Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 43 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
2 de novembro de 2017, 0:43
Filed under: Sem categoria

EZEQUIEL 43 – Mesmo sabendo que certos planos nunca aconteceriam por negligência dos judeus, Deus ainda revelou Seu sonho para Seu povo. Deus é bom demais, sem deixar de ser justo.

Antes de avançarmos, observe a síntese da história do Santuário/Templo judeu:

• A história do Templo remonta ao tempo do santuário no deserto, construído na Terra segundo o modelo do Céu. 
• Quando o povo se instalou na Terra Prometida, Davi e Salomão acharam a tenda inadequada e então, foi construído um grandioso templo que, posteriormente fora reparado por Joás e Josias, até o momento em que Nabucodonosor o saqueou e o destruiu.
• Na volta do exílio babilônico, Zorobabel reedificaria o templo, Herodes o ampliaria e Tito de Roma o destruiria – para nunca mais ser reconstruído.

O capítulo em apreço nos revela as intenções de Deus caso houvesse um retorno à verdadeira piedade por parte de Seu povo rebelde:

• A glória divina retornaria ao complexo do novo Templo pela porta oriental do átrio externo (vs. 1-12).
• Um novo altar deveria ser construído para sacrifícios de dedicação para, por sete dias, realizar as ofertas pelo pecado, tornando-o puro para o uso. A partir do oitavo dia o altar estaria pronto para holocaustos e ofertas pacíficas, visando expressar devoção do adorador e comunhão com Deus (vs. 13-27).

“Visto que o povo não mais pecará contra o Senhor, Yahweh promete habitar para sempre em seu meio (43:6-9) […]. Com base em Ezequiel 33-39, fica claro que os não-crentes não mais existirão em Israel, e, portanto, não haverá a possibilidade de profanar o Templo […]. A presença abençoadora de Deus está, dessa forma, assegurada para sempre por causa da criação, pelo Espírito, de uma comunidade santa” comenta o teólogo Paul R. House.

É evidente que isso nunca aconteceu na história dos judeus. Contudo, o plano divino foi ampliado; agora, cada crente de todas as épocas e lugares pode esperar o cumprimento mais abrangente destas profecias, graças ao gracioso sacrifício de Cristo:

• Na Cidade Santa Deus será o Deus dos salvos junto a eles (Apocalipse 21:7, 22-26; 22:1-6);
• Ninguém que possa profanar o Céu terá possibilidade de entrar lá (Apocalipse 21:8, 27).
• Portanto, é necessário abandonar aos pecados e purificar-se (Apocalipse 22:12-15).

Não negligencie como os judeus, renda-se inteiramente a Deus! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: