Reavivados por Sua Palavra


SALMO 121 by jquimelli
1 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Imagine-se um peregrino caminhando para Jerusalém, indo celebrar uma das festas. De longe, você avista o “Santo Monte”, o lugar onde o glorioso templo está.

Para você, um viajante cansado, manter os olhos em direção ao templo significa manter os seus olhos em Quem sempre te sustenta, aquEle que faz com que você mantenha o foco correto da vida, aquEle que mantém você caminhando, mesmo quando a estrada é difícil.

Para um viajante nos tempos bíblicos, a viagem era difícil, as estradas rochosas, poeirentas e às vezes perigosas. Não só o calor do dia era sufocante, mas o terror da noite era desgastante.

Manter os olhos no Senhor e confiar na Sua proteção não era apenas um benefício extra, mas uma necessidade para estes viajantes cansados.

Que estes versos tragam conforto em sua caminhada para o lar eterno, amigo peregrino. Tenha a certeza que o Senhor cuidará de seu ir e vir, não só agora, mas sempre!

Cindy Nash
Collegedale, Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/121 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/121/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/06/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli
Texto bíblico: Salmo 121 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 121 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO – PRIMEIRO DEUS by Maria Eduarda
1 de março de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



SALMO 121 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
1 de março de 2017, 0:50
Filed under: Sem categoria

Introdução.O Salmo 121 é uma bela canção de confiança e segurança em Deus. De todo o patrimônio poético hebraico, este é um dos poemas bíblicos mais apreciados. Davi compôs o Salmo 121 no deserto de Parã [sul de Israel], imediatamente depois de saber da morte de Samuel (PP, 664). Quando se deu conta de que seu último amigo terreno influente se fora, ele se voltou ao Senhor como único auxílio que lhe restou. O salmo tem sido uma grande bênção a milhares de pessoas que vez ou outra se encontraram em circunstâncias parecidas com as que o salmista se encontrava. O Salmo 121 era cantado pelos peregrinos a caminho das festas anuais a Jerusalém. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol.3, p. 1019.

A vigilância perpétua de Deus sobre aqueles que se inclinam para Ele. É um grande apelo para confiarmos em Deus em todas as circunstâncias.Bíblia Shedd.

Este Salmo, relembrando aos fiéis que Deus os guarda, convinha aos peregrinos que subiam a Jerusalém, por caminhos penosos. Convém também ao cristão, a caminho da Jerusalém celeste. Bíblia de Jerusalém.

1. Para os montes. […] referência às montanhas da Palestina, cujo cume era utilizado pelos pagãos para edificação de altares idólatras. Na jornada para a festa, “ao verem em redor de si as colinas onde os gentios costumavam acender os fogos de seus altares, cantavam os filhos de Israel: ‘Elevo os meus olhos para os montes; De onde me virá o socorro?’ “ (PP, 538).CBASD, vol.3, p. 1019.

O culto idólatra dos baalins realizava-se nos “lugares altos”. Não dos montes, mas de Jeová, vem o auxílio de Deus ao fiel. Bíblia Shedd.

De onde […]?. Não é dos montes ou montanhas que os filhos de Deus recebem auxílio, mas de Deus (ver Jer 3:23).CBASD, vol.3, p. 1019.

2. do Senhor, que fez o céu e a terra. Esta é a resposta à questão do v.1. Deus pode responder a qualquer emergência que se levante no vasto universo de Sua criação.CBASD, vol.3, p. 1019.

3. Ele não permitirá que os teus pés vacilem. Uma expressão de desejo ou petição: “Que Ele não permita que seu pé vacile; que não durma aquele que te guarda.” Estas palavras foram cantadas possivelmente por dois grupos de peregrinos, sendo que cada um deles respondia em contracanto: “Não há necessidade desta oração, porque Aquele que guarda Israel não dormita nem dorme; o Vigia de Israel não será pego de surpresa, como uma sentinela humana sobre os muros da cidade.” A vigilância de Deus é incansável. O Eterno jamais fica exausto e está sempre atento às necessidades de Seus filhos.CBASD, vol.3, p. 1019.

Israel é bem conhecido por seus terrenos rochosos e escorregadios. Bíblia de Genebra.

4. não dormita, nem dorme o guarda de Israel. Deus nunca dorme, e não havia perigo de que o salmista seria esquecido. Elias ridicularizou sarcasticamente os profetas de Baal, sugerindo que o deus deles estava dormindo, quando tanto precisavam dele (1Rs 18.27). Bíblia de Genebra.

5 Tua sombra. Um a ilustração forte sobre a proteção para aqueles que viviam num lugar onde a luz era ofuscante e o calor, ardente. CBASD,vol.3, p. 1019.

Tua sombra à tua direita. Assim como a sombra projetada por uma pessoa a acompanha, assim também é Deus com o Seu povo. Esta metáfora deriva-se da antiga linguagem dos tratados, e tem implicações próprias de uma aliança. Bíblia de Genebra.

O divino protetor está prontamente disponível (ver Sl 16:8). CBASD, vol.3, p. 1020.

6. não te molestará. Nos últimos dias, quando será dada potência ao sol para que queime as pessoas com fogo (Ap 16:8, 9), o povo de Deus encontrará conforto nesta promessa (GC, 628-630).CBASD, vol.3, p. 1020.

a lua. Talvez se refira às febres e às friagens produzidas pelas neblinas noturnas, “regidas” pela lua (Gen 1:16). Bíblia Shedd.

[Culturas antigas acreditavam que a luz do luar era prejudicial, de onde veio a expressão “lunático” – aquele que se acreditava ter sido
exageradamente exposto aos raios da lua (Cindy Nash, em http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/121).]

7. mal. Do her. ra’, designando tanto o mal moral quanto o físico.CBASD,vol.3, p. 1020.

8. tua saída. O Senhor vigia continuamente todos os empreendimentos de Seus filhos. CBASD, vol.3, p. 1020.



COMENTÁRIO SALMO 121 – PR. HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
1 de março de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 121 – Longe, fora ou dentro do templo, podemos desfrutar da presença divina em nossa vida. Vamos à casa de Deus congregar-nos com nossos irmãos em Sua presença, também podemos ter o prazer dessa presença durante a trajetória e no retorno a nossos lares.

“Peregrinos que seguiam para Jerusalém talvez cantassem essa oração pedindo segurança na jornada. Os perigos ao longo do caminho – acidentes, animais selvagens, ladrões, calor – estão implicados em 121.3-6. O ‘sol’ e a ‘lua’ (121.6) representam todos os perigos do dia e da noite. Uma viagem segura é prometida em 121.7-8” (Duane A. Garrett).

Este Salmo é um “cântico de confiança no Senhor, que é Criador, Vigia e Protetor”. Sua mensagem é que “Deus vigia, protege e preserva seu povo ao deixar o templo ou retornar para lá; ele também permanece com os fieis entre essas ocasiões e para sempre” (Bíblia Andrews).

· Não é dos montes que vêm socorro, mas do Senhor que habita além dos montes; pois, Ele é criador do Céu e da Terra, e dos montes mais altos deste mundo. Também não é de autoajuda que precisamos para vencer, mas de ajuda do alto (vs. 1-2).

· O diabo não está longe, num inferno distante daqui; pelo contrário, ele está ao nosso redor rugindo como leão pretendendo devorar sua presa; ele não brinca no trabalho, entretanto nosso Deus que não dorme. Deus é nosso Guardião que não cochila, visando proteger-nos para que não caiamos em tentação (vs. 3-5).

· Deus cuida de nós quando saímos para adorá-lO no templo e quando retornamos; Ele protege na ida e na volta do trabalho; Ele nos guarda quando ausentamos e chegamos ao nosso lar; Ele acompanha-nos em nossa peregrinação diária rumo à Nova Jerusalém, na Canaã Celestial (vs. 7-8).

Ter Deus como o primeiro em nossa vida garante proteção na entrada e na saída – em todos os aspectos! Deus guia aos crentes na execução de planos e projetos do início ao fim, quando lidam com desafios perigosos (Josué 2:1-2, 22-24).

Colocar Deus em primeiro lugar resulta em auxílio em todo lugar – não permitirá que nossos pés vacilem. “Todos os que caminham por esse padrão são o verdadeiro Israel de Deus, Seu povo escolhido. Paz e misericórdia sejam com eles” (Gálatas 6:16).

Amigos… avancemos! – Heber Toth Armí.



SALMO 121 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS  by Ivan Barros
1 de março de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“O SENHOR guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre” (v. 8).


Em todos os lugares que vamos há uma entrada e uma saída. Geralmente, a mesma porta de acesso também é a porta pela qual podemos sair. Mas, nem sempre entramos e saímos da mesma forma.

Podemos entrar em um lugar com o coração partido e sair de lá com o ânimo renovado. Podemos entrar em um lugar felizes e sair de lá decepcionados. Nunca sabemos o que nos espera. Acontece que a promessa do SENHOR para os Seus filhos é de vigilância 24h. Ele não promete que as coisas sempre aconteçam da forma que esperamos. Ele promete que até os momentos ruins podem nos servir de preciosas lições para o nosso crescimento como cristãos (Tiago 1:2-4).

Ouvi, certa vez, que um coração não é inteiro até que seja partido. Pare e pense neste momento: em quais situações você reconheceu que o seu socorro só poderia vir de Deus? Nos piores momentos de sua vida, não é verdade?

Conversando com um pastor, ele me disse que este Salmo foi escrito quando Davi fugia de Saul, após a morte de Samuel. Davi realmente estava em um grande apuro e tinha que analisar bem por onde entrar e por onde sair. Muitas vezes sentia-se encurralado. Noite e dia (v. 6) recebia provas suficientes de que Deus o guardava e o livrava da ira de Saul.

Amados, eu não faço ideia do que você esteja passando neste momento. Eu só conheço a minha própria dor e posso lhes assegurar uma coisa: por mais intensa que seja a minha angústia, o SENHOR não dorme enquanto não a transforma em alegria. “Desde agora e para sempre” há um Vigia que não descansará até que nos leve para o Seu lugar seguro.

Não permita que os reveses desta vida desviem o teu olhar do Único que pode lhe socorrer. Mas que você confie de “que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito” (Romanos 8:28).

Termine mais este dia confiando que a lua não te molestará (v. 6).

Graça e paz!

Rosana Garcia Barros




%d blogueiros gostam disto: