Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 11, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
1 de outubro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Dar-lhes-ei um só coração, espírito novo porei dentro deles; tirarei da sua carne o coração de pedra e lhes darei coração de carne” (v.19).


O Espírito Santo levantou Ezequiel, na sequência da mesma visão, e lhe mostrou o juízo divino contra os chefes do povo. Os dirigentes de Israel maquinavam vilezas e aconselhavam perversamente (v.2). A malícia havia corrompido a “nata” do povo de Deus. Envolvidos em escuridão moral e espiritual, agiam “segundo os juízos das nações que” estavam em redor de Israel (v.12). Encaixavam-se perfeitamente na descrição feita por Davi: “No seu leito, maquina a perversidade, detém-se em caminho que não é bom, não se despega do mal” (Salmo 36:4). E era sob a liderança desse tipo de gente que o povo estava sendo [des]orientado.

Ezequiel ainda estava profetizando quando o ASSIM DIZ O SENHOR iniciou o seu cumprimento. A Bíblia não revela como foi que Pelatias morreu, mas aquilo foi tão forte para o coração do profeta, que, novamente, ele temeu que o SENHOR desse “fim ao resto de Israel” (v.13). Contudo, é a partir deste episódio que Deus manifesta a Sua misericórdia, a Sua promessa de restauração.

A grave degradação espiritual da liderança da nação eleita era a mais profunda declaração de que a corrupção havia atingido o seu clímax. O SENHOR estava profundamente triste pelo desprezo daqueles que tanto amava! O tempo todo apelava por meio de Seus profetas: “profetiza contra eles, profetiza” (v.4). Ou seja: “Diga para eles, Ezequiel, o que Eu penso a respeito das abominações que eles têm cometido contra Mim!” Mas parece que os corações estavam fechados, as mentes tomadas por presunção, orgulho e cobiça. Orgulhavam-se em declarar: Jerusalém é a panela e nós somos a carne, protegidos em seus limites (v.3). Sob uma falsa impressão de segurança faziam e pensavam o que queriam e esqueciam que o SENHOR era testemunha ocular, inclusive, de seus pensamentos (v.5).

O maior anseio do coração de Deus é o de salvar a todos (2Pedro 3:9). Porém, a salvação que Ele oferece mediante o perfeito sacrifício de Jesus é precedida de humildade e das virtudes do fruto do Espírito Santo (Gálatas 5:22-23). É necessário que haja uma entrega para que o SENHOR realize a única cirurgia cardíaca que não necessita de anestesia. Todos somos “doentes cardíacos”. Todos possuímos um coração enganoso e corrupto (Jeremias 17:9). E Deus nos oferece, de graça, o único transplante em que não precisamos enfrentar uma fila com risco de morte.

De coração para coração, amados: somos preciosos demais para Deus e Ele nos escolheu para brilhar, para refletir a Sua imagem. O Seu maior desejo é o de habitar em nós (v.16). Porém, muitos têm endurecido o coração de uma forma tão terrível que não se contentam em guardar a malícia para si mesmos e “aconselham perversamente” (v.2), levando muitos para a morte (v.7). Que estupidez! Como só há um Deus, Ele também só possui um povo: os que andam nos Seus estatutos, e guardam os Seus juízos, “e os executam” (v.20). Em outras palavras: “os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Ap. 14:12).

Notaram onde a glória de Deus culminou? “A glória do SENHOR subiu do meio da cidade e se pôs sobre o monte que está ao oriente da cidade” (v.23). Sabem que monte é esse? O monte das Oliveiras. Aquele mesmo lugar onde Jesus entrou em um jardim chamado Getsêmani e angustiou-Se ao ponto de suar gotas de sangue (Lucas 22:44). O que mais precisará acontecer para que possamos entender que já chegou o tempo de buscarmos ao SENHOR com a mesma intensidade e com a mesma submissão? O Espírito Santo não virá sobre nós (v.5) como chuva serôdia enquanto não clamarmos por isso. Precisamos desesperadamente desta unidade perfeita oferecida por Deus: “um só coração”. Quando Jesus voltar, virá reclamar um só povo que tem “tudo em comum” (Atos 2:44).

O SENHOR apela aos corações endurecidos, HOJE, do menor ao maior: “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados” (Atos 3:19). Não basta estar “à entrada da porta” (v.1) sob os holofotes da liderança, mas “com o rosto em terra” (v.13) sob o olhar do Céu. Aos que assumem esta segunda postura, o SENHOR diz: “eles serão o Meu povo, e Eu serei o Seu Deus” (v.20).

Bom dia, povo de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Ezequiel11
#RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: