Reavivados por Sua Palavra


ESTER 1 – #RPSP – Comentário Rosana Barros  by Ivan Barros
10 de setembro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Bebiam sem constrangimento, como estava prescrito, pois o rei havia ordenado a todos os oficiais da sua casa que fizessem segundo a vontade de cada um” (v. 8 ).

Um banquete suntuoso, luxúria, riquezas, homens ébrios e uma rainha que se recusa a atender aos caprichos de um rei bêbado. Este é o início deste livro das sagradas Escrituras. O livro de Ester é de autoria desconhecida, assim como o seu período histórico, que, segundo alguns estudiosos é mais provável que tenha sido no mesmo período do profeta Daniel. A certeza que podemos ter é que Ester, ou Hadassa, foi uma mulher escolhida por Deus para um propósito específico que vamos estudar ao decorrer desses dias. O banquete dado pelo rei Assuero seria para fechar com “chave de ouro” a fama de seu próspero reinado. Foram sete dias de comida, bebida e orgias à vontade. Cada um poderia agir de acordo com seus próprios impulsos sem nenhum constrangimento (v. 8). Não se tratava de liberdade, e sim de libertinagem. Atitude reprovada pela Palavra de Deus: “Porque, vós irmãos, fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne” (Gálatas 5:13). A diferença entre liberdade e libertinagem é que aquela é um dom de Deus para ser manifesto o fruto do Espírito (Vide Gálatas 5:22-23), e esta procede do coração corrupto do homem (Vide Jeremias 17:9) produzindo as obras da carne (Vide Gálatas 5:19-21).

A ordem de fazerem o que quiserem acabou voltando-se contra quem a ordenou. Em sua exaltação própria só faltava uma coisa para coroar aquele evento: o desfile da rainha Vasti. Alguns teólogos afirmam que a recusa da rainha se deu pelo fato de que não seria uma exposição qualquer de sua beleza, mas de sua nudez, usando apenas “a coroa real” (v. 11). Bem, apesar das especulações não podemos confirmar ao certo o porquê da rainha ter recusado atender uma ordem do rei, já que as consequências para tamanho insulto eram terríveis, e a dela custou a perda de sua coroa e o banimento da presença do rei para sempre. Diante de todo o enredo que envolve o relato deste livro, prefiro pensar que a recusa de Vasti foi plano de Deus para que Ester ocupasse o seu lugar e salvasse os judeus da condenação. E isto nos leva a outra reflexão. De que “o coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR” (Provérbios 16:1). Os planos de Assuero foram frustrados; o plano de Vasti, seja lá qual tenha sido, foi frustrado; os planos de todos que aguardavam vislumbrar a beleza da rainha e terminar aquele banquete contando vantagens foram frustrados; e tudo porque do SENHOR vem a resposta final, sempre.

Não precisamos estar em um banquete devasso para dar vasão à libertinagem. Na verdade, o banquete e tudo o que lá aconteceu foram a colheita do que já haviam plantado em seus corações. Basta considerar-se “senhor em sua casa” (v. 22) e, automaticamente, o seu coração lhe conduzirá conforme as suas próprias paixões. A razão pela qual Vasti foi deposta não foi simplesmente por sua recusa, mas pelos resultados que afetariam a relação marido e mulher em toda a Pérsia e Média (v. 18). A sua má conduta não poderia ficar sem punição porque precisava servir de exemplo para que outras mulheres não se achassem no direito de rebelar-se contra seus maridos também. Mais uma prova de que tudo o que fazemos, quer seja bom, quer seja ruim, produz resultados que afetam os que estão ao nosso redor.

O que temos feito com a liberdade que o SENHOR tem nos dado? Temos, pelo Seu poder, permitido que Ele transforme em “amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio”? Ou temos permitido que as obras da carne nos governem sob a desculpa de que somos livres? A ordem de Assuero foi: “que fizessem segundo a vontade de cada um”. A ordem do SENHOR é: “não façais o que, porventura, seja do vosso querer” (Gálatas 5:17). Percebem a gritante diferença? Cada dia, amados, estão diante de nós dois caminhos: o da liberdade para salvação e o da libertinagem para perdição. Ou é um, ou é outro. Não há meio termo. Oxalá que todos nós escolhamos hoje o caminho que conduz à salvação e que Deus seja sempre o SENHOR em nossa casa!

Feliz sábado, livres em Jesus!

Desafio do dia: Hoje é o dia do SENHOR. Não deixe de ir adorá-Lo na igreja mais próxima à sua casa (www.encontreumaigreja.com.br) pela manhã, e à tarde experimente continuar O adorando fazendo o bem a alguém. Foi este o exemplo que Jesus nos deixou (Vide Lucas 4:16; Mateus 12:12); sigamos as Suas pegadas (I Pedro 2:21).

*Leiam #Ester1

Rosana Garcia Barros


2 Comentários so far
Deixe um comentário

amem

Comentário por ANTONIO CARLOS JOSE SOARES

“O homem pode fazer planos, mas a resposta certa vem do lábios do Senhor”.
Como é difício esperar por essa resposta. O meu maior desejo é que a vontade de Deus seja feita em minha, porque pude experimentar um pouco da sua boa, perfeita e agradavel vontade. Éstou tendo dias de paz em minha casa e onde quer que eu estou porque optei negar a minha vontade algumas vezes, e vi que nega-la causa uma dooorr, mas que tem valido a pena, passei a ter resultados felizes que jamais vivenciei em minha vida.
Por um outro lado, experimentar essa boa vontade requer confiança e paciência. Estou muito anciosa pra Deus me mostre o que Ele escolheu, ou melhor. a resposta certa quanto as minhas escolhas, principalmente na área profissional. Confesso que a espera dessa resposta esta me levando a sofrer. Mas vou deixá-lo conduzir-me, mesmo que eu não perceba o fim de tudo isso.

Comentário por Renata Pinheiro




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: