Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 23, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
13 de outubro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

 

“O castigo da vossa luxúria recairá sobre vós, e levareis os pecados dos vossos ídolos; e sabereis que Eu sou o SENHOR Deus” (v. 49).

 

Ambos os nomes, Oolá e Oolibá, significam “habitantes de tendas”. Referindo-se à condição inicial de Israel como peregrina no deserto, o SENHOR expôs a tamanha degradação em que havia chegado. Desprovidas de qualquer pudor, as “mulheres depravadas” (v.44) extrapolaram todos os limites por Deus estabelecidos. Inflamaram-se com os deuses das nações pagãs e folgaram em participar de “suas impudicícias” (v.14). E aquela que deveria ser a capital da salvação, transformou-se em “copo de espanto e de desolação” (v.33).

A dura realidade dos reinos do Norte e do Sul rompia as fronteiras e alcançava os demais povos desfigurando a imagem para a qual foram criados. Seus filhos eram entregues nas mais terríveis cerimônias ritualísticas de sacrifício, “para serem consumidos pelo fogo” (v.37). O juízo viria sobre Samaria e Jerusalém e, por mais que fossem externamente adornadas (v.40), seu interior as condenava.

O cenário atual do mundo tem apresentado uma geração cujos valores destoam completamente dos valores divinos. Multidões têm vivido sob o manto da religiosidade e da caridade. Pensam estar no caminho certo, quando na realidade, estão bem longe da verdadeira piedade. E, seguindo neste caminho tenebroso, pais têm sacrificado seus filhos no altar dos “deuses” deste século.

A consequência disto? Acesse os principais sites de notícias e você constatará que estamos vivendo em tempos de uma apostasia sem precedentes. Tudo o que foi dito ao profeta em linguagem tão chocante, parece que hoje não tem o mesmo impacto. O que antes era um escândalo, hoje já é aceito abertamente. O que era censurado, hoje é liberdade de expressão. O que era condenado, hoje é aceito como um modo diferente de se viver. Enquanto isso, Satanás avança em seus esforços por enfraquecer o povo de Deus e inabilitá-lo para o reino dos céus, fazendo-o esquecer que entre a prostituta e a noiva virgem há um espaço do tamanho de um abismo.

O povo de Israel foi castigado pelas próprias coisas abomináveis que fez (v.30). Misturavam o santo com o profano, o imundo com o limpo e esperavam, ainda assim, pelas bênçãos do SENHOR. Deus é “Santo, Santo, Santo” (Ap. 4:8), e como pois tantos têm esperado as bênçãos divinas se permanecem na sujeira? Quando o povo de Deus compreender que tudo em nossa vida é espiritual, que envolve uma escolha que definirá o meu e o seu destino eterno, então veremos novamente “a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não O serve” (Ml 3:18). Este mundo será abalado por tochas acesas pelo Espírito Santo que, sob o estandarte do Rei da Glória, brilharão com a intensidade do brilho que envolvia a face de Moisés ao encontrar-se com Deus.

Não se acostume com este século e não se amolde a esta perversa geração, mas “transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm 12:2).

Bom dia, justos do SENHOR!

Desafio do dia: Enquanto o mundo se prepara para profanar o sábado do SENHOR (v.38), escolha viver este dia como Cristo viveu (Lucas 4:16; Mateus 12:12). Prepare-se para o encontro semanal com o teu Criador!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Ezequiel23 #RPSP

Deixe seu comentário:


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: