Reavivados por Sua Palavra


GÊNESIS 36 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
17 de novembro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“São estes os filhos de Esaú, e esses seus príncipes; ele é Edom” (v.19).


Mesmo após a sua reconciliação com Jacó, Esaú levou sua família e tudo o que lhe pertencia “e se foi para outra terra, apartando-se de Jacó, seu irmão” (v.6). Semelhante ao problema enfrentado por Abraão e seu sobrinho Ló, “a terra de suas peregrinações não os podia sustentar por causa do seu gado. Então, Esaú, que é Edom, habitou no monte Seir” (v.7-8). A diferença entre os nomes de suas mulheres relatados no texto de hoje e em Gênesis 26:34 e 28:9, pode ser explicada considerando dois costumes orientais:

  1. Seus nomes podem ter sido mudados naquela fase de sua vida. Este era um costume comum, assim como Abrão tornou-se Abraão, Sarai que recebeu o nome de Sara e o próprio Esaú que foi chamado de Edom;
  2. Judite e Oolibama, além de serem diferentes os nomes citados no capítulo de hoje, também se diferem no nome de seus pais e na nacionalidade de ambas. As esposas que não tivessem filhos não eram citadas nas genealogias, portanto, pode-se cogitar que as duas primeiras esposas de Esaú citadas no capítulo de hoje fossem outras mulheres, já que aquelas, provavelmente, não tenham lhe dado descendência.

Houve uma junção, por casamento, entre os filhos de Esaú e os filhos de Seir, “moradores da terra” em que Esaú se estabeleceu (v.20). Seus príncipes e reis revelam que se tornaram um povo organizado e regido por governantes antes mesmo “que houvesse rei sobre os filhos de Israel” (v.31). Para Esaú, a conveniência política era mais importante do que fazer a vontade de Deus. Através de seus casamentos, misturando-se com os povos pagãos, decretou de uma vez por todas a sua separação da nação eleita do Senhor. Enquanto Jacó se tornou Israel, príncipe de Deus, Esaú se tornou “pai de Edom” (v.43), fundador de um reino ímpio e idólatra.

As genealogias podem não ser os textos bíblicos mais agradáveis de se ler, mas possuem importantes informações que nos ensinam importantes lições. O Senhor desaprova a união do santo com o profano. Sobre isso, escreveu o apóstolo Paulo: “Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos?” (2Co.6:14-16). Apesar do contexto mais provável do texto de Paulo referir-se à associação dos coríntios com falsos apóstolos, ele também se aplica a casamentos mistos e associações comerciais ilícitas.

Em cada aspecto da vida, o povo de Deus precisa dar ao mundo uma clara mensagem de sua fé. Ao unir-se, sob qualquer circunstância, em sociedade com o incrédulo, o cristão assume o risco de perder a sua identidade e cair na triste “estatística” de Mahatma Gandhi: “Eu gosto de Cristo. Eu não gosto de vocês, cristãos. Vocês são tão diferentes de Cristo”. Assim como a identidade de Esaú mudou de filho de Isaque para “pai de Edom” (v.43), muitos têm recusado a paternidade divina em troca de vantagens terrenas e provisórias. Mas um título nunca poderá substituir a essência. Esaú era o primogênito, mas foi em Jacó que Deus viu um coração disposto a servi-Lo e a amá-Lo.

Hoje, o Senhor não está dizendo que os casamentos entre fiéis e ímpios devem ser desfeitos, mas que o que um dia começou errado, por Sua infinita graça, seja transformada em uma união harmônica. Que pelo procedimento do fiel, o cônjuge descrente seja ganho para Cristo. Estamos vivendo em um tempo decisivo e nossas escolhas, mais do que nunca, possuem uma influência que tem o poder de selar a nossa vida e a de outros ou para a vida, ou para a morte eterna. Que o Espírito Santo encontre em nós corações dispostos a servir e a amar ao Senhor e que, revestidos de Cristo, nossos pensamentos, palavras e ações revelem que pertencemos à família do Céu.

Feliz sábado, filhos de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Gênesis36 #RPSP

Comentários em áudio:
https://www.youtube.com/user/nanayuri100
https://www.youtube.com/channel/UCzzqtmGdF4UqBopc6CRiqLA


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Um feliz sábado!
Esses textos são maravilhosos, tenho aprendido bastante com eles.
Nem sempre é fácil compreender pois existe uma história dentro do contexto que exige pesquisa e muitas vezes é difícil para nós.
Vocês passam tudo isso para nós e creio que isso é obra do Espírito Santo para nós transformar e santificar.
Que Deus continue abençoando esse ministério!
Um abraço.

Comentário por Andréia Santos




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: