Reavivados por Sua Palavra


COMENTÁRIO GÊNESIS 20 – PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
1 de novembro de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

GÊNESIS 20 – O pecado arruinou o caráter de nossos primeiros pais na queda, no Jardim do Éden. A natureza humana tornou-se depravada e corrompida, complicada e difícil de aprender o que é certo.

Antes de avançar considere estes pensamentos sobre Abraão:

• “Quando o Senhor chamou Abraão para sair do meio de uma cultura pagã e pecaminosa, isso foi uma escolha soberana. Não sabemos por que motivo, entre outros possíveis candidatos, Deus decidiu usar Abraão. Mas sabemos pelo exemplo de Noé (Gn 6:8-9) que quando o Senhor trata conosco, Ele inicia Seus atos de misericórdia falando com aqueles que estão com o coração aberto para a verdade. A partir da resposta que Abraão deu ao chamado de Deus, ele parecia ser esse tipo de homem, mesmo que estivesse tão entregue à idolatria quanto seu pai (Js 24:2)” (Gene Getz).

• “Abraão tinha crescido em meio de superstição e paganismo. Mesmo a casa de seu pai, pela qual o conhecimento de Deus tinha sido preservado, estava a entregar-se às influências sedutoras que os rodeavam, e ‘serviram a outros deuses’ (Josué 24:2) em vez de a Jeová” (Ellen G. White).

Apesar de descender de uma família pagã, a família de Abraão deveria ser bênção em meio a uma sociedade apodrecida pela contaminação do pecado; contudo, em sua jornada, ele teve muitas falhas, ficando, assim, evidente que crentes do calibre de Abraão podem cair em tentação. Observe:

1. Chamados para serem bênçãos (Gênesis 12:1) pessoas que dependem de si mesmas e não de Deus, semeiam maldição. Ao chegar mentindo em Gerar, Abraão provocou a desgraça ao rei Abimeleque. Apesar de seu erro crasso, a graça que o havia alcançado agora intervém para impedir maiores desgraças (vs. 1-10).
2. Pecados dos crentes agravam quando não existe humildade para reconhecer erros e pedir perdão. Como Abraão, possuímos habilidades para justificar erros, não para admiti-los. Todavia, Deus age graciosamente para transformar Seus filhos. Abraão deveria interceder pela família de Abimeleque; ao proceder deste modo, houve cura da maldição que se alastrou como praga (vs. 11-18).

Nascido em um mundo contaminado, como Abraão somos pecadores orgulhosos; entretanto, o mesmo Deus que lhe estendeu graça quer moldar-nos graciosamente para que sejamos bênçãos num mundo desgraçado pelo pecado. Para isso também fomos chamados!

“Senhor, molda-nos” – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: