Reavivados por Sua Palavra


SALMO 121 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
1 de março de 2017, 0:50
Filed under: Sem categoria

Introdução.O Salmo 121 é uma bela canção de confiança e segurança em Deus. De todo o patrimônio poético hebraico, este é um dos poemas bíblicos mais apreciados. Davi compôs o Salmo 121 no deserto de Parã [sul de Israel], imediatamente depois de saber da morte de Samuel (PP, 664). Quando se deu conta de que seu último amigo terreno influente se fora, ele se voltou ao Senhor como único auxílio que lhe restou. O salmo tem sido uma grande bênção a milhares de pessoas que vez ou outra se encontraram em circunstâncias parecidas com as que o salmista se encontrava. O Salmo 121 era cantado pelos peregrinos a caminho das festas anuais a Jerusalém. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol.3, p. 1019.

A vigilância perpétua de Deus sobre aqueles que se inclinam para Ele. É um grande apelo para confiarmos em Deus em todas as circunstâncias.Bíblia Shedd.

Este Salmo, relembrando aos fiéis que Deus os guarda, convinha aos peregrinos que subiam a Jerusalém, por caminhos penosos. Convém também ao cristão, a caminho da Jerusalém celeste. Bíblia de Jerusalém.

1. Para os montes. […] referência às montanhas da Palestina, cujo cume era utilizado pelos pagãos para edificação de altares idólatras. Na jornada para a festa, “ao verem em redor de si as colinas onde os gentios costumavam acender os fogos de seus altares, cantavam os filhos de Israel: ‘Elevo os meus olhos para os montes; De onde me virá o socorro?’ “ (PP, 538).CBASD, vol.3, p. 1019.

O culto idólatra dos baalins realizava-se nos “lugares altos”. Não dos montes, mas de Jeová, vem o auxílio de Deus ao fiel. Bíblia Shedd.

De onde […]?. Não é dos montes ou montanhas que os filhos de Deus recebem auxílio, mas de Deus (ver Jer 3:23).CBASD, vol.3, p. 1019.

2. do Senhor, que fez o céu e a terra. Esta é a resposta à questão do v.1. Deus pode responder a qualquer emergência que se levante no vasto universo de Sua criação.CBASD, vol.3, p. 1019.

3. Ele não permitirá que os teus pés vacilem. Uma expressão de desejo ou petição: “Que Ele não permita que seu pé vacile; que não durma aquele que te guarda.” Estas palavras foram cantadas possivelmente por dois grupos de peregrinos, sendo que cada um deles respondia em contracanto: “Não há necessidade desta oração, porque Aquele que guarda Israel não dormita nem dorme; o Vigia de Israel não será pego de surpresa, como uma sentinela humana sobre os muros da cidade.” A vigilância de Deus é incansável. O Eterno jamais fica exausto e está sempre atento às necessidades de Seus filhos.CBASD, vol.3, p. 1019.

Israel é bem conhecido por seus terrenos rochosos e escorregadios. Bíblia de Genebra.

4. não dormita, nem dorme o guarda de Israel. Deus nunca dorme, e não havia perigo de que o salmista seria esquecido. Elias ridicularizou sarcasticamente os profetas de Baal, sugerindo que o deus deles estava dormindo, quando tanto precisavam dele (1Rs 18.27). Bíblia de Genebra.

5 Tua sombra. Um a ilustração forte sobre a proteção para aqueles que viviam num lugar onde a luz era ofuscante e o calor, ardente. CBASD,vol.3, p. 1019.

Tua sombra à tua direita. Assim como a sombra projetada por uma pessoa a acompanha, assim também é Deus com o Seu povo. Esta metáfora deriva-se da antiga linguagem dos tratados, e tem implicações próprias de uma aliança. Bíblia de Genebra.

O divino protetor está prontamente disponível (ver Sl 16:8). CBASD, vol.3, p. 1020.

6. não te molestará. Nos últimos dias, quando será dada potência ao sol para que queime as pessoas com fogo (Ap 16:8, 9), o povo de Deus encontrará conforto nesta promessa (GC, 628-630).CBASD, vol.3, p. 1020.

a lua. Talvez se refira às febres e às friagens produzidas pelas neblinas noturnas, “regidas” pela lua (Gen 1:16). Bíblia Shedd.

[Culturas antigas acreditavam que a luz do luar era prejudicial, de onde veio a expressão “lunático” – aquele que se acreditava ter sido
exageradamente exposto aos raios da lua (Cindy Nash, em http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/121).]

7. mal. Do her. ra’, designando tanto o mal moral quanto o físico.CBASD,vol.3, p. 1020.

8. tua saída. O Senhor vigia continuamente todos os empreendimentos de Seus filhos. CBASD, vol.3, p. 1020.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: