Reavivados por Sua Palavra


I REIS 2 by jquimelli
1 de agosto de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/1rs/2

Davi, chega aos últimos dias de sua vida. Salomão, seu filho, foi coroado rei de Israel! Davi sabe, por sua própria experiência que enorme tarefa e responsabilidade isto significa e solicita a Salomão cinco providências, esperando que seu filho aprendesse com seus erros. Davi, então, morreu, como registrado em I Cr 29:28, “em boa velhice, tendo desfrutado vida longa, riqueza e honra.”

Este capítulo revela algumas coisas: a maneira bonita e cortês como Salomão tratou sua mãe; o proceder enganoso e ambicioso de Adonias, que deveria ter aproveitado da bondade concedida por seu irmão e não abusado dela; o banimento de Abiatar; e a punição mortal a Joabe e Simei por não terem sido fiéis a Davi.

O dia do juízo chegará para todos nós que não somos formos verdadeiros com Deus, leais à igreja e aos nossos líderes.

Leo Ranzolin
Vice-presidente aposentado da Associação Geral

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=539
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



I REIS 2 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
1 de agosto de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



I REIS 2 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
1 de agosto de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Mais que um manual de instrução, a Bíblia é um manual de vida! Desviar-se dela significa preferir o caminho da morte.

Após ler o capítulo bíblico, avance a leitura deste comentário com oração e atenção. Primeiramente, note o panorama geral deste segundo capítulo do primeiro livro de Reis:

1. Antes de morrer Davi aconselha sabiamente a seu filho Salomão (vs. 1-12);
2. Antes de assumir propriamente a regência de Israel, Salomão teve que fazer uma faxina radical, resolver algumas pendências deixadas por seu pai:

a) Adonias foi morto por ter praticado o pecado da sedição (vs. 13-25);
b) Abiatar, sacerdote que apoiou Adonias em suas ambições políticas, embora expulso do cargo, permaneceria vivo, devido ao serviço leal a Davi (vs. 26-27);
c) Joabe, executado pelos seus erros passados e por sua associação traiçoeira com Adonias (vs. 28-35);
d) Simei, ainda que praticara muitas injustiças, viveria sob condicional; mas, após ultrapassar o limite acordado com Salomão, foi morto (vs. 36-46).

A monarquia humana geralmente foi marcada pela autoridade e assassinato a fim de ser estabilizada. Seria plano divino?

Reflita na última sentença deste capítulo escrito pelo autor inspirado conforme traduzido do hebraico ao português na Bíblia de Jerusalém: “E a realeza então consolidou-se nas mãos de Salomão”.

A Bíblia de estudo Andrews faz a seguinte síntese: “Este capítulo narra como o reino foi assegurado nas mãos de Salomão. Começou com as instruções de Davi ao filho sobre como executar justiça, proteger seus aliados e eliminar inimigos em potencial”.

Por mais que esteja dando certo, nunca tinha sido plano de Deus que Seu povo tivesse um rei à parte dEle. Jim Zackrison amplia esta questão dizendo que, “Israel, por ter escolhido um rei, haveria de sofrer para o resto de seus dias por sua decisão desastrada”. Contudo, Deus estava sendo paciente, amoroso e gracioso. Por isso, diz Zackrison:

“Como devemos ser todos gratos por Deus ainda estar disposto a trabalhar conosco, não importando como tenhamos errado o caminho”.

Certamente, Deus…

• …cede, abre mão e adapta-Se para não perder as pessoas criadas a Sua imagem e semelhança;
• …ajuda, abençoa e guia até quando Seus filhos descambam por caminhos que Ele nunca traçou.
• …merece mesmo nossa devoção, amor e adoração!
• …é Rei dos reis!

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



1REIS 2 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
1 de agosto de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Guarda os preceitos do Senhor, teu Deus, para andares nos Seus caminhos, para guardares os Seus estatutos, e os Seus mandamentos, e os Seus juízos, e os Seus testemunhos, como está escrito na Lei de Moisés, para que prosperes em tudo quanto fizeres e por onde quer que fores” (v.3).

Durante um curto período de tempo, Salomão dividiu a monarquia com seu velho pai. A presença de Davi lhe dava segurança, mas ele sabia que logo seria privado de sua companhia. E seguro de que logo morreria, Davi cuidou de dar as últimas e mais preciosas instruções a seu filho. O maior legado que deixaria não seria o reino, as riquezas ou o poder, mas conselhos preciosos que fariam do reinado de Salomão o mais celebrado da Terra.

Israel carecia de um líder cuja hombridade fosse a sua maior qualidade. Um homem que por sua coragem e integridade, governasse a nação mediante um exemplo pessoal de confiança em Deus e obediência à Sua Palavra; que governasse “bem a própria casa, criando os filhos sob disciplina, com todo o respeito” (1Tm.3:4). Pois, sendo assim, nunca lhe faltaria “sucessor ao trono de Israel” (v.4). Davi se empenhou para inculcar na mente de Salomão conselhos que o ajudassem a não cometer os mesmos erros que ele cometeu e a manter perto de si pessoas confiáveis.

Então, “Davi descansou com seus pais e foi sepultado na Cidade de Davi” (v.10). Além da morte de Davi, o capítulo de hoje nos apresenta mais três mortes. Após um pedido malicioso, Adonias foi morto a mando de Salomão. Ao pedir por mulher a concubina de seu pai, Adonias tentou assumir, de forma traiçoeira, a mesma postura de Absalão quando se deitou com as concubinas de Davi. Joabe, porém, havia se tornado um homem fingido a fim de não perder a sua posição, matando dois inocentes. E Simei, mesmo recebendo de Salomão um indulto, descumpriu o juramento feito e teve de pagar com a própria vida.

Desde a entrada do pecado no mundo, a morte tem sido a nossa maior inimiga. Ela não escolhe credo, etnia ou condição social. Todos vivemos já condenados a morrer. Como disse Davi: “Eu vou pelo caminho de todos os mortais” (v.2). E como escreveu o próprio Salomão: “e o pó volte à terra, como o era, e o espírito [fôlego de vida] volte a Deus, que o deu” (Ec.12:7). A palavra “espírito” aqui significa vento, sopro de vida. Ou seja, o verso se refere à composição original do homem ao ser criado: “Então, formou o Senhor Deus ao homem do pó da terra e lhe soprou nas narinas o fôlego de vida” (Gn.2:7).

Quando a Bíblia diz que “Davi descansou” (v.10), é porque a morte é comparada ao descanso, ao sono. Jesus mesmo declarou, referindo-Se à morte de Lázaro: “Nosso amigo Lázaro adormeceu” (Jo.11:11). Ora, se Lázaro, que era um homem de Deus, estivesse no Céu, não faria sentido Jesus tirá-lo do Paraíso para trazê-lo de volta à Terra. A desobediência no Éden gerou uma separação entre Deus e o ser humano. A obediência de Jesus nos concedeu o penhor de que “seremos salvos pela Sua vida” (Rm.5:10). E se Ele nos deixou exemplo de como obedecer pela “fé que atua pelo amor” (Gl.5:6), é porque espera que sigamos os Seus passos.

Davi pode não ter deixado o melhor exemplo, mas a Raiz de Davi nos deixou o incontestável exemplo e a promessa de que “Bem-aventurados os mortos que, desde agora, morrem no Senhor” (Ap.14:13). “Porquanto, o Senhor mesmo, dada a Sua palavra de ordem, ouvida a voz do Arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro” (1Ts.4:16). Para os fiéis servos do Senhor a morte continua sendo um inimigo, mas um inimigo que foi derrotado na cruz e na tumba vazia. Não sejamos, pois, amados, “ignorantes quanto aos que dormem… Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em Sua companhia, os que dormem” (1Ts.4:13-14). “Vem, Senhor Jesus!” (Ap.22:20). Vigiemos e oremos!

Bom dia, fiéis imitadores de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #1Reis2 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



I REIS 2 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
1 de agosto de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria

1680 palavras

Este capítulo narra como o reino foi assegurado nas mãos de Salomão. Bíblia de Estudo Andrews.

2 Caminho de todos os mortais. Referência à morte universal dos seres humanos. Bíblia de Estudo Andrews.

A morte não é parcial. Os grandes heróis da história vão para o mesmo lugar que o mais humilde dos homens: a sepultura. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 802.

Coragem. Davi não pensou em si mesmo, mas em seu filho; não pensou no passado, mas no futuro. CBASD, vol. 2, p. 802.

3 na Lei de Moisés. A palavra hebraica para “lei” (torah) também quer dizer “ensino”ou “instrução”. O título se aplica aos cinco primeiros livros da Bíblia, em que podem ser encontradas as instruções ao futuro rei (Dt 17:40-20). Bíblia de Estudo Andrews.

4 Se teus filhos. A promessa divina de uma dinastia para Davi. Bíblia de Estudo Andrews.

A promessa era de que a casa de Davi e seu reino seriam estabelecidos para sempre. CBASD, vol. 2, p. 803.

Quando a nação e o seu rei se desviavam das exigências da aliança do Sinai, experimentavam as maldições da aliança ao invés de bênçãos; mas em tudo isso Deus permaneceu Fiel às suas promessas feitas, segundo a aliança, a Davi. Bíblia de Estudo NVI Vida.

5 dois comandantes. Os assassinatos dos dois rivais de Joabe foram motivados por interesse pessoal e não ocorreram em tempo de guerra, mas de paz. Joabe também matou Absalão. Bíblia de Estudo Andrews.

Joabe foi um covarde assassino dos seus concorrentes à posição de comandante do exército. Bíblia Shedd.

6 desçam à sepultura em paz. Referência à morte natural de uma pessoa. Bíblia de Estudo Andrews.

7 Barzilai. Este homem ajudou Davi de forma altruísta durante a revolta de Absalão. Bíblia de Estudo Andrews.

Comer à mesa do rei significava receber apoio financeiro do tesouro real (2Sm 9:7;  1Rs 18:19; Ne 5:17). CBASD, vol. 2, p. 803.

8 Simei. Este homem, que tinha agido de forma tão desleal para com Davi, poderia significar um perigo à vida de Salomão naqueles tempos turbulento (ver v. 36-46). CBASD, vol. 2, p. 803.

Sepultado. Evidentemente, no monte Sião, em solo real, próximo ao palácio de Davi (2Sm 5:9). Os “sepulcros de Davi”, as tumbas de seus sucessores, são mencionadas por Neemias (Ne 3:16), e é provável que estivessem localizados ao sul do templo (Ez 43:7-9). Sem dúvida, foram escavados na rocha que fica subjacente a Jerusalém. Josefo relata que os tesouros da tumba foram saqueados por Hircano e, mais tarde, por Herodes (Antiguidades, vii.15.3; xvi.7.1), mas sua localização exata é desconhecida. A famosa Tumba dos Reis, que uma vez se creu ser o mausoléu dos reis de Judá, na verdade data do 1º século d.C. CBASD, vol. 2, p. 803.

9 desçam à sepultura com sangue. Referência a uma morte violenta. Bíblia de Estudo Andrews.

10 Davi descansou. Salomão governou por um período como corregente do pai. Bíblia de Estudo Andrews.

11 quarenta anos. Posteriormente, Salomão reinou o mesmo número de anos que o pai (At 2:29). Bíblia de Estudo Andrews.

13 É de paz a tua vinda? A presença de Adonias suscitou uma pergunta com respeito a suas intenções. Havia ele se conformado com seu destino e estava preparado para apoiar Salomão, ou ainda esperava conseguir o trono de alguma forma? CBASD, vol. 2, p. 803, 804.

15 Bem sabes.Uma tentativa de mostrar que Bate-Seba lhe devia um favor. Bíblia Shedd.

O reino era meu. A referência de Adonias à sua tentativa frustrada de conseguir o trono dá evidência de que a questão ainda estava viva em seu coração. Os temores de Bate-Seba eram bem fundados. CBASD, vol. 2, p. 804.

todo o Israel. A fim de argumentar, Adonias recorreu a um exagero grosseiro. Bíblia de Estudo Andrews.

do SENHOR. Uma aparente aceitação piedosa da vontade divina, mas na verdade um propósito dissimulado que pretendia alcançar pela astúcia o reino que não pôde alcançar pela força. CBASD, vol. 2, p. 804.

17 me dê por mulher a Abisague. Este pedido equivalia a tomar o trono de Salomão (2Sm 16:21, 22). Bíblia de Estudo Andrews.

No antigo Oriente, as esposas de um rei se tornavam esposas de seu sucessor. Por isso Davi, quando sucedeu Saul, tomou para si suas esposas (2Sm 12:8). … Abisague sem dúvida foi considerada a última esposa, ou ao menos a última concubina, de Davi. CBASD, vol. 2, p. 804.

19 à sua mão direita. Posição de grande poder e autoridade. O papel da rainha -mãe era importante no antigo Israel. Bíblia de Estudo Andrews.

22 Por que pedes Abisague. Salomão compreendeu que este pedido nada tem a ver com os encantos da sunamita, mas sim é parte do plano de Adonias e seus amigos. para dar ao público a impressão de ser ele, Adonias, o verdadeiro rei, herdeiro, filho de quem [Davi] se poderia esperar esposa do rei falecido. Bíblia Shedd.

23 Contra a sua vida. O pedido de Adonias equivalia a uma traição e como tal era punível com a morte. CBASD, vol. 2, p. 804.

24 o SENHOR, que me estabeleceu. O plano de Adonias não ia só contra os homens, mas também contra Deus. Foi o Senhor quem estabeleceu Salomão no trono como sucessor de seu pai Davi. CBASD, vol. 2, p. 804.

26 Abiatar. Este sacerdote só foi banido, não morto. Salomão não quis incorrer nas maldições que sobrevieram a Saul, que matou os sacerdotes de Deus em Nobe (1Sm 22). Além disso, Abiatar havia servido fielmente a Davi por muitos anos. Bíblia de Estudo Andrews.

Abiatar foi tratado com misericórdia devido à sua longa amizade com Davi quando este enfrentou problemas. CBASD, vol. 2, p. 805.

Anatote. Cidade dos levitas [Js 21.18] localizada ao norte de Jerusalém. Bíblia de Estudo Andrews.

Entre os profetas que de lá surgiram, figura Jeremias (Jr 1.1). O rei é sábio demais para derramar sangue sacerdotal. Bíblia Shedd.

a casa de Eli. Abiatar era o último descendente da famílias do sacerdote Eli, que escapou das mãos do rei Saul quando matou os sacerdotes (1Sm 22.20). A profecia era que todo descendente de Eli ou seria afastado do sacerdócio, ou morreria na flor da idade (1 Sm 2.33). Bíblia Shedd.

29 Vá matá-lo! O direito de asilo era oferecido somente aos que acidentalmente provocaram a morte de alguém (v. Êx 21.14). Salomão estava plenamente justificado a negar a Joabe esse direito. … Nesse incidente, Salomão acha uma ocasião apropriada para cumprir as ordens recebidas de seu pai (cf. v. 5, 6). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Se a sentença contra o assassinato deliberado não fosse executada, a terra levaria a culpa de sangue (Nm 35:33). O altar dava asilo apenas para os que tinham matado sem intenção, mas esse não era o caso de Joabe. Como conhecia bem a lei, ele sabia o que o esperava. CBASD, vol. 2, p. 805.

30 Sai daí. Benaia respeitava a santidade do tabernáculo, a lei do asilo de Êx 21.13. Voltou para o rei, que lhe autorizou a aplicar a lei de Êx 21.14, que diz respeito aos assassinos. Bíblia Shedd.

30, 31 Não, morrerei aqui … como ele te disse. Ironicamente, o pedido de Joabe cancelava a proteção do altar e foi concedido de imediato. Bíblia de Estudo Andrews.

33 Joabe era o homem que venceu em todas as batalhas, a não ser a batalha contra sua própria pessoa. Bíblia Shedd.

34 Foi sepultado em sua casa, no deserto. A norma israelita para o enterro era um túmulo dentro da propriedade da família, não obstante existir um terreno em Jerusalém para se enterrar aos pobres. Bíblia Shedd.

35 O ato de nomear o sacerdote criara o precedente perigoso de submeter a autoridade religiosa à autoridade do rei [como se observará, por exemplo, no futuro reino do norte de Israel]. Bíblia Shedd.

36 em Jerusalém. O confinamento à capital reduziria grandemente a possibilidade de Simei (cf. v. 8) conspirar com algum resto dos seguidores de Saul contra o reinado de Salomão. Bíblia de Estudo NVI Vida.

37 o ribeiro do Cedrom. Localizado a leste do muro de Jerusalém. Bíblia de Estudo Andrews.

Cedrom. A referência quanto a cruzar o ribeiro de Cedrom mostra que era com o propósito de impedi-lo de voltar A Baurim, de onde era nativo (2Sm 16:5), e onde teria muita influência e oportunidade de fomentar problemas. Bauriom estava nos arredores do monte das Oliveiras, no caminho de Jerusalém ao Jordão. CBASD, vol. 2, p. 805, 806.

40 Simei se dispôs. A narrativa não diz se a viagem de Simei a Gate, para trazer de volta seus servos, tinha sido feita de boa fé ou não. O fato é que ele tinha desobedecido à ordem do rei e quebrado seu voto solene. É isso que deve ser ressaltado. Se tivesse desejado se manter fiel a seu voto, ele deveria ter informado ao rei acerca das circunstâncias, ter pedido permissão para ir e trazer de volta seus servos e aguardar a ordem do rei. Ao agir por conta própria e aventurar-se em um país estrangeiro que com frequência tinha estado em guerra contra o pai de Salomão, Simei se colocou em situação suspeita. CBASD, vol. 2, p. 806.

42 Chamar a Simei. Salomão não deu a sentença contra Simei sem antes considerar o caso e sem apresentar claramente todos os feitos diante do acusado. Com perguntas esquadrinhadoras, Salomão demonstrou que Simei não tinha desculpas. Simei havia jurado solenemente que respeitaria o decreto do rei. Por que quebrou esse voto solene? O silêncio se tornou sua sentença de morte. CBASD, vol. 2, p. 806.

44 A maldade. Um exame cuidadoso das passagens bíblicas que descrevem as atividades de Simei, leva-nos a crer que seu arrependimento não foi sincero, e que ainda faria uso da primeira oportunidade para trair a Salomão, cujo reino ainda não poderia ser considerado firme, em vista da presença de tais elementos. Bíblia Shedd.

Toda a maldade que o teu coração reconhece. Ninguém conhece tão bem a maldade escondida no coração quanto o próprio transgressor. Com sua vida em risco, Simei sabia que seu coração era a maior testemunha contra si mesmo. CBASD, vol. 2, p. 806.

O SENHOR te fez recair sobre a cabeça. Deus não executa de forma arbitrária a sentença contra a transgressão. No julgamento, os pecadores colhem o que eles próprios plantaram. Foi a iniquidade de Simei, não apenas o julgamento de um rei terreno, que o condenou à morte. CBASD, vol. 2, p. 806.

46 atacou Simei e o matou. A terceira execução levada a efeito por Benaia (cf. v. 25, 34). Assim foram completadas as tarefas que Davi, imediatamente antes de morrer, atribuiu a Salomão. Bíblia de Estudo NVI Vida.



I REIS 2 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
1 de agosto de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: