Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 30, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
20 de outubro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Porque está perto o dia, sim, está perto o Dia do SENHOR, dia nublado; será o tempo dos gentios” (v.3).


O Egito havia feito aliança com outras nações. Algumas eram aliadas econômicas, visando incrementar  o comércio entre as nações através da troca de mercadorias e, outras, aliadas militares, com o objetivo de unir forças tanto para proteger seus territórios, quanto para lutar contra as nações inimigas. Estas alianças eram comuns, também naquela época.

Estes acordos tiveram, além disso, o efeito de fortalecer todas as práticas pagãs e idólatras que envolviam aquelas nações. O envolvimento delas com o Egito fez com que a “Etiópia, Pute, Lude e toda a Arábia, os de Cube e os outros aliados” caíssem “juntamente com ele à espada” (v.5). Levando em consideração o jogo de interesses ali envolvido, a aliança estabelecida parecia só conceder vantagens aos envolvidos. Havia uma troca de favores que garantiam a paz, a segurança e a prosperidade. Não é exatamente por estas coisas que o mundo clama?

Contudo, repentinamente, a destruição os desolou “no meio das terras desertas” (v.7). Foi cessada “a pompa do Egito” (v.10), e “destruídos todos os que lhe prestavam auxílio” (v.8). E uma das nações, em particular, sofreu “grande dor” (v.4) e angústia, “a Etiópia descuidada” (v.9). Todo o orgulho do poder do Egito foi humilhado (v.6) pela espada que o SENHOR colocou “na mão do rei da Babilônia” (v.25). Aquela união de nações, aparentemente tão bem sucedida, mostrou, em seus efeitos, que nem toda união faz a força.

As profecias para o tempo do fim apontam para uma união que será proposta “aos reis do mundo inteiro a fim de reuni-los para a peleja do grande Dia do Deus Todo-Poderoso” (Ap 16:14). Influenciados pela tríade satânica, “três espíritos imundos” (Ap 16:13), todos serão reunidos “no LUGAR que em hebraico se chama Armagedom” (Ap 16:16). Este é o nome de um lugar, e não do nome de uma batalha; em hebraico, Armagedom significa “monte de Megido”. Megido era uma planície litorânea da Palestina, palco de muitas batalhas envolvendo o povo de Israel. Entretanto, a maior batalha espiritual do passado ocorreu não na planície de Megido, mas no monte que domina a planície, o monte Carmelo. Esta é a referência para a profecia em questão.

Foi naquele monte que um único homem teve de enfrentar a fúria de líderes idólatras e de 850 profetas de deuses pagãos. Foi ali que, diante de todos, ficou mais do que provado de que “Só o SENHOR é Deus” (1Rs 18:39). Acusado de ser um perturbador da paz, Elias prosseguiu em cumprir o ASSIM DIZ O SENHOR a passos firmes (1Rs 18:17). Da mesma forma, a Bíblia prevê uma união promovida por Satanás que, aparentemente, parecerá, de forma quase irresistível, forte e admirável diante do mundo inteiro. E o remanescente do SENHOR, como um só homem, não aliado à corrente do mal, será acusado de perturbar a paz mundial.

Naquele monte aconteceu o que já está acontecendo nestes últimos dias. E “eis que já vem” (v.9) o desfecho da batalha entre falsos adoradores e verdadeiros adoradores. Assim como “Elias restaurou o altar do SENHOR” (1Rs 18:30), o remanescente restaurará a verdadeira adoração e diante de todo olho será notório o poder do Espírito Santo na vida deste pequeno povo. Falta muito pouco para vermos cumprida esta profecia em sua totalidade e apenas aqueles que oram como Elias orou (1Rs 18:36-37), e que clamam em profunda contrição (1Rs 18:42), persistentemente (1Rs 18:43), pelo derramamento da chuva serôdia, do alto receberão “grande chuva” (1Rs 18:45).

A união que nos levará à vitória final não tem a ver com ideologias humanas e nem com tratados de paz “como a dá o mundo” (Jo 14:27), e sim aquela que, por causa da Palavra do SENHOR, levará o mundo a nos odiar, porque não pertencemos a este mundo (Jo 17:14). Santificados na verdade (Jo 17:17), e perseverantes em seguir os passos do Salvador, grande angústia aguarda o povo de Deus. Oxalá que você e eu façamos parte deste seleto grupo que, assim como Elias, não passará pela morte (2Rs 2:11). Despertai, ó sete mil joelhos (1Rs 19:18) que não se curvam aos deuses deste século! Eis que o dia está nublado e, pela fé, já podemos avistar “uma nuvem pequena como a palma da mão do homem” (1Rs 18:44) e ouvir a voz do nosso Pastor a declarar: “Certamente, venho sem demora” (Ap 22:20).

“VEM, SENHOR JESUS!” (Ap 22:20).

Bom dia, verdadeiros adoradores!

Jornada espiritualChuva Serôdia. Chegou a hora!“, 5° dia: “Coloque uma cadeira em sua frente e peça ao Espírito Santo para sentar-se nela. Agora comece a conversar com Ele, que está diante de você, disposto a ouvir e interessado em suas histórias, necessidades e pedidos. Faça isso diariamente – é um bom caminho para desenvolver sua amizade com Ele” (Chuva Serôdia. Chegou a hora!, p. 42).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Ezequiel30
#RPSP


2 Comentários so far
Deixe um comentário

Bom como posso obter a jornada chuva serôdia?

Comentário por Manoel Júnior

Bom dia Manoel!

Link da jornada:
goo.gl/S2pgTo

Contato para obtenção dos demais materiais do pastor Manassés:
Facebook.com/manassesqueiroznt

Comentário por Ivan Barros




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: