Reavivados por Sua Palavra


LAMENTAÇÕES 5, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
20 de setembro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Tu, SENHOR, reinas eternamente, o Teu trono subsiste de geração em geração” (v.19).


De uma nação livre e admirada, para um povo escravo e humilhado. Este foi o resultado da maldade da nação israelita. Israel sentiu o peso do jugo da servidão sem descanso algum (v.5). Após levar o povo de Deus para o exílio, Babilônia reinou 70 anos como foi dito pelo SENHOR através de Jeremias (Jeremias 25:11). O exílio tornou-se realidade, mas também tornou-se real a liberdade prometida.

A geração que nasceu dentro do exílio começou a clamar pelo cumprimento da promessa: “Lembra-te, SENHOR, do que nos tem sucedido; considera e olha para o nosso opróbrio… Nossos pais pecaram e já não existem; nós é que levamos o castigo das suas iniquidades” (v. 1 e 7). Mas havia algo diferente naquela nova geração. O desejo em conhecer e viver a vontade de Deus: “Converte-nos a Ti, SENHOR, e seremos convertidos; renova os nossos dias como dantes” (v.21). Ao reconhecer a sua natureza pecaminosa (v.16) e a sua necessidade de Deus, começaram a dar os primeiros passos de volta para casa.

Em todo o nosso exame das Escrituras, temos visto que o SENHOR é sempre fiel, mas que Suas promessas são condicionais. Se o pecado faz separação entre nós e Deus (Isaías 59:2), imagine o pecado deliberado. A nova geração de exilados compreendeu isso, e, com contrição, iniciou uma contínua busca pelo SENHOR que havia esquecido. Com sinceridade, manifestou a sua incapacidade de realizar uma obra que só a misericórdia divina poderia operar. Em sua imaturidade juvenil, mostrou mais sabedoria do que os pais que inauguraram o exílio.

Encontramo-nos todos exilados em um mundo que tem aprisionado cada ser vivente numa atmosfera infinitamente aquém do “que Deus tem preparado para aqueles que O amam” (1 Coríntios 2:9). Com que fervor deveríamos nós estar erguendo o mesmo clamor daquela geração! Se tão-somente fizéssemos ideia do que significam as palavras “muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tiago 5:16), cada respiração seria uma oração. Não temos poder algum para nos converter e nenhuma de nossas obras pode nos tornar aptos para o Céu. Mas, “sabei que Aquele que converte o pecador do seu caminho errado salvará da morte a alma dele e cobrirá multidão de pecados” (Tiago 5:20).

O último capítulo de Lamentações é um convite amorável de um Deus misericordioso que um dia estabelecerá o Seu trono nesta terra renovada, pelos séculos dos séculos (Apocalipse 22:1 e 5); um convite à oração e dependência completa dAquele que pagou o preço por nosso resgate. O nosso exílio não durará mais “por tanto tempo” (v.20). “Porque, ainda dentro de pouco tempo, Aquele que vem virá, e não tardará” (Hebreus 10:37). Portanto, “guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois Quem fez a promessa é fiel” (Hebreus 10:23).

Bom dia, resgatados por Cristo!

Desafio do dia: Experimente orar mais pelo próximo do que por si mesmo. Escolha um dia da semana para ser um dia especial de intercessão. E continue compartilhando esperança! Convide seus amigos e familiares para participar do projeto junto conosco e prepare o seu coração para o estudo do livro de Ezequiel.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Lamentações5
#RPSP


1 Comentário so far
Deixe um comentário

#VAMOSORAR 12HOR: 18HOR: É uma corrente de orações p\ meus contatos do ZaP. e facebook. Hoje; ouço os passos do [ SENHOR ], oremos.

Comentário por Elias Nascimento Rodrgues Rodrigues




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: