Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 41 by jquimelli
4 de setembro de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário Devocional

Neste capítulo, o bom governador Gedalias e seus apoiadores morreram porque ele não consultou Jeremias, o profeta de Deus, para saber se era verdadeira a advertência, feita por Joanã, de que Ismael planejava assassinar o governador. Isto nos lembra a história de Josias, que fez muitas coisas boas para Deus por muitos anos, mas morreu porque não consultou Deus se deveria realmente lutar contra o exército egípcio (2Cr 35:20-24).

O líder do povo de Deus deve ser sempre um homem piedoso, que busque a orientação de Deus. Este capítulo está repleto de acontecimentos terríveis que poderiam ter sido evitados se o líder Gedalias fosse um homem de oração ou mesmo um homem de coração humilde que consultasse a Deus, através de Jeremias, sobre o que deveria fazer. Se Gedalias tivesse orado e consultado o profeta sobre o que fazer, Deus teria lhe mostrado e protegido.

Temos nós o hábito de orar a Deus e buscar conhecer a Sua vontade? Que estejamos sempre prontos a seguir a vontade de Deus quaisquer que sejam as circunstâncias.

Yoshitaka Kobayashi
Japão

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/jer/41, https://www.revivalandreformation.org/?id=1003 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/jer/41/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/06/11/
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Jeremias 41 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/

Anúncios


JEREMIAS 41 – COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
4 de setembro de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria


JEREMIAS 41 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
4 de setembro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

JEREMIAS 41 – A misericórdia de Deus tem limites: A decisão humana. A graça não pode fazer nada por aqueles que preferem a desgraça do pecado. Deus não obriga ninguém a aprender ou viver as lições que Ele quer nos ensinar.
A maioria dos judeus estava no exílio babilônico. Um resto de gente doente, idosa e inválida ficou em Judá sob a regência de Gedalias, imposta por Nabucodonosor. Nessa altura das circunstâncias, Jeremias parecia ter exercido um ministério em vão. O dom profético foi profusamente usado, mas destemidamente rejeitado.
• Os remanescentes presentes na terra de Judá preferiram a violência antes que a dependência de Deus. Ismael e seus homens assassinaram Gedalias, os judeus que estavam em Mispá, e os soldados de Babilônia ali presentes (vs. 1-3).
• Ismael e seus homens mataram 70 dos 80 homens que haviam saído de Siquém, Siló e Samaria oferecer ofertas de cereal e incenso como ato de adoração no templo, após os terem enganado (vs. 4-9).
• Ismael levou prisioneiro ao restante dos habitantes de Mispá à região de Amom (v. 10).
• Joanã, com oficiais do exército, saíram a resgatar àqueles que Ismael havia aprisionado; entretanto, Ismael e 18 de seus homens escaparam (vs. 11-16).
• Joanã, os oficiais do exército, e o restante do povo, temendo a retaliação dos caldeus pelo ato cometido por Ismael, fugiram ao Egito (vs. 17-18).
Tudo o que Jeremias fez para o povo, “sua vida e sua obra, segundo todas as aparências humanas, pareciam ter sido em vão. O ‘profeta chorão’ tinha muitos motivos para chorar. Mesmo depois de ter acontecido tudo a respeito do que ele havia advertido, as pessoas ainda se apegavam a seus pecados, ao paganismo e à rebelião, desafiando abertamente o profeta em sua presença e zombando da Palavra de Deus a eles enviada” (Imre Tokics).
Uma situação assim não é de chorar?
Reflita!
• O pecado torna a vida um caos, faz da política uma anarquia, e leva as pessoas a agirem por medo.
• A rebeldia de uns causa transtorno na vida de outros.
• Muitos sofrem terríveis consequências dos pecados de outros.
• Dores e sofrimentos surgem com pessoas que não têm nada a ver conosco.
• Isso foi assim desde o injusto assassinato de Abel.
Creia: Deus pode restaurar situações caóticas! Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



JEREMIAS 41 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
4 de setembro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Saindo-lhes ao encontro Ismael, filho de Netanias, de Mispa, ia chorando…” (v. 6).


Dissimulado, Ismael arquitetou a sua trama maligna sem qualquer empecilho. Gedalias conheceria os resultados de sua imprudência. Passado algum tempo, o algoz voltou levando consigo mais “dez homens, capitães do rei” ao encontro de Gedalias e “comeram pão juntos” (v. 1). Ao que tudo indica, ali mesmo, “sem ninguém o saber” (v. 4), Ismael e seus companheiros mataram não somente Gedalias, mas “a todos os judeus que estavam com Gedalias, em Mispa, como também aos caldeus, homens de guerra, que se achavam ali” (v. 3). Foi um verdadeiro morticínio.

Não bastasse tudo isso, oitenta homens que peregrinavam para as terras de Judá a fim de cumprir algum tipo de voto sagrado, também foram vítimas de Ismael, que terrivelmente fingido, “ia chorando” (v. 6) ao encontro deles como se compadecendo de sua situação. Chegando ao meio da cidade, foram friamente assassinados e seus corpos lançados em um poço. Apenas dez daqueles oitenta escaparam porque tinham algo para oferecer como uma espécie de resgate pela vida.

Como um antítipo de salvador, Joanã, acompanhado dos príncipes dos exércitos e seus homens, “foram pelejar contra Ismael” (v. 12). Ao avistarem a Joanã, “todo o povo que estava com Ismael se alegrou” (v. 13), “virou as costas, voltou e foi para Joanã” (v. 14). E Ismael conseguiu fugir.

“Como vaso de barro coberto de escórias de prata, assim são os lábios amorosos e o coração maligno” (Provérbios 26:23). Ismael se encaixava perfeitamente neste provérbio. Comia e bebia, se alegrava e chorava, mas depois descobria a sua maldade deixando o seu rastro de vítimas. Era o típico caso de alguém que se deixa ser guiado pelo governo do próprio coração.

O SENHOR mesmo falou por intermédio de Jeremias: “Maldito o homem que confia no homem” (Jeremias 17:5). Isto não significa que devemos desconfiar de tudo e de todos, mas que precisamos ser cuidadosos em nossos relacionamentos e não nos precipitarmos em nossas relações de amizade. Ismael cobiçou a posição de Gedalias e aproveitou-se de sua boa vontade. E não é preciso ser um assassino para isso. Basta permitir que a cobiça e o descontentamento dominem o coração e, à semelhança de Lúcifer quando se rebelou contra o governo divino, os maus sentimentos provocam divisões destrutivas entre os homens assim como houve divisão entre os anjos.

Já vimos que o nosso grande Professor nos deixou a lição da cautela. Lição que foi reforçada pelo apóstolo Paulo: “Mas, agora, vos escrevo que não vos associeis com alguém que, dizendo-se irmão, for impuro, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com esse tal, NEM AINDA COMAIS” (I Coríntios 5:11). Cuidado, amados! Ser cauteloso não é ser juiz. Peça ao SENHOR sabedoria em suas amizades. Se você for amigo de Jesus, certamente também será um verdadeiro amigo para os teus semelhantes.

Bom dia, amigos de Jesus!

Desafio do dia: O exercício físico é mais um dos oito remédios naturais que o SENHOR nos deixou. Se possível, pratique-o pela manhã ao ar livre, aproveitando para renovar o ar dos pulmões e tomar um banho de sol.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Jeremias41
#RPSP



JEREMIAS 41 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
4 de setembro de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria


JEREMIAS 41 – COMENTARIOS SELECIONADOS by jquimelli
4 de setembro de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria

Sucedeu … no sétimo mês. Aproximadamente dois ou três meses depois que Jerusalém fora tomada pelos babilônios (Jr 39:1, 2). CBASD, vol. 4, p. 539.

Sem ninguém o saber. O massacre foi tão eficiente que ninguém escapou para relatá-lo. CBASD, vol. 4, p. 539.

Ia chorando. A LXX … apresenta os peregrinos chorando, e não Ismael. CBASD, vol. 4, p. 539.

10 As filhas do rei. Os filhos de Zedequias foram mortos em Ribla (Jr 39:6). As filhas foram poupadas e entregues a Gedalias para que as protegesse. Ao tomá-las sob sua custódia e proteção, Ismael estava declarando ser o dirigente e representante da casa real, de acordo com o costume oriental. CBASD, vol. 4, p. 539.

12 Grande águas. A vingança desses crimes covardes ocorreu no grande tanque de Gibeão, atualmente ej-Jib, 9,2 km a noroeste de Jerusalém. CBASD, vol. 4, p. 540.

Fontes/águas de Gideão. de http://egitoisrael2011.blogspot.com.br/2011/01/galileia-ii.html?view=snapshot.

15 Com oito homens. Evidentemente, dois dos “dez homens” de Ismael (v. 1) tinham sido mortos em algum dos encontros anteriores (v. 2, 3, 11, 12). CBASD, vol. 4, p. 540.

17 Gerute. Do heb. geruth, “um local de hospedagem”, isto é, uma pousada para vajantes.

Quimã. Barzilai, o gileadita, mostrou bondade a Davi (2Sm 19:31-39) e, por causa disso, Davi instruiu Salomão a tratar seu filho Quimã com cortesia e cuidado (ver com. de 1Rs 2:7). Possivelmente, Quimã recebeu essa terra próxima a Belém do rei hebreu, e isto explicaria o nome da hospedaria [Hospedaria Quimã = Gerute Quimã]. CBASD, vol. 4, p. 540.




%d blogueiros gostam disto: