Reavivados por Sua Palavra


JUÍZES 15 by jquimelli
26 de maio de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/juizes/jz-capitulo-15/

Recomendamos também o texto devocional da rodada anterior em: https://reavivadosporsuapalavra.org/2016/02/22/juizes-15/

 

Juízes 15 é um daqueles capítulos que não servem para contar para as crianças na hora de dormir. Se fosse um programa na TV, ele viria com um banner dizendo: “Atenção: NÃO tente isso em casa. Inadequado para algumas faixas etárias.”

Então, o que fazemos com os capítulos “incômodos” da Bíblia? É tentador pular e não lê-los. Mas Deus não pula as partes “incômodas” de nossas vidas. Há algo a ser aprendido de cada experiência. Este capítulo mostra quão rapidamente os relacionamentos se deterioram quando após um desentendimento as pessoas recorrem a vingança. Sansão resumiu em si o ditado: “Eu não apenas devolvo na mesma moeda, eu vou além”. As pessoas de Israel nos dias de Sansão desejavam que ele os libertasse dos filisteus, mas tinham medo dele e perguntaram: “O que é isso que você fez conosco? ”(v. 11).

O capítulo termina dizendo que Sansão governou sobre o povo de Israel por vinte anos. Não há detalhes sobre o que aconteceu durante aqueles anos, mas eu me pergunto como deve ter sido difícil sentir-se seguro tendo medo da força dos seus líderes e da questionável sabedoria de suas ações.

Esse capítulo é um convite para que cada um de nós, em nossos círculos de influência, exerça uma liderança em completa harmonia com a vontade de Deus.

Karen Lifshay
Corista da Igreja Adventista de Hermiston
Oregon, EUA

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=472
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



JUÍZES 15 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
26 de maio de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



JUÍZES 15 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
26 de maio de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Aqueles que empenham-se em conhecer a Bíblia descobrirão que suas ações contrárias às orientações da Bíblia resultam em destruição da vida.

Leia, estude, medite e reflita nos princípios divinos da história de Sansão. Não permita que os prazeres deste mundo faça que tua vida seja uma pura ilusão, desembocando num mar de frustração, amargura e decepção.

1. Não é sábio envolver-se com pessoas que não têm princípios, tais pessoas têm comportamentos tão cruéis que é de arrepiar os cabelos: A mulher de Sansão já havia sido dada a outro homem quando ele voltou “arrependido” reconciliar-se com ela e sua família. Irado, ele queimou plantações dos filisteus com 300 raposas; furiosos, os filisteus queimaram a mulher que era de Sansão e o pai dela. Sansão também se vingou deles por isso (vs. 1-8).

2. Um homem de muitas habilidades, orgulhoso, prepotente e arrogante, geralmente não têm amigos; vive uma vida solitária e só se mete em confusão. Os filisteus odiavam a Sansão e, inclusive os judeus o consideravam como inimigo. Os homens da tribo de Judá amarraram a Sansão e o entregaram aos filisteus (vs. 9-13).

3. Deus é misericordioso com Seu povo mesmo quando este está vivendo sob a regência do pecado, indiferença e comprometido com o mal. O Espírito do Senhor apossou-se de Sansão, o qual soltou-se das cordas, tomou uma queixada de jumento e arrasou com mil homens inimigos do povo de Deus (vs. 14-20).

É impressionante neste relato a misericórdia divina. Quando alguém louva a si mesmo pelas vitórias que Deus concedeu, Deus permite que necessidades o alcance objetivando levá-lo a reconhecer sua dependência do Autor da vida e das habilidades (vs. 15-19).

Síntese:

• Os sentimentos nos enganam.
• A vingança não é solução, causa mais confusão.
• A vitória e a salvação originam em Deus, sempre!

“Fisicamente falando, Sansão foi o homem mais forte da Terra; mas no domínio de si mesmo, na integridade e firmeza foi um dos mais fracos. Muitos tomam erradamente as paixões fortes como caráter forte; mas a verdade é que aquele que é dominado por sua paixão, é homem fraco. A verdadeira grandeza do homem é medida pela força de sentimentos que ele domina e não pelos sentimentos que o dominam” (Ellen G. White).

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



JUÍZES 15 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
26 de maio de 2019, 0:29
Filed under: Sem categoria

“Disse-lhes Sansão: Se assim procedeis, não desistirei enquanto não me vingar” (v.7).


Após o desastre daquela festa de casamento, Sansão voltou irado para casa de seus pais e ali passou algum tempo. Na época da colheita do trigo, a Bíblia diz que “Sansão, levando um cabrito, foi visitar a sua mulher” (v.1). Contudo, o pai da moça, pensando que Sansão a tinha desprezado, a entregou por esposa “ao companheiro de honra de Sansão” (Jz.14:20). Grande cólera apoderou-se dele que, contrariado e humilhado, tomou trezentas raposas e com elas causou grande destruição nas plantações dos filisteus. Sem esposa, caçado pelos filisteus e odiado por seus compatriotas, nada lhe restou a não ser o isolamento em uma caverna.
 
Sansão havia decidido casar-se com aquela mulher sem o consentimento de Deus, sem a aprovação de seus pais, movido apenas por uma paixão cega. Só que seus planos foram frustrados. E em suas duas falas percebemos o que o dominava: “não desistirei enquanto não me vingar” (v.7); “Assim como me fizeram a mim, eu lhes fiz a eles” (v.11). No coração de Sansão só havia lugar para a vingança! Sua impulsividade o fazia agir antes mesmo de pensar. Ele sabia que sua força física vinha do poder de Deus, mas suas motivações estavam distantes dos propósitos divinos.
 
De acordo com o dicionário, vingança significa “punição, revide”. Em linguagem jurídica, poderíamos dizer que se trata de uma sanção. Mas Deus cuidou em deixar bem claro que a Ele “pertence a vingança” (Rm.12:19). Ou seja, vingança é um ato divino que não nos foi outorgado decidir. Podemos até fazer parte da vingança do Senhor, como foi com Sansão com relação aos filisteus, mas jamais podemos tomar em nossas próprias mãos qualquer assunto que seja, que tenha a finalidade de prejudicar alguém.
 
Observem que Deus não deixou de usar Sansão para cumprir a Sua promessa de libertar Israel dos filisteus (v.14), mas isso não queria dizer que Ele aprovasse as suas intenções. Uma coisa faltava em Sansão, e ele não buscava: esperar em Deus. Ele não esperava que o Senhor fizesse justiça, mas se antecipava em sua vingança. Está escrito, meus irmãos: “De manhã, Senhor, ouves a minha voz; de manhã Te apresento a minha oração e fico esperando” (Sl.5:3). Esta é a atitude de todo cristão verdadeiro. Esta era a atitude de Jesus: “Naqueles dias, retirou-Se para o monte, a fim de orar, e passou a noite orando a Deus” (Lc.6:12). Uma vida de comunhão, de oração, resulta em uma vida de confiança e intimidade com Deus.
 
Do que chamamos de força, dos maus propósitos que nos orgulhamos, das nossas ações egoístas, das vantagens que contamos, das aparentes vitórias sobre aqueles que julgamos serem inimigos, só pode haver um resultado: sentimento de fracasso. A sede de Sansão foi muito além da física, foi da alma! Havia acabado de exterminar mil homens sozinho (v.15). O que acontecia após as vitórias de Israel sobre os inimigos? O povo entoava cânticos de vitória! Já estudamos sobre o cântico de Moisés, de Miriã, de Débora, da filha de Jefté.
 
Onde está, então, o cântico de Sansão? Não houve cântico, não houve gritos de alegria. Houve trágico sentimento de morte: “morrerei eu agora…? (v.18).
 
Deus “não nos trata segundo os nossos pecados, nem nos retribui consoante as nossas iniquidades” (Sl.103:10). Se Ele o fizesse, estaríamos todos perdidos. Que seja esta a nossa oração, hoje: “Não permitas que meu coração se incline para o mal” (Sl.141:4), “vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno” (Sl.139:24). Eis o que o Senhor espera de nós: “Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem” (Rm.12:21). Vigiemos e oremos!
 
Feliz semana, aqueles que esperam no Senhor!

Rosana Garcia Barros
 
#PrimeiroDeus #Juízes15 #RPSP
 
Comentário em áudio:
youtube.com/user/nanayuri100


JUÍZES 15 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
26 de maio de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria



Juízes 15 – Comentários selecionados by jquimelli
26 de maio de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

653 palavras

1 nos dias da ceifa do trigo. Perto do fim de maio ou do início de junho. Bíblia de Estudo NVI Vida.

cabrito. Semelhante presente era comum, como ocorreu com Judá e Tamar (Gn 38.17). Bíblia de Estudo NVI Vida.

sua mulher. Legalmente, era esposa de Sansão. Bíblia de Genebra.

5 A colheita do trigo surge no fim de uma longa estação de seca, de modo que os campos ficam extremamente vulneráveis ao fogo. Bíblia de Estudo NVI Vida.

6 queimaram. Bem mais fácil era desafogarem sua fúria sobre os timnitas do que prenderem Sansão. Bíblia Shedd.

me vingar. Somente no contexto daquela guerra santa em que Deus, segundo Seu plano divino, iria separar ao Seu povo, dos idólatras, é que se pode admitir a inocência (3) de Sansão. À luz do NT, nutrir um espírito de vingança é pecado, contrário à vontade de Deus (Mt 5.31-48; Rm 12.19-21). Bíblia Shedd.

A vingança é um monstro incontrolável. Cada ato de retaliação provoca outro. … O ciclo de vingança somente pode ser quebrado pelo perdãoLife Application Study Bible.

fenda na rocha de Etã. …uma caverna perto de Zorá, com acesso por uma fenda com menos de um metro de largura. Bíblia Shedd.

subiram. A palavra hebraica indica um avanço do exército. A reputação de Sansão já crescera em proporções astronômicas. Bíblia Shedd.

10 Por que subistes contra nós? Fica claro que os homens de Judá se tinham submetido inteiramente aos filisteus. Não queriam provocar a ira dos filisteus, que em armamentos de ferro e força bélica sobrepujavam aos israelitas campesinos. Bíblia Shedd.

12 para te entregar nas mãos dos filisteus. O povo covarde de Judá não só deixou de ajudar Sansão (comparar com a maldição sobre Meroz, 5:23) como também o entregou aos inimigos! Bíblia de Estudo Andrews.

14 aos gritos ( NVI; ARA: “gritando”). Brados de guerra (v. 1Sm 17.52). Avançaram gritando contra Sansão, assim como o leão avançara rugindo contra ele (14.5). Bíblia de Estudo NVI Vida.

16 Com uma queixada de jumento um montão. As palavras “jumento” e “montão” são idênticas no original, hamor, que em heb significa “animal de cor avermelhada”, o que se assemelha ao montão dos filisteus, malhados da cor do sangue. Bíblia Shedd.

A força do Senhor veio sobre Sansão, mas ele foi orgulhoso e se gloriou de sua própria força. … O orgulho pode nos levar a tomarmos crédito pelo trabalho que fizemos somente pelo poder de DeusLife Application Study Bible.

17 Ramate-Leí. Significa “Colina da Queixada”. Bíblia de Estudo Andrews.

18 clamou ao Senhor. Sansão, como Elias posteriormente (1 Rs 18 e 19), revela sua humanidade fraca. Não temeu os filisteus quando possuído pelo Espírito do Senhor, mas ficou apavorado em face da ameaça da morte pela sede. Bíblia Shedd.

Emocionalmente, somos mais vulneráveis após um grande esforço ou quando em frente de reais necessidades físicas. Frequentemente grande conquistas são seguidas por depressões severas, portanto não se surpreenda de se sentir exausto após uma vitória pessoal. Durante estes momentos de vulnerabilidade, evite a tentação de pensar que Deus deve algo a você por seus esforços. Foi pela Sua força que deu a vitória a você. Concentre-se em manter suas atitudes, ações e palavras focadas em Deus em vez de em si mesmo. Life Application Study Bible.

19 o Senhor fendeu a cavidade. Sansão não teve ajuda humana; por isso, Deus fez por ele, o exército de um homem só, aquilo que havia feito por toda a nação israelita, providenciando água no deserto (êx 17:6; Nm 20:11). Bíblia de Estudo Andrews.

En-HacoréEn, “fonte”; hacoré, “aquele que clamou”. O milagre tão extraordinário foi motivo de se mudar o nome do local, lembrando o fato de que a fonte aparecera em resposta à oração. Bíblia Shedd.

20 vinte anos. Normalmente, essas palavras assinalariam o final da história, mas não neste caso (14.1 – 15.20). Assim como Jefté (12.7), Sansão não dirigiu durante uma geração inteira (quarenta anos) assim como tinham feito os juízes anteriores. Bíblia de Genebra.

Aparentemente, Sansão foi indicado como juiz em Israel após esta vitória sobre os filisteus. Life Application Study Bible.




%d blogueiros gostam disto: