Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 39 by jquimelli
2 de setembro de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário Devocional

Este capítulo contrasta três tipos de pessoas. Em primeiro lugar, os oficiais do rei que confiavam no Egito e odiavam Jeremias. Eles eram maus e se opuseram a Deus. Em contraste, Ebede-Meleque salvou a vida de Jeremias e, pelas informações que dispomos, era um homem de caráter, que confiava em Deus.

O rei Zedequias, no entanto, não pertence a nenhum desses dois grupos. Ele foi sensível o suficiente para salvar Jeremias das mãos dos príncipes, mas não aceitou a sugestão de Jeremias de se render ao rei de Babilônia, porque confiava na força do exército egípcio contra os babilônios (Jr 37:5). O resultado de sua descrença em Deus foi a destruição de Jerusalém e o fim do reino de Judá.

Jeremias 39:1-8 descreve o miserável fim da vida de Zedequias. Ele poderia ter evitado tal desgraça se tivesse acreditado plenamente e obedecido a mensagem de Deus através de Jeremias.

Como podemos evitar ser como o rei Zedequias e os seus oficiais? Ouvindo e obedecendo de boa vontade a voz de Deus através de Seus mensageiros ao invés de julgar cada situação de acordo com os padrões do mundo.

Yoshitaka Kobayashi
Japão

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/jer/39, https://www.revivalandreformation.org/?id=1005 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/jer/39/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/06/09/
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Jeremias 39 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



JEREMIAS 39 – COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
2 de setembro de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria


JEREMIAS 39 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
2 de setembro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

JEREMIAS 39 – Aqui neste mundo o crente não está num parque de diversões, mas num grande conflito. O verdadeiro servo de Deus é alvo de tudo o que não presta. Muitos líderes do povo de Deus se voltam contra ele.

Jeremias foi alertado por Deus de seu sofrimento por ser profeta (1:17-19). Ele foi ferido por Pasur, responsável pela ordem no templo, depois colocou o profeta do cepo (20:2). A Palavra de Deus proporcionou sofrimento a ele, que queixou de sua sorte, clamou e gritou, sem obter respostas (20:8).

Jeremias foi preso, pelo menos duas vezes. Esteve encerrado no pátio da casa do rei (Jeremias 32:2-3). Uma vez numa prisão (Jeremias 37:15) e ainda outra num poço com lama (Jeremias 38:4). Suas mensagens não foram bem interpretadas, por isso foi cruelmente acusado.

Em momentos difíceis como esses, todos precisam de amigos. Jesus teve três no Jardim do Getsêmani. Jeremias também. Eugene Peterson diz que “Henry Adams escreveu: ‘Um amigo durante a vida é suficiente; dois é muito e três, algo difícil de ocorrer’. Jeremias teve três. O eunuco arriscou a própria vida ao resgatar o profeta. Por ser estrangeiro ele não tinha direito legal. Ademais, estava indo contra a opinião popular em meio a uma crise histérica própria de tempos de guerra. Nada disso, contudo importava. Um amigo é um amigo”.

• Assim como opor-se a um mensageiro de Deus equivale a rebelar-se contra Deus, ser amigo de um servo de Deus implica colocar-se ao lado do Todo-poderoso.

Por isso, quando Jerusalém foi destruída, os filhos do rei foram mortos, seus olhos vazados e deportado com seu povo para a Babilônia (Jeremias 39:1-10), Deus cuidou de Jeremias e seu amigo negro, o etíope Ebede-Meleque, através das mãos dos destruidores do povo (vs. 11-18).

• Outra coisa, por mais oposição que se levante conta a Palavra de Deus na boca de Seus servos, nada a impede seu cumprimento, seja ela negativa (vs. 1-10) ou positiva (vs. 15-18).

Vale a pena se colocar ao lado de Deus, da Palavra profética e ser amigo dos servos do Altíssimo. Além de que, devido a tantas aflições por dedicar-se a Deus, os pregadores de Sua Palavra precisam de amigos verdadeiros.

Saiba que Deus cuida dos amigos de Seus servos! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



JEREMIAS 39, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
2 de setembro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Pois certamente te salvarei, e não cairás à espada, porque a tua vida te será como despojo, porquanto confiaste em Mim” (v. 18).


Estamos diante de um duelo de rivais: incredulidade versus confiança.

Zedequias não confiou nas palavras do SENHOR e a sua fuga transformou-se num calabouço de densas trevas. Jeremias e o eunuco confiaram em Deus e os seus maiores temores foram derrotados por Ele. Como está escrito que “os que confiam no SENHOR são como o monte Sião, que não se abala, firme para sempre” (Salmo 125:1).

A confiança é o alicerce da vida cristã. Não é possível servir a Deus sem fé, pois “sem fé é impossível agradar a Deus” (Hebreus 11:6). Se formos para o capítulo 11 de Hebreus e estudarmos o que ali está escrito sobre os heróis da fé, percebemos algo em comum na vida de todos eles: obediência. Pela fé, Abel ofereceu ao SENHOR exatamente o que Ele havia pedido para Lhe oferecer. Pela fé, Noé construiu a arca. Pela fé, Abraão saiu de sua terra e partiu para Canaã. E segue-se uma lista de homens e mulheres que decidiram confiar em Deus e obedecer às Suas orientações.

Em todos os exemplos citados, algo fica bem claro: eles precisaram dar passos além dos limites da possibilidade humana. Eles colocavam o pé, então Deus colocava o chão. Percebem a ordem dos fatores? Neste caso, a teoria matemática não corresponde, pois a ordem dos fatores pode sim mudar o resultado. A fé não é ver para crer, mas crer para ver: “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não veem” (Hebreus 11:1).

Zedequias esperou ver para crer e acabou cego. Sua incredulidade foi a causa de sua desgraça. Porém, pela fé, Jeremias enfrentou todos os desafios de pregar a um povo rebelde e a líderes ímpios e, Ebede-Meleque, colocou a sua própria vida em risco para resgatar o profeta da cisterna. Eu não sei qual é a tua realidade hoje, mas sei que o mesmo Deus que cuidou de Seus filhos no passado promete cuidar de você também. E Ele nos deixou a Sua carta de amor para que você e eu também façamos parte da Sua contemporânea galeria da fé.

Continue estudando a Bíblia. Permita que o Espírito Santo lhe reavive a cada dia; que aumente a sua fé pelo estudo das Escrituras. Pois a fé é adquirida em dar ouvidos à Palavra do SENHOR (Romanos 10:17). Portanto, pare, ouça, creia e obedeça! Há bênção em assim o fazer!

Feliz sábado, homens e mulheres de fé!

Desafio do dia: O descanso também compõe a lista dos oito remédios naturais que o SENHOR nos deixou. Além do repouso diário, Deus também nos deu de presente o sábado como dia especial de descanso semanal (Gênesis 2:1-3). Aproveite as bênçãos sabáticas na presença do teu Criador!
“Lembra-te…” (Êxodo 20:8).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Jeremias39
#RPSP



JEREMIAS 39 – COMENTARIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
2 de setembro de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria



JEREMIAS 39 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
2 de setembro de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria

Os primeiros versos deste capítulo mencionam a invasão de Jerusalém por Nabucodonosor e o que ele fez a Zedequias e ao povo de Judá. O rei Zedequias defendeu sua cidade por mais de dois anos, mas no décimo primeiro ano do seu reinado uma parte do muro foi derrubada. Depois de ver os chefes babilônicos entrarem na cidade, Zedequias e seus soldados fugiram de Jerusalém secretamente no meio da noite. Eles queriam fugir pela campina do Jordão, mas foram capturados perto de Jericó. Então, foram levados ao rei Nabucodonosor em Ribla, na terra de Hamate, na Síria.
Nabucodonosor matou os filhos de Zedequias e os nobres de Judá, cegou os olhos de Zedequias, prendeu-o com cadeias de bronze e o levou cativo para Babilônia. Nesse meio tempo os caldeus queimaram o palácio do rei e as casas dos judeus e derrubaram os muros de Jerusalém. Então Nebuzaradã, o capitão babilônico da guarda, deportou o resto do povo de Judá, para a Babilônia, exceto os agricultores pobres da Judéia.
Enquanto Jeremias ainda estava encarcerado no pátio da guarda, veio a ele a mensagem de Deus para que dissesse a Ebede-Meleque, que havia anteriormente salvo Jeremias de sua prisão no poço de lama, de que não morreria na invasão da cidade. Deus garantiu a sua vida. Yoshitaka Kobayashi, em https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/06/09/.

 

Fugiram … jardim do rei … campina. Jer Jr 52:7. O “jardim do rei”, possivelmente, ficava proximo ao tanque de Siloé” (ver com. de Ne 3:15), e dali o rei passou pelo portao entre os dois muros. … Eles fugiram para o leste em direcao a planície, ou Arabá, o nome característico do vale do Jordao (ver com. de 2Sm 2:29) … Aparentemente, era intencao do rei atravessar o rio Jordao proximo a Jericó e se refugiar no campo aberto de Gileade ou entre os pretensos aliados, comoMoabe ou Amom (ver Jr 27:3). CBASD, vol. 4, p. 533.

Ribla. Esta cidade ao norte, “na terra de Hamate” [na atual Síria], era um centro de tráfego no rio Orontes, e assim provia uma sede natural para Nabucodonosor em sua invasão à Palestina. CBASD, vol. 4, p. 535.

Mandou matar … os filhos … os príncipes. O severo castigo aplicado pelo conquistador caldeu (v. 6, 7) foi devido o fato de que ele colocara a Zedequias no trono como seu suposto vassalo leal, e de o rei de Judá traiçoeiramente se rebelar contra ele (2Rs 24:17-20) e violar os mais solenes juramentos tomados no nome de Yahweh (ver PR, 447). CBASD, vol. 4, p. 535.

Vazou os olhos de Zedequias. Desta forma, duas profecias aparentemente exclusivas foram cumpridas: (1) Zedequias veria a Nabucodonosor e seria levado para Babilônia (Jr 32:4, 5) e (2) ele morreria em Babilônia, mas não a veria. CBASD, vol. 4, p. 535.

Queimaram a casa do rei. Para um relato mas detalhado desta devastação, ver Jr 52:12-14; cf. 2Rs 25:8-10. CBASD, vol. 4, p. 535.

Levou-os cativos. Para prevenir rebelião, Nabucodonosor seguiu a mesma política de deportação que fizeram os assírios antes dele (2Rs 15:29; 17:6). CBASD, vol. 4, p. 535.

10 Dos mais pobres … deixou. Sem dúvida, isto foi feito para prevenir um vazio político na terra. A doação de terra aos pobres garantiria a aliança deles aos babilônios. CBASD, vol. 4, p. 535.

11 Acerca de Jeremias. É evidente que Nabucodonosor soube do firme conselho de submissão a Babilônia, quer por meio de desertores ou espias, ou do próprio Zedequias. Assim, logo que descobriu que Jeremias tinha sido “atado com cadeias no meio de todos os do cativeiro” (Jr 40:1), ele ordenou que o profeta fosse libertado. CBASD, vol. 4, p. 535.

14 Átrio da guarda. Ver Jr 38:28. Esta declaração pode ser harmonizada com Jeremias 40:1, supondo-se que o profeta tenha sido tirado da prisão e levado como cativo, junto com os demais por poucos quilômetros, de Jerusalém a Ramá (ver com. de Jr 31:15), local em que o capitão babilônico lhe deu as boas notícias de sua libertação. O relato de Jeremias 39:14 apenas omite os eventos intermediários entre a libertação de Jeremias da prisão e sua união a Gedalias, eventos que são relatados detalhadamente (Jr 40:1-6). CBASD, vol. 4, p. 535.

Gedalias. Ver com. de Jr 26:24. Fiel à conduta de sua família, “o filho de Aicão” [“a quem o rei de Babilônia nomeou governador das cidades de Judá”, Jr 40:5] então prossegue como amigo e protetor de Jeremias. CBASD, vol. 4, p. 535.

15 Estando ele ainda detido. Os v. 15 a 18 são um relato parentético da promessa de Deus a Ebede-Meleque por causa de sua bondade para com Jeremias [“porquanto confiaste em Mim”, Jr 39:18]. CBASD, vol. 4, p. 535.

17 A ti, porém, Eu livrarei. Devido a sua lealdade para com Jeremias, Deus promete ao etíope que sua vida seria poupada da “mão dos” príncipes de Judá, que estavam irados por seu ato em relação ao profeta (Jr 38:7-13), e que ele “não cairia à espada” (Jr 39:18) dos babilônios, já que Jeremias intercederia por ele. CBASD, vol. 4, p. 535.

18 Como despojo. Um sentido idiomático para dizer que sua vida seria poupada. Num período em que milhares perderam a vida, ninguém pediria maior recompensa. CBASD, vol. 4, p. 536.




%d blogueiros gostam disto: