Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 65 by jquimelli
24 de julho de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário Devocional

Atingimos os dois últimos capítulos de Isaías e confirmamos que a maravilhosa graça de Deus nunca se esgota. Geração após geração Ele Se revelou para judeus e gentios. Ele é o Grande Eu Sou, mesmo para aqueles que não sabem que Ele existe. A cada dia, “o tempo todo” (v.2 NVI), Ele chama em voz ansiosa a todas as pessoas, de todos os lugares , continuamente: “Eis-me aqui, eis-me aqui” (v. 1b ARA e NVI). Venha!

Deus nunca desistirá de ninguém enquanto houver qualquer vestígio de esperança de que eles responderão ao Seu chamado (v.8). A Grande Rebelião tem as suas sementes na decisão de ser independente de Deus. Para se perder, a pessoa deve fazer uma escolha deliberada contra Deus. “De contínuo” (v. 2 ARA), ela deve escolher adorar falsos deuses (v. 3); deve optar por seguir sua própria própria vontade (v. 3-7; ver tb 66:3,4).

Quão diferente, quão trágico é o futuro para aqueles que rejeitam Deus. É muito claro que Deus não é um “universalista”. Em outras palavras, nem todas as pessoas serão salvas. O contraste nos destinos daqueles que escolhem aceitar e aqueles que optam por rejeitar a Deus é resumido nos versículos 13-15. A escolha é nossa!

Aleta Bainbridge
Associação da Grande Sydney, Austrália

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/isa/65, https://www.revivalandreformation.org/?id=990 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/65/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/04/30
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Isaías 65 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



ISAÍAS 65 – COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
24 de julho de 2017, 0:50
Filed under: Sem categoria



ISAÍAS 65 – Comentário Pr Heber Toth Armí by jquimelli
24 de julho de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

ISAÍAS 65 – Existe um belo e ousado plano, o qual Deus cumprirá a despeito dos oponentes e indiferentes pecadores. Todos os que O buscarem participarão alegremente desse plano.
Reflita atentamente:
1. Deus Se coloca a disposição para que nações do mundo inteiro possam conhecê-lO; pois, isso produz salvação, a qual é de grande interesse divino (v. 1).
2. O povo de Deus que vive à altura (ou nas profundezas) do pecado, receberão a punição dos seus maus atos, os quais incluem:
a) Arrogância (v. 2);
b) Provocação, irritação (v. 3);
c) Práticas rituais, idolátricas (v. 3);
d) Espiritismo, magia, ocultismo, adivinhação, bruxaria, etc. (v. 4);
e) Contaminação do templo do Espírito Santo, comendo carnes impróprias, tais como:
• Carne suína/porco e derivados;
• Outras carnes abomináveis (ver Levítico 11; Isaías 66:17).
f) Aparência de santidade e superioridade, escondendo a pecaminosidade atrás da religião (v. 5).
3. A falsa sinceridade, a religiosidade hipócrita e a perversidade camuflada estão escritas no livro de Deus; e, no dia do juízo, cada pessoa que ignora sua real situação será confrontada com seu registro (vs. 6-7).
4. Todo aquele que, independente de sua condição, se importou em buscar a Deus será poupado entre os condenados. Nem todos do povo de Deus se salvarão, como nem todos os povos mundanos ser perderão. Haverá um remanescente mundial, os que servem verdadeiramente a Deus ligados a Cristo (vs. 8-11).
5. Deus eliminará o mal em todas as suas formas; quem não fugir para Deus de nada adiantará fugir de Deus. O pecado será o combustível da destruição dos indiferentes aos planos divinos (vs. 13-16).
6. O plano de Deus, arruinado pelo pecado, será restaurado. O Jardim do Éden numa Nova Terra voltará a ser o novo lar dos que abominam o pecado e colocam sua esperança em Deus (vs. 17-25).
O plano esboçado em Isaías é ampliado em Apocalipse 21:1-8. O Criador de Gênesis 1 e 2 é o Recriador de Apocalipse 21 e 22. Aquele que rejeita a revelação da origem de nosso planeta não conseguirá acreditar nas promessas que revelam o destino dele.
“No cap. 65, o novo traz uma ordem completamente nova de alegria, plenitude e harmonia para as criaturas de Deus”, comenta a Bíblia Andrews.
Temos grandes motivos para reavivar-nos! – Heber Toth Armí.



ISAÍAS 65 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
24 de julho de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Pois eis que Eu crio novos céus e nova terra; e não haverá lembrança das coisas passadas, jamais haverá memória delas” (v. 17).


A resposta de Deus à oração de Isaías revela duas das Suas mais lindas promessas. A primeira é que Deus responde os Seus filhos antes mesmo de clamarem (v. 24). A segunda é que tem um Céu preparado para a alegria e regozijo do Seu povo (v. 18). Não obstante a rebeldia de Israel e de Judá, o SENHOR “todo dia” lhes estendia as mãos. Mas eles escolheram andar “por caminho que não é bom, seguindo os seus próprios pensamentos” (v. 2). “De contínuo”, o povo irritava ao SENHOR abertamente (v. 3).

No capítulo anterior, vimos o clamor de Isaías, o pedido de socorro de um filho ao seu Pai. E ontem pela manhã, enquanto acompanhava meu filho mais novo na reunião do clube de Aventureiros, uma das líderes do clube perguntou às crianças a diferença entre os socorristas e Deus, no que uma criança prontamente respondeu:
É que os socorristas cuidam das feridas do corpo, e Deus sara as feridas do coração.
Você entende porque o Reino dos céus é das crianças? (Mateus 18:3).

Como um Pai amoroso, Deus não cessava de falar ao coração dos Seus filhos: “Eis-Me aqui, eis-Me aqui” (v. 1). Mas tanto o reino de Israel quanto o reino de Judá estavam entorpecidos pela idolatria (v. 3), por práticas abomináveis (v. 4) e pelo orgulho próprio (v. 5). Como filhos rebeldes, o SENHOR os chamava, e não respondiam, falava, e não atendiam (v. 12). Entretanto, apesar de tão terrível condição, o julgamento divino não recairia sobre todos.

Deus sempre teve e sempre terá um povo para chamar de Seu. Um povo que O busca e onde “há bênção” (v. 8). Filhos que buscam o coração dependente e sincero de uma criança, entendendo que só assim “herdarão a terra” e “habitarão nela” (v. 9). Eles “são a posteridade bendita do SENHOR e os seus filhos estarão com eles” (v. 23).

O que está acontecendo conosco? Estamos trocando a eternidade “para viver poucos dias” (v. 20) em um mundo que está em contagem regressiva! O Espírito Santo tem clamado para que Lhe demos atenção e estamos tão ocupados buscando realizar as nossas próprias vontades que não temos tempo de ouvir-Lhe a voz. Oh, amados, em uma linguagem bem simples, esta é a conclusão do capítulo de hoje: Deus quer nos levar para morar em Sua Casa!

Ele é Aquele que deseja sarar as feridas do nosso coração e nos chamar “por outro nome” (v. 15; Ap. 2:17); levar-nos para uma nova terra onde não mais saberemos o que é sofrimento; e onde os maiores inimigos viverão juntos e em paz (v. 25). O apóstolo amado teve o privilégio de contemplar este lugar e diante da vislumbrante visão, escreveu: “Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram e o mar já não existe” (Ap. 21:1). Naquela ilha, o mar que separava João da liberdade, representava o seu sofrimento na terra. Qual tem sido o “mar” que tem lhe atormentado a vida? Saiba que, por imenso que pareça, maior é o amor do Pai por você e o desejo de levá-lo ao Lar Eterno.

Por isso, busque ao SENHOR (v. 10). Abandone as “suas obras antigas” (v. 7) e procure abster-se de tudo aquilo que corrompe o seu corpo e, consequentemente, a sua mente, que é o canal para que possas ouvir a voz do Espírito Santo. E muito em breve, como uma criança, entrarás nos átrios do SENHOR cantando “por [teres] o coração alegre” (v. 14).

Bom dia, crianças do Reino de Deus!

Desafio do dia: Você conhece o clube de Aventureiros e o clube de Desbravadores? Se você tem filhos na faixa etária entre os seis e os quinze anos de idade, procure uma igreja Adventista mais próxima de sua casa e obtenha mais informações.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías65
#RPSP



ISAÍAS 65 – Comentários Selecionados by jquimelli
24 de julho de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria

Fui buscado. Visto que Paulo cita a passagem e a aplica aos gentios (Rm 10:20), muitos consideram sua interpretação como o objetivo principal da declaração de Isaías. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4, p 351.

Estendi as mãos. Em petição e protesto, ou, possivelmente, como convite. CBASD, vol. 4, p 351.

Segundo os seus próprios pensamentos. Os males do mundo resultam da atitude humana de colocar as próprias ideias à frente dos planos e propósitos de Deus. CBASD, vol. 4, p 351.

3 De contínuo Me irrita. Os v. 3 a 5 alistam várias provocações pelas quais os judeus causaram a própria queda. CBASD, vol. 4, p 351.

Entre as sepulturas …. lugares misteriosos.  Provavelmente para se comunicar com os mortos (Is 8:19, 20; cf. Dt 18:10-12). … Aqui parece condenar-se a necromancia, praticada nesses lugares. CBASD, vol. 4, p 352.

Está escrito. Os atos de todos, bons e maus, são registrados no Céu pelos anjos, onde são testemunhas a favor ou contra eles (ver Sl 56:8; Dn 7:10; 12:1; Ml 3:16; GC, 481). CBASD, vol. 4, p 352.

Carne de porco. Era proibido comer desta carne (Lv 11:7; Dt 14:8). É provável que a referência seja a refeições sacrificais. Oferecer carne de porco fazia parte de uma cerimônia sacrílega por meio da qual um judeu renunciava solenemente sua religião no período macabeu. CBASD, vol. 4, p 352.

Como quando se acha vinho. A metáfora é a de uma vinha cuja produção é na maior parte de uvas bravas (ver Is 5:4). Mas os vindimadores logo encontram um cacho de uvas boas capazes de produzir bom vinho e dizem: “Não o destrua”. Isso ilustra a atitude de Deus para com Seu povo. Eles pecaram, e decretou-se juízo sobre eles, mas nem todos eram ímpios, por isso e nem todos seriam destruídos. Os justos seriam poupados e restabelecidos em seu país. CBASD, vol. 4, p 352.

Meus eleitos. Ou, “meus escolhidos”. Os eleitos de Deus não são feitos de forma arbitrária pelo Senhor. Incluem todos os que escolhem seguir os caminhos retos de Deus (ver Is 43:20; 45;4; Mt 24:22). CBASD, vol. 4, p 353.

10 Sarom. Uma planície fértil ao longo da costa que se estende do Carmelo até Jope. CBASD, vol. 4, p 353.

O vale de Acor. Vale da planície de Jericó. … Toda a Palestina … deva ser uma região próspera e pacifica. CBASD, vol. 4, p 353.

11 Que se apartais do SENHOR. Aqueles que se esqueciam do monte santo de Deus eram os que esqueciam do Senhor e adoravam outras divindades. CBASD, vol. 4, p 353.

17 Eu crio. Nos v. 17 a 25, Isaías descreve novos céus e nova Terra que seriam criados se Israel ouvisse as mensagens dos profetas e cumprisse o propósito divino após retornar do cativeiro. Israel  falhou; por isso, como aplicação secundária, esses versículos apontam para novos céus e nova Terra no final do milênio. Porém a descrição se refere primariamente à situação de Israel, e sua aplicação secundária deve ser feita apenas à luz do que os escritores do NT e o Espírito de Profecia têm a dizer a respeito da vida futura (ver p. 21-25). Quando se segue este princípio de interpretação, a passagem não apresenta problemas. … O fracasso de Israel tornou impossível o cumprimento dessas profecias segundo o objetivo original. Contudo, os propósitos de Yahweh se cumprirão plenamente (ver PR, 705, 706). Haverá novos céus e nova Terra, mas a maneira como surgirão é um pouco diferente, visto que os propósitos de Deus, em vez de se cumprirem por meio do Israel nacional, serão cumpridos por meio do Israel da nova aliança (ver PR, 713, 714). CBASD, vol. 4, p 354.

Coisas passadas. A memória de coisas passadas não mais angustiará ou perturbará a mente nem causará algum sentimento ou remorso. CBASD, vol. 4, p 355.

20 Criança para viver poucos dias. Isto é, uma criança que morre em idade tenra … A linguagem é poética, mas o significado geral é claro. … Crianças não morreriam. CBASD, vol. 4, p 355.

Nem velho que não cumpra seus dias. Isto é, não haveria mortes prematuras. Nenhum ancião morreria até que tivesse vivido seu período designado. CBASD, vol. 4, p 355.

Jovem. Os jovens também não morreriam até terem cumprido seu período de vida. Aqui se estabelece o período de 100 anos…. Sem dúvida se trata de um número redondo, que, na época de Isaías, representava uma cifra bem acima da expectativa média de vida. CBASD, vol. 4, p 355, 356.

Amaldiçoado. Em contraste com as bênçãos que os justos desfrutariam, o pecador, mesmo que chegasse aos cem anos, seria amaldiçoado. CBASD, vol. 4, p 356.

23 Calamidade. As mulheres não terão filhos que serão levados por enfermidades, desastre ou guerra. CBASD, vol. 4, p 357.

24 Antes que clamem. No pecado e na angústia, os israelitas clamavam a Deus, mas criam que Ele estava longe, e indiferente aos clamores e necessidades (Is 40:27; 49:14; 63:15; 64:12). Deus, no entanto, lhes havia dito claramente que era por causa de seus pecados que Ele não podia ouvir suas orações (Is 1:15; 59:1-3). CBASD, vol. 4, p 357.

 

[Para mais comentários detalhados, recomenda-se consultar a obra referenciada.]

 

 



ISAÍAS 65 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
24 de julho de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: