Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 42, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
1 de novembro de 2017, 0:28
Filed under: Sem categoria


“… para fazer separação entre o santo e o profano” (v.20).


Numa linguagem atual, poderíamos dizer que Ezequiel teve uma visão 4K do templo. De fora para dentro e de dentro para fora, o anjo lhe mostrava a minuciosa arquitetura divina. “As câmaras” (v.5) serviam como uma espécie de “quartel general” dos sacerdotes. Ali eles comiam, armazenavam “as ofertas de manjares” e se vestiam (v. 13-14). Estas “câmaras santas” eram de exclusivo uso dos sacerdotes e nenhuma delas poderia servir de uso comum, porque o lugar era santo (v.13). “Somente eles podiam andar nos recintos sagrados do templo propriamente dito e comunicar-se com Deus” (M. L. Andreasen, O Ritual do Santuário, pág. 39).

À tribo de Levi foi dado o privilégio de ministrar no tabernáculo de Deus devido à sua fidelidade e zelo para com Deus e Sua lei (Êx 32:26). Separados para o santo ofício, tudo neles representava “Santidade ao Senhor” (Êx 28:36), inclusive as vestes. A conclusão do capítulo de hoje fecha com chave de ouro o princípio envolvido ali: a diferença “entre o santo e o profano” (v.20).

Já no Éden, Deus fez esta distinção ao instituir o sétimo dia da semana como santo (Gn 2:1-3). Também confirmou este princípio ao aceitar a oferta de Abel e rejeitar a oferta de Caim. O sábio Salomão dedicou treze capítulos e meio do livro de Provérbios só para fazer contraste entre o justo e o ímpio. E a Bíblia segue, do início ao fim, confirmando que há sim diferença entre o certo e o errado, entre o bem e o mal.

O que tem ocorrido no meio cristão é catastrófico e chega a ser deplorável diante da solenidade dos tempos em que estamos vivendo! Vocês acham que haverá uma próxima geração antes que Jesus volte à Terra? Eu não creio que isto seja possível e tenho clamado a Deus que não. O veneno mortal do pecado tem sido usado entre os crentes como uma espécie de energético para “animar” a igreja. Enquanto isso, Satanás se aproveita da “animação” desprovida de espiritualidade para profanar a casa de Deus com toda sorte de impurezas.

Amados, releiam comigo a segunda parte do verso quatorze: “… as vestiduras com que ministraram, porque elas são santas”. Precisamos ser “santuário do Espírito Santo” (1Co 6:19) em todo lugar, mas, principalmente, ao pisarmos em “terra santa” (Êx 3:5). Quer dizer que Deus Se importa com o que vestimos? Claro que sim! Se não, não teria feito roupas para Adão e Eva (Gn 3:21). Ou não teria dito a Moisés: “Nem subirás por degrau ao Meu altar, para que a tua nudez não seja ali exposta” (Êx 20:26). Ou seja, Deus requer que o Seu povo siga a “moda” da ordem e da decência.

Contudo, a verdadeira compreensão acerca da reforma só acontece mediante um genuíno reavivamento. Quando o coração é revestido pela justiça de Cristo, o cristão vai sendo instruído pelo Espírito Santo, um passo de cada vez. Sua vida torna-se, então, uma confissão prática de sua fé e, como luz da aurora, ele “vai brilhando mais e mais, até ser dia perfeito” (Pv 4:18). Mas, quando esta “luz” são trevas, “que grandes trevas serão!” (Mt 6:23). Pois, “no tocante a Deus, professam conhecê-Lo; entretanto, O negam por suas obras; é por isso que são abomináveis, desobedientes e reprovados para toda boa obra” (Tt 1:16).

Jesus não olhava para a roupa, os ornamentos ou para o estilo de vida das pessoas que O cercavam, mas era impossível que continuassem do mesmo jeito depois de conhecê-Lo. Em Seus olhos podiam ver a essência do amor, mas os mesmos olhos penetravam cada alma com as mesmas palavras: “vai e não peques mais” (Jo 8:11). Permita que o olhar de Jesus perscrute “as câmaras” do teu coração e torne cada uma delas, “lugar santo”. Então, muito em breve, serás “assim vestido de vestiduras brancas” (Ap 3:5).

Bom dia, santos do Altíssimo!

Jornada espiritualChuva Serôdia. Chegou a hora!“, 17° dia: “Visite um amigo e faça uma ministração espiritual. Na sequência, convide-o em outras visitas. E, por fim, estimule-o a fazer o mesmo, repetindo a ação. Dessa forma sua comunidade religiosa entrará em ação em favor das pessoas, pelo poder do Espírito Santo” (Manassés Queiroz, Chuva Serôdia. Chegou a hora!, p. 100).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Ezequiel42
#RPSP

Deixe um comentário


4 Comentários so far
Deixe um comentário

Olá Rosana, gosto muito dos seus comentários. Você mora em Salvador? Gostaria de te conhecer pessoalmente. Abraços, Deus continue te iluminando.

Comentário por Ana Maria

Olá, amada! Louvado seja Deus!
Meu pai é baiano, mas eu sou alagoana… Rsrs
Moro em Maceió.
Passando por aqui, é só avisar. Vai ser um prazer conhecê-la.
Graça e paz!
Rosana

Comentário por Ivan Barros

Rosana, aprecio sempre seus comentários, mas este do capítulo 42 de Ezequiel é um exame em nossas casas e em todos os compartimentos. Agradeço por seu espírito zeloso nas verdades bíblicas. Necessitamos de conselhos fortes ou seremos enganados pelo adversário! Deus a abençoe muito pelo tempo que dedica a obra santa.

Comentário por Shirley de Oliveira Chollet Moreira

Deus seja louvado! Que Ele continue abençoando sua vida e o seu lar.
Graça e paz!
Rosana

Comentário por Ivan Barros




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: