa vida espiritual, em nossa família, em nossas escolas, em nossas igrejas, etc. O inimigo aproveita qualquer brechinha para penetrar e implantar o mal.

Os demônios são como animais de rapina que fazem suas habitações nas ruínas de nossos muros. Os puros princípios morais das Escrituras estão ruindo não só em nossa igreja e sociedade, mas principalmente em nossa família.

Orgulho, inveja, desrespeito ao templo do Espírito Santo, vaidade, avareza, materialismo, egoísmo e tantas outras características satânicas têm solapado nosso muro de proteção contra as desgraças…

Precisamos…
• …parar de transgredir a Lei de Deus, devemos observá-la integralmente e influenciar com palavras e atitudes a outros a fazerem o mesmo.
• …parar de profanar as coisas santas de Deus e convidar outros a honrarem e prezarem pelas coisas espirituais.
• …deixar a indiferença e ter ousadia para fazer a diferença para atrair outras pessoas que levantem a bandeira da verdade em um mundo tomado pela imoralidade, perversidade, promiscuidade.
• …mostrar nosso compromisso com o Criador que deixou o sábado como evidência de uma aliança com o pecador.
• …destruir o pecado que está ruindo nossa vida espiritual, nossa família e igreja.
• …erguer muros que protejam nossa sociedade e espiritualidade.
• …priorizar Deus e Sua Palavra!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



EZEQUIEL 22, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
12 de outubro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante Mim, a favor desta terra, para que Eu não a destruísse; mas a ninguém achei” (v.30).


Costumamos fazer listas para muitas coisas. Fazemos lista de compras para não esquecer nenhum item necessário. No capítulo de hoje, Deus também fez uma lista com a mesma finalidade: “Faze-lhe conhecer, pois, todas as suas abominações” (v.2). A rebelião de Israel e as abominações que praticava fizeram com que esquecesse do que realmente importava: “mas de Mim te esqueceste, diz o SENHOR Deus” (v.12).

A apostasia da nação eleita foi a razão de sua própria ruína. Em sua lista de abominações, um era o motivo pelo qual a apostasia havia se instalado: a desobediência aos mandamentos do SENHOR. Acompanhem comigo:

  1. Idolatria (v.3): quebra do 1° e do 2° mandamentos (Êx 20:3-6);
  2. Infâmia (v.5): quebra do 3° mandamento (Êx 20:7);
  3. Profanação do sábado do SENHOR (v.8 e 26): quebra do 4° mandamento (Êx 20:8-11);
  4. Desprezo pelo pai e pela mãe (v.7): quebra do 5° mandamento (Êx 20:12);
  5. Derramamento de sangue (v.3): quebra do 6° mandamento (Êx 20:13);
  6. Imoralidade sexual (v.10 e 11): quebra do 7° mandamento (Êx 20:14);
  7. Exploração por extorsão (v.12): quebra do 8° mandamento (Êx 20:15);
  8. Calúnia (v.9): quebra do 9° mandamento (Êx 20:16);
  9. Cobiça (v.11 e 25): quebra do 10° mandamento (Êx 20:17).

O descaso para com a Lei de Deus fez da casa de Israel escória entre as nações (v.18). Escolhida para fazer a diferença como povo da aliança do SENHOR, seus líderes eram os primeiros a transgredir a Lei e profanar as “coisas santas” (v.26). Entre “o santo e o profano” e entre “o imundo e o limpo” não faziam mais diferença; “e, assim” o SENHOR era “profanado no meio deles” (v.26). Eram todos “como lobos que arrebatam a presa para derramarem o sangue, para destruírem as almas e ganharem lucro desonesto” (v.27). Prediziam mentiras afirmando que o SENHOR havia dito, “sem que o SENHOR tenha falado” (v.28).

A pergunta é: estamos longe daquela realidade? A igreja cristã tem sido alvo de duros ataques por parte de líderes religiosos que, sob a bandeira de doutrinas demoníacas, “assassinam” o ASSIM DIZ O SENHOR praticando extorsão. “Andam roubando” (v.29) e criam uma imagem distorcida acerca da verdadeira piedade cristã. O apóstolo Pedro, inspirado por Deus, já nos havia advertido acerca destes falsos mestres: “E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme” (2Pe 2:2-3).

O evangelho de Cristo é pregado com o terrível engano de que, debaixo da graça, estamos “livres” para ignorar os mandamentos de Deus. Hoje lemos a que desgraça é levada uma nação pela desobediência. Jesus mesmo deixou bem claro que a Sua vida na Terra não tinha o objetivo de revogar a Lei, mas de cumpri-la (Mt 5:17) “e fazê-la gloriosa” (Is 42:21). A Lei que lembra o fim da escravidão do povo de Deus, “Eu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão” (Êx 20:2), é a mesma que Tiago chama de “lei da liberdade” (Tg 2:12) e pela qual seremos todos julgados. “Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos” (Tg 2:10).

A maravilhosa graça de Jesus nos liberta do pecado e nos habilita a obedecer aos Seus mandamentos por amor. Pois “todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado” (1Jo 3:9). E o que é o pecado? “O pecado é a transgressão da lei” (1Jo 3:4). Quando entregamos íntegra e sinceramente o nosso coração a Jesus, Ele perdoa os nossos pecados, nos olha com olhar de compaixão e nos dá a seguinte ordem: “vai, e não peques mais” (Jo 8:11). Ao contrário do que a maioria tem pregado nos púlpitos com o fim de ajuntar multidões, o evangelho de Cristo é aquele que escandaliza as multidões (Jo 6:61 e 66).

Eis que está às portas o grande Dia do SENHOR e, “muitos, naquele dia” (Mt 7:22) hão de reivindicar o seu lugar no Reino dos Céus por causa de suas obras, mas Jesus deixa bem claro que nem todo o crente professo “entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus” (Mt 7:21). Não compactuemos, portanto, da triste situação de Israel. Que, pela graça de Jesus, sejamos aquele “um homem” ou mulher fiel a quem Deus procurava no meio do Seu povo e não encontrava (v.30). Que nossa vida seja uma declaração da verdade e uma prova de amor para com o Deus que nos amou primeiro (1Jo 4:19).

Bom dia, livres em Jesus!

Desafio do dia: O melhor presente que você, como pai e mãe, pode dar a seu(s) filho(s) é a sua companhia e atenção. Dedique não somente este dia, mas cada dia a amá-lo(s) e ensiná-lo(s) “no caminho em que deve andar” (Pv 22:6). Brincando com ele(s) hoje, dificilmente chorará por ele(s) amanhã.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Ezequiel22
#RPSP

Deixe seu comentário:



EZEQUIEL 22 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
12 de outubro de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: