Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 29, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
23 de agosto de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Buscar-Me-eis e Me achareis quando Me buscardes de todo o vosso coração” (v. 13).


O exílio tornou-se realidade. Grande parte do povo foi “deportado de Jerusalém para a Babilônia” (v. 1). Jeremias então, por ordem de Deus, lhes envia uma carta. Era uma carta de amor! Mesmo sob jugo babilônico, o SENHOR estaria com o Seu povo e o faria próspero em terra estranha se tão-somente orassem ao SENHOR pela paz daquela cidade e O buscassem de todo o coração. O povo de Deus recebeu a missão de ser um canal de bênçãos dentro de Babilônia.

Contudo, muitos se recusaram a sair de sua terra, e, neles, se cumpriria a profecia dos “figos ruins” (v. 17; Jeremias 24). Negando-se a seguir as ordens do SENHOR, ao invés de serem um espetáculo do poder de Deus em terra estrangeira, seriam “um espetáculo horrendo para todos os reinos da terra” (v. 18).

No exílio babilônico, em meio a uma multidão de milhares de judeus, quatro jovens decidiram ser fiéis em meio à infidelidade. Em contraste com o fim dos falsos profetas “os quais o rei da Babilônia assou no fogo” (v. 22), Daniel, Ananias, Misael e Azarias ergueram a bandeira da verdade de um Deus que é absoluto e negaram-se a prostrar-se diante de qualquer coisa, a não ser diante do SENHOR dos Exércitos. Nem uma fornalha superaquecida ou uma cova de leões famintos pode conter ou destruir a fé daqueles que decidem buscar ao Deus vivo de todo o coração.

Não se engane meu querido irmão e minha querida irmã, diante de nós está a mesma escolha entre ser fiel às palavras do SENHOR, ou não. Não há meio termo quando o assunto é fidelidade. O jovem Daniel, um adolescente entre os dezesseis e os dezessete anos, decidiu “firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia” (Daniel 1:8). Da mesma forma, os três amigos de Daniel, seguindo o mesmo caminho, enfrentaram a fúria de um rei ímpio e, com intrepidez e santa ousadia, decidiram caminhar para o fogo, dando a Nabucodonosor o privilégio de contemplar não apenas um milagre, mas o próprio Filho de Deus.

O desejo do SENHOR é de nos tornar Suas testemunhas para que a nossa vida testifique e revele a Jesus Cristo tal qual Ele é. Não os cristos que têm sido pregados pelo mundo afora segundo o desejo do coração dos incautos (v. 8), mas O CRISTO, o SENHOR dos Senhores, “Aquele que era, que é e que há de vir” (Ap. 4:8). Os pensamentos dEle a nosso respeito são infinitamente maiores e melhores do que os nossos (v. 11). Aceite-os, busque ao SENHOR de todo o teu coração e encontrarás a verdadeira paz!

Bom dia, testemunhas de Jesus!

Desafio do dia: Oremos pela paz da cidade em que moramos e para que a nossa vida seja uma luz para a nossa comunidade.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Jeremias29
#RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: