Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 37, Comentado por Rosana Barros  by Ivan Barros
31 de agosto de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Assim diz o SENHOR: Não vos enganeis a vós mesmos, dizendo: Sem dúvida, se irão os caldeus de nós; pois, de fato, não se retirarão” (v. 9).


O relato de hoje revela a condição mental em que se encontravam os líderes e o povo de Judá: em completa confusão. A pregação de Jeremias era ignorada, mas a sua vida, a sua experiência, deixava bem claro diante de todos que ele era um homem de Deus. Nem o rei, nem seus subordinados, nem o povo, “deram ouvidos às palavras do SENHOR que falou por intermédio de Jeremias, o profeta” (v. 2). “Contudo”, vendo-se em apuros, o rei pediu que este mesmo profeta rogasse por eles (v. 3). Isto não é estranho?

Novamente, o profeta alça a voz e proclama em alto e bom som a mesma mensagem de juízo. E ele vai além (parafraseando):

– Suponhamos que o teu exército, ó rei Zedequias, vencesse o exército dos caldeus e destes sobrassem apenas poucos “homens mortalmente feridos”, estes mesmos homens seriam fortes o suficiente para se levantar de seus leitos e queimar esta cidade inteirinha (v. 10).

O que Jeremias quis dizer foi que não importava o que fizessem, não importava se o exército egípcio afugentasse o exército de Babilônia, a profecia iria se cumprir exatamente como o SENHOR lhe havia revelado, nem que Ele tivesse apenas alguns homens inválidos para cumprir com Seus propósitos.

Qual foi a reação dos líderes de Jerusalém depois de ouvir aquelas palavras? Eles ficaram com muita raiva do profeta de Deus! Então, buscaram oportunidade de vingança acompanhando de perto cada passo de Jeremias. Na menor chance, agarraram-se a ela, e, “irados contra Jeremias, açoitaram-no e o meteram no cárcere” (v. 15).

O mesmo Zedequias, insensato e covarde, “em secreto”, manda chamar Jeremias da prisão e lhe pergunta: “Há alguma palavra do SENHOR?” (v. 17).

Interessante foi a resposta do profeta:

– Há sim. E é a mesma: “Nas mãos do rei da Babilônia serás entregue” (v. 17).

Mas que interesse tão grande era esse da parte de alguém que não dava ouvidos à palavra profética? Porque saber de algo que ele não estava disposto a obedecer?

O caráter de Zedequias lembra muito o de outro personagem bíblico: Pilatos.

Ambos temiam a reação do povo caso descobrissem a sua inclinação por saber a verdade. E esquivaram-se de serem por ela libertos do cárcere de seus pecados. Muitos há que conhecem as verdades da Palavra de Deus, reconhecem nos cristãos genuínos pessoas que possuem intimidade com o SENHOR, mas que não estão dispostos a seguir pelo mesmo caminho. Porque, como Jesus mesmo afirmou, é um caminho estreito, é uma jornada que requer renúncia e confiança em Deus; por isso, abrindo mão do poder do alto, preferem permanecer na comodidade da aceitação pela maioria.

Se Zedequias tivesse dado ouvidos à Jeremias, e se Pilatos tivesse obedecido ao pedido de sua esposa, quão diferentes teriam sido os registros de suas vidas! Hoje, o Espírito Santo bate à porta de nosso coração e clama! Todo aquele que abre e recebe o banquete do Céu, não consegue guardar este presente somente para si, mas é motivado, pela graça de Deus, a cumprir a missão que Cristo lhe confiou (Mateus 28:19-20).

“Não vos enganeis a vós mesmos” (v. 9), amados, tendo apenas curiosidade em saber a Palavra do SENHOR, mas que vocês permitam ser por ela reavivados, transformados e guiados. Então, nos momentos finais deste mundo escuro, assim como não faltou pão a Jeremias (v. 21), cumprir-se-á em nossa vida a palavra profética: “o seu pão lhe será dado, as suas águas serão certas” (Isaías 33:16).

Bom dia, reavivados pela Palavra!

Desafio do dia: Outro dos remédios naturais deixados por Deus para nós é a temperança. Pense em algum alimento, hábito ou droga (ainda que lícita) que esteja prejudicando a sua saúde, e decida, pelo poder de Deus, arrancar este “olho” (Mateus 5:29) de sua vida.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Jeremias37
#RPSP

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: