Reavivados por Sua Palavra


GÊNESIS 32 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
13 de novembro de 2018, 0:46
Filed under: Sem categoria

GÊNESIS 32 – Um inimigo terrível é um passado tenebroso, o que resulta num presente assombroso. Problemas não resolvidos, fuga da realidade, culpas, etc. esmagam a paz, solapam a alma e crucificam a felicidade.

Libertação é possível mediante orientações psicológicas e espirituais do Deus que conhece a complexidade humana. Ele é Médico dos médicos. Ele sabe…

• …curar até os maiores complexos humanos,
• …restaurar destruídos pelas aflições oriundas do pecado,
• …libertar dos traumas causados por nossas escolhas infelizes.

Somos tão problemáticos que, quando Deus vem em nossa direção trazendo solução, atacamo-lO. Observe:

1. Deus havia pedido que Jacó retornasse ao local onde seus problemas começaram: Seu lar – principalmente com seu irmão gêmeo. Traumas constrangeram-no a fugir de seu sogro. Porém, Deus ajudou-lhe a resolver os problemas com o sogro (capítulo 31).

2. O assombroso passado incomodou tanto Jacó que ele esperou a morte, ao ir ter com seu irmão, embora Deus Se mostrasse no controle (32:1-21).

3. O pior estava por vir. Medo, angústia, remorso, aflição, traumas, insegurança, dúvidas, etc., fizeram de Jacó uma pessoa cheia de complexos; por conseguinte, seu passado tenebroso levou-o a atacar ao único que poderia resolver seus problemas. Ele lutou a noite toda com Deus (vs. 22-55).

“Como a maioria de nós, Jacó era uma pessoa complexa. Tinha algo da fé profunda de seu avô e algo da lealdade de seu pai. Ao mesmo tempo possuía algo do ciúme de sua avó e a sagacidade e falta de escrúpulos de sua mãe”, observou Arthur J. Ferch. E, então, analisou:

“Contudo, não podemos responsabilizar os genes, os cromossomos e o ambiente pelo que somos. Mais importante é o reconhecimento de que somos produto de nossas escolhas”. Escolhas erradas não produzem resultados positivos!

Em meio a tantos complexos e aspectos negativos, algumas atitudes podem ser nosso ponto da virada. Como Jacó, devemos…

• Realizar tudo o que está ao nosso alcance, e então recorrer a Deus em oração, colocar tudo em Suas poderosas mãos (vs. 9-12);
• Reconhecer nossa fragilidade, então suplicar bênçãos, misericórdia e graça de Deus (vs. 25-26);
• Render-se ao encontrar-se com Deus a ponto de permitir que mude em nós o que Ele quiser (vs. 27-32).

Mudança de nome significa mudança de caráter! Estar na presença de Deus faz toda a diferença! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: