Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 40 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
30 de outubro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

EZEQUIEL 40 – Alguns planos de Deus nunca irão se cumprir porque Ele respeita a livre vontade humana e faz profecias condicionais. Quando as condições são desprezadas, as profecias não são cumpridas.

• Por outro lado, há profecias incondicionais, as quais se cumprirão apesar de qualquer oposição.

“De muitas maneiras estes capítulos finais são os mais importantes do livro, visto que eles formam uma realidade culminante, o clímax da profecia de Ezequiel e da restauração de Israel. Essa seção inclui: 1) o novo templo (40.1-43:12); 2) o novo culto (43:13-46:24); e 3) a nova divisão da Terra Prometida (47:1-48.35)” (John MacArthur).

Os capítulos finais de Ezequiel são profecias condicionais, que jamais se cumprirão como estão descritas devido à negligência judaica. Sobre tais profecias, Frank Holbrook nos orienta:

• Algumas promessas proféticas nunca se cumprirão;
• As profecias suscetíveis a cumprimento se cumprirão de modo geral. Os aspectos principais cumprir-se-ão para a igreja de Cristo espalhada pelo mundo inteiro. E a igreja não está limitada à configuração original das profecias da Palestina;
• A única maneira segura de saber quais as promessas proféticas que se cumprirão, e de que modo, consiste em examinar como foram aplicadas pelos escritores do Novo Testamento;
• Sendo que as promessas proféticas do concerto ou aliança tornaram-se a herança do Israel espiritual (Gálatas 3:29; 6:15-16), elas não podem mais aplicar-se exclusivamente ao povo judeu. Ao contrário da opinião popular, o moderno Estado de Israel não se constitui cumprimento das profecias do concerto.

Para uma ideia geral do capítulo em apreço, William MacDonald nos fornece os seguintes tópicos:

• Um homem com uma cana de medir (vs. 1-4);
• A porta oriental do átrio exterior (vs. 5-16);
• O átrio exterior (vs. 17-19);
• As outras duas portas do átrio exterior (vs. 20-27);
• As três portas do átrio interior (vs. 28-37);
• Os utensílios para o sacrifício (vs. 38-43);
• As câmaras dos sacerdotes (vs. 44-47);
• O vestíbulo do templo (vs. 48-49).

A visão revela um Deus preocupado com Sua missão tendo Seu povo como instrumento. Todavia, a negligência espiritual dos crentes interfere na atuação profusa de Deus no mundo.

Vai ser muito triste se, caso chegarmos ao céu, Deus nos mostrar tudo o que poderíamos ter feito, mas por nossa falta de consagração muita coisa não foi realizada. Portanto, reavivemo-nos na missão! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: