Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 52, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
15 de setembro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Assim, Judá foi levado cativo para fora de sua terra…” (v.28).


O último capítulo do livro de Jeremias relata um resumo das profecias quanto ao cativeiro babilônico. Desde os dias do rei Josias, Deus enviou o Seu profeta para alertar o povo acerca do que deveria fazer. Por muitos anos Jeremias pregou sobre a necessidade de arrependimento e conversão, mas também sobre juízo. Porém, um rei após outro fazia “o que era mau perante o SENHOR” (v. 2). O convite da graça foi rejeitado e pronunciada foi “a sentença” (v. 9) sobre “todas as casas de Jerusalém” (v. 13).

O rei Zedequias, dentre os demais, teve a oportunidade maior de dar ouvidos às palavras do SENHOR. Estabelecido como rei a mando de Nabucodonosor (II Reis 24:17), ocupou o trono de seu sobrinho Joaquim, que foi levado cativo “no oitavo ano do seu reinado” (II Reis 24:12). “Zedequias, no início do seu reinado, desfrutou inteiramente a confiança do rei de Babilônia, e teve como experimentado conselheiro ao profeta Jeremias” (EGW, Profetas e Reis, p. 224). No entanto, recusou-se a seguir as orientações divinas e o último rei de Judá terminou seus dias sem honra alguma dentro de uma prisão.

Apesar de ter seguido os passos de seu pai (II Reis 24:9), o rei Joaquim teve um fim diferente. Recebeu honra maior do que os demais reis que se encontravam em Babilônia, comeu pão na presença do rei dos caldeus e ainda recebeu uma espécie de salário diário de natureza vitalícia “até ao dia da sua morte” (v. 34). Pelo que parece, Joaquim entendeu os propósitos de Deus e aprendeu “no exílio a lição da obediência tão necessária para sua futura felicidade” (EGW, Profetas e Reis, p. 242).

Quantos apelos o Espírito Santo vai ter que fazer até que possamos entender que já não nos resta muito tempo? Assim como Babilônia foi tomada e “apanhada de surpresa” (Jr. 51:41), “à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá” (Mateus 24:44). “Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem” (Mateus 24:37). O Espírito Santo já está sendo retirado deste mundo. Ele “não agirá para sempre no homem, pois este é carnal” (Gênesis 6:3).

“Desde o princípio, o Espírito Santo tem agido em favor da humanidade. Da mesma forma em que trabalhou no coração dos ouvintes de Noé, tem agido em benefício de cada um que haverá de existir. A Sua função é a de nos unir em comunhão com Cristo e uns com os outros. E, para isso, precisamos estar dispostos a ouvi-Lo e a obedecê-Lo no tempo que se chama HOJE: ‘Hoje, se ouvirdes a Sua voz, não endureçais o vosso coração'” (Hebreus 3:15; Rosana Barros, O Último Chamado de Deus, p. 18, 19).

Estamos vivendo no tempo em que o apóstolo Paulo chamou de “tempos difíceis” (II Timóteo 3:1), onde somos aconselhados a fugir de tudo e de todos os que recusam o governo divino: “Foge também destes” (Idem, v. 5). Uma mente que não é guiada pelo Espírito de Deus torna-se uma arma letal nas mãos de Satanás. “Tendo forma de piedade” (Idem), agem com sutileza e cativam os que se deixam guiar pelas próprias paixões e que “jamais podem chegar ao conhecimento da verdade” (Idem, v. 7).

Oh, amados, o verso final deste livro fantástico e sobremodo apaixonante nos deixa uma linda mensagem de esperança:

Mesmo ainda em solo estrangeiro; mesmo sabendo que o nosso lar não é aqui; mesmo conscientes de que o pecado ainda faz separação entre nós e nosso Deus; mesmo sofrendo perseguições, ameaças e por vezes, nos sentirmos sozinhos; o SENHOR nunca nos abandonará! Dentro em breve Jesus virá sobre as nuvens do céu com poder e grande glória e, diante de todos, nos falará “benignamente” e nos dará “lugar de mais honra do que o dos reis” (v. 32) que já pisaram nesta terra, e nos levará Consigo para a Casa de Seu Pai (João 14:1-3). Ele mudará as nossas “vestes do cárcere” em “uma vestidura branca” (Apocalipse 6:11) e passaremos “a comer pão na Sua presença” (v. 33) e a desfrutar dos doze frutos da árvore da vida (Apocalipse 22:2), de onde receberemos uma “subsistência vitalícia, uma pensão… durante os dias” de nossa vida por toda a eternidade!

Quer você receber este dom GRATUITO? Então, prepara-te! Eis que o Rei do universo vem vindo!

Bom dia, estrangeiros à caminho de Casa!

Desafio do dia: Compartilhe esperança! Amanhã daremos início ao livro de Lamentações. Convide seus amigos e familiares para participar do projeto Reavivados por Sua Palavra.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Jeremias52
#RPSP

Deixe um comentário:

Anúncios

5 Comentários so far
Deixe um comentário

Comentário inspirado! Bendito seja o Nome do Senhor!

Comentário por PAULO ROBERTO DE OLIVEIRA

Amém! Louvado seja Deus!

Comentário por Ivan Barros

Cada dia que leio estes comentários tão inspirados pelo Espírito Santo, sinto a voz de Deus falar ao meu coração.

Comentário por Graciela

Amém! Deus continue te abençoando, amada! Continuemos sendo reavivadas!
Graça e paz!
Rosana

Comentário por Ivan Barros

Eu quero pedir para que Deus conduza a Mariana e Juliana, para uma faculdade

Comentário por Rosangela Firmino da Silva




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: