Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 30, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
24 de agosto de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Ah! Que grande é aquele dia, e não há outro semelhante! É tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será livre dela” (v. 7).


Jacó fez duas grandes fugas em sua vida. A primeira delas foi após enganar seu pai Isaque e seu irmão Esaú. Fugindo da ira de seu irmão, sentindo-se profundamente abatido e angustiado, a caminho da casa de seus parentes, adormeceu e teve um sonho. E ao contemplar aquela escada, percebeu que jamais poderia ter acesso a Deus e ao Seu perdão não fosse a bondade do SENHOR e a Sua graça que lhe era estendida como uma escada que dá acesso às cortes celestes, e que esta escada é Cristo (Compare Gênesis 28:12 com João 1:51).

Na sua segunda fuga, Jacó tomou tudo o que era seu, sua família e fugiu de seu sogro, Labão, de volta à terra de Canaã. Nos momentos que antecediam o Seu reencontro com Esaú, Jacó passou a noite lutando com Quem a Bíblia de início chama de “um homem”. Jacó lutou com Ele “até ao romper do dia”, obrigando aquela figura misteriosa a deslocar “a junta da coxa de Jacó”. Mas, apesar de cansado da luta, da dor descomunal em uma das coxas e da angústia que sentia em pensar que seu irmão poderia querer vingar-se dele, imagino Jacó agarrando-se a Jesus e implorando entre lágrimas e soluços entrecortantes: “Não Te deixarei ir se me não abençoares”. Então, após receber a bênção e um novo nome, com arrebatadora alegria e certeza da salvação, concluiu: “Vi a Deus face a face, e a minha vida foi salva” (Gênesis 32:24, 25, 26 e 30).

Os descendentes de Jacó voltariam do exílio para Canaã, assim como ele também havia retornado. De igual forma, passariam por um momento de grande luta, mas, como o patriarca, prevaleceriam. Como Jacó, o povo voltaria para a sua terra e ficaria “tranquilo e em sossego” (v. 10). O castigo que ainda lhes sobreviria seria “em justa medida”, e, semelhante à desconjuntura na articulação da coxa de Jacó, a dor lhes seria “incurável” (v. 15). Contudo, seria esta dor que os faria achegarem-se a Deus à procura de cura: “Não Te deixarei ir se me não abençoares”! E o SENHOR lhes restauraria a saúde e curaria as suas chagas (v. 17).

A mesma promessa é-nos dada no tempo em que, descreve o profeta Daniel (Daniel 12:1), será tempo de angústia tal que este mundo nunca viu. A angústia de Jacó será sentida por todos os fiéis sentinelas de Deus que aguardam com ansiedade a sublime manifestação da glória do Unigênito do Pai. Como a escada vista por Jacó, estamos prestes a testemunhar o maior Dia do mundo deste a sua criação: “Em verdade, em verdade vos digo que vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem” (João 1:51).

“Naquele dia” (v. 8), só prevalecerão aqueles que perseveraram em agarrar-se ao SENHOR e em nEle confiar. Estamos no meio de um campo de batalha e, se perseverarmos em permanecer no acampamento de Deus, Ele nos será por muro e protegidos estaremos todos, ainda que feridos. Ninguém retorna de uma guerra incólume. Mesmo os que voltam com vida, trazem as marcas da batalha, quer sejam físicas, quer sejam emocionais. No grande conflito espiritual não é diferente. À semelhança dos exilados, quando Jesus voltar encontrará o Seu povo ferido e cansado, mas não derrotado. Com um sorriso indescritível, Jesus olhará para os Seus fiéis soldados remanescentes e dirá: “Vós sereis o Meu povo, Eu serei o vosso Deus” (v. 22), PARA SEMPRE! A partir daí, amados, nunca mais as lágrimas, nunca mais a dor, nunca mais pecado, nunca mais a morte (Ap. 21:4)!

Está mais do que na hora de entendermos tudo isso (v. 24) e estarmos revestidos da armadura de Deus, empunhando a espada do Espírito e clamando com súplicas uns pelos outros (Efésios 6:10-18)! O Único que pode curar a dor incurável do pecado está às portas! “Eis a tempestade do SENHOR!” (v. 23).

Estais vós prontos para, como Jacó, exclamar: “Vi a Deus face a face, e a minha vida foi salva”?

Bom dia, soldados remanescentes do SENHOR!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Jeremias30
#RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: