Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 5 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
25 de maio de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo!” (v. 20).


Você já foi decepcionado alguma vez? Fez o bem e foi retribuído com o mal?
A parábola da vinha má trata-se de um retrato acerca da situação dos filhos de Jerusalém e de Judá. O uso da alegoria em forma de um cântico de amor demonstra a grande afeição de Deus por Seu povo. O SENHOR fez por eles tudo o que poderia lhes proporcionar uma vida feliz e próspera, mas não foi correspondido (v. 2). Israel deu as costas ao seu Amado e o resultado foi desastroso (v. 5-6). Jesus utilizou a mesma comparação ao contar a parábola dos lavradores maus (Mateus 21:33; Marcos 12:1; Lucas 20:9). No discurso relatado por Mateus, Cristo conta esta parábola e mais adiante termina o discurso com uma sequência de “Ais” contra os escribas e fariseus da época (Mateus 23), onde condena a religião hipócrita e seus frutos de injustiça.

A expressão “Ai” está relacionada à maldição, mas também possui conotação de desespero e de tristeza. No livro de Deuteronômio, Moisés chama o povo a tomar uma decisão a favor da bênção, ou da maldição (Dt. 30:19). Josué também propôs ao povo uma escolha: “… escolhei, hoje, a quem sirvais…” (Josué 24:15). As advertências dadas de igual forma pelo profeta Isaías, só confirmam o que a Bíblia toda adverte: SÓ EXISTEM DOIS CAMINHOS. O povo havia se embriagado com a maldição (v. 11), desconsiderado tudo o que o SENHOR havia feito por eles (v. 12) e foram levados cativos “por falta de entendimento” (v. 13). A ruína moral e ética levou àquela gente ao abate e humilhação (v. 15), “porquanto rejeitaram a lei do SENHOR dos Exércitos e desprezaram a palavra do Santo de Israel” (v. 24).

A grande preocupação de Deus, desde o princípio, tem sido com a forma como o pecado nos levou a lidar com o presente do livre arbítrio. Acabamos por confundir liberdade com libertinagem e deturpamos o ideal de Deus com relação a nossa livre escolha. Sobre isto, nos advertiu o apóstolo Paulo: “Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne” (Gálatas 5:13).

Os “Ais” atuais têm entrado nos lares por meio da mídia e sua influência, arrebatando principalmente a atenção dos filhos. Crianças e adolescentes têm crescido assistindo, no conforto de suas casas, mediante a aprovação dos pais, a “formosura” do pecado. Desenhos, vídeos de “youtubers”, filmes e novelas ocupam o tempo e a mente daqueles que deveriam se chamar pelo nome do SENHOR. E sob o satânico ponto de vista “acaso, sou eu tutor de meu irmão?” (Gênesis 4:9), esses lares pensam estar agindo somente para malefício próprio, enquanto se tornam uma má influência para aqueles que deveriam estar fazendo de tudo para salvar.

Eis a proposta do SENHOR para mim e para você: “Vê que proponho, HOJE, a vida e o bem, a morte e o mal” (Dt. 30:15). Qual será a tua decisão? “Uvas boas” ou “uvas bravas” (v. 2)? Escolha fazer parte da “vinha do SENHOR dos Exércitos” (v. 7) e aceite ser cuidado por Ele. Continuemos sendo REAVIVADOS POR SUA PALAVRA!

Bom dia, uvas boas do SENHOR dos Exércitos!

Desafio do dia: Escreva ou imprima a frase:
“EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR”, e ponha na porta de sua casa.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías5
#RPSP

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: