Reavivados por Sua Palavra


CANTARES 4 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
16 de maio de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Jardim fechado és tu, minha irmã, noiva minha, manancial recluso, fonte selada” (v. 12).


Dentre os princípios basilares da Bíblia, está a castidade antes do casamento. O casamento deve anteceder o momento de acesso ao jardim de “frutos excelentes” (v. 16). Quando este princípio é violado os resultados são sofrimento, decepção, vergonha e desilusão. A maioria tem transformado o que deveria ser um ‘jardim fechado’ em ‘aberto ao público’. E quanta tristeza isso tem causado! A pureza tem sido violada já nos primeiros anos de vida, quando crianças são submetidas a ver e ouvir o que lhes obscurece as entradas da alma e enegrece o infante coração. Precisamos compreender que Deus Se preocupa com cada detalhe de nossa vida, inclusive com a nossa conduta sexual, e os Seus pensamentos para nós são “pensamentos de paz e não de mal” (Jeremias 29:11), para que sejamos felizes em nossos relacionamentos.

As poesias deste livro nos trazem o deleite que Deus deseja nos oferecer dentro do casamento. O amor, a libido entre os cônjuges e a doçura das palavras não podem e não devem ser consumidos pelo tempo. Mas o tempo deve revelar o amadurecimento e o crescimento mútuo do casal que um dia decidiu dar o passo excelente sob a bênção do SENHOR. A pureza no sentido de preservar seus corpos para o sexo dentro do casamento deve perdurar no sentido de preservar a pureza matrimonial: “Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros” (Hebreus 13:4).

Quando eu estava no terceiro ano do ensino médio, dois colegas de turma decidiram fazer uma lista secreta. Eles escreveram os nomes das meninas que consideravam não serem mais virgens de um lado, e de outro, as que julgavam ainda ser. O problema é que a lista vazou e o único nome que escreveram como a virgem da sala, foi o meu. As meninas caíram como feras em cima deles. E o escárnio sobrou para quem? Para mim. Apelidos como ‘nossa senhora’, ‘santa’ e outros vieram, mas o que achavam que estava me afetando, alimentou em meu coração um sentimento de gratidão por Deus ter me preservado para o homem que Ele escolheria para mim. Não digo isto por vanglória, amados, mas para que os jovens que têm acompanhado o “Reavivados” entendam que ser “acusado” de diferente dos demais quando esta diferença está em ser fiel a Deus, deve ser considerado um privilégio.

Contudo, há esperança para todo aquele que foi machucado e maculado por experiências ruins. Lembre-se da mulher samaritana (João 4:1-30). Ela é um dos mais lindos testemunhos de que Jesus não desiste de ninguém. Cristo quebrou todos os protocolos da época para oferecer àquela mulher a água “do poço das águas vivas” (v. 15). Não permita que o inimigo das almas, que suas más lembranças, que suas feridas ou que os outros lhe impeçam de ouvir a doce voz do Mestre a lhe oferecer a água da vida e a lhe chamar para um recomeço. Enquanto o olhar de reprovação do mundo lhe diz que você nunca vai deixar de ir buscar água em poços de infelicidade, o olhar do teu Salvador não cessa de repousar sobre você e de lhe oferecer a água da eternidade.

De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a Tua Palavra” (Salmo 119:9).

Sejam as esposas como a igreja de Cristo, santas e sem defeito (v. 7, Efésios 5:27).

Que cada marido “ame a própria esposa como a si mesmo” (Efésios 5:33) e “como também Cristo amou a igreja e a Si mesmo Se entregou por ela” (Efésios 5:24).

Para todo aquele que seguiu por caminhos errados, o SENHOR diz hoje: “Mas, convertendo-se o perverso da perversidade que cometeu e praticando o que é reto e justo, conservará ele a sua alma em vida” (Ezequiel 18:27).

E para aqueles que foram machucados pelas agruras da vida, Jesus os acalenta hoje, dizendo: “Vinde a Mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei” (Mateus 11:28).

Qualquer que tenha sido a tua experiência, aceite AGORA o chamado de Deus e acredite que Ele tem o melhor para você!

Bom dia, igreja pura do SENHOR!

Desafio do dia: “Hoje, ainda antes de deitar, peça ao Espírito Santo para que examine seu coração e após isso, confesse qualquer impureza em pensamento ou ação que possa ser revelada. Há perdão quando existe confissão” (Guia de Estudos de capítulos selecionados do livro Conduta Sexual de Ellen G. White, p. 22).

Rosana Garcia Barros

#RPSP
#Cantares4
#PrimeiroDeus
#Cânticodoscânticos4


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Inspirador! Impactante, profundo. Bendito Seja o Nome do Senhor.

Comentário por Paulo Roberto de Oliveira




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: