Reavivados por Sua Palavra


GÊNESIS 5 by jquimelli
17 de outubro de 2018, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/genesis/gn-capitulo-5/

As genealogias podem não ser os capítulos mais interessantes da Bíblia, mas elas estão cheias de insights espirituais para o diligente estudante da Escritura. Um fato óbvio em Gênesis 5 é que os descendentes de Adão viveram longos séculos. Era comum para estes patriarcas viverem 900 anos. Hoje, se alguém chega a viver um século nós celebramos este fato como uma grande conquista. Mas Adão viveu 930, seu filho Sete viveu 912 e Matusalém chegou aos 969! Isso revela uma verdade vital sobre Deus: nosso Criador projetou os seres humanos para viverem para sempre. Ele nos criou com uma força vital que permaneceu por séculos após o pecado. Que Deus poderoso Ele é!

E aqui, outra joia espiritual de Gênesis 5: Enoque viveu sessenta e cinco anos e ele e sua esposa tiveram um menino a quem deram o nome de Matusalém. A Bíblia, em seguida, afirma explicitamente: “Depois que gerou Matusalém, Enoque andou com Deus …” (verso 22 NVI). O amor de Enoque pelo seu filho revelou o profundo amor de Deus por ele. É através dos laços profundos que nos unem àqueles a quem amamos que o amor de Deus se revela plenamente.

Que outras gemas espirituais você encontrou nesse capítulo? Por que não compartilhá-las com outras pessoas no nosso blog?

Mark Finley
Evangelista

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=275
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli

Áudio online [Voz: Valesca Conty]:


GÊNESIS 5 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
17 de outubro de 2018, 0:55
Filed under: Sem categoria



COMENTÁRIO GÊNESIS 5 – PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
17 de outubro de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

GÊNESIS 5 – Nenhuma criatura de Deus foi projetada para morrer. A morte não esteve em Seu plano na criação do mundo. Ela é uma intrusa medonha que resultou do pecado que Deus não queria que fosse praticado.

De Adão a Noé, um “período de 1.656 anos, liga a criação ao dilúvio” (Bíblia Andrews), o capítulo em questão apresenta dez gerações. Geração vem, geração vai, por isso, esse capítulo “tem sido chamado de ‘as badaladas do sino da morte’, pelo número de vezes em que a expressão ‘e morreu’ é repetida” (William MacDonald).

Contudo, a esperança de que Deus dará um jeito no pecado e seu autor – que nos trouxe morte – está presente logo no início, em Gênesis 3:15. E, por causa das palavras divinas nesse verso, podemos ter a Bíblia como ela é, podendo ser assim sintetizada, conforme apresentou Álvaro César Pestana:

1. Gênesis 1-2 = Preparação para o evangelho;
2. Gênesis 3 = A necessidade do evangelho;
3. Gênesis 4 a Malaquias 4 = A promessa do evangelho;
4. Mateus a João = A provisão do evangelho;
5. Atos = A proclamação do evangelho;
6. Epístolas = A interpretação do evangelho;
7. Apocalipse = A consumação do evangelho.

O evangelho é boa notícia. Essa boa notícia pode ser vista no capítulo considerado “as badaladas do sino da morte”. Observe:

• Ele é a continuação da família de Sete e Enos descrita nos últimos versículos do capitulo anterior.
• Essa genealogia visa revelar aos israelitas afligidos pelos egípcios (e a nós, com outras aflições) que de Sete surge uma linhagem piedosa, com pessoas consagradas, dentre as quais se destaca Enoque, que andou com Deus e foi arrebatado deste mundo tenebroso.
• A piedade e a religiosidade verdadeiras não foram suplantadas pela perversidade das gerações de Caim; certamente, foi mantida a essência da verdadeira religião e descendência do Libertador.
• O legado de Enoque deve ser valorizado, devemos incessantemente andar com Deus. “O termo ‘andou’ implica um relacionamento firme e progressivo, não encontros ocasionais. Andar com Deus é um projeto de vida. Não é simplesmente algo de que nos lembramos de vez em quando” (MacDonald).

Devido ao evangelho, podemos reavivarmo-nos neste mundo deploravelmente corrupto, sabendo que, apesar da morte, quem anda com Deus como Enoque, desfrutará da vida eterna! – Heber Toth Armí.



GÊNESIS 5 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
17 de outubro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Andou Enoque com Deus e já não era, porque Deus o tomou para si” (v.24).


Em minha opinião, esta é a segunda genealogia mais importante de toda a Bíblia. Ela é repleta de significados e possui uma mensagem clara da vitória final do Senhor e do Seu povo. Através dos nomes ali contidos, Deus apresentou o Seu plano de salvação. O plano original do casamento de nossos primeiros pais representa o desejo de Deus para a Sua igreja, de que sejamos um. Percebam que Deus criou o homem e a mulher “e os abençoou, e lhes chamou pelo nome de Adão, no dia em que foram criados” (v.2). Assim como no sexto dia da semana da criação Deus os criou para serem um, no final, Jesus regressará à Terra para buscar um só povo.

Este é o livro da genealogia de Adão” (v.1), porém, a Bíblia incide maior brilho sobre a vida do sétimo, Enoque. Sua biografia foi resumida em apenas quatro versículos, porém, foi tomado para Deus como as primícias dos justos vivos que hão de ser trasladados ao céu no grande Dia do Senhor (1Ts.4:17). “Andou Enoque com Deus” (v.24). Nada lhe era mais precioso do que a constante companhia do Criador. Talvez mais do que ninguém, Enoque tenha vivido na Terra como se já habitasse no Céu. Tornou-se tão semelhante ao Seu Mestre, que “foi trasladado para não ver a morte… Pois, antes da sua trasladação, obteve testemunho de haver agradado a Deus” (Hb.11:5). E foi ele mesmo que profetizou: “Eis que veio o Senhor entre Suas santas miríades, para exercer juízo contra todos e para fazer convictos todos os ímpios, acerca de todas as obras ímpias que impiamente praticaram…” (Jd.1:14-15). Enoque, portanto, enquanto na Terra, não se calou diante da iniquidade que o rodeava, mas, por palavras e ações, ensinava o povo a verdadeira piedade. E será uma nova geração de “Enoques” que Cristo virá resgatar em Seu glorioso Dia.

De Adão a Noé, foram gravados os oráculos de Deus à humanidade. E à cada primogênito, uma nova ordem era estabelecida, mais um passo era dado na direção da vitória final. Analisemos cada nome desta genealogia, considerando seus significados:

  1. Adão: “homem”, ou “ser humano”;
  2. Sete: “determinado”, ou “definido”;
  3. Enos: “mortal”, ou “homem”;
  4. Cainã: “pena, aflição”, ou “adquirido, possuidor”;
  5. Maalalel: “Santo Deus”, ou “louvor a Deus”;
  6. Jarede: “descerá”, ou “descendente”;
  7. Enoque: “ensino”, ou “consagrado, dedicado”;
  8. Metusalém/Matusalém: “sua morte trará”, ou “homem da lança” (que indica juízo);
  9. Lameque: “sem esperança, pobre”, ou “poderoso”;
  10. Noé: “descanso, vida longa”.

Com base nesses significados, veremos que a Bíblia não é apenas um compêndio de livros, ela é o perfeito e harmonioso conjunto de palavras, números, símbolos e profecias que apontam sempre para o plano da redenção. O Senhor deseja nos revelar as entrelinhas de Sua Palavra pela iluminação do Espírito Santo e derramar em nossa vida a Sua abundante chuva de amor. Acompanhem comigo a carta de amor que Deus deixou para mim e para você neste capítulo:

Ao homem (Adão), foi determinada (Sete) mortal (Enos) penalidade (Cainã), mas, o Santo Deus (Maalalel) descerá (Jarede), ensinando (Enoque) que Sua morte trará (Matusalém), aos sem esperança, ou pobres [de espírito] (Lameque), descanso e vida longa (Noé).

Eis o plano da salvação! Deus é tremendo! Mas aos que defendem o segundo significado dos nomes, eis que o resumo da ópera é o mesmo:

Ao ser humano (Adão), foi definido (Sete), que o homem (Enos) foi adquirido (Cainã) para louvor a Deus (Maalalel). E o descendente (Jarede) consagrado (Enoque), como homem da lança [ou do juízo] (Matusalém), trará poderoso (Lameque) descanso (Noé).

Vamos reler, agora, sem citar os nomes, para ficar mais claro:

Ao homem, foi determinada mortal penalidade, mas, o Santo Deus descerá, ensinando que Sua morte trará aos sem esperança, ou pobres [de espírito], descanso e vida longa.

Ao ser humano, foi definido que o homem foi adquirido para louvor a Deus. E o descendente consagrado, como homem da lança [ou do juízo], trará poderoso descanso.

Eu não sei que tipo de reação isto causa em você, mas, certamente, ninguém que verdadeiramente creia em Deus e nas Escrituras, pode deixar de sentir o amor do Senhor em cada palavra deste capítulo. Exatamente no ano em que Matusalém morreu, o dilúvio aconteceu. Coincidência? Não, amados! Providência! Veio o juízo e levou a todos, menos a Noé e sua família. Jesus mesmo afirmou que os dias que antecedem o Seu retorno serão como os dias de Noé (Mt.24:37-39). Assim como Ele salvou a última geração de Adão, salvará a última geração de Noé. A “arca” da graça de Deus ainda está aberta. Anda tu com Deus e “serás salvo, tu e tua casa” (At.16:31).

Bom dia, salvos pela graça de Jesus Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Gênesis5 #RPSP



GÊNESIS 5 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
17 de outubro de 2018, 0:05
Filed under: Sem categoria



GÊNESIS 4 by jquimelli
16 de outubro de 2018, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/genesis/gn-capitulo-4/

Gênesis 4 descreve as consequências terríveis da raiva descontrolada. As emoções desenfreadas de Caim o levaram a matar seu irmão Abel. Há sérias consequências quando nossas emoções estão fora de controle. Caim deixou sua casa e vagou como um “fugitivo e vagabundo.” Sua vida mudou em um instante. Más escolhas, emoções descontroladas e atitudes negativas produzem consequências devastadoras. Boas escolhas, emoções positivas e sob controle resultam em consequências positivas. A vida sob o controle do Espírito de Deus está preparada para enfrentar – com uma atitude de calma segurança no propósito primordial de Deus – qualquer circunstância que a vida apresente.

Nesta narrativa bíblica, uma dos questionamentos mais fascinantes é feita por Caim. Ele pergunta: “Sou eu o guarda do meu irmão?”. Em situações em que nossas decisões impactam a outros, a resposta é um sonoro “sim”. Embora não sejamos responsáveis pelas escolhas de “nosso irmão”, somos responsáveis pelas escolhas que fazemos e que influenciam as vidas daqueles ao nosso redor. Isso deveria nos fazer parar para considerar a influência de nossas ações e atitudes.

Mark Finley
Evangelista

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=274
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli
Áudio online [Voz: Valesca Conty]:

 



GÊNESIS 4 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
16 de outubro de 2018, 0:55
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: