Reavivados por Sua Palavra


ESDRAS 9 by jquimelli
28 de novembro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/ed/9

Após a chegada de Esdras, ele foi informado do casamento de israelitas com mulheres de nações pagãs vizinhas. Se isso não bastasse, líderes haviam liderado o processo! A reação de Esdras foi forte. Ele se senta surpreso. Algumas versões da Bíblia dizem “chocado” ou “horrorizado”. Quando confrontado com o pecado, Esdras fica arrasado por um dia inteiro.

Seu remédio, no entanto, é encontrado em Deus. Depois de seu tempo de luto, Esdras, envergonhado demais para enfrentar Deus, orou de bruços, braços erguidos em contrição e apelo. Esta não é uma oração de rotina. É uma oração de profunda confissão. A comunidade pecou. Esdras incluiu-se entre os culpados ao pedir a Deus por misericórdia. Sem desculpas. Sem condições. Sem pedidos.

Quando foi a última vez que você ficou horrorizado com o pecado? Não importa onde você mora, há corrupção e depravação. E o pecado continua abundando! Não apenas com pessoas comuns, mas também com líderes. O que talvez seja mais surpreendente é que aparentemente nos sentimos tão confortáveis com o pecado, como Israel, que não reagimos mais. É hora de ficar chocado. É hora de levantar as mãos para o céu e abaixar a cabeça. É hora de implorar pela misericórdia de Deus, não apenas para nós mesmos, mas para nossas comunidades. Está na hora.

Merle Poirier
Gerente de Operações
Revistas Adventist Review / Adventist World

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=658
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



ESDRAS 9 – COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
28 de novembro de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



ESDRAS 9 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
28 de novembro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Quem se dispõe a colocar Deus em primeiro lugar e no centro de tudo decidirá e fará somente aquilo que é da Sua vontade, seja na igreja ou no trabalho, no namoro e no casamento. O alvo diário não será os próprios interesses, mas sempre os de Deus. Contudo, o povo de Esdras colocou seus próprios interesses acima dos interesses divinos; então, o destino dos judeus rumou-se para o plano do diabo. Observe a sequência:

  1. Líderes e oficiais do povo de Deus uniram-se a mulheres pagãs e enveredaram para práticas perversas/imorais dos povos pagãos (vs. 1-2);
  2. Note a atitude de Esdras diante destes fatos, em suas palavras: “rasguei minha roupa – até minha túnica – arranquei cabelo da cabeça e da barba e me joguei no chão, desesperado” (v. 3).
  3. No sacrifício da tarde, Esdras criou coragem e com as vestes rasgadas não se levantou para condenar e/ou acusar o povo transgressor, mesmo sabendo que os mesmos pecados praticados levaram os pais dos ex-exilados ao cativeiro. Ele assumiu a culpa do povo baseando-se no caráter incomparavelmente misericordioso de Deus e pôs-se a orar, interceder perante Deus, pelo povo. (vs. 4-15).

Casamentos com pessoas que não têm as mesmas crenças na Bíblia, certamente trarão mais males que bênçãos. O dilúvio foi necessário porque tais casamentos enfraqueceram tanto o povo de Deus que resultou na multiplicação da maldade e no aumento da imoralidade. Por isso, Deus precisou tomar atitudes drásticas (Gênesis 6:1-6).

Visando preservar a espiritualidade das famílias de Seus filhos e o processo de desenvolvimento da fé no ambiente familiar, Deus foi categórico em proibir casamentos com quem não tinha compromisso com Ele (Êxodo 34:14-16), pois enfraqueceria e desviaria a nação/igreja inteira dos trilhos que levam ao Céu (Deuteronômio 7:1-6; Josué 23:11-13). Apesar dessa terrível transgressão, Esdras fez o que muitos reformadores espirituais ignoram: Interceder com compaixão pelos transgressores.

  • Diante de qualquer problema do povo de Deus não podemos nos precipitar com atitudes drásticas para inibir ou resolver a situação;
  • Os transgressores precisam de intercessores mais do que os santos;
  • Os acusadores dos transgressores são agentes do destruidor, não do Salvador.

Duas lições:

  1. Case para a glória de Deus; e,
  2. Interceda por quem casou para sua própria glória.

Vamos orar? – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw



ESDRAS 9 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
28 de novembro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Ah, Senhor, Deus de Israel, justo és, pois somos os restantes que escaparam, como hoje se vê…” (v.15).

Terminada a perigosa viagem sob a proteção divina e estabelecidos em Judá, os príncipes do povo foram ter com Esdras para lhe revelar algo que o deixaria atônito: “O povo de Israel, e os sacerdotes, e os levitas não se separaram dos povos de outras terras com suas abominações… pois tomaram das suas filhas para si e para seus filhos… se misturou a linhagem santa com os povos dessas terras, e até os príncipes e magistrados foram os primeiros nesta transgressão” (v.1-2).

Não era uma questão de pequeno porte, e a reação de Esdras deixa isso bem claro. O Senhor havia ordenado com relação às nações pagãs: “não farás com elas aliança, nem terás piedade delas; nem contrairás matrimônio com os filhos dessas nações; não darás tuas filhas a seus filhos; pois elas fariam desviar teus filhos de Mim, para que servissem a outros deuses; e a ira do Senhor se acenderia contra vós outros e depressa vos destruiria” (Dt.7:2-4).

Fosse considerado um problema de pouca importância, e não restaria de Israel um “restante nem alguém que escapasse” (v.14). Foi quando os filhos de Deus, vendo “que as filhas dos homens eram formosas, [e] tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhes agradaram” (Gn.6:2), que o mundo entrou em um colapso tal e emergiu em uma corrupção tão grotesca, que o Senhor precisou intervir através do dilúvio.

Através de uma educação deturpada, moldada segundo a cultura e a religião pagãs, Israel corria o risco de encontrar o mesmo destino dos ímpios antediluvianos. Em atitude de humilhação, Esdras rasgou seu coração a Deus, confessando a culpa de seu povo, reconhecendo a graça e a misericórdia de Deus e Seu desejo em mudar a sorte da rebelde nação. Ele conhecia os estragos causados pelo jugo desigual e como isso afetava diretamente as futuras gerações. Mas enquanto Esdras orava, o Senhor iniciava uma das reformas mais sofridas que Seus filhos teriam de passar.

Sabem, amados, eu acredito que nós estamos vivendo, agora, por um “breve momento” onde ainda podemos nos beneficiar da “graça da parte do Senhor” (v.8). Mas esse momento uma hora vai chegar ao fim, pois o “Espírito [Santo] não agirá para sempre no homem” (Gn.6:3). E enquanto estamos aqui, “na nossa servidão, não nos desamparou o nosso Deus; antes, estendeu sobre nós a Sua misericórdia” (v.9). Isso é simplesmente lindo e confortante!

Chegada é a hora do povo de Deus se humilhar diante do Senhor, dobrar os seus joelhos, estender as mãos para o Céu e confessar a sua transgressão. Mas essa atitude deve ter um começo. Assim como Esdras deu início a esse reavivamento e o Senhor fez unir-se a ele todos os humildes de espírito, não temos que ficar olhando para os lados esperando ou cobrando ver em nossos líderes essa guinada espiritual. Ela precisa começar na minha e na sua vida. Então, qualquer reforma que nos for requerida pelo Senhor, por mais doída que seja, será realizada pelo poder que do alto nos será outorgado.

Inicie esta jornada espiritual conforme as instruções dadas por Jesus: “Tu, porém, quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” (Mt.6:6). Do silêncio do teu quarto Deus faz soar os alarmes do Céu no coração daqueles por quem você ora. Perseveremos nisso, e faremos parte do “restante que escapou” (v.13). Vigiemos e oremos!

Bom dia, reavivados pela Palavra e pela oração!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Esdras9 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



ESDRAS 9 – COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
28 de novembro de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria



ESDRAS 9 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
28 de novembro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

964 palavras

Resumo do capítulo: Em Jerusalém, os líderes dizem a Esdras que alguns do povo haviam se casado com mulheres estrangeiras. Ele rasga as vestes e ora: “Ó Senhor, nos esquecemos dos Seus mandamentos. Realizamos casamentos mistos com esses povos de práticas repugnantes!”.

Acabadas, pois, estas coisas. Ou seja, quatro meses e meio após achegada (7.9; 10.9) (Bíblia de Genebra).

Não se separaram. A questão não era a diferença racial, mas a religiosa, conforme os versículos seguintes dão a entender (vs. 10-12; 4.3)(Bíblia de Genebra).

Malaquias, que profetizou quase na mesma época da missão de Esdras, mostra que alguns judeus tinham desfeito casamentos para se casarem com filhas de um deus estrangeiro (Ml 2.10-16), talvez as filhas de proprietários influentes de terras. Uma das razões desses casamentos mistos fosse a falta de mulheres judaicas casadouras entre as que retornavam. O que acontecia numa comunidade judaica relapsa na questão de casamentos mistos pode ser visto no exemplo do povoamento judaico em Elefantina, no Egito, na época de Esdras e Neemias. Ali, os judeus que se casavam com mulheres pagãs manifestavam devoção aos deuses pagãos juntamente com o culto ao Senhor. A comunidadede Elefantina foi paulatinamente absorvida e desapareceu (Bíblia de Estudo NVI Vida).

os príncipes. É notável que a queixa sobre uma questão religiosa dessa natureza tenha vindo das autoridades seculares e não das eclesiásticas da cidade. A razão para essa situação incomum é o fato de que dignitários religiosos da nação não só toleravam a prática dos casamentos mistos, mas também eram culpados (v. 2). Já que parentes próximos de Jesua, o antigo sumo sacerdote, tinham desposado mulheres estrangeiras, não é estranho que um movimento de reforma nesse assunto não tenha surgido com os sacerdotes. Se os próprios líderes religiosos estavam envolvidos, é compreensível que as outras classes tenham permanecido em silêncio. No entanto, quando a situação chega a tal ponto e os ministros se corrompem, pela providência divina os leigos se levantam e tomam a iniciativa de empreender uma reforma religiosa (CBASD-Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol 3, p. 414).

povos de outras terras [NVI: vizinhos]. Os oito grupos mencionados são uma amostra dos habitantes de Canaã anteriores à conquista israelita. De todos eles, somente os amonitas, os moabitas e os egípcios ainda habitavam ali no período pós-exílico (ver 2Cr 8.7,8) (Bíblia de Estudo NVI Vida).
 
com as suas abominaçõesA denúncia não implica que os judeus já haviam adotado as práticas idólatras dos pagãos que moravam na terra, mas que eles estavam se associando com eles (CBASD, vol 3, p. 414).
Desde o tempo dos juízes, homens israelitas haviam se casado com mulheres pagãs e adotado suas práticas religiosas (Jz 3:5-7). Mesmo Salomão, o grande rei de Israel, foi culpado deste pecado (1Rs 11:1-8). Apesar desta prática ser proibida na lei de Deus (Ex 34:11-16; Dt 7:1-4), ela ocorreu nos dias de Esdras e novamente uma geração após (Ne 13:23-27)  (Life Application Study Bible Kingsway NIV).
tomaram de suas filhasA mistura da santa semente com povos pagãos foi sempre a maldição de Israel, e tem sido uma provação para os filhos de Deus em todos os tempos (Comentário Bíblico Devocional VT –F.B.Meyer).
Pelo fato de que o casamento envolve duas pessoas se tornarem uma, a fé pode se tornar uma dificuldade e um cônjuge pode ter que comprometer suas crenças em favor da unidade. Muitas pessoas diminuem a importância deste problema somente para se arrependerem depois. Não permita que a emoção ou a paixão ceguem você para a grande importância de se casar com alguém com quem você possa estar unido espiritualmente (Life Application Study Bible Kingsway NIV).
arranquei os cabelos da cabeça e da barba. Esse ato era incomum. Alguns anos mais tarde, Neemias encontraria o mesmo pecado, mas, em vez de puxar os seus próprios cabelos, puxou os cabelos dos culpados (Ne 13.25) (Bíblia de Genebra).
até o sacrifício da tarde. …era oferecido por volta das três horas (CBASD, vol 3,. p. 414).
levantei-meA hora do sacrifício da tarde também era o tempo designado para a oração, (CBASD, vol 3, p. 414).
confuso e enverngonhado. A humilhação e a angústia de alma experimentadas por Esdras e seus companheiros nos deixam envergonhados. Podemos ficar indignados contra o pecado, mas não o vemos do ponto de vista de Deus (Comentário Bíblico Devocional VT – F.B.Meyer).
os reis da Pérsia. …Esdras era grato pelo privilégio concedido pelos reis persas. Praticamente todos os impreadores [persas] favoreceram os judeus. […] A única exceção foi o falso Esmérdis, que procurou prejudicar ativamente os judeus durante seus poucos meses de reinado (CBASD, vol 3, p. 415).
muro. …o muro é simbólico e denota proteção (CBASD, vol 3, p. 415).
11 imundícias [NVI: práticas repugnantes]. Não literal, do corpo, mas figurativa, imundícia moral e religiosa das nações de Canaã  (CBASD, vol 3, p. 416).
Da idolatria cananéia, com as imoralidades a ela associadas (Lv 18.3; 2Cr 29.5)(Bíblia de Estudo NVI Vida).
12 paz. Heb shalom, que além de “paz” significa “plenitude”, “prosperidade”, “saúde”, ou ainda o conjunto de tudo isso (Bíblia Shedd).
15 “Ah! Senhor, Deus de Israel, justo és, … Eis que estamos diante de Ti na nossa culpa, porque ninguém há que possa estar na Tua presença por causa disto”culpa. O senso correto da santidade de Deus nos conscientiza de que nada merecemos. Ver Is 6.1-5 (Bíblia de Estudo NVI Vida).
Esdras reconheceu que se Deus desse ao povo a justiça que eles mereciam, eles não poderiam permanecer diante dEle. Muitas vezes clamamos [a Deus] por justiça quando nos sentimos vítimas de violência ou injustamente tratados. Nestes momentos nos esquecemos da realidade do nosso próprio pecado e do correto julgamento que merecemos. Como somos afortunados porque Deus nos dá misericórdia e graça em vez de somente justiça! Na próxima vez que você clamar a Deus por um tratamento justo e correto, pare para pensar sobre o que aconteceria se Deus desse a você o que realmente merece. Peça, então, por Sua misericórdia (Life Application Study Bible Kingsway NIV).



%d blogueiros gostam disto: