Reavivados por Sua Palavra


CANTARES 7 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
19 de maio de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Quão formosa e quão aprazível és, ó amor em delícias” (v. 6).


Uma das consequências que o pecado impôs ao ser humano foi manifestada na primeira percepção do homem e da mulher após a queda: “… percebendo que estavam nus…” (Gênesis 3:7). A vergonha da nudez impactou o coração do casal edênico, que acabara de perder as gloriosas vestes da luz divina. A partir daí, a corrupção do coração do homem deturpou o que o Criador havia feito para ser uma bênção. O sexo dentro do casamento foi estabelecido por Deus tanto para a procriação, quanto para o deleite do casal. Marido e mulher devem ter por privilégio a intimidade que os une como “uma só carne” (Gênesis 3:24).

O esposo praticamente desenhou a sua amada com palavras. O corpo de sua esposa lhe era um tesouro particular e ele conhecia cada parte dele com riqueza de detalhes. Ele a amava e a desejava. Perceba que antes de subir “à palmeira” (v. 8), ou seja, antes de desfrutar do “amor em delícias” (v. 6) de sua amada esposa, ele a admira desde a sua forma de andar (v. 1), ELE A CONQUISTA. O desejo sexual pode não ser o fator principal no casamento, mas com certeza é essencial. Diante de um mundo onde o apelo sensual tem sido tão explorado, onde a pornografia tem arruinado casamentos, ter uma vida sexual saudável, dentro dos limites estabelecidos por Deus, é realmente um privilégio.

O inimigo transformou o sexo em algo sujo e repugnante. Por isso que muitos casais casados têm sofrido com uma intimidade fria e com uma culpa infundada. As relações sexuais ilícitas são aquelas que ultrapassam os limites impostos pelo SENHOR em Sua Palavra (LEIA Romanos 1:26-27; Atos 15:28-29; Levítico 18). Admirar o corpo do cônjuge e desejá-lo não é pecado, mas faz parte do propósito de Deus para o casamento. Portanto, não leve em pouca consideração o cuidado com a aparência, com a saúde e com a higiene. A partir do momento em que você contraiu matrimônio com o seu cônjuge, o seu corpo foi entregue a ele e o dele a você: “A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também, SEMELHANTEMENTE, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher” (I Coríntios 7:4). Em outras palavras: Casou? Então assuma o compromisso: “Eu sou do meu amado e o meu amado é meu” (Ct. 6:3).

A Bíblia nos diz que o matrimônio, bem como o leito sem mácula é digno de honra (Hebreus 13:4). O que precisamos cultivar no casamento são pensamentos puros e respeitáveis, tornando a intimidade um momento onde não tenhamos vergonha da presença de Deus. O quarto do casal, mais do que qualquer outro cômodo da casa, deve ser o mais espiritual. Não permita que a condescendência com a imoralidade do mundo invada o lugar que deve ser imaculado. 
Nessa fase de nossa história, os votos matrimoniais são, muitas vezes, desconsiderados. Deus jamais quis que o casamento escondesse a multidão de pecados que são praticados. Sensualidade e práticas vulgares no relacionamento matrimonial estão educando a mente e o gosto moral para as práticas imorais fora da relação conjugal” (EGW, Conduta Sexual, p. 63).

Aos casados: Amem o cônjuge dos pés à cabeça e o valorize desta forma, com amor, respeito, fidelidade e pureza.
Aos solteiros: Encarem o estudo deste livro como uma preparação para um casamento feliz e abençoado.

Bom dia, reservados (v. 13) para o “amor em delícias” (v. 6)!

Desafio do dia: “Ore a Deus em particular, e peça ao Espírito Santo que lhe revele que tipo de amizades, entretenimento ou outra influência impura pode estar separando você de Deus” (Guia de Estudos de capítulos selecionados do livro Conduta Sexual de Ellen G. White, p. 24) e de ter um relacionamento dentro dos limites que Ele estabeleceu.
Desafio “plus” [aos casados]: Como Salomão, façam um poema descrevendo o (a) seu (sua) amado (a) e declamem um para o outro.

Rosana Garcia Barros

#RPSP
#Cantares7
#PrimeiroDeus
#CânticodosCânticos7

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: