Reavivados por Sua Palavra


HEBREUS 13 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
30 de agosto de 2018, 0:55
Filed under: Sem categoria



COMENTÁRIO HEBREUS 13 – Pr. Heber Toth Armí by jquimelli
30 de agosto de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

HEBREUS 13 – É preciso estudar a Bíblia para não ser como a maioria das pessoas, analfabetas biblicamente. O nível mental promovido pelo estudo correto do Livro Sagrado supera o de qualquer curso acadêmico do mundo.

Assim como no passado, quando o sistema da antiga aliança na religião judaica chamava os cristãos a regredirem da fé em Jesus, atualmente muitos outros sistemas religiosos intentam impor suas crenças que implicam num retorno e abandono da verdadeira fé bíblica.

Hebreus visa chamar-nos a atenção para a religião cristã pura, a qual realmente muda a vida de quem participa profundamente dela – analise atentamente o último capítulo de Hebreus. Observe o esboço oferecido pelo Comentário Bíblico Adventista:

1. Admoestações…

· …quanto ao amor (vs. 1-3);

· …quanto à vida honesta (v. 4);

· …contra a cobiça (vs. 5-6);

· …a considerar os pregadores (vs. 7-8);

· …cuidar com as doutrinas estranhas (v. 9).

2. Confessar a Cristo (vs. 10-15);

3. Praticar o bem (v. 16);

4. Obedecer aos governantes (v. 17);

5. Orar pelo apóstolo (vs. 18-19);

6. Conclusão (vs. 20-24).

O evangelho genuíno não deve ser apenas crido, deve ser interiorizado no coração a tal ponto de tornar-se em práticas constantes e visíveis ao público. “Comunicamos o espírito do evangelho repartindo o que temos” (Clifton J. Allen); porém, se não temos o espírito do evangelho, o que faremos com o que temos?

· Se cobiçamos o que não temos devido ao nosso egoísmo, então, sem o poder real do evangelho verdadeiro, jamais repartiremos o que temos.

O cristão realmente convertido é sobrenaturalmente elevado das filosofias humanistas, pois identifica-se com Cristo em sua existência diária. Desta forma, como crentes, “devemos nos identificar com Jesus em Sua vergonha e opróbrio, se queremos ser identificados com Ele em Seu reino futuro” (Richard S. Taylor).

· Como iremos ao Céu se apreciamos nos identificar com filosofias e crenças seculares e mundanas?

A verdadeira espiritualidade não se mostra nos interiores dos templos, mas na vida diária, onde estivermos. Para que isso seja possível, você precisa:

· Cultivar o puro amor divino em cada detalhe da vida;

· Preservar a santidade sexual e matrimonial;

· Procurar pelo contentamento apesar dos infortúnios;

· Ser submisso aos líderes espirituais providos por Deus;

· Substituir doutrinas espúrias por puras;

· Avivar teu louvor a Deus;

· Buscar aperfeiçoar-se diariamente…

Enfim, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

A mensagem de Hebreus alcançou de forma especial teu coração? Como?



HEBREUS 13 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
30 de agosto de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Jesus Cristo, ontem e hoje, é o mesmo e o será para sempre” (v.8).


O encerramento da epístola aos hebreus revela traços característicos da escrita de Paulo. Parece que o apóstolo dos gentios precisou usar do artifício do anonimato para não causar alvoroço entre os judeus. Houvesse ele se identificado no início da carta, e correria o risco de serem rejeitadas as suas palavras. A missão de Paulo era pregar o evangelho, mesmo que para isso tivesse que ocultar-se. O seu pedido de oração, rogos e referência a Timóteo, seu fiel companheiro de ministério, revelam, por fim, a sua identidade. Mas assim como o objetivo desta carta não era de revelar quem a escreveu, mas imprimir no coração e na mente dos judeus conversos o evangelho da salvação, também somos chamados a permitir que o Espírito Santo realize esta mesma obra em nossa vida.

Paulo encerra elencando deveres sociais e espirituais que devem reger a vida do cristão. Vejamos:

  1. Constância no amor fraternal (v.1);
  2. A prática da hospitalidade (v.2);
  3. A compaixão para com os presos e maltratados (v.3);
  4. A pureza no casamento (v.4);
  5. O contentamento e a gratidão (v.5);
  6. A confiança em Deus (v.6);
  7. Seguir exemplos de fé (v.7);
  8. Não se deixar enganar por doutrinas que contradizem os ensinos bíblicos (v.8);
  9. A “prática do bem e a mútua cooperação” (v.16);
  10. Obediência e submissão aos líderes espirituais.

Esta lista de deveres sagrados não era nada, comparada às milhares de regras criadas pela tradição judaica. Os líderes religiosos oprimiam o povo a seguir com rigor regras que nem eles mesmos conseguiam cumprir. O amor a Deus era recitado no “Shemá” (Dt 6:4-9) pela manhã e à noite, todos os dias, mas, de fato, não compreendiam a essência do que declamavam. O amor a Deus se expande no amor ao próximo e ambos precisam ser experimentais. Acolher, cuidar, respeitar, compartilhar, são a extensão do verbo amar. E foi para isto que fomos chamados. Porque a santificação é um processo que envolve a purificação individual que contagia o todo. Aquele que ama a Deus e é por Ele santificado, como Paulo, fará de tudo para alcançar todas as classes de pessoas. Este é o amor, fruto do Espírito Santo. O amor que transforma a própria vida e a vida de outros.

Amados, “não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a que há de vir” (v.14). Portanto, seja a nossa vida um constante labutar revestidos da armadura de Deus (Ef 6:10). Mas não nos desviemos, jamais, do Centro de toda a Bíblia: Jesus Cristo. Sua vida de pureza, amor e obediência deve ser o nosso supremo Exemplo. Ele veio não somente para pagar o preço de nosso resgate, mas para nos ensinar a amar como Ele nos amou (Jo 13:34). Certamente, se deres a Ele o seu coração, Deus lhe aperfeiçoará “em todo o bem, para cumprirdes a Sua vontade” (v.21). O que Jesus nos diz, como Sua última igreja, é muito simples de se entender: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, Comigo” (Ap 3:20). “Rogo-vos, com muito empenho, que assim façais” (v.19), e Jesus os guardará para a vida eterna.

A graça seja com todos vós” (v.25).

Bom dia, imitadores do amor de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Hebreus13 #RPSP

*Participe deixando um comentário:



HEBREUS 13 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
30 de agosto de 2018, 0:20
Filed under: Sem categoria

491 palavras

1 O amor fraternal. Ver Rm 12:10. O capítulo final do livro de Hebreus é composto de uma série de advertências gerais sobre diversos assuntos e uma saudação pessoal. Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 7, p. 533.

2 Acolheram anjos. Este foi o privilégio de Abraão (Gn 18:1-8), Ló (Gn 19:1-3), Gideão (Jz 6:11-20) e Manoá (Jz 13:2-4, 9-21). A fidelidade em atender às necessidades dos estrangeiros será levada em consideração no juízo final (Mt 25:35). CBASD, vol. 7, p. 534.

4 Leito sem mácula. Esta parte do versículo pode ser traduzida como: “que o leito seja sem mácula”. É possível o leito ser contaminado, daí que o apóstolo aconselha seus leitores a mantê-lo puro e honrado para não ser degradado como instrumento para a gratificação de luxúrias vis. Por outro lado, a ideia de que as intimidades da vida matrimonial são desonrosas ou que prejudicam a nobreza do caráter é um artifício do diabo, que desonra uma das providências ordenadas pelo Criador, também declarada como virtuosa (lCo 7:3-5). CBASD, vol. 7, p. 534.

5 As coisas que tendes. Se as pessoas aprendessem a se contentar com o que têm e não cobiçassem o que pertence aos outros, a maioria dos problemas seria automaticamente resolvida. A atitude do cristão para com as coisas materiais evidencia sua condição espiritual (Mt 6:19-34). CBASD, vol. 7, p. 534.

9 Não vos deixeis envolver. Alguns são facilmente influenciados por qualquer ensinamento novo ou estranho. Por falta de discernimento espiritual, eles são incapazes de diferenciar entre a verdade e o erro e de comparar o novo ensino com as Escrituras (Ef 4:14; Cl 2:4, 8). CBASD, vol. 7, p. 535.

11 Aqueles animais. Quando o sangue da oferta pelo pecado era levado para o santuário, como no caso do sacerdote ungido ou de toda a congregação, o sacerdote não devia comer da carne, mas queimá-la fora do arraial (Lv 6:30). Da mesma forma, Jesus “sofreu fora da porta” (Jo 19:17), depois disso, Ele ascendeu para ministrar Seu próprio sangue no santuário celestial (Hb 9:12). Ainda estando sob o antigo sistema sacrificial, os sacerdotes não teriam direito a comer sua porção usual desse sacrifício (Hb 13:10), mas Cristo disse: “Tomai, comei: isto é o Meu corpo que é dado por vós” (lCo 11:24). CBASD, vol. 7, p. 536.

17 Não aproveita. Os membros da igreja não obtêm nenhuma vantagem por dificultar aos líderes designados a boa prestação de contas de sua administração. Ambos irão compartilhar a “alegria” ou a “tristeza” no dia da prestação de contas. CBASD, vol. 7, p. 537.

18 Orai por nós. Embora fosse de grande experiência e estatura espiritual, Paulo apreciava e buscava a oração de seus irmãos em Cristo. Todo verdadeiro líder aprecia o interesse e as orações daqueles pelos quais trabalha. CBASD, vol. 7, p. 537.

19 Eu vos seja restituído. O v. 23 sugere que, na época Timóteo estava na prisão e que o autor de Hebreus estava em liberdade. Outras circunstâncias, como doença ou pressão dos deveres missionários podem ter impedido o retorno de Paulo a esses crentes. CBASD, vol. 7, p. 537.

22 Resumidamente. Ele gostaria de ter dito muito mais sobre o assunto, mas o espaço não permitia. CBASD, vol. 7, p. 538.

 

by tatianawernenburg



HEBREUS 13 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
30 de agosto de 2018, 0:05
Filed under: Sem categoria



HEBREUS 12 by jquimelli
29 de agosto de 2018, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/hebreus/hb-capitulo-12-2/

Hebreus 12 traz o argumento do capítulo 11 a um fechamento poderoso. Os heróis da história são uma multidão de testemunhas que aplaudem e reconhecem o maior modelo de fé: Jesus. Ele é o fundador e consumador da nossa fé, porque a Sua vida e sacrifício tornaram a nossa fé possível e significativa. A fé de Jesus não consiste em acreditar que Deus Lhe poderia conceder vida mas, sim, em acreditar que Deus poderia nos dar vida através da morte de Jesus.

Os versos 3-11 nos convidam a considerar cuidadosamente o exemplo de Jesus e saber que a vitória da fé vem somente como o resultado de disciplina e paciência. Esta é uma lição difícil de aprender para aqueles que acreditam que a fé é uma coisa mágica, rápida.

Hebreus sugere que nós, por meio da fé, somos capacitados a experimentar a entronização de Jesus, Sua consagração como sacerdote e a inauguração da nova aliança na Jerusalém celeste, representada como o monte Sião. Assim, enquanto os israelitas ficaram com medo diante do monte Sinai, podemos nos alegrar com a exaltação de nosso Senhor no céu.

Felix H. Cortez
Universidade Andrews
Estados Unidos

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=1391
Comentário original completo: https://reavivadosporsuapalavra.org/2015/06/05
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Gisele Quimelli e Jeferson Quimelli
Comentário em áudio Pr. Valdeci: http://vod.novotempo.org.br/mp3/ReavivadosB/Reavivados27-08-2018.mp3

Áudio online [voz Valesca Conty]:



HEBREUS 12 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
29 de agosto de 2018, 0:55
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: