Reavivados por Sua Palavra


SALMO 123 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Maria Eduarda
4 de junho de 2020, 6:58
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 123 – Leia a Bíblia antes

SALMO 123 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)



SALMO 123 by Jeferson Quimelli
4 de junho de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/123

Esse salmo que era cantado em uníssono enquanto os peregrinos subiam a Jerusalém começa de maneira inesperada – na voz de um indivíduo.

“A ti levanto os olhos, ó tu que habitas nos céus” – uma oração pessoal. “Quando as sombras envolvem a alma, quando queremos luz e orientação, devemos olhar para cima; há luz além da escuridão”. (Patriarcas e profetas, p. 657) Somente quando olho para cima, posso incentivar outras pessoas a ter essa fé.

Em seguida, vem uma bela metáfora: “assim como os olhos dos servos olham para a mão de seus senhores … assim também nossos olhos olham para o SENHOR, nosso Deus.” Isso nos ensina que: “Precisamos aprender a desconfiar de nós mesmos e confiar inteiramente em Deus para orientação e apoio, para o conhecimento de Sua vontade e para ter força para realizá-la”. (RH, 8 de novembro de 1887).

Finalmente, quando somos rejeitados e ridicularizados, podemos gritar com confiança: “Tende piedade de nós!” A palavra traduzida como “misericórdia” nesses versículos significa “olhar favoravelmente”. Quando somos vistos com desprezo pelos outros, podemos saber que somos valorizados aos olhos do rei do universo.

Rachel Ortiz
Glendale, Califórnia EUA

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=847
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli



SALMO 123 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
4 de junho de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

199 palavras

Romagem (ARA). NVI: “peregrinação”.

Introdução. O Salmo 123 é um clamor sincero pelo auxílio de Deus em tempo de angústia. A mudança do singular para o plural (ver v. 1, 2) amplia a solicitação em nível nacional. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol.3, p. 1021.

1. Elevo. Os olhos da fé e da esperança sempre devem estar elevados a Deus, o supremo governante do Universo. CBASD, vol.3, p. 1021.

2 Servos. Como os servos domésticos procuram o mestre com o fim de obter apoio, assim os cristãos dependem de Deus para auxílio físico e sustento espiritual. Quando o servo é injustiçado ou sofre dano, procura seu mestre para protegê-lo. Assim o filho deveria buscar a mão do Senhor para livrá-lo (ver 1Co 4:3, 4. CBASD, vol.3, p. 1021. CBASD, vol.3, p. 1021.

Estão fitos nas mãos. O salmista retrata [como em Sl 145:15] todas as criaturas … olhando para Ele, aguardando o suprimento para suas necessidades diárias. CBASD, vol.3, p. 1021.

4 À sua vontade. Ver Ez 16:49; Am 6:1; Zc 1:15. Estar livre de aflições e ter uma vida de facilidade e conforto não são o solo no qual o caráter se desenvolve. … Devemos ser gratos a Deus pela mão da aflição que lança o orgulho humano no pó. CBASD, vol.3, p. 1021.



SALMO 123 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
4 de junho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“A Ti, que habitas nos céus, elevo os olhos!” (v.1).

Disse Jesus: “São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que em ti há sejam trevas, que grandes trevas serão!” (Mt.6:22-23). É pela contemplação que somos transformados (O Grande Conflito, p.555). Os nossos olhos são as janelas da alma, responsáveis por grande parte da constituição e aperfeiçoamento de nosso caráter. Não servem apenas como membros de utilização física, mas instrumentos de bênção ou de maldição.

Este Salmo tão pequeno em tamanho, mas tão grande em significado, nos apresenta a verdade espiritual reforçada por Jesus como vimos acima, indicando a fonte da perfeita visão: “os nossos olhos estão fitos no Senhor, nosso Deus, até que Se compadeça de nós” (v.2). Manter os olhos fitos em Jesus é uma ciência que precisa ser exercitada diariamente. E a oração e o estudo de Sua Palavra compõem o combo espiritual indispensável nesse sentido. Como o salmista olhava para o Senhor em súplica por auxílio, necessitamos ter esta insistente atitude até que Ele “Se compadeça de nós”.

Quando João Batista viu Jesus, de imediato declarou: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo” (Jo.1:29). Olhar para Jesus significa olhar para a redenção. Quem olha para Cristo é motivado por Seu exemplo a ir e fazer o mesmo. Percebam as seguintes expressões contidas nos evangelhos: “Vendo Jesus as multidões” (Mt.5:1); “Tendo Jesus chegado à casa de Pedro, viu a sogra deste acamada” (Mt.8:14); “Vendo Jesus muita gente ao Seu redor” (Mt.8:18); “Vendo-lhes a fé” (Mt.9:2). “Então, Jesus, olhando ao redor” (Mc.10:23). “Passadas estas coisas, saindo, viu um publicano, chamado Levi” (Lc.5:27); “Então, olhando Ele para os Seus discípulos” (Lc.6:20); “Vendo-a, o Senhor Se compadeceu dela” (Lc.7:13); “Quando ia chegando, vendo a cidade, chorou” (Lc.19:41); “Jesus, vendo-o deitado… perguntou-lhe: Queres ser curado?” (Jo.5:6); “Depois, vendo Jesus” (Jo.19:28).

Em Sua humanidade, Jesus era completamente dependente do Pai, e as madrugadas nunca O encontravam ainda em repouso. Não poucas vezes, o Salvador passava “a noite orando a Deus” (Lc.6:12), em vigílias que O enchiam de poder e de autoridade para ensinar, curar e repreender o mal. Olhando para o Pai em Seus refúgios de comunhão, saía fortalecido e cheio do Espírito a fim de ver e Se compadecer de Seus pequeninos irmãos. Multidões, enfermos, enlutados e desprezados encontravam em Seu olhar o amor que cura, que conforta, que liberta e que salva.

Disse Jesus: “Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não veem vejam, e os que veem se tornem cegos” (Jo.9:39). Como diz o ditado: “O pior cego é aquele que não quer ver”, vivemos em um tempo onde o juízo da oportunidade está prestes a encerrar o seu prazo enquanto muitos cegos se consideram sãos. A cegueira espiritual é fruto de um coração obstinado e orgulhoso. É pior do que qualquer pandemia ou enfermidade do corpo. Jesus mesmo declarou: “Não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma”(Mt.10:28).

Como o salmista, obedeçamos às palavras do Senhor, quando disse: “Olhai para Mim e sede salvos” (Is.45:22). Eis o que deve iluminar os nossos olhos: “De novo, falou-lhes Jesus, dizendo: Eu sou a Luz do mundo; quem Me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida” (Jo.8:12). Olhemos para Jesus até que Ele volte, e não erraremos o caminho! “Tem misericórdia de nós, Senhor, tem misericórdia” (v.3)! Vigiemos e oremos!

Bom dia, contempladores de Cristo Jesus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo123 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 123 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
4 de junho de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 123 – Não há como servir a dois senhores. Ou servimos a um, ou servimos a outro. Não tem como servir a nós mesmos e a Deus ao mesmo tempo. Aliás, quando não servimos a Deus nos encrencamos em todos os aspectos, nos tornamos escravos do pecado, do diabo e das circunstâncias.

Sobre este Salmo, explica-nos Eugene Peterson:

“O Salmo 123 é um exemplo de serviço. Neste aqui, como acontece com tanta frequência nos salmos, não somos instruídos sobre o que devemos fazer; ao contrário, é-nos fornecido um exemplo daquilo que é feito. O salmo não é uma advertência; é um cântico. Num salmo temos a evidência observável daquilo que acontece quando uma pessoa de fé cuida da questão de crer e amar e seguir a Deus. Não temos um livro de regulamentos que definem a ação; o que temos é uma foto instantânea de jogadores no meio do jogo. No Salmo 123 observamos aquele aspecto da vida de discipulado que ocorre sob a forma de préstimos de um servo”.

• Ao reconhecer a escravidão provocada pelo pecado devemos erguer nossos olhos ao alto, e humildemente suplicar a misericórdia de Deus para livrar-nos do emaranhado que fizemos com nossa vida (v. 1).

• É preciso prestar total atenção no agir de Deus em prol de nossa libertação. É necessário ter discernimento para entender a compaixão e a misericórdia divina assim como os servos observam os atos de seus senhores (v. 2).

• Cansados de sofrer, exaustos de tanto lutar, esgotadas nossas fontes de energia, enfatuados de tantos desprezos, os pecadores deveriam saber que a única solução é clamar urgentemente pela misericórdia de Deus (v. 3).

• Destruídos pela sociedade, esmagados pelos exploradores ricos e desprezados pelos arrogantes estúpidos, quem anda perambulando sem rumo como moribundo pelo mundo deve recorrer ao Senhor do Universo (v. 4).

A parábola do filho pródigo ilustra cada um de nós que prefere servir aos prazeres carnais e enredar-se com o glamour do pecado para, depois, se ver num chiqueiro (Lucas 15:11-24). Somente quem cai em si tem facilidade para atender ao convite de Jesus em Mateus 11:28-29.

Não há como ficar sem servir. Embora servir a Cristo não seja escravidão. “Um servo cristão é a pessoa mais livre da terra” (Eugene Peterson).

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



SALMO 122 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
3 de junho de 2020, 6:30
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 122 – Leia a Bíblia antes

SALMO 122 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

SALMO 122 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)



SALMO 122 by Jeferson Quimelli
3 de junho de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/122

Unidade e urgência. Apenas dois dos vários temas em um salmo curto, mas com muito conteúdo.

Unidade. Nossa igreja é uma família. As famílias são compostas por indivíduos únicos e nossa igreja não é diferente. Como o Israel de antigamente, somos feitos de “tribos” – cada uma com personalidades e perspectivas muito diferentes. Esse salmo foi cantado quando “as tribos subiram” a Jerusalém para as festas de peregrinação. Do mesmo modo como Davi ficou satisfeito quando lhe disseram: “Vamos à casa do Senhor” (Salmos 122:1), também devemos nos alegrar pelo nosso encontro, pois, “… este é o meio designado por Deus para levar Seus filhos à unidade, a fim de que no amor e companheirismo cristãos possam ajudar, fortalecer e encorajar uns aos outros …”. (Our High Calling, p. 166).

Urgência. Agora, mais do que nunca, ao “vermos o dia se aproximando” (Hebreus 10:25), devemos “nos reunir com frequência para estudar Sua Palavra e exortar um ao outro a ser fiel até o fim”. (OHC, p. 166) Essas oportunidades nos darão força e orientação ao nos prepararmos para o céu.

Para aprender mais sobre esses Cânticos de Ascensão [peregrinação] (Salmos 120–134), leia sobre as peregrinações anuais em O Desejado de Todas as Nações, página 75.

Rachel Ortiz
Glendale, Califórnia

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=846
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli




%d blogueiros gostam disto: