Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 34, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
28 de agosto de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Assim diz o SENHOR, Deus de Israel: Vai, fala a Zedequias, rei de Judá, e dize-lhe: Assim diz o SENHOR: Eis que Eu entrego esta cidade nas mãos do rei da Babilônia, o qual a queimará” (v. 2).


Estava acontecendo uma guerra mundial. Jerusalém e as cidades de Judá contra a Babilônia “e todos os reinos da terra” (v. 1). Além da desvantajosa situação de Jerusalém, Deus já havia predito, por intermédio de Seus profetas, a sua ruína. “Face a face”, o rei Zedequias veria a Nabucodonosor, e ele lhe falaria “boca a boca” (v. 3). E numa tentativa de fuga, Zedequias é capturado pelo exército dos caldeus e abandonado pelo seu próprio exército. “Então, o tomaram preso e o fizeram subir ao rei da Babilônia, a Ribla, o qual lhe pronunciou a sentença” (II Reis 25:6). A última cena que Zedequias pôde ver foi a morte de seus filhos, pois, logo após, lhe “vazaram os olhos; ataram-no com duas cadeias de bronze e o levaram para a Babilônia” (II Reis 25:7). Diante de tamanha violência emocional e física, como entender que ele morreria “em paz” (v. 5)?

Notem que a profecia é dada ao rei de Judá quando Nabucodonosor estava às portas de invadir Jerusalém. Era o último chamado de Deus para aquele insensato monarca. A promessa de que findaria seus últimos momentos de vida em paz foi por ele ignorada quando, estando a um passo de se entregar e de viver o cumprimento da profecia, preferiu dar longos passos na direção contrária. E isto lhe custou seus dois olhos, a destruição de sua família e de sua dignidade. O orgulhoso rei terminaria seus dias no cárcere babilônico (Jeremias 52:11).

O mundo tem uma visão muito distorcida do que seja liberdade e escravidão. Quando o SENHOR estabeleceu leis acerca da escravatura no meio do Seu povo, creio que um de Seus objetivos era dar-lhes a oportunidade de sentirem o que Ele sentiu ao livrá-los do jugo egípcio. Cada vez que um hebreu concedesse liberdade a um irmão, na verdade, a maior liberdade seria sentida por ele mesmo. Ao ajudar alguém a desprender-se das amarras do inimigo, estamos igualmente libertando um irmão.

Ao descobrir que os encantos disfarçados de Satanás estão destruindo as famílias, vazando os olhos da fé e os prendendo às cadeias da desobediência, muitos têm aceitado o último chamado de Deus e mudado a direção de suas vidas. Mediante o trabalho missionário de muitas testemunhas de Jesus (Atos 1:8), o SENHOR tem levado a verdadeira liberdade para muitos corações sinceros. Porém, da mesma forma que aconteceu no meio de Judá (v. 16), Satanás tem usado seus agentes para que o livre volte à escravidão.

Amados, uma coisa está bem clara no capítulo de hoje: mesmo que Deus nos deseje a paz, Ele não interfere na nossa liberdade em escolher a guerra; e o caminho para a verdadeira liberdade está em dar ouvidos às palavras do SENHOR. Fugir da vontade de Deus e ser condescendente com o mal são duas atitudes que põem em risco não somente a sua integridade física e emocional, mas o seu futuro eterno. Como disse uma amiga muito querida em um de seus sermões, parafraseando: Não temos mais tempo a perder agindo como meninos espirituais, mas precisamos buscar crescer em maturidade.

Não fuja dos propósitos do SENHOR para a tua vida! E que você seja um instrumento nas mãos de Deus para libertar muitos irmãos que ainda estão em Babilônia (Apocalipse 18:4).

Bom dia, livres em Jesus!

Desafio do dia: Respire profundamente o primeiro ar da manhã pelo menos cinco vezes e beba dois copos com água antes da sua devoção matinal. Faça disto um hábito e terás mais saúde, disposição e clareza espiritual.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Jeremias34
#RPSP


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Amém!!!

Comentário por Josivaldo Rocha de Jesus




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: