Reavivados por Sua Palavra


I REIS 5 by jquimelli
4 de agosto de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/1rs/5

É incrível ver a amizade que se desenvolveu entre Hirão, rei de Tiro e Salomão, rei de Israel! Salomão foi capaz de testemunhar e de fazer que o Deus de Israel fosse conhecido por seus vizinhos. Isto é exatamente o que Deus espera de uma nação que afirma segui-Lo. É uma responsabilidade, tanto dos governantes, quanto do seu povo de conhecer as leis de Deus e os princípios que devem guiar seu país. Esta aliança com o rei de Tiro ajudou Salomão a estabelecer um dos períodos mais gloriosos da história de Israel.

Salomão queria construir um magnífico templo para adoração a Deus. Este templo seria um símbolo da presença de Deus com o Seu povo. Grandes pedras foram talhadas para a fundação da Casa de Deus. A fim de alcançar este grande sonho Salomão precisava de ajuda e trabalhadores. Cerca de 30.000 trabalhadores foram convocados. Durante um mês, eles trabalhavam no Líbano e depois ficavam dois meses em casa. Salomão novamente mostrou misericórdia e compaixão ao lidar com os trabalhadores.

Os empregadores de hoje, seguindo este exemplo de Salomão, bem fariam em demonstrar misericórdia e compaixão para com os seus trabalhadores.

Leo Ranzolin
Vice-presidente aposentado da Associação Geral

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=542
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



I REIS 5 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
4 de agosto de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



I REIS 5 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
4 de agosto de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

A Bíblia é mais que uma caixinha de surpresas, é um tesouro que, quanto mais a pesquisarmos, mas nos enriqueceremos.
• Vamos valorizá-la mais?
Os capítulos subsequentes tratam do templo de Salomão construído para Deus:
1. A preparação para a construção do tempo (capítulo 5);
2. A construção do templo (capítulos 6 e 7);
3. A consagração do templo (capítulo 8).
Estes 4 capítulos possuem princípios relevantes para cada um de nós cristãos. Hoje, cada crente é um templo do Espírito Santo.
Antes de erigir um templo para Deus, o santuário móvel foi o local de encontro dEle com Seu povo durante a trajetória do deserto até os dias de Salomão. Nos dias do profeta Samuel, os filhos da escola de profetas iam aos lugares altos onde “cantavam o louvor de Deus, com música de flautas e harpas, saltérios e tambores”, salienta Ellen G. White.
Em vista disto, Salomão faria um templo com um coro e imponente orquestra onde o louvor a Deus seria um solene espetáculo. Mas, foquemos, primeiramente, o capítulo da preparação para a construção do templo:
• Nem sempre querer é poder: Davi almejou construir uma casa para Deus, mas foi-lhe negado (vs. 1-4).
• As coisas para Deus nunca devem ser feitas sem Seu consentimento e aprovação: Deus orientou Davi que seu filho, sucessor no trono, Lhe edificaria uma casa (v. 5).
• As coisas para Deus devem ser bem planejadas, preparadas e de boa qualidade: Salomão usou toda sua habilidade, recorreu a amigo, usou o melhor do povo e materiais de primeira na construção do templo (vs. 6-18).
Deus era contra a existência de um rei em Israel. Ele demonstrara Seu desagrado quando o povo pediu um rei, enviando uma tempestade tão violenta que encheu o coração do povo de grande temor (I Samuel 12:17-18). Embora diante do terrível mal em pedir um rei, Deus não desampararia ao povo rebelde, nem ao rei (I Samuel 13:19-22).
Pois DEUS é…
• …bondoso, misericordioso e flexível.
• …gracioso, amoroso e benevolente.
Por isso, Deus aceita uma casa realizada para Si pelas mãos de um rei, assim como deu oportunidade de Eva gerar vida, quando merecia a morte por passar a chave do mundo ao inimigo de Deus (Gênesis 3:1-20).
Um Deus assim merece adoração! – Heber Toth Armí.



1REIS 5 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
4 de agosto de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Pelo que intento edificar uma casa ao nome do Senhor, meu Deus, como falou o Senhor a Davi, meu pai, dizendo: Teu filho, que porei em teu lugar no teu trono, esse edificará uma casa ao meu nome” (v.5).

A parceria que havia entre Davi e o rei de Tiro foi firmada mediante um presente de Hirão, reconhecendo o reinado do novo ungido de Israel. Hirão enviou material e mão de obra, e construiu “uma casa a Davi” (2Sm.5:11). Mediante este gesto de cortesia, Davi entendeu como sendo a confirmação do Senhor sobre o seu reino e exaltação deste, por amor a Israel. Ouvindo que Salomão estava “em lugar de seu pai” (v.1), Hirão logo tratou de enviar mensageiros ao novo rei a fim de não perder a sua relação pacífica com Israel, pois “sempre fora amigo de Davi” (v.1).

Dando início aos preparativos para a construção do templo, os milhares de homens envolvidos nesta grande obra nos concede um vislumbre de sua dimensão. A “madeira e as pedras para se edificar a casa” (v.18) foram cuidadosamente preparadas e “os chefes-oficiais de Salomão” (v.16) cuidavam para que tudo fosse executado com esmero. O templo de Salomão certamente poderia ser considerado como uma das sete maravilhas do mundo antigo. Mas esta suntuosa edificação seria destruída por Nabucodonosor quando Babilônia invadisse Jerusalém.

Apesar de se ter empregado a melhor mão de obra e os mais caros materiais no primeiro templo, o Senhor mostraria ao povo que nada neste mundo pode superar a glória de Sua presença. Quando os judeus retornassem do exílio Babilônico encontrariam apenas as ruínas do templo de Salomão. Mas com relação ao segundo templo, foi-lhes profetizado: “A glória desta última casa será maior do que a primeira, diz o Senhor dos Exércitos” (Ag.2:9). O Senhor não estava se referindo à arquitetura do lugar, mas Àquele que ali entraria. E nas palavras do justo e piedoso Simeão, ao tomar nos braços o menino Deus, a profecia de Ageu teve o seu cumprimento: “os meus olhos já viram a Tua salvação, a qual preparaste diante de todos os povos: luz para revelação aos gentios, e para glória do Teu povo de Israel” (Lc.2:30-32).

Onde há verdadeiros adoradores reunidos, unânimes no propósito de dar glórias a Deus, Ele ali Se faz presente. Mas independente do lugar onde O adoramos, Ele deseja fazer de nossa vida a Sua habitação. Como está escrito: “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito Santo habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado” (1Co.3:16-17). Que mediante este sagrado privilégio, possamos dedicar tudo o que temos e o que somos no altar de Deus, pois estou plenamente certa “de que Aquele que começou boa obra em [nós] há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus” (Fp.1:6). Vigiemos e oremos!

Feliz semana, templos do Espírito Santo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #1Reis5 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



I REIS 5 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
4 de agosto de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

445 palavras

2, 3 Quando Davi se ofereceu para construir um templo, Deus disse “não” através do profeta Natã (2Sm 7:1-17). Deus queria que um pacificador, não um guerreiro, construísse sua casa de oração (1Cr 28:2, 3). Life Application Study Bible Kingsway.

…por ter derramado muito sangue, o Senhor não lhe permitiu que o fizesse (1Cr 22:8). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 817.

uma casa ao nome do SENHOR. O templo para Deus. Várias declarações bíblicas indicam que o trono de Deus se encontra no Céu, mas Seu nome habita no templo. Ver Sl. 11:4. Andrews Study Bible.

Dentro da cultura semita, um nome era concebido como se revelasse algo do caráter e da identidade de uma pessoa (Gn 17.5; 32.28; Êx 3.13-14; 34.6-7; Dt 12.5). Bíblia de Genebra.

Dá ordem. Aqui está um resumo de parte da mensagem de Salomão a Hirão dada de forma mais completa em 2 Crônicas 2:3 a 10. CBASD, vol. 2, p. 817.

Bendito seja, hoje, o SENHOR. Abençoar a Deus significa louvá-Lo. Hirão reconhece a grandeza do Deus de Salomão. Andrews Study Bible.

toda a tua vontade. Não se poderia esperar resposta mais gentil. Hirão se envolveu por completo com os planos de Salomão e concordou em fazer tudo o que ele pediu e com espírito voluntário e coração alegre. As tarefas deste mundo seriam muito mais leves se o mesmo espírito fosse encontrado com mais frequência no coração dos que têm oportunidades de reagirem a favores pedidos. CBASD, vol. 2, p. 817.

em jangadas. Quer dizer que os próprios troncos lavrados foram amarrados uns aos outros formando balsas. Bíblia Shedd.

até ao lugar que me designares. A cidade de Jope [hoje, parte de Tel-Aviv]. Andrews Study Bible.

11 Salomão deu a Hirão. O acordo entre Salomão e Hirão era vantajoso para ambos. … Ambos deram do que tinham e receberam o que precisavam, portanto, ambos foram beneficiados. CBASD, vol. 2, p. 818.

12 sabedoria. A sabedoria é necessária em todas as áreas da vida, seja na religião ou nos negócios, no governo bem como na agricultura, no lar e na escola. Ela promove contentamento e prosperidade, felicidade e piedade. A verdadeira sabedoria vem de Deus e conduz a Ele. CBASD, vol. 2, p. 818.

13 arregimentou trinta mil trabalhadores de todo o Israel (NVI). V. notas em 9.15; 2Sm 20.24. O ressentimento entre o povo contra esse tipo de trabalho forçado acabou levando a um levante civil e à divisão do reino de Salomão imediatamente depois de sua morte (12.1-18). Bíblia de Estudo NVI Vida.

18 Gebal, hoje chamada Byblos, se localizava ao norte da atual Beirute, próximo da floresta de cedros. Life Application Study Bible Kingsway.

Gebal (ou Biblos) se tornara internacionalmente conhecida por seu comércio de papiro, a forma antiga de papel feita de folhas prensadas e secas da cana de papiro. Bíblia de Genebra.



I REIS 5 – VÍDEO COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
4 de agosto de 2019, 0:03
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: