Reavivados por Sua Palavra


Esdras 7 by jquimelli
24 de agosto de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

A obra de Deus não se encerra com construções. Enquanto o Capítulo 6 registra a conclusão do templo (em 516 aC), o capítulo 7 começa a narrar a jornada de fé de Seus filhos que voltaram para Jerusalém 48 anos depois (em 458 aC) – numa jornada de reavivamento e reforma.

Esdras foi o homem que Deus escolheu para liderar neste trabalho. O testemunho diz: “Esdras era escriba versado na Lei de Moisés” (verso 6). Mas ele não só era especialista na Lei de Deus; a Bíblia nos relata: “Porque Esdras tinha disposto o coração para buscar a Lei do Senhor, e para a cumprir.” Uma coisa é conhecer a lei, outra, é tentar fazer o que a lei diz.

Deus está pronto a mover os corações de qualquer um, sejam eles pagãos ou estejam de acordo com Seus objetivos, para cumprir Seus propósitos. O rei Artaxerxes respondeu à graça de Deus e ofereceu fundos estatais para serem usados no acabamento da casa do Senhor em Jerusalém (verso 27). Quando as pessoas respondem ao chamado de Deus, Deus provê os meios necessários para fazer a Sua vontade.

 

Pardon Mwansa
Vice Reitor da Universidade Rusangu, Zambia
Ex Vice-Presidente Geral da Conferência Geral da IASD
Trad JAQ/GASQ

 

Também disponível em: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/ezr/7 e https://www.facebook.com/ReavivadosPorSuaPalavra/
Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/ezr/7
Publicação anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/05/30/
Tradução Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Esdras 7
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana programa Crede em Seus Profetas:
http://www.revivalandreformation.org/bhp/pt/sop/pp/47-48 e https://credeemseusprofetas.org/



Esdras 7 – Comentários selecionados by jquimelli
24 de agosto de 2016, 0:50
Filed under: Sem categoria

Resumo do capítulo: Esdras vai a Jerusalém para ensinar a lei. Artaxerxes escreve: “Decreto que todas as necessidades de Esdras sejam atendidas”. Assim Esdras enche-se de coragem.

1 Passadas estas coisas. Cerca de sessenta anos se passaram entre os eventos do final do cap. 6 [516 a.C.] e o início do cap. 7 [458 a.C.]. Com base em Esdras e Neemias, a única informação sobre este período é a respeito da oposição nos dias de Assuero (4.6) – os eventos no Livro de Ester ocorreram durante esse período (Et 1.1) (Bíblia de Genebra).

5 Finéias. O sacerdote que era zeloso pela pureza do povo (Nm 25.7-13). Com Zadoque, simboliza os antecedentes do zelo de Esdras. Filho de Arão. Esta genealogia, abreviada para só mencionar os nomes mais destacados, revela Esdras como o herdeiro da posição de sumo sacerdote (Bíblia Shedd).

6 Oitenta anos após o retorno dos primeiros exilados a Jerusalém (2:1), Esdras retornou. Esta foi sua primeira viagem e levou quatro meses. O templo já estava erigido há 58 anos (Life Application Study Bible Kingsway NIV).

escriba. Heb sôpher, “secretário”, “perito em livros”, e depois recebendo o significado técnico de “estudioso da lei de Deus, com a finalidade de ensiná-la” (Bíblia Shedd).

…homem versado na exposição das Escrituras. Esdras é o primeiro de uma linhagem de famosos judeus eruditos, que no tempo de Cristo incluía homens como Hillel e Gamaliel, a quem os judeus consideravam sucessores dignos de Esdras (CBASD-Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 3, p. 396).

No período do NT eram chamados “Rabi” (Biblia de Estudo NVI Vida)

6-10 Esdras demonstrou que um abençoado professor de Bíblia pode fazer o povo de Deus avançar. Ele era eficaz porque era um estudante aplicado da Lei do Senhor e porque estava determinado a obedecer estas leis. Ele falava tanto por palavras quanto por exemplo. Como Esdras, nós também devemos decidir estudar e obedecer a Palavra de Deus (Life Application Study Bible Kingsway NIV).

7 também subiram. A segunda parte deste Livro [Esdras] se dedica a narrar a história do grupo que voltou a Jerusalém com Esdras, cujo nome significa “Auxiliador” (Bíblia Shedd).

10 disposto. Esdras era um homem consagrado. O alvo e a ambição de sua vida era conhecer a vontade de Deus, cooperar com Ele e ensinar os outros a fazer o mesmo. Este foi o homem que Deus chamou naquele momento para fazer uma obra especial (CBASD, vol. 3, p. 396).

disposto … para buscar a Lei do Senhor, e para a cumprir. A única maneira de compreendera Escritura é estar disposto para cumpri-la (Comentário Bíblico Devocional VT – F. B. Meyer).

12 Escriba da lei do Deus do céu. …o título designa um alto oficial da chancelaria persa responsável pelos negócios pertinentes “à Lei do Deus do céu”; portanto, Esdras era um relator dos negócios religiosos judeus no governo persa (CBASD, vol. 3, p. 397).

14 Os sete conselheiros eram a suprema corte de Artaxerxes (Life Application Study Bible Kingsway NIV).

17 diligentemente comprarás. Ou, “comprarás criteriosamente”. Artaxerxes não estava preocupado com a rapidez com que o dinheiro seria gasto, mas com a eficiência de seu uso (CBASD, vol. 3, p. 398).

23 tudo quanto vos pedir. Aí estava a colheita das orações e das lágrimas de Daniel (Comentário Bíblico Devocional VT – F. B. Meyer).

25 que lhas façam saber. Esdras, que era provavelmente responsável pela elaboração do decreto, deve ter descoberto algo a respeito das condições espirituais existentes na Judéia, que o haviam convencido da necessidade de instruir na Lei do Senhor os exilados que retornaram. Sabendo que sua convicção pessoal sobre o assunto não teria muito peso diante da liderança da Judéia, ele garantiu, através da autorização real, essa obra a fim de que os judeus não fossem tentados a afrouxar esse aspecto de seu programa de reforma (CBASD, vol. 3, p. 400).

26 observar a Lei do teu Deus. Tão grande era seu respeito ela lei que [o rei] praticamente deixou Esdras fazer o que entendesse ser o melhor. Essa reverência para com a lei de Deus vinda de um monarca pagão nos envergonha. Procuremos exaltá-la mais nós também! Sejamos o povo do Livro e o exaltemos, como por ele somos exaltados, até na opinião daqueles que não o reverenciam! (Comentário Bíblico Devocional VT – F. B. Meyer).

Este versículo mostra que até o imperador reconhecia claramente que a infidelidade à vontade de Deus se constitui, realmente, na pior traição contra o império, contra sua prosperidade e contra sua sobrevivência física, moral e espiritual (Bíblia Shedd).

27 Bendito seja o Senhor. Esdras bendisse ao Senhor por tudo que Deus havia feito por ele e através dele. Esdras honrou a Deus através de sua vida, e Deus o honrou. Esdras poderia ter suposto que a sua grandeza e carisma tivessem obtido a vitória junto ao rei e seus príncipes, mas ele deu os créditos a Deus. Nós, também, deveríamos ser gratos a Deus por nosso sucesso e não pensar que o conseguimos pela nossa própria força (Life Application Study Bible Kingsway NIV).

 



ESDRAS 7 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
24 de agosto de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

ESDRAS 7 – Deus tem grandes alvos para cada membro de Seu povo. “Um membro dedicado, que ama a Cristo, fará mais bem na igreja do que uma centena de obreiros meio convertidos, não santificados e autoconfiantes” destacou Ellen G. White.

O capítulo em pauta pode ser assim dividido:

• A genealogia de Esdras, um sacerdote e escriba (vs. 1-5);
• Breve relato do retorno do cativeiro (vs. 6-10);
• Uma cópia do decreto de Artaxerxes (vs. 11-26);
• A gratidão de Esdras (vs. 27-28).

Estamos diante do último grande reavivamento registrado no Antigo Testamento. Sua base foi a pregação bíblica e o exemplo de vida religiosa de Esdras. A liderança espiritual de Esdras causou um impacto nacional.

Esdras “buscava a lei de Deus, obedecia a ela e a ensinava. Era um homem de amplos conhecimentos; mas, com o passar dos anos, desejou aprender novas coisas sobre a história de Israel e as razões para sua atual debilidade espiritual. Almejava estar em harmonia com Deus e cumprir o concerto do qual Israel se desviara tantas vezes”. Ele “era apenas um homem; sua vida teve, porém, significativa influência no desenvolvimento do caráter de jovens e idosos. Sua fidelidade em preservar e transcrever muitas cópias dos escritos sagrados conduziu a um reavivamento no estudo da Bíblia e a nova compreensão do desígnio de Deus para a igreja. Isso nos mostra qual é a parte que as Escrituras desempenham no verdadeiro reavivamento e reforma” (Frank Holbrook).

A Bíblia não é lida como deveria. Muitos crentes nem a leem. Quando leem, não fazem questão de entendê-la. Quando entendem, não se esforçam para praticá-la; uns poucos que praticam, não a comunicam a outros.

Esdras é ícone da pregação que produziu reavivamento espiritual em toda uma nação. Comentando sobre isso, Hernandes Dias Lopes declarou:

“O melhor exemplo que temos no Antigo Testamento sobre a pregação expositiva talvez seja Esdras. Ela era expositor por excelência”.

Como Esdras, precisamos…

1. Ter um coração preparado e dedicado ao estudo da Bíblia;
2. Estar disposto a praticar tudo o que aprendemos na Bíblia;
3. Compartilhar profusamente com outros os ensinos da Bíblia.

Atualmente a Bíblia não está sendo usada nos púlpitos como deveria, porque os três passos acima estão sendo ignorados pelos pregadores pós-modernos.

Então, vamos fazer a diferença? – Heber Toth Armí.



ESDRAS 7 – #RPSP – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
24 de agosto de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Porque Esdras tinha disposto o coração para buscar a Lei do SENHOR, e para a cumprir, e para ensinar em Israel os Seus estatutos e os Seus juízos” (v. 10).

Pela primeira vez o livro revela o nome de Esdras. E quem era Esdras? O capítulo inicia com uma pequena biografia a respeito deste personagem. Primeiro, há uma genealogia que revela a sua função sacerdotal por direito, já que ele era da linhagem “de Arão, o sumo sacerdote” (v. 5). Além disso, ele era “escriba versado na Lei de Moisés, dada pelo SENHOR, Deus de Israel” (v. 6). Após nos familiarizarmos com Esdras, vem um ponto de grande relevância em sua vida. Ainda que não fosse revelada a sua linhagem, ainda que ele não fosse um importante escriba, bastava a descrição feita no final do verso 6 para que Esdras fosse um grande homem: “… segundo a boa mão do SENHOR, seu Deus, que estava sobre ele“. Não é necessário nascer em família importante, nem possuir riquezas ou um vasto conhecimento para alcançar grandeza; pois a verdadeira grandeza está em reconhecer que Grande é o SENHOR Deus

Esdras não conseguiu o favor do rei Artaxerxes por méritos próprios, mas porque aceitou ser conduzido pela “boa mão do SENHOR“. E por ter feito isto, teve um papel histórico e profético no mundo. Foi usado por Deus para reconduzir os judeus a Jerusalém e para promover um reavivamento e reforma religiosa entre o povo. Não estava restrito à sua função de escriba apenas, mas ensinava. Não era um mero conhecedor da Lei, mas a cumpria. A sua vida foi um instrumento de Deus para resgatar o Seu povo do declínio espiritual em que estavam vivendo. E foi um período tão importante que data o início das “duas mil e trezentas tardes e manhãs” (Vide Daniel 8:14; 9:25), profecia dada a Daniel, que culminou em outro período cuja profecia é de extrema importância para os nossos dias (estudaremos sobre isto no livro de Daniel). Esdras fez parte da história da humanidade com maestria, assim como acontece com todo aquele que se dispõe com fidelidade ao serviço do SENHOR. Ele dispôs o coração “para buscar a Lei do SENHOR” (v. 10), e para cumpri-la e para ensiná-la. Não bastasse isso, o rei ainda incluiu em seu decreto que o povo fosse ensinado acerca das leis de Deus: “e ao que não as sabe, que lhas façam saber” (v. 25). A vida de Esdras foi um referencial tão fiel de um autêntico servo de Deus, que o rei ordenou que todo o povo seguisse os seus passos. Era algo tão forte e tão precioso aos olhos do rei, que ele instituiu sanções àqueles que fossem desobedientes, inclusive a pena de morte (v. 26). Artaxerxes reconheceu que fora da vontade do SENHOR não poderia haver vida; que longe do caminho de Deus só há desterro; que uma vida de desobediência a Deus é uma prisão. E uma das falas de Cristo, quando Ele disse: “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (João 8:32), já deveria ser o bastante para percebermos que a liberdade não está em fazer tudo o que quisermos. Ser livre não significa que a sua vida é um saco vazio em que você pode preencher com o conteúdo que desejar.

Esdras pode não ser um dos personagens bíblicos mais ovacionados como tantos outros mais conhecidos, no entanto, foi reconhecido pelo principal líder mundial da época como sendo um filho do Deus do Céu. O capítulo encerra com palavras de gratidão do próprio Esdras diante da benignidade de Deus para com ele. Um rei pagão decretou que “pontualmente” (v. 21), tudo quanto fosse ordenado, “segundo o mandado do Deus do Céu, exatamente se faça” (v. 23). Diante do rei, era notória a boa mão de Deus sobre Esdras, e o quanto isso influenciou em seu decreto! Sabem, amados, conhecer as Escrituras é uma coisa, praticá-la é outra. É por isso que conhecimento é diferente de sabedoria. Porque conhecimento é apenas teoria, sabedoria é prática. Vivemos em um mundo repleto de grandes gênios, mas pobre de sábios. A genialidade tomou o lugar da sabedoria, sequestrando da humanidade as mais preciosas lições de fidelidade e de felicidade reais. Deus tem grandezas preparadas para todo aquele que se dispõe em Suas mãos. E eu não falo de grandezas materiais, mas espirituais. Como disse o maior Sábio que já pisou nesta terra: “Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?” (Marcos 8:36). De que vale conquistar coisas corruptíveis e perder a vida eterna? Mas é exatamente esta troca barata que multidões estão fazendo. Estão trocando o ASSIM DIZ O SENHOR por tradições humanas. Estão ignorando o estudo da Bíblia para dar ouvidos a líderes religiosos que falam o que lhes convêm falar, com lindas oratórias, porém conteúdo pobre e distorcido. Num culto de formatura em determinada igreja, ouvi o líder religioso repetir por mais de quatro vezes que Calebe foi espiar a terra prometida com mais 39 espias. Já estudamos sobre isso, amados, e sabemos que foram Calebe e mais 11 espias, e não 39 (Vide Números 13) E para piorar, ele disse que o povo passou 45 anos no deserto, e não 40 (Vide Números 14:34). Meu esposo e eu ficamos perplexos enquanto todos ao nosso redor ouviam e concordavam. Meus irmãos, Deus está nos chamando para uma firme decisão. Diante de um mundo onde o certo e o errado são relativos, aonde você e eu nos encontramos? Estamos sendo coniventes com o mundo? Ou, como Esdras, estamos dispondo o coração para sermos fiéis a Deus não importa o que os outros pensem? Que você e eu possamos escolher fazer como Esdras, sendo praticantes da Palavra e instrumentos na “boa mão de Deus” para ensinar outros o caminho da verdade e da liberdade. Avante, atalaias de Deus!

Bom dia, fiéis atalaias do SENHOR!

Desafio do dia: abra o seu coração ao SENHOR em oração e confesse quais são os pecados que ainda assolam a sua vida e que você deseja ser liberto. Certamente, Deus o ouvirá, o perdoará e o ajudará a vencer um por um. Basta crer e aceitar!

*Leiam #Esdras7

Rosana Garcia Barros




%d blogueiros gostam disto: