Reavivados por Sua Palavra


SALMO 133 by jquimelli
13 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Esta é um breve Salmo que traz uma grande mensagem sobre a unidade e a comunhão e as bênçãos que elas trazem. Unidade e companheirismo são tão importantes que o próprio Jesus orou por isso (João 17: 11; 20-23) e Paulo pregou sobre isso (Fl 2:2-8; Col 3:14-15).

Neste Salmo, duas imagens descrevem as bênçãos de unidade e comunhão. A primeira é a de óleo escorrendo pela cabeça e barba de Arão. No clima quente e seco da Palestina, óleo é calmante e cura para a pele seca e rachada.

O óleo era um símbolo das bênçãos de Deus ao que estava sendo ungido. Os óleos de unção possuíam uma fragrância que tomava conta de todo o ambiente, à semelhança do que aconteceu quando Maria ungiu os pés de Jesus e a casa se encheu com o perfume (João 12:1-3). A mensagem do salmista é que a unidade no relacionamento trará as bênçãos da paz e harmonia, curando e perfumando o ambiente.

A segunda imagem é a do orvalho que cai sobre o Monte Hermon. Na terra seca da Palestina o orvalho que cai à noite nas altas montanhas traz benefícios refrescantes para as plantas, animais e pessoas para todo Israel [as águas que descem o Monte Hermon formam o rio Jordão, que se estoca no mar da Galiléia e beneficia todo o país]. O Monte Hermon chega a quase três mil metros acima do nível do mar e tem uma vegetação verdejante em suas encostas, mesmo nos meses secos do verão. Em comparação, Jerusalém (Monte Sião) fica praticamente sem chuva durante 6 meses do ano.

As bênçãos de Deus que caem sobre nós quando vivemos em unidade e comunhão com nossa família nos refrescarão e nos sustentarão, mesmo nos tempos “secos” de nossas vidas. Além disso, as bênçãos de Deus nos darão “vida para sempre.” Esta é a vida abundante que Jesus veio nos dar (João 10:10). Na unidade e da comunhão com Deus e Seu povo, podemos desfrutar plenamente a vida e viver uma vida cheia de bênçãos e propósito.

“O segredo da verdadeira união na igreja e na família não é diplomacia, nem de gestão ou de um esforço sobre-humano para superar as dificuldades – embora haverá muito disso para fazer – mas a união com Cristo” (LA, p. 179).

Que todos nós possamos buscar uma união mais estreita com o nosso Deus Criador e viver em unidade e harmonia com nosso próximo. Amém.

Thandi Klingbeil
Collegedale, Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/133 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/133/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/18/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli
Texto bíblico: Salmo 133 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/

Anúncios


SALMO 133 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by jquimelli
13 de março de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



SALMO 133 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
13 de março de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 133 – Como está a tua família? Uma casa dividida gera famílias destruídas. Uma família destroçada faz qualquer pessoa ansiar por uma família abençoada, unida, feliz e harmoniosa.

A família de Davi era um caos. A desunião era sua característica principal. Devido a seu escandaloso adultério, Davi não teve autoridade para corrigir os erros de seus filhos:

• Amnom violentou Tamar, sua meio-irmã, e Davi não o confrontou, nem exortou sua filha.
• Absalão assassinou Amnom, seu irmão, e Davi não fez nada para evitar.
• Absalão conspirou e usurpou o trono do pai e Davi teve que fugir.
• Adonias foi assassinado por seu irmão Absalão quando este assumiu o trono.

Tua família está melhor, você não acha? A casa desse Rei de Israel estava tomada pelo ódio, conspiração, estupro, assassinatos – um pecado pior que o outro.

Consequentemente, a “união” arrumou as malas, e foi embora. Por sofrer a ausência dela, Davi aprendeu amargamente algumas lições, e passa a revelar-nos para que não trilhemos pelos mesmos atalhos perigosos, desastrosos.

1. A união é atraente, traz paz, está livre de intrigas, invejas, ciúmes. A desunião é má, mas a união é boa. A verdadeira união baseia-se nos princípios da Palavra do Deus que afirmou que não é bom que o homem esteja só; somente assim, a unidade trará real felicidade (v. 1).

2. A união promove a saúde física, mental, social e emocional. Desentendimentos, brigas, confusões, agressões, resultam em titânicas angústias, aflições, doenças. A união traz bênçãos assim como a unção para o cargo de sumo sacerdote. Pecados são perdoados, feridas são curadas, há valorização do outro, aceitação e vida espiritual acentuada (v. 2).

3. A união é tonificante, restaurante, refrigerante, revigorante como o orvalho que cai sobre a relva em tempos de seca. Assim como o orvalho que é discreto e constante, pequenos gestos de carinho, bondade e amor resultam em grandiosos resultados na família; contudo, assim como o orvalho, estes gestos devem vir de um coração regido por Deus, para que seja bênção (v. 3).

A união verdadeira não é obra de um coração egoísta, é fruto de busca pelo coração altruísta de Deus. É Deus Quem ordena a bênção!

É bom ver uma família unida, mas é impossível tê-la desprovido dos divinos princípios de vida! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



SALMO 133 #RPSP COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
13 de março de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos!… Ali, ordena o SENHOR a Sua bênção e a vida para sempre” (1 e 3).

Ontem eu presenciei algo que eu jamais tinha visto na igreja. Uma irmã muito querida, conhecida por Ni, que não mora no Brasil, enviou um vídeo expondo o seu problema conjugal e pedindo a ajuda da igreja em oração, para que o SENHOR realize um milagre. Citando o episódio em que Ester convocou o povo para orar, em lágrimas, Ni abriu o coração a quem ela chamou de exército do SENHOR e a quem carinhosamente declarou: “Eu amo vocês!”.

Quando meu marido e eu demos estudo bíblico a ela e sua irmã gêmea, entramos de um jeito e saímos de outro. Essas duas pessoas lindas nos ensinaram mais do que elas julgam ter aprendido conosco. E uma das coisas, foi o verdadeiro sentido do Salmo de hoje.

Afinal de contas, o que é a união fraternal?

Estamos diante de um grupo de pessoas que se amam mutuamente, e de uma experiência que promove uma bênção transbordante:

“É como o óleo… que desce” (v. 2). “É como o orvalho… que desce” (v. 3). 

A união entre irmãos é algo que não cabe dentro de um lugar, ela transborda para todos os lugares.

Atentem para este precioso detalhe: o óleo é derramado de cima para baixo. O orvalho cai de cima para baixo. A união genuína só acontece quando ela provém do alto. A união com Cristo promove a união fraternal em Cristo. Não há amor e muito menos união onde Cristo não seja o Doador do amor, e sim grupos divididos entre interesses recíprocos. Ou seja, se você pensa, fala e faz parecido comigo, então bem-vindo ao clube.

Oh, amados! Precisamos buscar no exemplo de Cristo o amor que devemos viver. Somente quando experimentamos este amor, é que começamos a entender, na prática, a identidade do verdadeiro discípulo de Jesus:

Nisto conhecerão TODOS que sois Meus discípulos: se tiverdes amor uns aos outros” (João 13:35).

Eu confesso, de todo o meu coração, que ainda preciso galgar muitos degraus para viver de verdade este ministério sagrado. Precisamos ser sinceros com o SENHOR e uns para com os outros. Necessitamos de uma comunhão plena com Deus para que a bênção da comunhão fraternal seja uma realidade em nossa vida.

Viver em união com os diferentes não é fácil. Mas o que seria da orquídea sem a árvore hospedeira, e vice e versa? Não há relação de prejuízo entre estes seres vivos, muito pelo contrário, há uma relação que a biologia chama de simbiose (“a vida em comum”), onde um fornece alimento para o outro formando uma união perfeita. São diferentes, mas se completam.

Deseja bênção e vida eternas? Ame ao SENHOR acima de todas as coisas e Ele lhe motivará a viver a “simbiose” com seus semelhantes.

Bom dia, meus irmãos!

Desafio do dia: Clame ao SENHOR para que derrame sobre você um amor que transborde até para quem você tem dificuldade de amar. Abra o seu coração, seja sincero com o Deus que te conhece.

Rosana Garcia Barros 

#primeiroDeus     #RPSP




%d blogueiros gostam disto: