Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 13 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
7 de agosto de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

JEREMIAS 13 – Dramatizações é uma técnica divina para transmitir mensagens por meio de Seus mensageiros. O que muitos veem fala mais do que ouvem, por isso, Deus utiliza métodos que vão além da pregação – uma encenação!

O capítulo inicia com uma parábola dramatizada. “O que Jeremias é ordenado a comprar não é um cinto, mas um saiote curto usado por baixo da túnica. ‘Saiote’ traduz melhor o termo hebraico ‘etsor, do que ‘cinto’. O saiote de linho não devia ser molhado como habilmente se fazia para encolher a fazenda ou amolecê-la (v. 1). Jeremias comprou o saiote, o pôs sobre os lombos, quando lhe veio a ordem de ir até certo rio, e esconder o saiote na fenda de uma rocha (vv. 4 e 5). Passados muitos dias Jeremias é instruído a voltar ao esconderijo e desenterrar o saiote, que agora se achava apodrecido, e para nada mais prestava”.

Após explicar-nos esses detalhes, Sigfried Julio Schwantes, baseando-se nos versículos 9-11 onde o próprio Deus explica o significado da dramatização, declara: “Jeremias representa a Jeová, o saiote simboliza a casa de Israel… A esperança de Jeová era que tanto Israel, como Judá, Lhe fossem por povo, e nome, e louvor e glória (v. 11). Infelizmente, nem Israel, nem Judá, correspondem à expectativa divina. Não quiseram ouvir, antes se inclinaram ao culto de ‘outros deuses para servir e adorar’. Como resultado, Judá seria levado para além do Eufrates, como o saiote tinha sido levado, e ali apodreceria, significando que tanto a soberba de Judá, como a de Jerusalém, seria reduzidas a nada”.

Agora Deus usa um ditado popular para ilustrar verdade impopular. “Todo jarro se encherá de vinho”, indica que a vida deve ser aproveitada; Deus diz que o vinho, desta vez, seria Sua ira, e os jarros espedaçariam atirando-se uns contra os outros (vs. 12-14).

Deus quer salvar! Após estes recursos, Deus apela ao Seu povo (vs. 15-27):

• “Ouvi e atentai: Não vos ensoberbeçais…”.
• “Daí glória ao Senhor vosso Deus…”.
• “… pois te esqueces-te de mim e confiaste em mentiras”.
• “Tenho visto as tuas abominações…, a saber, os teus adultérios, os teus rinchos e a luxúria da tua prostituição. Ai de ti Jerusalém! Até quando ainda não te purificarás?”

O que Deus nos diria, hoje? – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: