Reavivados por Sua Palavra


Lamentações 4 by Jobson Santos
19 de setembro de 2017, 1:00
Filed under: Lamentações | Tags: ,

Comentário devocional:

Jeremias e os sobreviventes após a conquista de Jerusalém devem ter se sentido como panelas de barro quebradas. “Como os preciosos filhos de Sião, que antes valiam seu peso em ouro, hoje são considerados como vasos de barro, obra das mãos de um oleiro!” (v. 2 NVI). O sentimento de satisfação de fazer parte de uma cidade conhecida como o “povo escolhido de Deus”, tudo isto desapareceu quando a cidade e o templo arderam em chamas.

Como podemos sobreviver quando o tapete debaixo dos nossos pés é retirado? Depois de uma situação trágica assim, como podemos recuperar o nosso verdadeiro valor? Há apenas um caminho: precisamos correr para os braços do nosso Criador que cuidou tão profundamente de nós a ponto de se tornar um de nós e morrer em nosso lugar!

Paulo também utiliza esta figura de vasos de barro em 2 Coríntios 4:7: “Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós” (NVI). Não é o vaso, o utensílio, que é essencial – é o seu conteúdo, Cristo em nós.

Descubra a sua verdadeira identidade e valor caminhando diariamente com o Senhor, mesmo que hoje você esteja passando por um vale escuro.

Gerald A. Klingbeil
Editor Associado das revistas: Adventist Review & Adventist World

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=6728  
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/06/26/
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Lamentações 4 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/


LAMENTAÇÕES 4 – COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
19 de setembro de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria


LAMENTAÇÕES 4 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
19 de setembro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

LAMENTAÇÕES 4 – Fazer autoavaliação espiritual baseando-se na Bíblia é uma forma de buscar explicações concretas para nossas situações complexas.

“Duas ideias distintas, mas relacionadas, ajudam a unificar o livro das Lamentações. Primeiro, embora o texto lastime claramente a condição de Jerusalém, a retidão de Deus nunca é deixada de lado. O Senhor manteve as promessas de punição (2.17) [ver Levítico 26; Deuteronômio 27-28; II Reis 17; 25]. Segundo, Deus é fiel ao povo de Israel (3.22,23), o que significa que nele permanece a esperança para o futuro. Deus não rejeitará o povo para sempre, um fato que Deuteronômio 30, Isaías 65 e 66, Jeremias 30-33, Ezequiel 36 e 37 e inúmeros outros textos já proclamaram. A retidão de Deus exige que o pecado seja castigado. A fidelidade divina exige que as promessas feitas ao crente sejam mantidas” (Paul R. House).

Sobre o capítulo 4, House afirma: “Apesar de constante esperança baseada no caráter de Deus, expressa em Lamentações 3, Israel como um todo tem ainda que voltar-se para o fiel Yahweh. Por isso, a realidade continua severa. Cada elemento da sociedade israelita foi afetado pela queda de Jerusalém. Crianças morrem (4.4), algumas cozidas pela própria mãe, que as comem devido ao sítio (4.10). Profetas (3.13) e nazireus (4.7 [na NVI: príncipes]) compartilham a miséria nacional. Em resumo, a ira de Deus ‘dividiu’, ou espalhou, o povo pelo mundo (4.16). Tão efetiva foi essa dispersão que seu efeito em Isael é comparada à destruição de Sodoma (4.6)”.

Pecadores precisam arrepender-se!

• Desvalorizar ao Senhor é armadilha fatal que leva pecadores a serem e se sentirem desvalorizados na sociedade (vs. 1-4);
• Justos não são desamparados nem sua descendência mendiga o pão (Salmo 37:25); mas, a imoralidade e a impiedade resultam em misérias inigualáveis (vs. 5-10);
• A intolerância de Deus ao pecado é visível em Suas atitudes, as quais visam corrigir e libertar Seu povo, inclusive profetas e sacerdotes, das marcas do diabo (vs. 11-16).
• A disciplina de Deus não é exclusiva para Seu povo, Ele quer restaurar Edom e o mundo. O castigo divino objetiva eliminar o mal, por isso há esperança em Deus (vs. 17-22).

Antes de irritar-se com Deus por tua situação, irrite-se com o pecado; depois, busque perdão em Deus!

“Senhor, perdoa-nos! Restaura-nos! Reaviva-nos…” – Heber Toth Armí.



LAMENTAÇÕES 4, Comentado por Rosana Barros. by Ivan Barros
19 de setembro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Foi por causa dos pecados dos seus profetas, das maldades dos seus sacerdotes que se derramou no meio dela o sangue dos justos” (v. 13).


A desmoralização e ruína que caiu sobre Israel foi tão terrível, tão grande, que ultrapassou “o pecado de Sodoma” (v.6). Em vindo a tribulação e o cumprimento das palavras da profecia, ao invés de se arrependerem, suas ações confirmaram a maldade extrema que governava seus corações, a ponto de mães praticarem o canibalismo com os próprios filhos (v.10).

Os príncipes mais belos e de porte varonil, que “tinham a formosura de safira” (v.7), definharam até ficarem irreconhecíveis (v.8). Negando-se obedecer à voz do SENHOR, o povo permanecia dentro de Jerusalém enquanto Babilônia a cercava. Incansavelmente, padecendo de perseguições, açoites, prisões e ameaças de morte, Jeremias anunciava ao povo a solução para o fim de seu sofrimento. Semelhante ao período de Israel no êxodo, durante um período estimado de 40 anos, o profeta foi um instrumento de Deus em favor de Seu povo. Contudo, suas palavras foram desprezadas. E enquanto uns devoravam os outros, o SENHOR cuidou de Jeremias, de modo que não lhe faltou o pão (Jeremias 37:21).

Tentar compreender a maldade humana e a injustiça que se segue neste mundo é como quem pensa que sobe uma escada quando na verdade está descendo a um abismo. O salmista confirmou isto ao declarar: “Em só refletir para compreender isso, achei mui pesada tarefa para mim” (Salmo 73:16). Porém, na esmagadora maioria das vezes, nós mesmos buscamos o mal que dizemos detestar. E, por não darmos ouvidos ao que o SENHOR nos deixou escrito em Sua Palavra, acabamos sofrendo as consequências de nossas más escolhas.

Mas também há o caso de darmos mais ouvidos a pessoas ou líderes religiosos sem buscar as respostas na Palavra de Deus. Percebam que foi a maldade dos líderes de Judá que conduziu o povo àquela desgraça (v.13). Muitos têm sido apascentados por falsos pastores que, pela operação de falsos sinais e prodígios, encantam aqueles que ainda não entenderam que a Bíblia deve ser a nossa única regra de fé e prática. À semelhança daqueles líderes do passado, todos os que insistirem em seguir a “carreira” da falsidade, escutarão da boca do SENHOR naquele grande Dia: “Apartai-vos, imundos!” (v.15), “nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, os que praticais a iniquidade” (Mateus 7:23).

Saiba que dentro em breve o SENHOR vai aparecer nas nuvens do céu com poder e grande glória (Mateus 24:30) para reclamar “o sangue dos justos” (v.13). Assim como bradou da cruz, Ele irá declarar ao ímpio: “O castigo da tua maldade está consumado” (v.22). “Feito está!” (Apocalipse 16:17). E todos aqueles que rejeitaram os constantes apelos do Espírito Santo reconhecerão: É “chegado o nosso fim” (v.18)! Todo aquele, porém, que, como Jeremias, permanecer perseverante no caminho eterno, ainda que não entenda a princípio os planos de Deus em sua vida, seguirá confiante ouvindo a voz do Seu bom Pastor, pois “as ovelhas ouvem a Sua voz, Ele chama pelo nome as Suas próprias ovelhas e as conduz para fora… vai adiante delas, e elas O seguem, porque lhe reconhecem a voz” (João 10:3, 4).

A que voz você está seguindo? Que a Bíblia seja a vara e o bordão de Jesus que te conduzirá às verdes pastagens eternas!

Bom dia, ovelhas do bom Pastor!

Desafio do dia: Leia o Salmo 23 e o memorize. Crie o hábito de recitá-lo pelo menos uma vez por semana, meditando em cada verso. Você descobrirá que não são apenas palavras poéticas, mas preciosas promessas de Jesus para você.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Lamentações4
#RPSP



LAMENTAÇÕES 4 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
19 de setembro de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria



%d blogueiros gostam disto: