Reavivados por Sua Palavra


II CRÔNICAS 22 by jquimelli
5 de novembro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/2cr/22

No meio dos terríveis resultados da apostasia da família de Acabe encontramos a chave para o avivamento. O avivamento coletivo começa com o avivamento pessoal. E o avivamento pessoal começa em esconder-se: “E ele estava com eles, escondido na casa de Deus, seis anos, e Atalia reinava sobre a terra” 2Cr 22:12). É uma poderosa lição! Enquanto a apostasia reinava, destruía e aparentemente vencia, Joás se escondia na casa de Deus. Assim como Elias se escondeu em Querite (1Rs 17:03) e os discípulos permaneceram no cenáculo (At 1:3), Joás se escondeu na casa de Deus. Ele se escondeu na presença de Deus.

É somente quando nos retiramos e nos ocultamos na presença de Deus que desenvolvemos os elementos necessários para sermos agentes de reavivamento e reforma. É somente quando a Sua Palavra está escondida em nosso coração (Sl 119:11) que podemos quebrar o mal que tenta nos esconder da face de Deus (Ap 6:16).

Você tem o desejo de ser um agente de reavivamento e reforma da igreja de Deus, mas não tem certeza se Deus pode te usar? Creia, Ele pode! Oculte-se nEle e veja o que acontece.

Israel Ramos
Ex-presidente Geração Juventude para Cristo.

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=635
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



II CRÔNICAS 22 – Comentário Pr Heber Toth Armí by jquimelli
5 de novembro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

II CRÔNICAS 22 – A história pode ser protagonizada por pecadores, mas que tem as rédeas do tempo e dos eventos é o Deus santo e eterno.

• Acazias, único filho remanescente da descendência de Davi, foi feito rei em Jerusalém em lugar de seu pai Jeorão; ele recebeu fortes influências malignas, vindo, por isso, a sofrer horrendas consequências (vs. 1-5).
• Jeú, fazendo justiça contra a injustiça titânica que acometia ao povo do Deus santo/justo, matou a Acazias, quando este fugia e refugiava-se em Samaria (vs. 7-9).
• Então Atalia, vendo que Acazias, o último candidato a rei em Judá, descendente de Davi, estava morto, assumiu ela própria o trono do povo de Deus (vs. 10-12).

A dinastia de Davi parecia ter chegado ao fim. O bem parecia ter sido sufocado e suplantado pelo mal, infelizmente. Satanás parecia ter prevalecido sobre Deus. A esperança no Messias corria sério risco de ser varrida do mundo.

O mesmo parece acontecer nos dias atuais:

O bem perde forças na refrega contra o mal. O ateísmo parece prevalecer sobre o cristianismo. A religião mostra-se deturpada, adulterada e arruinada pelas diversas influências dos poderes malignos. O desespero parece dominar o coração daqueles que perseveram na fé… o fim parece ter chegado!

Contudo, você deve parar e refletir com atenção e observar com mais cuidado as informações registradas neste capítulo. E lembre-se que ele foi assim registrado pelo cronista à época do retorno do exílio babilônico, quando o povo de Deus mais precisava da informação de que Ele continuava no controle: Deus não está indiferente quando tudo parece deprimente (v. 7). Ele prossegue conduzindo a história quando o mal parece predominante. O reinado de Atalia “representou a única ruptura no domínio contínuo da dinastia de Davi” (Bíblia Andrews); todavia, Deus não perdeu o controle.

A história não ficou sem rumo:

• Um bebê, descendente de Davi, foi preservado miraculosamente;
• Jeosabeate e Joiada foram instrumentos de Deus;
• Joás foi influenciado por um sacerdote piedoso, levando-o a promover a causa divina diante das investidas do mal.

Hoje, quando a igreja está se corrompendo com o mundo, Deus tem homens, mulheres e crianças com os quais pode contar, ainda que em números insignificantes. Desta forma, as pessoas do mal podem “pintar e bordar”, mas nunca usurparão o controle de Deus.

Reavivemo-nos! Deus lida com os réprobos com rédeas curtas! Acredite: Deus vencerá!

Confie! – Heber Toth Armí.



2CRÔNICAS 22 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
5 de novembro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Fez o que era mau perante o Senhor, como os da casa de Acabe; porque eles eram seus conselheiros depois da morte de seu pai, para a sua perdição” (v.4).

Sepultado Jeorão, não lhe restaria descendência não fosse por “seu filho mais moço” (v.1), que reinou em seu lugar. Acazias era filho de Jeorão com Atalia, que era “quem o aconselhava a proceder iniquamente” (v.3). Seguindo os conselhos de sua mãe, bem como da parentela de Acabe, tornou-se tão mau quanto seu pai, a ponto do Senhor ter de intervir a fim de “desarraigar a casa de Acabe” (v.7) da descendência de Judá.

O ministério dos profetas do Senhor não era fácil. Além de transmitir ao povo as repreensões e admoestações da parte de Deus, tinham de enfrentar a fúria da oposição e, por vezes, agir como uma espécie de vingadores de sangue. O profeta Samuel matou o rei dos amalequitas após a desobediência de Saul (1Sm.15:33). O profeta Elias matou os profetas de Baal após a experiência do monte Carmelo (1Rs.18:40). O profeta Eliseu também recebeu a autoridade divina, conforme a necessidade e prévia confirmação da parte de Deus (1Rs.19:17).

Certamente, se valer deste método não era o desejo do Senhor, muito menos dos Seus servos, os profetas. Nem é minha intenção aqui justificar os atos divinos, até porque seria uma tarefa impossível. Precisamos estudar a Bíblia à luz que nos é disponível, como está escrito: “As coisas encobertas pertencem ao Senhor, nosso Deus, porém as reveladas nos pertencem, a nós e a nossos filhos, para sempre, para que cumpramos todas as palavras desta lei” (Dt.29:29).

Uma coisa é certa, e nós já o sabemos: “que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito” (Rm.8:28). Após oito anos do terrível reinado de Jeorão, Judá não suportaria outros longos anos do mandato de um rei ainda pior que seu pai. A morte de Acazias pelas mãos do profeta Jeú e os anos de declínio do reinado de Atalia seriam suficientes para provar ao povo quão aterradores são os resultados da desobediência e quão disposto o Senhor está de resgatar o que se perdeu.

Deus não precisa hoje de vingadores de sangue, porque o precioso sangue do Cordeiro foi derramado. “Porque, se nós, quando inimigos, fomos reconciliados com Deus mediante a morte do Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela Sua vida” (Rm.5:10). A responsabilidade que temos, porém, se negligenciada, poderá custar a nossa salvação e a de outros, “especialmente dos da própria casa” (1Tm.5:8). Pesa sobre os pais a mais sagrada obra e o mais pesado encargo, que é de instruir seus filhos nas pisaduras de Cristo. Não há profecia ou qualquer ocupação que seja, que possa superar em honra este trabalho.

Atalia ilustra o pior exemplo de mãe e de avó que se possa imaginar. É provável que Josafá, “que buscou ao Senhor de todo o coração” (v.9), tenha enfrentado dificuldades em transmitir a mesma fidelidade aos seus descendentes. Algo que precisamos levar em consideração na tarefa de educar. A verdadeira educação consiste em ensinar “no caminho em que deve andar” (Pv.22:6), e não simplesmente em apontar o caminho. Como pais, ou futuros pais, não façamos “a obra do Senhor relaxadamente” (Jr.48:10), mas que nossos filhos sejam “ensinados do Senhor; e será grande a paz de [nossos] filhos” (Is.54:13). Vigiemos e oremos!

Bom dia, pais de esperança!

Desafio da semana: Quanto tempo faz que você não passa um tempo de qualidade com seus filhos? Eleja um dia da semana como “dia especial pais e filhos”, e faça disso uma rotina semanal. Evite ao máximo compromissos externos neste dia, bem como o uso de celulares, no horário estabelecido para estar em família. Que “todos quantos os virem os [reconheçam] como família bendita do Senhor” (Is.61:9).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #2Crônicas22 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



II CRÔNICAS 22 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
5 de novembro de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria



II CRÔNICAS 22 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
5 de novembro de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria



II CRÔNICAS 21 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
5 de novembro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

342 palavras

3 de cidades fortificadas. Josafá colocou seus filhos como governantes de importantes cidades, dando-lhes, assim, poder e influência no reino, e tornando-os, de certa forma, rivais do então futuro rei Jeorão. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 280.

matou todos os seus irmãos à espada. Sua esposa Atalia, que mais tarde destruiu toda a descendência real (2Cr 22:10), talvez o tenha influenciado na adição dessa medida drástica. CBASD, vol. 3, p. 281.

6 O perigo do casamento misto: Jeorão desprezara o bom exemplo de seu pai, aceitando os costumes pagãos de Atalia, sua esposa, tornando-se um rei iníquo e idólatra. Bíblia Shedd.

8-11 A punição pelo pecado nem sempre é imediata ou dramática. Mas se ignorarmos as leis de Deus, certamente sofreremos as consequências do pecado. Life Application Study Bible Kingsway.

feriu os edomitas. Este, evidentemente, é o relato, não de uma vitória, mas da fuga apressada de Jeorão ao ser cercado por forças edomitas. Em 2 Reis 8:21 é acrescentado o detalhe de que “o povo de Jeorão […] fugiu para as suas tendas”. Jeorão não conseguiu subjugar Edom, e teve sorte em escapar vivo. CBASD, vol. 3, p. 281.

11 seduziu os habitantes de Jerusalém à idolatria. A NVI e a BJ usam o verbo “prostituir-se”. Sob a influência de sua esposa Atalia, filha de Acabe e Jezabel, Jeorão encorajou a adoração a deuses pagãos em Judá. Essa adoração envolvia a participação nas práticas imorais dos cultos originários de Canaã. CBASD, vol. 3, p. 281.

12 Elias. Crônicas menciona Elias somente aqui. Muito mais a respeito deste grande profeta pode ser encontrado em 1Rs 17:1 – 2Rs 2:11. Life Application Study Bible Kingsway.

17 Jeocaz. É também chamado Acazias (2Cr 22:1; 2Rs 8:24-26) e Azarias (2Cr 22:6, ARC). Basicamente Jeoacaz e Acazias são nomes equivalentes, compostos dos mesmos elementos (“Yahweh” e “Acaz”). CBASD, vol. 3, p. 282.

Ambos os nomes significam “Jeová tem segurado”. Bíblia Shedd.

20 sem que ninguém o lamentasse (NVI). O costumeiro período de sete dias de luto não foi observado em honra a este rei. Andrews Study Bible.

Ele havia sido tão ímpio e havia realizado tão pouco bem que a nação não lamentou seu falecimento. CBASD, vol. 3, p. 282.




%d blogueiros gostam disto: