Reavivados por Sua Palavra


ESDRAS 7 by jquimelli
26 de novembro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/ed/7

Se você está acompanhando, sabe que o homem que deu nome a este livro dele esteve ausente. Os seis primeiros capítulos nos deram antecedentes, história e contexto. Cinquenta e sete anos depois, damos as boas-vindas a Esdras.

Descendente de Arão, ele tinha grandes credenciais judaicas. Nós sabemos instantaneamente que ele tem autoridade. Se isso não for suficiente, sabemos que Esdras tem uma carta do rei, além de prata, ouro, provisões e pessoas. Esdras é claramente importante. Mas não é isso que o faz se destacar. “Pois Esdras tinha decidido dedicar-se a estudar a Lei do Senhor e a praticá-la, e a ensinar os seus decretos e mandamentos aos israelitas” (v. 10).

Vamos esmiuçar isso. Esdras preparou seu coração. Esdras estava em uma missão com um foco singular. Esdras buscou a lei do Senhor. Não basta focar em Deus. É preciso conhecer a Deus através de Sua Palavra. Esdras se propôs a “fazê-lo”. Não estacionamos na fase “conhecer a Deus”. Deve haver ação e exemplo.

Esdras estava pronto para ensinar. Como os outros aprendem de Deus? Através do ensinamento de pessoas preparadas, que conhecem a Palavra e a repartem pelo ensino e pelo exemplo.

Merle Poirier
Gerente de Operações
Revistas Adventist Review / Adventist World

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=656
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



ESDRAS 7 – COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
26 de novembro de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



ESDRAS 7 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
26 de novembro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

ESDRAS 7 – Deus tem grandes alvos para cada membro de Seu povo. “Um membro dedicado, que ama a Cristo, fará mais bem na igreja do que uma centena de obreiros meio convertidos, não santificados e autoconfiantes” destacou Ellen G. White.

O capítulo em pauta pode ser assim dividido:

• A genealogia de Esdras, um sacerdote e escriba (vs. 1-5);
• Breve relato do retorno do cativeiro (vs. 6-10);
• Uma cópia do decreto de Artaxerxes (vs. 11-26);
• A gratidão de Esdras (vs. 27-28).

Estamos diante do último grande reavivamento registrado no Antigo Testamento. Sua base foi a pregação bíblica e o exemplo de vida religiosa de Esdras. A liderança espiritual de Esdras causou um impacto nacional.

Esdras “buscava a lei de Deus, obedecia a ela e a ensinava. Era um homem de amplos conhecimentos; mas, com o passar dos anos, desejou aprender novas coisas sobre a história de Israel e as razões para sua atual debilidade espiritual. Almejava estar em harmonia com Deus e cumprir o concerto do qual Israel se desviara tantas vezes”. Ele “era apenas um homem; sua vida teve, porém, significativa influência no desenvolvimento do caráter de jovens e idosos. Sua fidelidade em preservar e transcrever muitas cópias dos escritos sagrados conduziu a um reavivamento no estudo da Bíblia e a nova compreensão do desígnio de Deus para a igreja. Isso nos mostra qual é a parte que as Escrituras desempenham no verdadeiro reavivamento e reforma” (Frank Holbrook).

A Bíblia não é lida como deveria. Muitos crentes nem a leem. Quando leem, não fazem questão de entendê-la. Quando entendem, não se esforçam para praticá-la; uns poucos que praticam, não a comunicam a outros.

Esdras é ícone da pregação que produziu reavivamento espiritual em toda uma nação. Comentando sobre isso, Hernandes Dias Lopes declarou:

“O melhor exemplo que temos no Antigo Testamento sobre a pregação expositiva talvez seja Esdras. Ela era expositor por excelência”.

Como Esdras, precisamos…

1. Ter um coração preparado e dedicado ao estudo da Bíblia;
2. Estar disposto a praticar tudo o que aprendemos na Bíblia;
3. Compartilhar profusamente com outros os ensinos da Bíblia.

Atualmente a Bíblia não está sendo usada nos púlpitos como deveria, porque os três passos acima estão sendo ignorados pelos pregadores pós-modernos.

Então, vamos fazer a diferença? – Heber Toth Armí.



ESDRAS 7 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
26 de novembro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Porque Esdras tinha disposto o coração para buscar a Lei do Senhor, e para a cumprir, e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos” (v.10).

Da linhagem de Arão, sendo sacerdote e “escriba versado na Lei de Moisés, dada pelo Senhor, Deus de Israel”, Esdras foi beneficiado pelo rei Artaxerxes, “segundo a boa mão do Senhor, seu Deus, que estava sobre ele” (v.6). Em 458 a.C., “este Esdras” (v.5) liderou o segundo grupo de exilados que regressou à terra de Judá. Sendo reconhecido pelo rei como “escriba da Lei do Deus do céu” (v.12, 21) e possuidor da sabedoria de Deus, Esdras demonstrou ter sido alguém que fez a diferença no meio de um reino pagão.

Esdras não foi apenas um perito das Escrituras, mas um obediente servo de Deus, praticante da Palavra. Sua vida não se resumia, contudo, a guardar consigo a sua experiência, pois além de buscar e cumprir a Lei do Senhor, também se dedicava a “ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos” (v.10). O conhecimento que dia a dia adquiria das leis de Deus não podia ser silenciado e sua importância foi reconhecida pelo próprio rei persa: “e ao que não as sabe, que lhas façam saber” (v.25).

Em seu decreto, por nove vezes, Artarxerxes se referiu a Deus como o Deus de Esdras. Para o monarca, era fato que o escriba judeu era um fiel adorador “do Deus do céu” (v.21). Tanto Esdras quanto Neemias foram favorecidos diante dos soberanos da Terra, não por mérito próprio ou por posições privilegiadas, mas porque tinham um coração disposto para fazer a vontade de Deus, segundo está escrito. Tendo por norma irrevogável o “assim diz o Senhor”, decidiram dedicar a vida a Deus e nEle buscar refúgio. Sua confiança e dedicação deram cumprimento aos eventos profeticamente determinados.

O exemplo de Esdras revela o caráter de quem aplica o coração a examinar as Escrituras. Todo aquele que dedica, diariamente, um tempo de qualidade em comunhão com Deus, através da oração e do estudo da Bíblia, recebe do alto o vigor espiritual necessário para enfrentar as mais adversas situações. Entretanto, há uma porção adicional separada aos que se dedicam a compartilhar as boas-novas. Sua vida torna-se mais nobre e mais bela, como está escrito: “Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!” (Rm.10:15).

O capítulo é encerrado com uma ação de graças de Esdras. Ele atribuiu a Deus todo o mérito. Lembro-me da história de Jó, que mesmo sendo fiel à toda prova enfrentada, no fim, reconheceu: “Eu Te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos Te veem. Por isso, me abomino no pó e na cinza” (Jó 42:5-6). Quando reconhecemos que é pela bondade de Deus e Suas misericórdias que “vivemos, e nos movemos, e existimos” (At.17:28), mais nos achegamos a Ele como uma criancinha de colo necessita de sua mãe.

Que, à cada dia, possamos declarar ao sair de nosso lugar de comunhão: “Assim, me animei, segundo a boa mão do Senhor, meu Deus, sobre mim” (v.28). Vigiemos e oremos!

Bom dia, versados nas Escrituras!

Desafio da semana: Gostaria de reforçar o estudo do Espírito de Profecia. Adote o projeto “Crede em Seus Profetas”. Até Neemias, capítulo 1, estamos estudando o capítulo 11 do “Grande Conflito”. Acesse: credeemseusprofetas.org 

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Esdras7 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



ESDRAS 7 – COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
26 de novembro de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria



ESDRAS 7 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
26 de novembro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

816 palavras

Resumo do capítulo: Esdras vai a Jerusalém para ensinar a lei. Artaxerxes escreve: “Decreto que todas as necessidades de Esdras sejam atendidas”. Assim Esdras enche-se de coragem.

Passadas estas coisas. Cerca de sessenta anos se passaram entre os eventos do final do cap. 6 [516 a.C.] e o início do cap. 7 [458 a.C.]. Com base em Esdras e Neemias, a única informação sobre este período é a respeito da oposição nos dias de Assuero (4.6) – os eventos no Livro de Ester ocorreram durante esse período (Et 1.1) (Bíblia de Genebra).

Finéias. O sacerdote que era zeloso pela pureza do povo (Nm 25.7-13). Com Zadoque, simboliza os antecedentes do zelo de Esdras. Filho de Arão. Esta genealogia, abreviada para só mencionar os nomes mais destacados, revela Esdras como o herdeiro da posição de sumo sacerdote (Bíblia Shedd).

6 Oitenta anos após o retorno dos primeiros exilados a Jerusalém (2:1), Esdras retornou. Esta foi sua primeira viagem e levou quatro meses. O templo já estava erigido há 58 anos (Life Application Study Bible Kingsway NIV).

escriba. Heb sôpher, “secretário”, “perito em livros”, e depois recebendo o significado técnico de “estudioso da lei de Deus, com a finalidade de ensiná-la” (Bíblia Shedd).

…homem versado na exposição das Escrituras. Esdras é o primeiro de uma linhagem de famosos judeus eruditos, que no tempo de Cristo incluía homens como Hillel e Gamaliel, a quem os judeus consideravam sucessores dignos de Esdras (CBASD-Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 3, p. 396).

No período do NT eram chamados “Rabi” (Biblia de Estudo NVI Vida)

6-10 Esdras demonstrou que um abençoado professor de Bíblia pode fazer o povo de Deus avançar. Ele era eficaz porque era um estudante aplicado da Lei do Senhor e porque estava determinado a obedecer estas leis. Ele falava tanto por palavras quanto por exemplo. Como Esdras, nós também devemos decidir estudar e obedecer a Palavra de Deus (Life Application Study Bible Kingsway NIV).

também subiram. A segunda parte deste Livro [Esdras] se dedica a narrar a história do grupo que voltou a Jerusalém com Esdras, cujo nome significa “Auxiliador” (Bíblia Shedd).

10 disposto. Esdras era um homem consagrado. O alvo e a ambição de sua vida era conhecer a vontade de Deus, cooperar com Ele e ensinar os outros a fazer o mesmo. Este foi o homem que Deus chamou naquele momento para fazer uma obra especial (CBASD, vol. 3, p. 396).

disposto … para buscar a Lei do Senhor, e para a cumprir. A única maneira de compreendera Escritura é estar disposto para cumpri-la (Comentário Bíblico Devocional VT – F. B. Meyer).

12 Escriba da lei do Deus do céu. …o título designa um alto oficial da chancelaria persa responsável pelos negócios pertinentes “à Lei do Deus do céu”; portanto, Esdras era um relator dos negócios religiosos judeus no governo persa (CBASD, vol. 3, p. 397).

14 Os sete conselheiros eram a suprema corte de Artaxerxes (Life Application Study Bible Kingsway NIV).

17 diligentemente comprarás. Ou, “comprarás criteriosamente”. Artaxerxes não estava preocupado com a rapidez com que o dinheiro seria gasto, mas com a eficiência de seu uso (CBASD, vol. 3, p. 398).

23 tudo quanto vos pedir. Aí estava a colheita das orações e das lágrimas de Daniel (Comentário Bíblico Devocional VT – F. B. Meyer).

25 que lhas façam saber. Esdras, que era provavelmente responsável pela elaboração do decreto, deve ter descoberto algo a respeito das condições espirituais existentes na Judéia, que o haviam convencido da necessidade de instruir na Lei do Senhor os exilados que retornaram. Sabendo que sua convicção pessoal sobre o assunto não teria muito peso diante da liderança da Judéia, ele garantiu, através da autorização real, essa obra a fim de que os judeus não fossem tentados a afrouxar esse aspecto de seu programa de reforma (CBASD, vol. 3, p. 400).

26 observar a Lei do teu Deus. Tão grande era seu respeito ela lei que [o rei] praticamente deixou Esdras fazer o que entendesse ser o melhor. Essa reverência para com a lei de Deus vinda de um monarca pagão nos envergonha. Procuremos exaltá-la mais nós também! Sejamos o povo do Livro e o exaltemos, como por ele somos exaltados, até na opinião daqueles que não o reverenciam! (Comentário Bíblico Devocional VT – F. B. Meyer).

Este versículo mostra que até o imperador reconhecia claramente que a infidelidade à vontade de Deus se constitui, realmente, na pior traição contra o império, contra sua prosperidade e contra sua sobrevivência física, moral e espiritual (Bíblia Shedd).

27 Bendito seja o Senhor. Esdras bendisse ao Senhor por tudo que Deus havia feito por ele e através dele. Esdras honrou a Deus através de sua vida, e Deus o honrou. Esdras poderia ter suposto que a sua grandeza e carisma tivessem obtido a vitória junto ao rei e seus príncipes, mas ele deu os créditos a Deus. Nós, também, deveríamos ser gratos a Deus por nosso sucesso e não pensar que o conseguimos pela nossa própria força (Life Application Study Bible Kingsway NIV).




%d blogueiros gostam disto: