Reavivados por Sua Palavra


JUÍZES 1 by Jobson Santos
12 de maio de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/juizes/jz-capitulo-1//

O fracasso de Israel em obedecer completamente às ordens de Deus de expulsar todos os seus inimigos resultou que seus inimigos destruíram o amor de Israel por Deus de dentro para fora.

Repetidamente ao longo deste capítulo, lembrei-me de quatro inimigos do coração que nos corroem por dentro e Deus quer destruir completamente: a culpa, a raiva, a cobiça e a inveja. Todos estes quatro inimigos permitem que o EU ocupe o trono.

Culpa: “Você me deve e me pagará pelo que fez.”
Raiva: “Eu sou o seu dono e lhe controlo.”
Ganância: “Eu mereço muito mais do que tenho.”
Inveja: “Deus me deve mais bênçãos quando eu comparo o que recebi com o que Ele deu aos outros.”

Podemos subjugar cada um desses inimigos com a ajuda de Deus, e assim o poder desses inimigos em nossas vidas pode ser minimizado. No entanto, se permitirmos que eles persistentemente vivam em nossos corações é como deixar os cananeus na terra prometida – eles irão crescer como um câncer, fazendo com que nossa vida espiritual vacile como aconteceu com a nação de Israel ao longo da era dos juízes. Assim, Deus é deixado de lado e o eu se torna rei.

Peçamos a Deus para nos ajudar a expulsar de nossa vida esses pensamentos pecaminosos!

Brennon Kirstein
Capelão
Southern Adventist University
Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=458
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



JUÍZES 1 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
12 de maio de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



JUÍZES 1 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
12 de maio de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Se Josué é o livro da vitória, Juízes é o livro da derrota. Se em Josué você vibra com o povo de Deus; em Juízes você se decepciona. Se a história em Josué te enche de alegria e satisfação, em Juízes tem um gosto amargo e triste.

O livro mostra que, quando a humanidade está um caos é porque falta compromisso sério com Deus. Mas, como conhecer a Deus sem conhecer Seu Livro? “Se quisermos ser autênticos discípulos de Cristo, precisamos ir muito além de uma leitura descuidada, rápida e superficial da Bíblia” (Adolfo S. Suárez).

Prepare-se, madrugue-se e desperte para ler Juízes. Aprenderás muito:

1. A morte de um líder espiritual pode resultar em morte espiritual: Josué, o líder destemido, o exemplo fiel, o pregador ousado, firme e apelativo, morreu; então, a espiritualidade de Israel declinou (vs. 1; 2:1-23);

2. Após conquistar mais algumas vitórias e relaxar… o deixar de lutar, acomodar-se e entregar-se a ociosidade física, pode sofrer relaxo, preguiça e acomodação espiritual: Negligenciar desafios a enfrentar, muitos acabam esquecendo de orar, consagrar-se e dedicar-se a Deus. Foi isso que aconteceu a Israel após adentrar à Terra Prometida, embora houvesse terra por conquistar ainda (vs. 2-36).

Embora o livro de Juízes tenha muito que falar da natureza humana que é ingrata, infiel, incrédula, perversa, arrogante, negligente, orgulhosa, idólatra, imoral, corrupta, etc. por causa do pecado, a forte ênfase de livro é no caráter de Deus que é amoroso, bondoso, atencioso, gracioso, libertador, restaurador, paciente, salvador, etc.

O declínio espiritual é gradativo; mesmo na ausência de Josué, o povo ainda consultou ao Senhor por algum tempo (v. 1). “A pergunta ‘Quem (…) subirá, primeiro?’ revela a incerteza do grupo que, então, não tinha líder. Eles reconheciam que cada tribo deveria iniciar a conquista para assegurar a porção da terra concedida por sorteio. Que tribo encorajaria as demais? Eles desejavam um líder apontado divinamente” (CBASD, v. 2, p. 314).

Por buscarem a Deus, os israelitas venceram algumas batalhas; por negligência, deixaram de cumprir todo o plano de Deus a eles. Não acontece o mesmo conosco hoje? Não recorremos mais a Deus quando estamos em dificuldades?

Negligenciar Deus é a nossa derrota. Mas, a busca constante a Deus resulta em constantes vitórias. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



JUÍZES 01 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
12 de maio de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Depois da morte de Josué, os filhos de Israel consultaram o Senhor, dizendo: Quem dentre nós, primeiro, subirá aos cananeus para pelejar contra eles?” (v.1).


Após a morte de Josué, a atitude inicial do povo lhe rendeu a bênção do Senhor e a vitória sobre os seus inimigos. Como dantes firmado, Calebe recebeu a sua parte por herança e cumpriu o seu juramento dando a mão de sua filha Acsa em casamento para Otniel, e atendendo ao pedido de Acsa dando-lhe terras com “fontes de água” (v.15).

O período dos juízes foi desafiador e durou cerca de 400 anos. Os primeiros passos desse período, contudo, desconsiderando uma ordem de Deus, resultou em decadência espiritual e sofrimento. Os filhos de Israel deveriam expulsar os moradores de Canaã por completo, mas foram permissivos, habitando com os inimigos. Sofreriam na pele as consequências de sua desobediência.

O zelo do Senhor em orientá-los a expulsar aquelas nações pagãs tinha o objetivo de mantê-los puros em Seus princípios, a fim de que não se contaminassem com a idolatria e licenciosidade dos habitantes de Canaã. Era desejo de Deus que Seu povo fizesse brilhar a Sua luz às demais nações da Terra; que fosse uma nação modelo com um chamado mundial para adorar ao único Deus verdadeiro.

Precisamos, hoje, ter a prudência que os líderes de Israel não tiveram. Permitindo que seus filhos convivessem de perto com os filhos de Canaã, as gerações seguintes foram se enfraquecendo e logo se tornariam tão prostituídas quanto as nações pagãs. A infância é a fase de molde do ser humano. Uma criança bem instruída segundo a sabedoria dada por Deus em Sua Palavra, dificilmente dará as costas ao Senhor. O contrário, porém, é devastador.

A firme resolução de Daniel e seus três amigos exemplificam uma educação familiar com êxito (Dn.1:8). Mesmo longe de casa e infiltrados em uma nação idólatra, revelaram os rijos princípios adquiridos no lar. Eles são um exemplo de que Deus sempre tem um remanescente para chamar de Seu. E com o relógio deste mundo a marcar os seus instantes finais, quanto mais necessitamos guardar o nosso coração e a nossa casa como fiéis sentinelas do Senhor.

Nesse dia em homenagem às mães, que nós mães lembremos de nossa sagrada e santa missão de preservar o nosso lar como sendo um pedacinho do Céu. Debaixo da graça de Deus, seremos vitoriosas: “Todavia, será preservada através de sua missão de mãe, se ela permanecer em fé, e amor, e santificação, com bom senso” (1Tm.2:15). Vigiemos e oremos!

Feliz semana, famílias de Deus! Feliz dia das mães, missionárias do lar!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Juízes1 #RPSP

Comentário em áudio:
youtube.com/user/nanayuri100



JUÍZES 1 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
12 de maio de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria



Juízes 1 – Comentários selecionados by jquimelli
12 de maio de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

1638 palavras

1:1 – 3:6 O livro introduz o período dos juízes ou “libertadores”, mostrando como o ritmo da conquista da terra prometida pelos israelitas desacelerou após o período de Josué. Andrews Study Bible.

Judá recebe a posição de liderança na ocupação da terra (v. 2; ver 20.18). Seus esforços vigorosos (junto com os da tribo de Simeão) ressaltam, pelo contraste, a triste história de fracassos que se desdobra a partir de então. Somente o sucesso de Efraim em Betel (v. 22-26) interrompe a monotonia daquela história. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Depois da morte de Josué. O livro de Josué começa de modo semelhante: “Depois da morte de Moisés” (Js 1.1). Bíblia de Genebra.

As batalhas sob seu comando minaram a capacidade dos cananeus de expulsar os israelitas da terra. A tarefa que agora Israel enfrentava era a própria ocupação do território cananeu. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Josué foi o sucessor óbvio de Moisés, mas não houve sucessor óbvio para Josué. Life Application Study Bible.

cananeus. Nome genérico dos povos que ocupavam a terra da Palestina, aos quais Israel foi mandado por Deus despojar (cf 4.2). Indica mais uma cultura do que unidade étnica. Bíblia Shedd.

Os cananeus viviam em cidades-estado que tinham, cada uma, seu próprio governo, exército e leis. Uma razão porque Canaã foi tão difícil de conquistar foi que cada cidade tinha de ser vencida individualmente. Não havia um único rei que rendesse o país inteiro que estava nas mãos dos cananeus. A maior ameaça dos cananeus para Israel não era o seu exército, mas sua religião. A religião canaanita envolvia crueldade na guerra, imoralidade sexual, egoísmo e materialismo. Era uma sociedade “Eu primeiro, o resto depois”. Obviamente, as religiões de Israel e Canaã não podiam coexistir. Life Application Study Bible.

Quem dentre nós. Os israelitas fazem uma pergunta quase idêntica no fim do livro – “Quem dentre nós subirá primeiro a pelejar contra Benjamim?” (20.18). Deus escolheu Judá. Davi e seus herdeiros nasceriam dessa tribo. Bíblia de Genebra.

subirá. Esta palavra sugere que as tribos estavam acampadas em planícies ao redor de Jericó e Gilgal. … As duas cidades estavam a aproximadamente 245 m abaixo do nível do mar, mas alguns dos lugares atacados por Israel estavam entre 760 e 1.100 m acima do nível do mar. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 314.

Judá subirá (ARA; NVI: “Judá será o primeiro”). O papel da liderança de Judá tinha sido previsto na bênção de Jacó (Gn 49.8-12). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Entreguei a terra. Esta é uma afirmação profética. O que certamente aconteceria era declarado como se já houvesse acontecido. “A terra” significa a porção de Judá. CBASD, vol. 2, p. 314.

3 Sobe comigo. Judá e Simeão eram filhos de Lia (Gn 29:33, 35). Era natural que as duas tribos se ajudassem, pois as porções eram vizinhas. … Cooperação entre os irmãos é o mais sensato quando há tarefas difíceis. … Os cristãos deveriam fortalecer as mãos uns dos outros contra os artifícios destruidores do reino de Satanás. CBASD, vol. 2, p. 314.

Adoni-Bezeque. Adoni significa “Senhor”. Portanto, o rei de Bezeque. Bíblia Shedd.

Os israelitas cortaram os polegares e dedões de Adoni-Bezeque para humilhá-lo e para torná-lo não efetivo para a batalha. Life Application Study Bible.

Setenta reis. Canaã era composta de muitas pequenas cidades-estado, e cada uma delas era governada por um rei. “Setenta” pode ser um número redondo ou símbolo de uma cifra alta [v. ]. Bíblia de Estudo NVI Vida.

atacaram Jerusalém. Embora a cidade fosse derrotada, não foi ocupada pelos israelitas nessa ocasião (cf. v. 21). Israel não controlou a cidade de modo permanente a não ser quando Davi a capturou c. 1000 a.C. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Como Jerusalém não fazia parte da porção de Judá nem de Simeão, essas tribos provavelmente abandonaram a cidade depois de tomá-la e queimá-la. CBASD, vol. 2, p. 315.

É uma das mais antigas cidades do mundo, habitada quase continuamente durante 5.000 anos. Bíblia Shedd.

nas montanhas. O termo “montanha” é utilizado no AT para as regiões montanhosas da Judeia, uma continuação da cordilheira central que percorre o país de norte a sul CBASD, vol. 2, p. 315.

no Neguebe. “Sul” (ARC). Em hebraico, negeb. Ao sul de Hebrom, as montanhas são menos abruptas, os vales, menos profundos, e os outeiros arredondam-se gradualmente até se fundirem com o deserto ao sul. CBASD, vol. 2, p. 315.

Nas planícies [ARA; NVI: Sefelá]. Do heb. shefelah. Entre as regiões montanhosas de Judá e as planícies filisteias que costeiam o mar há uma região de colinas de baixa altitude. Essa região na fronteira da Filístia era chamada de Sefelá, isto é, “planície”. CBASD, vol. 2, p. 315-316.

10 Hebrom. A cidade de maior importância no sul da Palestina. Sua conquista se relata em Js 10.36-37. Bíblia Shedd.

11 Quiriate-Sefer. “Cidade dos Livros”. Bíblia Shedd.

12 Calebe. Embora fosse, de descendência, quenezeu (Gn 15.19; Nm 32.12), era contado como membro da tribo de Judá. Representou Judá quando os espias foram enviados a Canaã (Nm 13.6). Bíblia de Genebra.

filha Acsa por mulher. A vitória na batalha era uma das maneiras de pagar o preço de uma noiva (v. 1Sm 18.25). Bíblia de Estudo NVI Vida.

13 Otniel. O primeiro juiz importante (v. 3.7-11). Bíblia de Estudo NVI Vida.

14 Esta, quando se foi a ele, insistiu com ele para que pedisse um campo ao pai dela (ARA; NVI: “Um dia, quando já vivia com Otniel, ela o persuadiu a pedir um campo ao pai dela”.

15 as fontes superiores e as fontes inferiores. Ainda irrigam os sítios locais em Hebrom. Bíblia de Estudo NVI Vida.

16 queneu [ou, “quenezeu”]. Ou, “o midianita” (Nm 10:29). Desde os tempos de Moisés, esse clã esteve intimamente ligado a Israel, sem perder a independência. Por estar em aliança com Israel e ter participado na campanha, foi autorizado a partilhar da recompensa e se estabelecer no território de Judá. CBASD, vol. 2, p. 317.

18 a Gaza, a Ascalom e a Ecrom. Três cidades que naquela época pertenceram aos cananeus, mas que logo depois foram tiradas dos israelitas pelos filisteus (“os povos do mar”) que atacaram a costa do Egito e invadiram as planícies do sudoeste da Palestina, c. 1200 a.C. Bíblia Shedd.

19 Judá… não expulsou os moradores do vale. Judá obteve êxito parcial, por causa de aparente superioridade das armas inimigas. Por que foi assim, se os carros de ferro não são nada diante do poderoso Deus, cujos carros são milhares de anjos? O poder infinito estava disponível, mas ainda assim a tribo de Judá não conseguiu obter completo domínio sobre os inimigos. O autor de juízes explica o motivo (ver com. de Jz. 2:14-23). CBASD, vol. 2, p. 317-318.

carros de ferro. Devastadores para soldados a pé em uma área plana, onde cavalos e carros podiam manobrar, mas não práticos em terreno acidentado. Provavelmente eram carros de madeira com rodas e lâminas de ferro acopladas. Carros feitos inteiramente de ferro teriam sido muito pesados para que cavalos os puxassem. Andrews Study Bible.

21 os filhos de Benjamim não expulsaram os jebuseus que habitavam em Jerusalém. Jerusalém ficava na fronteira entre Benjamim e Judá, mas fora concedida a Benjamim (Js 18.28). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Depois que os jebuseus foram humilhados pela derrota nas mãos de Judá, não ofereceram resistência aos homens de Benjamim, que se estabeleceram nos arredores da cidade. Não dispondo da resolução necessária para tomar a cidade, o povo de Benjamim se associou pacificamente aos idólatras jebuseus. Alguns anos mais tarde, Davi percebeu a importância de ter a cidade nas mãos e a tomou. CBASD, vol. 2, p. 318.

Até o dia de hoje. Esta expressão sugere que o livro de Juízes foi escrito antes de Davi tomar a cidade. CBASD, vol. 2, p. 318.

22 casa de José (ARA; NVI: “tribos de José”). Efraim e Manassés Ocidental. Bíblia de Estudo NVI Vida.

Betel. Significa “Casa de Deus”. Bíblia Shedd.

E o SENHOR era com eles. Além de Judá (v.19), é somente a respeito da casa de José que está escrito que “o SENHOR era com eles.” Bíblia de Genebra.

26 terra dos heteus (ARA; NVI: “hititas”). Outro nome para Arã (Síria) na época da conquista (v. nota em Gn 10.15). Bíblia de Estudo NVI Vida.

27, 28 As cidades enumeradas nestes vv e localizadas nos vales de Esdraelom e Jezreel controlavam a rota comercial mais importante da Palestina. Evidentemente, Israel tivera umas vitórias nesta região sem, contudo, controlá-la, por não possuir carros de ferro (cf 19n). Bíblia Shedd.

28 não os expulsou de todo. Contrário ao mandamento explícito do Senhor (cf Dt 7.1-6). Israel quis manter os cananeus como escravos e fonte de renda tributária. O resultado foi tão desastroso como também o é para o crente que mantém hábitos pecaminosos na vidaBíblia Shedd.

30 Zebulom não os expulsou. O autor passa a relatar as experiências das tribos cujas porções estavam situadas ao norte da Palestina, além da planície de Esdraelom. … A história de cada uma delas é a mesma. Não foram fortes o bastante para atacar as fortalezas em seus territórios, mesmo nas montanhas, onde as tribos do sul venceram. Conquistaram pequenas regiões onde puderam e se estabeleceram no meio dos antigos habitantes. CBASD, vol. 2, p. 320.

31 Aser não expulsou. A tribo de Aser não se saiu melhor que a de Zebulom. Sua porção era na planície marítima e nas colinas ao norte do Carmelo. Era o território dos fenícios, que ainda não tinham a fama de comerciantes marítimos. Estabelecendo-se entre os cananeus, parece que o povo de Aser ficou mais exposto que as outras tribos à absorção da cultura e religião desses povos. CBASD, vol. 2, p. 320.

32 os aseritas continuaram no meio dos cananeus. Aser, aparentemente, foi incapaz de dominar o território de sua herança e misturou-se com os habitantes da terra. Bíblia Shedd.

Isso sugere que cananeus dominavam a área. CBASD, vol. 2, p. 320.

33 Naftali não expulsou. A mesma narrativa é repetida. … O território de Naftali se tornou conhecido, mais tarde, como Galileia, onde os idólatras eram tão numerosos que a região era chamada “Galileia das nações” (Is 9:1), isto é, “área estrangeira”. CBASD, vol. 2, p. 320.

36 Sela. Refere-se “à penha” (ARC). Muitos tomam Petra como referência à fortaleza rochosa dos edomitas e nabateus. CBASD, vol. 2, p. 321.




%d blogueiros gostam disto: