Reavivados por Sua Palavra


JUÍZES 4 by Jobson Santos
15 de maio de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/juizes/jz-capitulo-4/

Ao chegarmos a Juízes 4, percebemos que Deus já usou, pelo menos, 3 diferentes inimigos pagãos para disciplinar Israel. Cada retorno de Israel à desobediência generalizada resultou, num aumento progressivo, de períodos de opressão: 8 anos sob Cusã-Risataim, 18 anos sob Eglom e 20 anos sob Jabim. Na libertação, também vemos um padrão: Deus usando o improvável. Um solitário benjamita canhoto, Eúde; Sangar, que matou 600 filisteus com uma aguilhada – ponteira para conduzir bois; e Jael, uma simples dona de casa. Jael teve seu nome honrado na Bíblia por ter livrado Israel de Sísera. Ela pôs fim à vida desse líder inimigo e não o comandante militar Baraque, nem qualquer dos seus 10.000 homens.

Deus usa instrumentos fracos e improváveis para alcançar os Seus maiores resultados.

Você hoje está se sentido fraco? A sua própria desobediência tem lhe esmagado espiritualmente? Não desanime. Deus não apenas disciplina aqueles a quem ama, mas se deleita em libertá-los. Você entregará a Deus a sua fraqueza? Ele tem planos não apenas de libertar você, mas também de capacitá-lo para libertar outros.

Brennon Kirstein
Capelão da Southern Adventist University

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=461
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



JUÍZES 4 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
15 de maio de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



JUÍZES 4 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
15 de maio de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Quanto vale uma vida espiritual? O que é mais importante em nossa vida? No fundo do poço, o povo lembra ou reconhece que existe Deus. Lá, quando não há solução, oram; contudo, Deus opera a libertação miraculosa.

• Por que esquecer de Deus ou ir a Ele como se religião fosse um pronto-atendimento ou pronto-socorro?

Amigo(a), não permita que nada te faça um ioiô na vida espiritual! Uma vida de altos e baixos perde muito do bom que Deus quer dar-nos; pois, quando estamos lá embaixo por ter ignorado o quanto dependemos dEle, Satanás cumpre seus propósitos para nossa vida!

Os israelitas viviam sua terceira apostasia, viviam como numa gangorra ou como um ioiô – um sobe e desce na vida espiritual. Consequentemente, Jabim, rei de Hazor, incomodou-os durante 20 anos (vs. 1-3).

• Quando nos afastamos de Deus, atraímos problemas, angústias e aflições, devido a que ficamos desprovidos da proteção dos braços fortes e amorosos do Deus soberano.

O povo de Israel clamou por ajuda divina; em resposta, uma mulher, Débora, levanta-se como juíza para operar livramento (vs. 4-24). “Débora disse a Baraque que se preparasse e fosse lutar contra Sísera, o comandante do exército de Jabim, mas Baraque impôs uma condição: ele só iria se Débora fosse com ele ao monte Tabor.

“Seguiu-se um duelo no Tabor, e o exército de Sísera foi derrotado. Sísera fugiu a pé para a tenda de Jael, esposa de Héber, o queneu […]. O que Sísera não sabia era que Jael havia transferido sua lealdade para o lado de Deus […]. Na tenda de Jael, foi posta sobre Sísera uma coberta e lhe foi dado leite a beber. Então Jael lhe cravou uma estaca da tenda na têmpora, usando um martelo. Quando Baraque chegou à tenda de Jael, encontrou o corpo de Sísera estendido no chão, numa poça de sangue, com a estaca ainda cravada no crâneo” (David Tasker).

• A forma de Deus agir pode parecer tão brutal tanto quanto quando um pai amoroso mata um cão feroz para salvar seu filhinho de menos de um ano de vida!

• Se quando clamamos, Deus age quando não vemos solução, por que não O buscar quando tudo está bem para melhorar ainda mais?

“Senhor, reaviva-nos!” – Heber Toth Armí.



JUÍZES 04 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
15 de maio de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Débora, profetisa, mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo” (v.4).


Pela reiterada desobediência, Israel teve de sofrer vários períodos de retorno à escravidão. Bastava clamar ao Senhor para que Ele Se compadecesse de Seu povo e lhe provesse um meio de escape. A eleição de Débora como juíza de Israel foi inusitada, mas por todo o povo reconhecida. Sua biografia resumida a ter sido “mulher de Lapidote” também contava com o fato de ter sido uma profetisa. Como alguém que transmitia ao povo as palavras de Deus, Débora tornou-se respeitada como a única mulher a assumir tal posição política em Israel.

Ainda absorto pela responsabilidade de comandar os filhos de Israel contra um exército aparentemente imbatível, Baraque só consentiu em avançar se Débora o acompanhasse. Aquela mulher de Deus transmitia segurança e coragem. Suas palavras tinham a força de um exército em batalha e a sua presença, a imponência de quem anuncia a vitória, mas também a brandura e paz de quem acalenta uma criança. Tudo indica que os exércitos inimigos com seus carros de ferro foram conduzidos a um atoleiro. “E o Senhor derrotou a Sísera, e todos os seus carros, e a todo o seu exército a fio de espada diante de Baraque” (v.15).

Uma segunda personagem feminina fez a diferença neste episódio. Os queneus eram descendentes do sogro de Moisés, e, portanto, tinham algum grau de parentesco com Israel. Apesar disso, “Héber, queneu” (v.11), havia feito um acordo de paz com os inimigos de Israel; o que não era do agrado de sua esposa Jael que, na primeira oportunidade, provou ser temente a Deus e a favor de Israel. Grandes coisas acontecem quando o Senhor empreende Seus propósitos “às mãos de uma mulher” (v.9).

O principal empreendimento dado pelo Senhor às mulheres está na edificação do lar. “A mulher sábia edifica a sua casa” (Pv.14:1). Isto não implica que a mulher não possa assumir outras funções laborais, mas desde que estas não descaracterizem e nem minimizem a sua função principal como esposa e mãe. Ao descrever Débora primeiro como profetisa, ou seja, como mulher guiada por Deus, e depois como mulher de Lapidote, isto é, esposa e dona de casa, e, por último, como juíza em Israel, a Bíblia nos revela a ordem de prioridades que deve reger a nossa vida: Deus, família e trabalho.

O espírito voluntário de Débora em ser usada por Deus e a coragem de Jael de exterminar o mal de sua casa devem nos inspirar a buscar no Senhor a sabedoria necessária para que sejamos homens e mulheres que andem concordemente.

Precisamos, como nunca antes, atender ao apelo deixado por Paulo: “Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes, sejais unidos em um mesmo sentido e em um mesmo parecer” (1Co.1:10). Vigiemos e oremos!

Bom dia, homens e mulheres guiados pelo Espírito Santo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Juízes4 #RPSP

Comentário em áudio:
youtube.com/user/nanayuri100



JUÍZES 4 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
15 de maio de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

1569 palavras

Deve-se notar aqui que essa narrativa passa do tratar da situação do sul para o norte da Palestina. Bíblia Shedd.

1 Israel pecou “perante o Senhor“. Nossos pecados magoam e fazem mal a nós mesmos e a outros, mas o pecado é cometido, na verdade, contra Deus porque ele desconsidera Suas ordens e Sua autoridade sobre nós. Ao confessar seus pecados, Davi orou: “Pequei contra Ti, contra Ti somente, e fiz o que é mau perante os teus olhos” (Sl 51:4). Reconhecer a seriedade do pecado é o primeiro passo para removê-lo de nossas vidas.Life Application Study Bible.

Jabim. Após os 80 anos de paz que se seguiram depois de Eúde ter quebrado a opressão dos moabitas, os israelitas se descuidaram da vida espiritual e novamente abandonaram a Deus. Para despertar o povo, o Senhor permitiu que o governador cananeu que governava a forte cadeia de fortalezas ao norte da Palestina oprimisse as tribos israelitas daquela região por um período de 20 anos. A história de como o jugo da opressão foi quebrado por Débora e Baraque é contada duas vezes, uma em forma de prosa em Juízes 4 e outra em forma poética em Juízes 5. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 337.

Hazor. Cf Js 11.13n. Destruída por Josué um século antes, mas não ocupada pelos hebreus, foi reconstruída pelos cananeus e restaurada à sua grandeza anterior. Bíblia Shedd.

Harosete-Hagoim. Harosete estava 25 km a noroeste de Megido, onde a planície de Jezreel afunila antes de entrar na planície costeira de Acre. A planície representou um terreno ideal para a força-tarefa de Sísera, com 900 carros de ferro (Jz 4:3). Os israelitas, no seu estado de rebelião e pecado, não puderam prevalecer contra inimigo tão ameaçador e logo foram vencidos e forçados a pagar tributo. CBASD, vol. 2, p. 337.

carros de ferro. Carros eram os tanques do mundo antigo. Feitos de ferro e madeira, eram puxados por um ou dois cavalos e eram as mais temidas armas daqueles dias. Alguns carros possuíam, acopladas às suas rodas, lâminas afiadas, projetadas para mutilar os desamparados soldados a pé.Life Application Study Bible.

Cf 11.9n. Os israelitas não tiveram acesso ao ferro, nem meios para produzir artigos desse metal (cf Js 17.16; 1 Sm 13.19-22). Bíblia Shedd.

por vinte anos, oprimia duramente os filhos de Israel. Após 20 anos de circunstâncias insuportáveis, os israelitas finalmente clamaram por auxílio ao Senhor. Mas Deus deveria ser o primeiro lugar a buscar quando enfrentarmos dificuldades e dilemas. Os israelitas escolheram seguir seus próprios caminhos [escolhas]  e se meteram em confusão. Nós frequentemente fazemos o mesmo. Tentar controlar nossas vidas sem a ajuda de Deus leva a dificuldades e confusão. Por contraste, quando nos mantemos em contato diário com o Senhor, criaremos menos circunstâncias dolorosas para nós mesmos. Esta é uma lição que os israelitas nunca aprenderam completamente. Quando dificuldades surgirem no seu caminho, Deus quer que O procuremos primeiro, buscando por Sua força e guia. Life Application Study Bible.

Débora. Literalmente, “abelha”. Dos juízes, cujas façanhas estão registradas neste livro, ela é a única de quem se diz possuir o dom de profecia. CBASD, vol. 2, p. 337.

A única mulher entre os juízes de Israel. As mulheres normalmente eram relegadas a plano inferior ao dos homens na estrutura tribal de Israel. A qualidade carismática de Débora já era conhecida, razão essa que levou o povo e Baraque a procurá-la. Bíblia Shedd.

Julgava. Talvez não como princesa, com autoridade civil concedida a ela, mas como profetisa, corrigindo abusos e remediando males. CBASD, vol. 2, p. 337.

atendia… a juízo. Ou seja: era magistrado, promulgando decisões jurídicas. Bíblia de Genebra.

Baraque. Significa “raio”… É citado entre os heróis da fé em Hb 11.32. Bíblia de Estudo NVI Vida.

monte Tabor. A sua localização central tornou-o o local de reagrupamento das tribos do norte e sua altura facilitou a defesa contra os carros de Sísera. O pico, uma plataforma retangular com aproximadamente 915 m de leste a oeste e 396 m no ponto mais largo, era uma excelente área para assumir posições em formação militar. CBASD, vol. 2, p. 338.

Naftali e… Zebulom. Juízes 4 menciona apenas essas duas tribos tomando parte na batalha. Em Juízes 5 seis tribos são mencionadas. Naftali e Zebulom provavelmente forneceram a maior parte das tropas e as demais tribos enviaram poucos guerreiros. CBASD, vol. 2, p. 338.

ribeiro Quisom. O ribeiro Quisom ficava ao sopé do monte Tabor e estava virtualmente seco durante boa parte do ano. Bíblia de Genebra.

fores comigo. O fato de Baraque seguir a orientação profética num empreendimento perigoso o dignificou…. ele preferiu o papel mais humilde, de alguém que executava as ordens vindas do Senhor. Ele voluntariamente se colocou sob a autoridade de uma mulher a quem Deus havia animado e inspirado. Há necessidade de pessoas que obedeçam à voz divina, como o fez Baraque. Deus não se limita ao sexo masculino na escolha de Seus profetas. Tanto o AT quanto o NT mencionam profetisas (Êx 15:20, 21;Nm 12:2; 2Rs 22:12-20; Lc 2:36; At 21:9). CBASD, vol. 2, p. 338.

11 queneu. Cf 1.16n. A família de Héber era composta de pastores nômades, que se deslocaram para o norte do país, em busca de pastagens. Bíblia Shedd.

13 seus carros. Os 900 carros foram reunidos de todas as cidades cananeias em aliança. CBASD, vol. 2, p. 339.

ribeiro Quisom. Apesar de muito curto, é o ribeiro mais largo nessa parte da Palestina. É alimentado por vários afluentes pequenos que cruzam a planície de Esdraelom e drenam as montanhas ao redor. Próximo ao Tabor, um afluente ao norte se une ao curso de água principal perto de Megido. É provável que Sísera tenha levado seus carros armados por esse afluente e acampado ao longo do rio. CBASD, vol. 2, p. 339.

15 o SENHOR derrotou a Sísera. Podemos tirar uma ideia do aconteceu, de 5.21, 22. Deus mandou um aguaceiro (possivelmente fora da estação da chuva), que causou o transbordamento do ribeiro Quisom. Os carros atolados na lama e levados pela correnteza perderam mais do que uma simples vantagem. O Senhor é maior do que Baal, deus da tempestade, visto que este nada pôde fazer para evitar a manifestação do poder de Jeová contra a natureza. Bíblia Shedd.

Com uma chuva forte, o solo barrento se tornaria uma lama pegajosa, impossibilitando a locomoção dos carros dos cananeus. Trabalhando numa escavação da antiga cidade de Megido, próximo a esse local, um pesquisador explicou que, em dias chuvosos, é impossível ir a qualquer lugar, mesmo a cavalo, por causa da lama. CBASD, vol. 2, p. 339.

Mesmo hoje, as tempestades tem tornado praticamente intransponíveis a planície ao longo de Quisom. Em abril de 1799, o rio Quisom em cheia ajudou a vitória de Napoleão contra um exército turco. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Na Primeira Guerra Mundial, as tropas inglesas descobriram que 15 minutos de chuva em solo barrento impossibilitavam as manobras da cavalaria. CBASD, vol. 2, p. 339.

16 Baraque perseguiu os carros e os exércitos… de Sísera. A fuga foi conduzida ao vale, porque os hebreus estavam instalados nas montanhas, dos dois lados do vale. O vale se estreitava nas proximidades de Harosete. O exército foi dizimado antes de conseguir voltar à base em Harosete. Ninguém sobreviveu. CBASD, vol. 2, p. 339.

Harosete-Hagoim. Este local parece ter se situado no extremo oposto da planície de Esdraelom, onde o ribeiro de Quisom cruza as montanhas rumo às planícies marinhas… A canção de Débora fala de fases da batalha que ocorreu próximo a Taanaque e Megido (Jz 5:19). CBASD, vol. 2, p. 339.

17 Sísera fugiu a pé para a tenda de Jael, mulher de Héber, queneu. O acampamento dessa tribo estava entre 38 ou 64 km ao norte do local da batalha. Devem ter se passado um ou dois dias, quando o outrora orgulhoso comandante do exército, [agora] faminto e exausto, chegou às tendas de um povo que considerava amigável. CBASD, vol. 2, p. 339.

havia paz. Sísera pensava que Jael lhe outorgava absoluta segurança. Havia paz entre Jabim e Héber. As boas maneiras e a generosidade de Jael, conforme a tradição do Oriente, em que ao hóspede é garantida plena proteção, tudo inculcara no ânimo do comandante um sentimento de bem-estar. Desconhecia as relações de amizade entre os queneus e os hebreus (cf v11). Bíblia Shedd.

Mesmo que seu esposo, Héber, fosse leal às forças de Sísera, Jael certamente não era. … A predição de Débora se cumpriu: a honra que derrotar Sísera foi de uma valente e decidida mulher (v. 4). Life Application Study Bible.

18 Ele entrou. Como o costume do antigo Oriente Próximo proibia que qualquer homem, exceto o marido ou o pai da mulher, entrasse na tenda dela, parecia que Jael estava oferecendo a Sísera um esconderijo ideal. Bíblia de Estudo NVI Vida.

21 tomou uma estaca da tenda. A habilidade manifestada por Jael no manuseio dos elementos necessários para armar uma tenda é compreendida pelo costume reinante de entregar essa tarefa às mulheres. A morte de um valente nas mãos de uma mulher era, para o homem, mui deprimente naqueles tempos (cf 9.54). Bíblia Shedd.

22 Jael lhe saiu ao encontro e lhe disse: Vem, e mostrar-te-ei o homem que procuras. A narrativa que começou com uma mulher corajosa termina com a mesma observação. CBASD, vol. 2, p. 340.

23 Deus… humilhou a Jabim. O autor não atribui a vitória israelita a Baraque, Débora ou Jael, mas a Deus, cujo poder possibilitou aos hebreus derrotar seus inimigos. CBASD, vol. 2, p. 340.

24 prevalecia. Esta batalha sobre o ribeiro de Quisom foi o início da libertação completa do jugo dos cananeus. Em combates posteriores, os hebreus exerceram pressão cada vez mais forte sobre o reinado de Jabim, até que o poder desse rei cananeu foi completamente quebrado. CBASD, vol. 2, p. 340.



JUÍZES 4 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
15 de maio de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: