Reavivados por Sua Palavra


II CRÔNICAS 29 by jquimelli
12 de novembro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/2cr/29

O primeiro versículo do capítulo pode nos dar uma dica de por que Ezequias estava tão ansioso para servir ao Senhor. Sua mãe, Abia, é mencionada, e as seguintes palavras são: “Ele fez o que era certo aos olhos do Senhor.” Temos o exemplo em 2 Crônicas 29 de que uma boa criação não tem preço e que a liderança é fundamental. Ezequias começou abrindo e consertando as portas, depois convidou os sacerdotes a se santificarem pela obra no templo.

O sacerdote veio, purificou o templo e se preparou para restaurar os seus serviços. Ezequias levantou-se cedo e trouxe consigo os governantes da cidade e o povo reunido para adorar a Deus como Ele havia ordenado. As ofertas começaram, a música tocou, o rei, os governantes e o povo se curvaram em adoração. O último versículo compartilha conosco: “Ezequias e todo o povo se alegraram por Deus ter preparado o povo.” Que maravilhoso! Uma mãe fiel criou um líder que levou o povo de volta a Deus. Então “Deus preparou o povo”. O resultado foi alegria!

Que grandes coisas podem acontecer quando os líderes de nossas igrejas são fiéis a Deus e quando Deus prepara o povo!

David Ripley
Pastor aposentado
Fredericksburg, Texas EUA

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=642
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II CRÔNICAS 29 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
12 de novembro de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



II CRÔNICAS 29 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
12 de novembro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Antes de um reavivamento geral, é fundamental que haja individual reavivamento espiritual.
A vida e atos de Ezequias servem para despertar-nos para a necessidade de reavivamento pessoal a fim de alcançar um reavivamento coletivo… – Por que não universal?

1. Reconhecer a necessidade de reavivamento é o primeiro passo individual a ser dado. Ezequias notou muitas práticas sagradas negligenciadas; então, tomou a iniciativa de restaurá-las entre seu povo (vs. 1-4).

2. A santificação deve ser tema relevante, elementar mas importante para que haja reavivamento individual e se torne mundial. Ezequias reconheceu os erros e os expôs com categoria chamando o povo à santificação/consagração (vs. 5-9).

3. Alguém deve começar com determinação e ousadia a fazer o que realmente a Bíblia orienta; e então, pelo exemplo e palavras, influenciar outros a fazerem o mesmo. Ezequias liderou com sua influência e chamou o povo à reconciliação com Deus (vs. 10-11).

Dar um fim a práticas anti-bíblicas é essencial para que se desperte um reavivamento total. Isso jamais será possível sem um investimento intenso no estudo sistemático da Bíblia. Também é indispensável o papel do Espírito Santo no coração de quem lidera um reavivamento espiritual (v. 15).

4. A santificação recomendada deve ser ativa e prática. É preciso tomar atitude radical para que não predomine um avivamento superficial. Ao entender o recado do Céu, é urgente partir para a ação assim como fizeram os pastores da época de Ezequias – levitas, sacerdotes (vs. 12-19).

5. O plano da redenção, o sacrifício de Cristo, o perdão e a libertação dos pecados devem ser temas essenciais no processo de reavivamento e reforma espirituais. Estes temas estão ilustrados aqui pelos sacrifícios e ofertas no templo (vs. 20-24).

6. Instrumentos musicais devem fazer parte do fervor diante do Senhor. A alegria, a emoção e os sentimentos farão parte de um culto de adoração orientado pela Palavra de Deus, os quais perdurarão mesmo após o término dos serviços cúlticos (vs. 25-36).

Sem consagração não há reavivamento. Sem abandono das práticas espúrias não é possível experimentar a profusão da alegria da presença divina. O reavivamento virá quando tomarmos a atitude correta em relação a tudo na vida, e priorizarmos a vontade de Deus acima de tudo! Aceitas?

Avancemos no reavivamento pela Palavra! – Heber Toth Armí.



2Crônicas 29 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
12 de novembro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Ezequias e todo o povo se alegraram por causa daquilo que Deus fizera para o povo, porque, subitamente, se fez esta obra” (v.36).

Após um período sofrido de uma ímpia dinastia, subiu ao trono de Judá um rei que governou a nação “segundo tudo quanto fizera Davi” (v.2). Apesar da pouca idade, Ezequias revelou a maturidade espiritual necessária para dar início ao reavivamento e reforma “de todo o Israel” (v.24). Havia, porém, a necessidade primária de realizar esta obra entre os sacerdotes e os levitas. Como líderes espirituais da nação, precisavam assumir a sua própria culpa e negligência, e prontamente buscar santificar-se para reassumir seu sagrado ofício.

Ao abrir “as portas da Casa do Senhor” e repará-las (v.3), Ezequias demonstrou o seu fiel compromisso com as Escrituras. Não ousou fazer o que não lhe era lícito, mas procurou reunir aqueles que o Senhor havia separado para O servir no templo. Mas ainda que estes não correspondessem ao chamado divino, Ezequias estava “resolvido a fazer aliança com o Senhor, Deus de Israel” (v.10). Sua decisão não estava condicionada à decisão dos líderes. Sua firme decisão foi um poderoso testemunho que motivou os levitas e sacerdotes a agir conforme o seu mandado.

Então, os levitas reuniram “a seus irmãos, santificaram-se e vieram segundo a ordem do rei pelas palavras do Senhor, para purificarem a Casa do Senhor” (v.15). Primeiro houve um preparo pessoal, ou seja, reavivamento, para depois haver uma reforma. Antes da limpeza do templo físico deve haver uma purificação do templo do coração. E, seguindo essa sequência, “tiraram para fora… toda imundícia que acharam no templo do Senhor” (v.16). Só então foi restabelecido o verdadeiro culto a Deus.

Ao som das trombetas e “dos instrumentos de Davi” (27), “o rei e todos os que se achavam com ele prostraram-se e adoraram” (v.29). “Eles o fizeram com alegria, e se inclinaram, e adoraram” (v.30). Além dos levitas e sacerdotes, todo o povo foi convocado para consagrar-se a Deus, “e todos os que estavam de coração disposto trouxeram holocaustos” (v.31). “Assim se estabeleceu o ministério da Casa do Senhor” (v.35).

As mudanças promovidas por Ezequias estão carregadas de útil ensino que não caduca e nem deve ser ignorado. Há uma urgente necessidade de líderes espirituais que sejam “retos de coração, para se santificarem” (v.34). Homens que não negligenciem a sua eleição divina de estarem perante Deus para O servir, para serem Seus ministros (v.11); que antes de buscar lançar fora as imundícias da Casa do Senhor, busquem a santificação da própria vida; de modo que, mediante um viver eloquente, com propriedade possam dizer: “Já purificamos toda a Casa do Senhor” (v.18).

Assim como havia ordem e decência no serviço do santuário terrestre, com leis referentes às cerimônias, ao vestuário dos levitas, à música, Deus nos chama a vivermos à altura de nossa vocação. Contudo, antes importa que nosso coração esteja disposto a servi-Lo com retidão e alegria. Como os discípulos, precisamos ir até Jesus com humildade e pedir: “Senhor, ensina-nos a orar” (Lc.11:1). Foi após um fervoroso e perseverante período de oração que o Espírito Santo desceu sobre eles. E será assim que o remanescente do Senhor encontrará forças para enfrentar o último e bom combate.

Diante de um tempo de apostasia e predominante letargia, “não sejais negligentes” (v.11), mas que a nossa vida esteja constantemente “diante do altar do Senhor” (v.19), e Ele “subitamente” (v.36) fará a Sua perfeita obra em nós. Vigiemos e oremos!

Bom dia, santificados pela Palavra!

Desafio da semana: Faltam poucos dias para iniciarmos o estudo do livro de Esdras. Convide pelo menos uma pessoa para estudar a Bíblia conosco e ore por ela.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Crônicas29 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



II CRÔNICAS 29 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
12 de novembro de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria



II CRÔNICAS 29 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
12 de novembro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

6 A confissão de pecados é parte integrante do reavivamento (cf Tg 5.16) (Bíblia Shedd).

11 Os levitas, escolhidos por Deus para servir no templo, tinham sido afastados de suas tarefas pela perversidade de Acaz (28:24). Mas Ezequias os chamou de volta ao serviço, lembrando a eles que o Senhor os havia escolhido para o ministério. Talvez não enfrentemos um rei perverso, mas pressões ou responsabilidades podem nos deixar inativos ou não efetivos. Quando você receber a responsabilidade de ministrar, não negligencie sua tarefa. Se você se tornou inativo no serviço cristão, seja por escolha ou circunstância, preste atenção e aproveite as oportunidades (e escute os “Ezequias”). Deus conduzirá o seu caminho para que você retorne às suas responsabilidades. Então, como os levitas, esteja pronto para a ação (Life Applications Study Bible Kingsway NIV).




%d blogueiros gostam disto: